Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2011

Os três estarolas...

Miss Cookie, um charme de gata. Figo, mas de agora em diante mais conhecido por Maria Joaquina. Freddie, o espertalhaço. Tiveram direito à última sessão fotográfica do ano e desejam a todos FELIZ ANO NOVO!

2012

O meu 2011 foi o ano mais bonito que já tive. O mais completo, a todos os níveis. Continuei no meu local de trabalho, onde sou muito bem tratada, apesar do salário mixuruca (pagam o que podem, por isso não me incomoda). A família lá se compôs, apesar de problemas nos primeiros meses do ano. O meu amor cresceu, ficou mais forte, ganhou raízes. Já tenho a minha casa, que me faz muito feliz e me vai permitir estar ao lado do homem da minha vida. Foi um ano muito bom, que me fez sentir realizada e que me deu, diariamente, motivos para sorrir. Espero que o vosso ano tenha sido bom... E, acima de tudo, espero que 2012 seja ainda melhor. Que o novo ano, que está prestes a iniciar, vos traga amor, saúde, trabalho (oh oh!) e plenitude emocional. Feliz ano novo!

Dos detalhes da casa nova

Super interessante, hein? Só para perceberem que eu gosto das coisas coloridas. Comprei molas rosas, verdes, azuis, laranjas... O senhor candeeiro em forma de ananás e as estantes com cd's e dvd's... tudo do mais-que-tudo. Este vai ser o nosso candeeiro da sala... uma lâmpada gigante! O móvel com a louça mais finória, para ocasiões especiais. Estou completamente apaixonada pelo nosso T1. Gosto mesmo dele, que se há-de fazer? Podia ser maior, pois podia, mas fica lindão na sua forma de casinha de bonecas. Então todo limpinho e cheiroso (foi como o deixei, ainda há pouco), dá mesmo vontade de correr para lá. Bem sei que as imagens estão uma bela porcaria... mas foi o que se arranjou! Ainda não temos decoração colorida (como eu gosto), por isso não há muito para mostrar. :P

Planos para o ano novo?

Vou ficar em casa, no ano novo, com a famelga e o namorado, a comer muito, a jogar ao loto e desejar que tudo corra pelo melhor. Sair, no ano novo, só para fazer o frete... já não é para mim. Este ano até tinha uns planos giros, mas as finanças estão pela rua da amargura. Melhor ficar em casa. E tenho a certeza de que vai ser muito muito bom!

Mais avanços

Hoje é dia de faxina gérauuuu lá por casa. Já temos gás, já temos água quentinha, já posso armar-me em cozinheira e experimentar umas receitas. Hoje vou limpar aquilo tudo, de cima a baixo e de frente para trás. Amanhã é dia de ir ao supermercado, para encher a despensa de comida. E preciso de arranjar um armário para o quarto-de-banho, pequenito e arrumado, só para meter toalhas e pouco mais. Está tudo a ficar tão bonito. Tenho muito orgulho na casa nova. Pequenita mas lindona. PS: Já não tenho unhas. Não o fazia há anos... há 3 dias que não tenho verniz nas unhas. Tenho as mãos todas cortadas, dos caixotes e mais caixotes. As unhas estão todas partidas, tudo um horror.

Podia assinar aqui?

Hoje estava na loja da mana e vejo uma rapariga nova, vinte e poucos anos... carrinho de bebé e uma amiga. Pára na frente da loja, entra, e vira-se para mim: Ela - Podia assinar aqui, se faz favor? Eu - Assinar o quê? Ela - Assinar este papel. Nisto, a mana aproxima-se e pergunta o que era o papel. Ela - Ando à procura de emprego.. Mana - Pois, mas eu não estou a precisar de ninguém, por isso não faz sentido assinar. E lá foi ela embora. É preciso cá uma lata! Se tivesse entrado e perguntado se estavam a precisar de funcionários, levasse uma resposta negativa, e depois pedisse para assinar, era uma coisa... Agora entrar e pedir somente para assinar, para poderem fingir que têm andado a procurar emprego, continuando assim a receber o subsídio... Vai mas é trabalhar!

Do amor a dois

Hoje não vamos arrumar a casa nova. Hoje não há net para ninguém. Hoje não há nada a perturbar-nos. Hoje vamos ter novela, cama, ronha e muito amor. Vai ser só mesmo isso. Saudades de uma noite livre, só para nós. Hoje é o dia... ou a noite.

Guardar ou não guardar, eis a questão...

A propósito de um comentário que recebi... Eu não deitei nada fora. Não gostei de ver algumas coisas que pertenceram a outra pessoa, que não eu, em caixotes na minha casa, mas não lhes fiz nada. Não é que tenha queimado e deitado fora. eheheh No entanto, também sei, porque sei, que ele guardou aquilo sem intenção e que vai acabar ele por deitar fora. Diziam-me nos comentários que as pessoas têm bagagens... é normal, eu também tenho um passado, tive outras relações, outros sentimentos. Dizia a Ana, a quem agradeço o comentário, que sabia que o marido tinha cartas e fotos de anteriores relações e que não vê mal nisso. Ai nisso eu vejo mal. Não me parece normal que o meu namorado, que está comigo há mais de um ano e dois meses, queira guardar numa caixinha fotografias e cartinhas de anteriores amores. É ofensivo. Se quer guardar essas coisas, que as guarde na casa dos pais. Na minha/nossa casa, no meio das minhas/nossas coisas, não as guarda certamente. Que guarde na garagem, no sótã

Por outro lado...

