Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2017

Ora...

Se é "preciso" comer uma chocolate por dia, pois que sejam Maltesers. Oferta da mana. Comprou aqui .

Dúvidas...

Até que idade é legítimo e não vergonhoso comprar/receber de oferta um calendário de advento cheiinho de chocolates? É que eu já estou nos 29 anos e não tenho intenções de abdicar deste mimo natalício.

Facto

Por aqui, todos os dias são já Natal. 

Ohhh!

Amor mini já estreou hoje as fatiotas de Natal. Fica adorável, claro. :D As duas de cima são C&A, a de baixo H&M. Cada uma a dez euros. Para usar e abusar no próximo mês.

Olha o esquisitinho!

Combinamos em tudo, menos na comida. Ele é fã de arroz e batatas, eu sou mais massa. Aliás, toda eu sou fã de massa. Eu adoro molhos, ele gosta da comida seca. Ele não gosta de moelas. Nem de frango - só gosta de frango de churrasco. Não gosta de carne de porco. Não gosta de assados. Não aprecia almôndegas por aí além. Não gosta de legumes. Diz que come sopas muito passadas, mas quando as faço come metade e diz que está "cheio".  Peixe também não aprecia - eu gosto, mas não sou boa a prepará-lo. Ele devora pão, enquanto que eu só como pão ao pequeno-almoço e eventualmente ao lanche. Queixa-se que o arroz de tomate tem demasiada cebola. Ou que a massa penne com cogumelos e tomate seco tem demasiado tomate seco. Hoje anuncio que o jantar será massa guisada com carne (bem boa, da Bimby) e ele suspira um "que desilusão". Raisparta o esquisito. Dá bem mais trabalho pensar nos menus para a semana do que preparar as próprias das refeições! 

Está quase!

Falta pouco mais de um mês para o Natal e eu já estou em pulgas. Este ano pretendo fazer tudo ainda com mais gosto, porque quero que o meu pequeno ame o Natal tanto ou mais que a mãe. Ando a experimentar umas receitas de culinária, já fiz bolo rainha e pretendo arriscar o arroz doce nesta próxima semana. Já tenho a louça natalícia cá de casa pronta a usar. A minha irmã já comprou uma pantufinhas com o Pai Natal para o Rafinha. Já lhe comprei um body com boneco de neve.  Já marquei duas sessões de verniz gel (ando com as mãos ao natural há uns bons meses!) e estou em dúvida se escolho unhas purpurina dourada + uma unha vermelha ou unhas purpurina vermelha + uma unha verde. Questões verdadeiramente decisivas, bem sei! Venha daí a época mais mágica do ano...

Vícios

Se houve coisa que a licença de maternidade me trouxe, foi um conjunto de novos vícios televisivos... Mais de cinco anos depois, voltei a ver uma novela. Ando vidrada na "Paixão" , da Sic, e a reafirmar o meu respeito pela Margarida Vila-Nova e pelo Albano Jerónimo. Adquiri um novo 'guilty pleasure', que é passar uma hora e meia a divertir-me com o "Passadeira Vermelha" , na Sic Caras. Adoro o Cláudio Ramos. O mais-que-tudo acusa-me de ter mau gosto, mas farto-me de rir com o raio do programa. E as "Casas de Luxo" de Nova Iorque? O Fredrik e o Ryan são os melhores. Quando o Rafinha nasceu passei várias madrugadas a dar de mamar enquanto sonhava com a vida numa cidade gigantesca. O Luís Ortiz é um querido. Já perdi a conta ao número de episódios que vi com os gémeos da decoração, com o "My Dream Home".    Comecei séries novas. O "The Good Doctor" , a "Absentia", e comecei a ver o "This is Us&q

Instaweek

Meu rapaz. Voltou a apanhar tosse do canil, mas felizmente já está quase a 100%.  Tarte de maçã feita na Bimby. Bem boa!  Aquele olhar... Evento social de bebés! Com a Princesa, o único animal cá de casa que liga ao bebé. :P Chegou mesmooo o frio. Botins amorosos da Pisamonas .  Prendas dos 29 anos. Tenho tanta roupa para usar que até me custa seleccionar... Bom resto de fim-de-semana!

É!

Alguém devia explicar ao meu filhote que os abraços dão-se colocando as mãos nos ombros ou nas costas da pessoa estimada, envolvendo com carinho e ternura... Escusa de me arrancar 320499578 cabelos de cada vez que me tenta agarrar.

Entrar nos 29 anos...

... Com o melhor do mundo ao colo. Parabéns a mim! E à minha irmã!

Da Vida

Prestes a entrar nos 29 anos de vida, deu-me para fazer uma introspecção. Não sou muito de fazer planos, mas a minha vida não foi mesmo nada do que eu tinha planeado...  Quando acabei o meu curso, há oito anos atrás, optei por fazer um mestrado. Continuei no Porto no primeiro ano de mestrado, enquanto trabalhadora-estudante. Findo o primeiro ano, restava-me apenas o ano de tese e resolvi voltar para Viana, minha cidade natal. Na altura arranjei um emprego numa imobiliária, onde estive quinze dias em formação, até que a sorte e as coincidências da vida me bateram à porta e encontrei um trabalho na minha área. Assim, sem mais nem menos. Agarrei a oportunidade, sempre achando qu e "vou ficar em Viana um ano e depois regresso ao Porto". Continuo na minha cidade, sete anos depois.Cada dia mais apaixonada pelo que faço.  Na mesma altura em que arranjei emprego, conheci, através do Facebook, o mais-que-tudo. Ora vejam a minha sorte... Vivi quatro anos no Porto e

Facto incontornável!