Qual a grande desvantagem de namorar com um homem divorciado? É que dentro das caixas e mais caixas que ele trouxe para nossa casa, já encontrei uns óculos de sol de mulher e uma coisa de aplicar blush. Obviamente não são coisas dele. E eu fiz um esforço, oh se fiz um esforço, para não me chatear.

Dos avanços

Já temos electrodomésticos. Tenho muita toalha e muito lençol para lavar, logo é comprar detergentes e já estreio a maquineta de lavar roupa. Quanto ao fogão... vou ter de abichar uns euros e chamar alguém para me instalar o gás e para ligar o fogão. Tem de ser um profissional certificado a fazê-lo. Depois disso, é só comprar o roupeiro e temos a casa pronta. Sabem qual é a maior vantagem de estar com um homem divorciado? É que ele já tem tuuuuudo para a casa. Depois do divórcio foi viver sozinho, comprou tudo e agora não precisamos de comprar quase nada. Acho que com 70 ou 80 euros compramos as coisas pequenas de que precisamos. --> Não, não são coisas do ex-casamento. São coisas dele, de quando foi viver sozinho, after divorce.

Recuerdos de Natal II

Sou uma caloteira. Consegui jogar ao loto mais de 10 vezes e não pagar um cêntimo. Sim, que nós jogámos ao loto (também conhecido por Bingo) a 5 cêntimos por pessoa. Eu, que sou uma fofa, não paguei. O cunhado e a avó pagaram por mim. Deus não deve ter gostado da minha calotice... não ganhei uma única vez.

Recuerdos de Natal I

Estou uma fraca. Antes, não descansava enquanto não provasse um bocadinho (ou bocadão...) de todas as sobremesas. Agora, como duas e já me sinto a rebentar. Mesmo assim, a avó disse-me para me inscrever no ginásio. Sempre bom de ouvir!

Prendas que me saíram no sapatinho...

Muitas, muitas e boas. A recordar: duas blusas, um casaco, umas luvas, uns sapatos, uma mala, um perfume + creme de corpo. A única prenda surpresa foi a da mana, e foi daquelas que me pôs mesmo a sorrir: coisas para a casa nova! Conjunto de copo+saboneteira+coisa para pôr escova de dentes, caixinhas de metal para guardar coisas na cozinha, porta-guardanapos giro, coisa para deixar a caixa cheirosa, frasco de talheres e respectivas colheres de pau, uma coisa para pousar a colher quando se está a cozinhar. O Natal correu pelo melhor, muito bom, muito alegre, com muitas prendas giras. Foi maravilhoso! E o vosso, pessoal? PS: Vou agora lavar o cabelo, dois dias depois de o ter cortado... acho que vou apanhar um susto, quando o vir ao natural...

A ti.

Este ano, infelizmente, não vamos poder passar o Natal juntos. Vou ter saudades, muitas saudades... é nos momentos importantes que sentimos mais a falta de quem amamos. Gostava imenso de te ter ao meu lado, na mesa de jantar, a devorar doces, aninhados no sofá a olhar a lareira ou simplesmente a ver aqueles filmes deprimentes de Natal. Mas ainda não vai ser este ano... No entanto, se 2011 foi o ano mais feliz da minha vida, tudo se deveu a ti e à tranquilidade e ao amor que trouxeste para a minha vida. 2012 será ainda melhor, tenho a certeza, numa vida em comum que está quase a ser iniciada. Mesmo longe de mim, estás sempre comigo. Feliz Natal meu amor.

A agitação natalícia

Ah, a animação que é preparar as coisinhas todas de Natal. Ajudar a pôr a mesa, preparar os doces, ir petiscando uns bolinhos e uns frutos secos. A lareira, a mesa de família, o jantar animado, as comédias românticas de Natal, a animação dos gatos e dos cães todos juntos. Querer ir para a cama mas, ao mesmo tempo, não querer que a noite termine. A roupa velha que se come na manhã do dia 25. Andar por casa toda desleixada, porque em família podemos andar como queremos, de camisolões e meias quentinhas. A árvore de natal toda brilhante e enfeitada, com aquelas musiquinhas estridentes. O bolo-rei, que só me sabe bem nesta altura do ano. Ah, adoro o Natal. Para mim, este é o dia mais bonito do ano. Vou vivê-lo!

Feliz Natal!

Podia tentar fazer um texto grande e pomposo, mas gosto das coisas simples. Feliz Natal a todos! Aos que lêem, aos que não lêem, aos que gostam, aos que não gostam, aos que seguem e deixam de seguir, aos que comentam e aos que vão deixando um comentário muito de vez em quando. Que este Natal esteja recheado de coisas boas... paz, amor, muita comidinha, muitos sorrisos e felicidade. Tenham juízo na estrada... cuidadinho! BOM NATAL!

Aff!

Depois de ter estado a fazer mudanças quase até à uma da matina, depois de ter acordado com uma moca desgraçada e uma dor de cabeça brutal (que ainda dura)... Ir à peluqueira e sentir as mãos da menina a massajar-me a cabeça... foi quase orgásmico. E só não adormeci porque não calhou.

Da arrumação

Ontem já deixámos a sala "montada". Depois de três tentativas falhadas de organização do mobiliário, lá arranjámos a solução ideal. Isto de querer enfiar mobília de um T2 num T1 não é tarefa fácil. A secretária é enoooorme e ocupa imenso espaço. O sofá é lindo mas também é muito grande. A televisão é grande, as estantes são grandes... é tudo grande, mesmo à homem! Lá arranjámos uma forma de caber tudo... O namorado fez birra porque eu achei que não era muito apropriado enfiar a colecção gigante de livros na sala. Quando ele disse que fora a avó a dar-lhe a colecção do Mickey Mouse, do Tio Patinhas, do Pato Donald e afins, eu lá me calei e deixei que ele metesse tudo para lá. Até que ficou giro. :) Agora só falta saber o que vamos fazer às 1001 sacas que temos espalhadas pelo quarto, cozinha e WC...

Polar Postcrossing - já recebi!

Já achava que não ia receber nenhum postal, mas ele chegou ontem. E que bonito que é! Tenho pena que a minha amiga secreta não tenha deixado o link do blogue dela... mas tenho esperança de que leia este texto e que me diga como a posso encontrar na blogosfera. Um postal muito original, todo coberto com papel prata. Amei! Muito cuidado e vê-se que ela se dedicou ao belo do postal. Obrigada!
Onze da noite... e nós na casa nova, a definir onde vai ficar o quê. "Já viste, quem diria... Andamos tanto tempo a dizer que queríamos uma casa e já a temos", diz-me ele. Há um ano e pouco, nunca diria que iria ter uma casa só minha. Minha e dele, pois está claro. Mas tenho. E é a maior felicidade do mundo.

Das tarefas

Andamos atarefados. Hoje ele chega do trabalho e é ir até à Worten, ir à Multiópticas, ir até a nossa nova maison , saber quantas lâmpadas precisamos de comprar (e o casquilho das mesmas, que também não tem). Depois é ir comprar as lâmpadas, pegar num escadote, montar as ditas cujas. Amanhã, lá pelas 9 da manhã, vão carregar a mobília, trazê-la até à nossa casinha, descarregar e pôr tudo no sítio. Disso já me safei... o namorado está de folga, o meu sogro vem até cá, eles carregam com as coisas. :P No fim do dia, finalmente poderei ver como ficou! Depois é ir comprar os electrodomésticos e esperar que os venham entregar. Depois, para a semana, com tempo, é limpar a casa, que tem pó em tudo o que é sítio. Depois, lá para o final do mês, é comprar o roupeiro (só depois de recebermos, que o dinheiro não nasce das árvores). Aí sim, estará tudo pronto. Pelo meio, vai ser Natal, vamos comer muito... mas, infelizmente, vai ser um numa cidade e outro noutra. Para o ano estaremos juntos. E

Da casa nova (e da alegria que é cá estar)

O primeiro elemento decorativo cá de casa, o relógio da vaca. As donas chávenas, oferta da sogra no Natal anterior.

Grão a grão

Água: Check. Amanhã ligam. Luz: Check. Amanhã só tenho de ficar entre as 8 e as 10:30 à espera do técnico e rezar para que ele não se atrase... Gás natural: Oh, afinal ainda não tenho. O prédio já tem, mas falta terminar umas coisas. Só daqui a um mês, Por agora, temos a velha e boa botija de gás. Quinta-feira vem o carregamento de mobília do mais-que-tudo. Grão a grão... enche a galinha o papo. Por falar em papo e em comida, hoje ofereceram-me mais umas coisas, no trabalho: dois bacalhuços pequenos, café, açúcar, vinho do Porto, frutos secos, fruta em lata, dois bolos-reis... bom, o bacalhau reparto com a minha mãe, os bolos-reis vou tratar de comer e o resto vai para a casa nova. :)

Da partilha (de pijamas)

Sempre achei que devia de arranjar uns pijaminhas mais bonitos e assim a atirar para o sensual, para me desfilar à frente do mais-que-tudo. Afinal, os meus pijamas peludos com bonecos não são a coisa mais sexy do mundo... Mas, vai-se a ver, eu gosto é de vestir os pijamas dele... Roubo-lhos todos!

Balanço das (minhas) prendas

Eu tinha dito que não ia comprar coisa alguma no Natal, para poupar e tra la la ... O balanço final é: Uma blusa verde; Uma blusa rosa e roxa; Um casaco rosa com flores; Uns sapatos castanhos; Um perfume; Umas luvas; Uma mala liiiinda. Está bom está. Bom, tenho sempre a desculpa do "mais vale gastar dinheiro agora do que quando vivermos juntos". Sei que, a partir do momento em que formos viver juntos, a minha prioridade vai ser comprar coisas para a casinha. Por isso, oh, vinguei-me!

Detalhes de Inverno

Até no Inverno (que está quase a começar...) eu gosto de estar colorida. E com laços, muitos laços.

Do lar

Contratos assinados e chave na mão. Vou passar por lá, tirar a contagem da água, electricidade e gás natural... vou aproveitar e ficar a olhar para o espaço (auxiliada pela lanterna do telemóvel) e ficar a imaginar a nossa futura vida. Quinta-feira chega a mobília. Já temos casa. :)

Dos computadores

No mundo actual, quando uma empresa perde os computadores, perde tudo. Estou há duas horas e meia no trabalho e não consigo trabalhar. Os computadores resolveram ganhar viroses e isto está uma trapalhada. Consigo fazer telefonemas mas não consigo guardar nos computadores as gravações... Consigo gravar ficheiros áudio, mas não os consigo programar para entrarem no ar. Basicamente, consigo fazer as notícias, mas não as consigo lançar na emissão. Uma confusão. A faltinha que os computadores fazem...

Odiozinho de estimação

A expressão "a gente", a substituir o lindo e maravilhoso "nós". Exemplos: "A gente vai sair...", "A gente vai aí ter", "A gente gostou". É brejeiro. Não gosto mesmo nada. Não é errado, mas não gosto.

Conto de Fadas

Caixas de música... Para meninas e para senhoras. Carrosséis musicais... este é maravilhoso, retrata o circo. Caixas de música com bailarina. Globos variados, todos com música. Carrosséis de senhora. Carrosséis de criança. Um telefone musical... os ursos giram ao som da música. Uma máquina de escrever com música e movimento. A casa do Pai Natal. Um presépio em forma de globo de neve. Bichos variados em sisal. Candeeiro em forma de mini. Para guardar as chaves de casa... não é lindo? Cavalos em madeira, brinquedos de criança antigos. Tudo coisas da loja da mana, a Conto de Fadas. Blogue da loja, com todos os produtos, aqui . Fiquem a conhecer o Facebook da loja, façam "Gosto" . Ela aceita encomendas online.

Espreitar ou não espreitar, eis a questão!

Inspirada num post da Maria, do blogue Elementar ... Toda a gente sabe que, na teoria, mexer em coisas alheias é feio, muito feio. Toda a gente sabe que, numa relação saudável, ninguém deve mexer no telemóvel do outro, no email, seja onde for. Mas da teoria à prática vai uma diferença considerável. Vou contar a minha história . Eu tive um namorado (credo, que arrependimento) que não era flor que se cheirasse. Eu sempre soube que ele era tipo bicicleta da aldeia, toda a gente anda nela, mas como estava apaixonadita e tinha 19 anos (não que agora seja muito mais velha...) acreditava que o podia mudar. Uh huh. Rapidamente soube a password de email dele, que era uma palavra muito óbvia. Espreitava o email dele quando o sentia mais distante. Uma certa altura, ele disse-me que ia trabalhar dois fins-de-semana fora, com o pai. Cheirou-me a esturro. O sexto sentido feminino nunca falha... no dia em que partiu para o segundo fim-de-semana fora entrei no email dele e encontrei um email de um

Planos

Papelada da futura casa toda entregue. Sabe bem tratar dessas coisas. Na terça-feira já devemos ter contrato... o que vai implicar afinfar ali logo com duas rendas, mas lá vai ter de ser. :) Amanhã é dia de ir ao IKEA ver um roupeiro e de continuar a ronda pelas lojas de electrodomésticos, a estudar opções de compra. Para dizer a verdade, o único dinheiro que me vai custar mesmo dar vai ser o dinheiro das mudanças... vamos ter de arranjar uma empresa de mudanças para trazer a tralha toda numa viagem de 70 quilómetros. Não vai ficar barato. Hoje o sogro faz anos. Vamos ter jantar de família... da família dele... mas, se tudo correr bem, vai passar a ser a minha família também. Bom fim-de-semana!

Sou uma criatura de hábitos

Estou aqui em dúvida entre almoçar o habitual prego no prato com ovo estrelado e batatas fritas (eu e o tio, comemos sempre o mesmo, à sexta-feira)... E deixar-me sucumbir novamente ao pecado de duas (ou três) fatias cheeseham da Pizza Hut. Não sei o que faça. É um drama.

Das ofertas

Já começaram a chegar as ofertas natalícias ao local de trabalho. Acho mesmo simpático que os clientes, que publicitamos, ofereçam coisas no Natal. Em tempos de crise, a coisa não está fácil, mas tentam sempre acarinhar-nos. Hoje levo para casa dois senhores bacalhaus. Como os vou carregar pela rua, isso é que ainda não sei...

14 meses

16 de Dezembro de 2011. 14 meses seguidinhos da nossa história. Sem confusões, sem zangas problemáticas, sem dúvidas. Muito amor, muitos sonhos, muitos planos. Muita amizade, acima de tudo muita amizade, muita cumplicidade e respeito mútuo. Muito carinho, de parte a parte. Não precisamos de muito mais, sabemos que nos temos um ao outro e que é assim que deve ser (e será). 14 meses de ti, de mim, de Nós. Mais uma vez, como não poderia deixar de ser, Parabéns Amor. Que 2012 nos traga tanto amor quanto 2011 nos concedeu... se assim for, vai valer muito a pena. :)

Da cozinha

Estou a ficar uma profissional... Na terça-feira fiz rolos de peru recheados com queijo e fiambre. Ontem fiz bife com arroz seco e ovo estrelado. Hoje é dia de empadão com carne picada. Até agora, ninguém morreu!

Homem escolhido para publicidade a soutiens

"Andrej Pejic, um homem de 20 anos, é o primeiro modelo masculino a posar para uma linha de lingerie feminina para a qual publicitou, nada mais, nada menos, do que os soutiens push-up da marca. Os grandes armazéns holandeses Hema apostaram no look do australiano de origem sérvia de 20 anos para demonstrar que os soutiens push-up da marca são capazes de dotar de curvas até um peito inexistente. Andrej Pejic alcançou, este ano, a popularidade, quando desfilou colecções femininas de estilistas como Jean Paul Gaultier, Vivenne Westwood ou Marc Jacobs. "É revolucionário", escreveu o representante de Pejic no blogue Frockwriter. "Nunca houve um homem a fazer uma campanha de lingerie feminina antes", escreveu. A campanha da Hema é mais um passo na afirmação de Andrej Pejic como modelo masculino e feminino." JN Efectivamente o homem parece bem mulher, mas isto já é um bocadinho exagerado... Rapazes, enganava-vos bem, hein?

Da culinária

Coitada da mãe. Visto que ainda não encontrei o meu Caderno de Receitas, passei as últimas duas horas a obrigá-la a ditar-me as receitas que mais costumamos fazer aqui em casa. Temos desde ovos estrelado s (não tem nenhuma receita, mas virá-los é tramado! Fiz três hoje e correu bem) até bacalhau à Gomes de Sá. Só hoje, já tenho aí umas vinte. Amanhã continuamos. Já vos disse que adoro cozinhar? Acho muito relaxante.

Habemus casa!

Ele gostou, eu ainda fiquei a gostar mais. Está bom que a cozinha é pequena mas é acolhedora e eu acho que vamos mesmo mesmo ser felizes lá. :) Amanhã passo pela imobiliária para começar a juntar a papelada... e, se tudo correr bem, para a semana podem já nos dar a chave. Ainda por cima dão-nos a chave antes de Janeiro. Também já fomos ver preços para os electrodomésticos e estão dentro do nosso orçamento. Estou mesmo muito contente. E só por isso, vou aninhar e namorar só um bocadinho, aproveitar a folga dele e celebrar o início da nossa vida a dois.

Da gestão do lar (aceitam-se opiniões)

Hoje vinha pedir a vossa ajuda. Ontem estive em discussão amigável com o mais-que-tudo para definir como vai ser a gestão financeira no nosso Ninho. Vou apresentar as duas propostas, e vocês opinem. Eu gosto de ler opiniões, apesar de já ter decidido como vai ser (ahahahah). Proposta dele: Metemos os dois salários numa conta comum e para além das despesas comuns com renda, carro, gasolina, comida, contas, cada um vai levantando o dinheiro que precisa. Somos ambos ajuizados, não vamos gastar 100 euros em baboseiras. Ele defende que devemos ter o dinheiro todo junto e ir tirando para nós conforme fizer falta. Dinheiro nosso inclui coisas tão variadas como o tabaco dele, os meus lanches, a minha pílula, telemóvel, uma malinha para mim... Proposta minha: Eu gosto de ter tudo muito direitinho. Sugiro termos uma conta comum onde metemos o dinheiro das coisas que são efectivamente dos dois: casa, carro, contas, supermercado, gasolina e tal. MAS prefiro separar aquilo que é dinheiro pesso

Tolerância de ponto

Sou absolutamente contra as tolerâncias de ponto. É só uma forma de irem para casa mais cedo. E quem é que vai para casa mais cedo? Os que trabalham para o Estado, claro. Tanta coisa, tanto corte, tanto corte, e depois dão-lhes uma tarde antes do Natal. O Governo anulou a tolerância de ponto mas não obrigou as autarquias a fazê-lo e, por isso, como era de esperar, lá vão os funcionários camarários ter novamente tolerância de ponto (pelo menos cá na terra). Absolutamente contra. No privado, é lá com eles, mas no público sou contra. Se querem tirar o dia, tirem férias.

Ânsia

Estou ansiosa pela assinatura do contrato. Só vou acreditar quando tiver o contrato assinado e as chaves da nossa futura casa na mão. Sábado, IKEA, aí vamos nós! À procura do roupeiro ideal...

Da cozinha

Preciso urgentemente de encontrar o meu Caderno das Receitas, ou suspeito que o namorado (e eu, já agora) vai passar a jantar massa de atum, lasanha e almôndegas todas as semanas. Nos intervalos, posso arriscar um strogonoff ou um bacalhau à brás. Mas não sei fazer mais nada.

Das coisas que me chocam (tradição ou não)

Não acho normal o JN ter posto, no topo da sua página online, uma fotogaleria da matança de um porco, à moda tradicional. Tradicional ou não, é arrepiante. Vi as primeiras três fotos e não quero sequer ver as restantes. Pobre da porca, ainda por cima é gira e tem nome... ou tinha. Não quero dizer que sou contra a matança do porco (que até sou, desta forma), mas acho que este tipo de fotogaleria não é a coisa mais apropriada para colocar num site tão visto por tanta gente... de todas as idades.

# Aleatório #

- Estou doente. Passei a noite entre ataques infernais de tosse e a assoar o nariz de meio em meio minuto. Não dormi; - Sinto-me porca se passar mais de 48 horas sem lavar o cabelo (vou já tratar disso, estão a fazer as 48 horas); - Para a casa nova, precisamos de: Um roupeiro grande para a nossa roupa, uma máquina de levar, um fogão/forno, uma mesa de cozinha pequena, bancos para a mesa de cozinha, um estendal de chão e um estendal de parede. O resto, temos tempo. O essencial é isto; - Ontem comi um cordon bleu no restaurante abaixo referido. De facto, é delicioso.

Sugestões da S*

Inspirada num post da Maria. , trago uma nova sugestão, por terras de Viana do Castelo: a pizzaria Dolce Vianna. Quem é de cá sabe que antes o local se chamava Dolce Vitta, mas a qualidade e a decoração continuam iguais. Para mim, é um dos locais mais agradáveis para um almoço ou um jantar romântico, em família ou em grupo. Uns candeeiros assim antigos, estilo italiano, muito engraçado. No Verão, tem uma esplanada exterior amorosa. Come-se mesmo mesmo muito bem. É muito bem servido, doses médias/grandes. O preço é muito bom, nada de especial. 10 ou 15 euros por pessoa, dependendo se preferem pizzas ou uma refeição mais completa. Obviamente que tem um ou outro prato mais caro. As pizzas custam menos de 10 euros, são em forno de lenha e deliciosas. Mesmo estaladiças e com pão feito na hora. Ainda por cima são feitas na nossa frente, numa secção de cozinha no canto do restaurante. O bacalhau é muito bom... as massas, claro, são muito boas. Mas o meu favorito (e da Maria., já agora) é

T1, aqui vamos nós! :D

Eu sou uma rapariga toda ansiosa. O namorado ainda não viu o apartamento mas eu acho que já está escolhido. A zona é boa, tranquila, com muitas coisas boas à porta, como supermercado, clube de vídeo, padaria e afins. Tem muito lugar para estacionar. É a 15 minutinhos do meu trabalho. Ah, e é a 100 metros da casa da minha irmã. ahahah Acho que a melhor escolha é mesmo o T1. Vamos alugar, não comprar. Além disso, esperamos que a vida melhore daqui a uns anos e, aí sim, escolhemos um apartamento maior. Neste momento, a vontade é muita mas o dinheiro é contado e não podemos estar com extravagâncias. O T1 é mais do que suficiente para nós e está a ó-p-t-i-m-o preço. Ainda nos sobra algum para comprarmos os electrodomésticos que nos faltam (fogão, forno e máquina de lavar) às prestações. :) Estive lá agora com a mãe, a irmã e a tia e todas gostaram bastante. A cozinha é pequena, sim, mas é muito arrumadinha e vamos colocar a mesa mesmo ao lado da janela, com bastante luz. Tem o tal arrumo

À procura de casa

Ora bem... Hoje trago boas notícias nesta aventura que tem sido procurar um Ninho de Amor. Muito perto da cidade, demorava 10/12 minutos a chegar ao trabalho, à la pata. Zona tida como sossegada, a 50 metros de onde vive a minha irmã. Tem muiiiitos lugares para estacionar, o paraíso do mais-que-tudo. :D Vi, no mesmo prédio, dois apartamentos. Um T1 e um T2. Os dois sem equipamentos de cozinha. O T1 tinha boa área de quarto, uma sala grande, um quarto-de-banho também grande. Tinha uma espécie de arrumo no corredor, que dá sempre jeito para enfiar tábuas de engomar, aspiradores e afins. Defeito? Não tem varanda. Defeito número 2, cozinha pequena. Dá perfeitamente para nós os dois, sim, visto que tem espaço para máquina de lavar, para os electrodomésticos e afins. Sobra pouco, sim. Mas também só precisamos de uma mesa para os dois. A sala terá mais do que espaço para mesa de jantar grande. É no primeiro andar. Até está abaixo do preço que queremos dar... por isso, sobram-nos 40 euros

As pessoas não são mesmo todas iguais

Há uma grande diferença entre as pessoas que dão, no Natal, prendas que sabem que a outra pessoa vai apreciar, por mais baratinho que seja... Procuram a prenda certa para a pessoa certa. VS E as pessoas que dão por dar, e dizem coisas do género "para quem é, já é muito bom". P ara isso, mais vale não darem nada. Pior é quando acrescentam o "a mim dá-me sempre uma porcaria qualquer, por isso leva igual". Mais uma vez, para isso, mais vale não dar nada. Um "Bom Natal " é suficiente.

Dia da Mãe

Demos-lhe o maior. Da loja mais linda de todas, Conto de Fadas. Dia da Mãe é acordar cedo, pôr a mesa bonita, comprar croissants e pão fresco, enrolar o queijo e o fiambre para ficarem bonitos no prato. É acordar o irmão e, os três juntos, acordarmos a mãe. Tomamos o pequeno-almoço, rimos com os gatos e, no fim, uma prenda que sabíamos que ela queria muito. É almoçar em conjunto, provar os petit gâteau que comprei no Pingo Doce (e dos quais já ouvi maravilhas...). Mais logo, há jantar com toda a família reunida. No fundo, nós só precisamos de uma boa desculpa para fazer uma jantarada e reunir a famelga toda.

Ai, o meu coração não aguenta...

Pronto, fui sozinha ver um apartamento e apaixonei-me. Obviamente, que eu sou uma gaja de gostos finos, é mais caro do que queremos/podemos dar. Não é que seja muito, mas 30 euros aqui, 30 euros ali, estragam-nos as contas. Bem no centro da cidade, lugar calminho mas muito central, perto de tudo. Muito solarengo, com muita luz. Um cozinha média mas muito arrumada, já com devido lugar para máquina de lavar, forno/fogão e frigorífico. A sala também é média mas dá acesso a uma varanda que é mesmo o que eu queria: espaçosa, grande, mesmo convidativa para uns lanches ao fim da tarde (no Verão, pois está claro). O quarto é pequeno, é um facto, pouco mais cabe do que cama, mesas de cabeceira e uma cómoda... mas, a compensar, tem o sonho de qualquer mulher: um closet. Com armário de roupa e espaço para tudo o que uma mulher quer... sapatos, roupa e afins. O WC também é pequeno, mas engraçado. O apartamento está a ser remodelado, pintado, arranjado. Pronto, eu gostei bastante. Claro que o pro

Prendas e mais prendas

Dia 7 de Dezembro e já temos as prendas todas compradas, para o Natal. E este mês é duro... além do Natal, o pai fez anos, o meio-irmão fez anos e celebramos o Dia da Mãe amanhã, a 8 de Dezembro. Só dinheiro a sair... é uma festa! Bom, ao menos também já comprei todas as minhas prendas de Natal. Só falta comprar um secador novo para o cabelo, para a casa nova que hei-de ter... espero eu em breve. :) Por agora, tenho: Uns sapatos lindos, altos pra caraças, mas lindos. Duas blusas assim muito leves e coloridas, para usar por cima das camisolas mais lisas e quentinhas do Inverno. Tenho ainda um perfume novo, que o meu, coitado, está quase a cair de morto. Quanto ao resto das prendas, vou guardar o dinheiro. Dinheiro nunca é de mais e, nesta altura, para alugar um Ninho do Amor, faz-me bem falta!

Porra.

Eu não sou de comentar muito política, até porque sempre tentei ter fé no novo Governo, dando-lhe pelo menos o benefício da dúvida. Mas uma consulta num centro de saúde passar a custar 5 euros, quando até agora era pouco mais de 2 euros, é um absurdo. E as consultas de urgência passarem a custar 20 euros (em vez de 10) é uma loucura. Saúde é saúde, não é para brincar.

Das manias

Os agentes imobiliários têm uma mania que me irrita... E irrita-me ainda mais agora, que mexe com o meu bolso. Se nós dizemos que estamos dispostos a dar "X", eles acham sempre que nos vão convencer a dar mais. Não vou, não dou nem mais 1 euro. Se eu sei que arranjo um apartamento bom ao preço que quero (porque já os vi para arrendar, mas não fui a tempo) não me vão convencer a dar mais 30 ou 50 euros. Uma pessoa explica o que quer e eles respondem um invariável "tenho um perfeito para si". Chegamos lá e, ups, afinal custa mais 50 euros. Só subiria o valor se fosse realmente o meu apartamento de sonho! Stressa-me... Ah, e quando digo "perto do centro da cidade" a minha ideia não é bem demorar meia-hora, a pé, a chegar ao trabalho...

À procura de casa #2

Ai que os apartamentos é um stress. Todos me dizem o mesmo "perto do centro da cidade é difícil". O tal que vimos ontem ao fim do dia era giro, todo remodelado e tal... mas e estacionar no centro da cidade? Tá quieto, não há hipótese. Além disso, não tem varanda... tem uma mini-varanda onde não cabe um estendal. E temos medo que seja barulhento... Não sei o que faça, não sei o que diga. Um stress.

Oh sim, os bichos são o melhor do mundo... Ou não.

Podia dizer que os meus três gatos são lindos, maravilhosos e grandes companheiros. Mas não digo. Não hoje. Eu não sei o que se passou, mas alguma das minhas três estrelinhas deve ter-se esquecido de limpar o rabiosque depois de ir ao WC caixa-da-areia. E eu, por um acaso de destino, fiquei com a mão com um pedaço das trufas frescas de um deles. E, por um acaso ainda maior, só dei por ela quando estava a pentear o cabelo com os dedos e me veio um cheiro pra lá de horrível... Ou isso, ou foi o namorado que pisou merda. Ele já confessou que o fez. A dúvida é saber como raio a merda veio parar à minha mão.

À procura de casa

Pois é, está oficialmente aberta a época da procura do nosso Ninho de Amor. Ninho de Amor é lindo, há que admitir. De manhã, visitámos um apartamento. Zona calma, zona bem frequentada, bom preço, a menos de 10 minutos à la pata do meu trabalho. Muitos lugares para estacionar, coisa importantíssima para o mais-que-tudo. Giro, áreas razoáveis, cozinha agradável. Eu gostei. Talvez amanhã vá lá de novo, com a mãe e a mana. Opinião familiar necessita-se. Esta tarde visitámos outro. Um bocado fora de mão, mas também dá para vir a pé até ao trabalho. Zona mais rafeirita, é um facto. Não tendo nada contra os estudantes, são barulhentos, e é uma zona de muitos estudantes. Áreas também razoáveis mas cozinha a atirar para o minorca, além de estar completamente ausente de equipamentos. Opção já anulada, depois de discussão entre o casal. Mais daqui a pouco vemos o terceiro. Bem no centro da cidade. Estacionamento zero, está bom de ver. Mas parece agradável, a avaliar pelas fotografias. Nós s

Carta astral #3

E que tal, para não ser só Eu, Eu e Eu, mostrar o resultado do cruzamento das nossas cartas astrais? Minha e dele, pois tá claro. Mais uma vez, obra da fofa da izzie. :) "236 H. TRI S. Sol - Mercúrio Aspecto positivo: Compreendem-se, têm os mesmos interesses intelectuais, a mesma curiosidade. Foram feitos um para o outro e para se apreciarem mutuamente. [bonito, hein?] 124 H. SXT S. Sol - Marte Aspecto positivo: A atracção entre estas duas pessoas será estritamente sexual. Encontraram o companheiro ideal. Juntos sentem-se enérgicos, cheios de vitalidade e, podem empreender grandes coisas seja em que área for: profissional, viagens, ou até mesmo em aventuras inéditas. [Companheiro ideal tá bem, mas puramente sexual não está com nada] 105 H. SXT S. Lua - Júpiter Aspecto positivo: Sentem-se bem juntos. Compreendem-se, têm confiança um no outro. Evoluem lado a lado, no mesmo sentido, farão muitos projectos em comum. Construirão uma família feliz em que os filhos crescerão num cl

Carta Astral #2

"Vénus em Balança: A sua felicidade está no casamento, na vida de casal. É dedicada, meiga, afectuosa, carinhosa. O amor é um sentimento de encanto, êxtase, de delicadeza. Não consegue esconder o seu amor aos outros. Tem necessidade de um reconhecimento legal. Aspira passar por todos os rituais do casamento. Pontos fracos: Gosta de se sentir adulta, gosta de ser elogiada e gosta de se encontrar rodeada por uma pequena corte. Isto pode trazer alguns problemas após o casamento." Sem tirar nem pôr!

Carta Astral #1

Nos próximos posts, vou publicar pedaços da minha carta astral. A Izzie teve a gentileza de a fazer para mim. Nunca liguei grande coisa à astrologia, mas ouvi-la falar do assunto tornou-se fascinante. Vou publicando e analisando. :) " Sol em Escorpião (Este é o seu Signo de nascimento) Tem muita força e bravura, embora seja um pouco introvertida. Gosta de resolver problemas. Foge dos caminhos já conhecidos. As suas paixões são fortes. Progressão e melhoria. Grande força sexual e poder oculto. Pontos fracos: Ela é desconfiada, receosa, extremista: tem espírito de vingança. As suas paixões viram-se para a violência." Não considero que seja vingativa, sou até muito mansa... Mas não esqueço, não perdoo facilmente. Fico magoada. Paixões fortes, pois está claro. Como poderia ser de outra forma ? "Lua em Escorpião Coragem, valentia, independência, natureza pouco medrosa mas provavelmente pouco sensível à ternura. Estilo de mulher sensual, que gosta do erotismo.Pontos fra

Ai que susto!

Visto este Sábado, numa montra de loja da Rua de Santa Catarina, no Porto. Atentem para o belo do português... Eu não sei como é possível os donos da loja ainda não terem reparado nas calinadas... aliás, senhoras calinadas! Cascol... cascol é lindo.

Das boas surpresas (e do jantar de Natal)

Ora bem, o jantar foi, numa palavra, divertido. Muito divertido. Admito que, no início, estava meia reticente... de 9 pessoas, 6 já se conheciam de outras paragens e tive algum receio de que não houvesse cumplicidade com os restantes. Mas, ao longo da noite, foi-se criando um ambiente muito giro. Parabéns ao Gonçalo, por ter organizado tudo tão bem e pelo humor fantástico. À "Bete" pela boa disposição. À Izzie (é assim?) por ter tirado o meu curso e por me ter explicado os signos... adoro essas coisas! À Luzia, pela simpatia e por ser "fofinha". À ana, que adoro na blogosfera e adorei ao vivo. Ao Puzz, por marcar sempre presença e pelo saber-estar. À Scarlet, por ser toda para a frentex e muito divertida. À NI, pela mulher fantástica que parece ser, pelas histórias e pelas gargalhadas. E ao meu mais-que-tudo, obviamente, por ter aparecido. O jantar correu muito bem, estava tudo muito bom, rimos imenso e falou-se de tudo. A blogosfera é uma ínfima parte do que temos

Fim-de-semana

O fim-de-semana vai dividir-se em: * Compras no Porto, durante o dia inteirinho. Tenho de preparar a lista de prendas que quero dar, com o tipo de produto a comprar, para não dispersar. Rua de Santa Catarina é o meu sítio favorito, se não chover. Encontramo-nos por lá. :) * À noite, temos jantarada blogosférica. A ver se não me esqueço de levar as ofertas que comprei para a Acreditar. * Comprar um postal para o meu amigo secreto do Polar PostCrossing. * Domingo é dia de namorar. Já há mais de duas semanas que não temos um dia só para nós, sem trabalho dele ou meu. Fico muito agradecida pela oportunidade. * Segunda-feira já vamos visitar dois apartamentos. Ansiosa, admito! Acho que quando encontrarmos a casa ideal vai ser como as mulheres quando escolhem o vestido de noiva... simplesmente sabem que é aquela/e a/o ideal. :) Bom fim-de-semana meus fofos! *

Da (nossa) casa

Já estivemos a ver casas na internet, só para analisar os preços de mercado. Não somos muito exigentes. Queremos um apartamento em razoável estado. Não tem de ser enorme, mas escusa de ser raquítico. Tanto pode estar mobilado como pode estar vazio. O namorado tem a mobília quase toda, por isso ter mobília não é exigência. Só tem de ser duas coisas: máquina de lavar roupa e fogão/forno. Ah , e tem de ser relativamente perto do centro da cidade, que é para eu poder ir a pé para o trabalho. Esta sexta-feira já vou fazer uns telefonemas e tentar marcar umas visitas. Tão bom ver as coisas a começarem a ganhar forma... :)

Pai Natal, Pai Natal meu...

Alguém tem uma árvore mais bonita do que eu? Cerca de 1,80 metros de pura beleza. Roxo, laranja, dourado e cor-de-rosa. Hiper-feminina, a senhora árvore. :)

Somos mesmo pirosos!

Até fitas com laços metemos nas cortinas. Mini presépio, velhinho que só ele. Velas natalícias e chocolates à disposição. Nem o WC escapa... Dona Rena. Botas gigantes no armário do meu quarto. Ajudante número 1. Ajudante número 2. Mini bonecos de neve. Botinhas espalhadas pela casa. Adoro esta piroseira, as coisas velhas, as cores, o espírito. Mais logo, temos árvore! E mini-árvore, que eu tenho uma árvore só para mim, no meu quarto.