Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2014

Oh Félix...

Só tu me entendes. Quanto mais tesa uma pessoa está, mais coisas quer comprar. Ainda por cima, aos 25 anos, descobri o encanto que é comprar peças de ourivesaria. Vá, peças em prata. Caramba, quero tudo. Anéis, pulseiras, colares, tudo, tudo! Um dia destes faço aqui um "apanhado" das coisinhas que quero comprar... Era capaz de vos roubar muito tempo com a leitura...

Sempre, sempre!

É regra de ouro, filhotes! Felix, a Bicha Má. Sempre esperta.

Da insensibilidade

Hugo Soares: "Todos os direitos das pessoas podem ser referendados" "O deputado do PSD que encabeça a proposta de referendo à coadoção e adoção por casais do mesmo sexo, Hugo Soares, referiu ontem no programa ‘Política Mesmo’, na TV24, que “todos os direitos das pessoas podem ser referendados”, comparando o referendo que está em cima da mesa com o da interrupção voluntária da gravidez. Palavras que deixaram a deputada do PS, Isabel Moreira, em choque." Aqui . Isabel Moreira, deputada socialista, ficou em choque. E eu também fiquei. Alguém deve dizer a este rapazinho que os direitos são das pessoas. Existem direitos que são direitos simplesmente porque o são. Os direitos fundamentais são isso mesmo, fundamentais, são praticamente inatos. Ninguém lhes deve mexer. Ninguém deve ser ousar mexer-lhes. Alguém deve dizer a este rapazinho que a insensibilidade dele é uma coisa muito feia. Quando os deputados se julgam no direito de interferir na vida das out

Olá Josh!

Hoje a Fox estreia uma nova série. Fox, não te preocupes, às 22:15 podes ter a certeza que vou estar com a minha televisão sintonizada em ti. Com argumentos destes, que já não via desde o "Lost", podes contar comigo como telespectadora fiel. Nesta foto o meu querido Josh Holloway parece um rato seco, mas eu ainda me lembro bem das potencialidades dele...

Ahhh!

Hoje vou ter uma noite abençoada. Acabei de comprar uma caixinha destes amigos. Não vai haver ressonar que me perturbe!

Alianças de stress

Eu sou como a Maria Nabiça, tudo o que vê, tudo cobiça. Ando há meses e meses a cobiçar uma aliança de stress. Estão na moda, ao que parece. E eu quero uma. Claro que a ser e ser, tem de ser algo de bom. Existem umas em prata e ouro, numa ourivesaria cá de cidade, que me deixam a babar. Deixem a situação financeira cá de casa melhorar e vão ver-me a oferecer uma beleza destas a mim mesma.  Posso sempre alegar que preciso de comprar um anel destes para aliviar o stress, né? Para quem gostou, estão à venda aqui . E afinal o que são alianças anti-stress? Ora bem, eu não sei explicar bem... Tanto quanto sei, as "fileiras" são separadas. Ou seja, dentro da aliança, as diferentes fileiras rodam. A corrente dá para rodar, a parte em zircónias também... ou seja, podes ir rodando as fileiras do anel, o que supostamente alivia o stress. 

Handmade with Care

Há uns dias, fui contactada pelas Deemak Twins . Acompanham o meu blogue, sabem do meu amor pelos meus bichos, e resolveram oferecer-me o colar mais especial. Chegou hoje. Estou absolutamente encantada e orgulhosa, já o estou a usar. Gosto de pessoas com talento, originais. E elas são as duas coisas. Evita, Pirata e Blackie. Falta apenas a pala do olho ao Pirata, mas está um must ! Podem conhecer os trabalhos delas no blogue:  http://www.handmadewithcarebylucybel.blogspot.pt/. Podem também segui-las no Facebook, pois elas merecem :  https://www.facebook.com/handmade.bylucybel.

Facto

Isto de partilhar a cama com um homem que ressona é a maior tortura. Não sei como as senhoras (e os senhores) resolvem tão agradável problema, mas agradeço dicas. Hoje fui dormir para o sofá.

Planos da noite

Ia fazer espetadas de "pirú". O mais-que-tudo deve estar para morrer, que diz que não quer jantar. Sente-se adoentado, o desgraçado. E Deus sabe que para este homem não querer comer, é preciso estar mesmo mal. Sendo assim, para mim, é massa com massa. Massa com natas de sabor a cogumelos.

Facto

O que mais importa na vida é sempre, mas mesmo sempre, a família. O resto é paisagem. E eu, sortuda assumida, tenho uma família muito especial. Família patura incluída.

Instaweek

Um dos trajes da semana. Vestido verde com padrão. Quarta-feira à noite lá fomos nós ao Zé Carteiro, comer uma pizza mesmo boa. O meu casaco animal print. Sinto-me bem com ele. Sim, comprei umas pantufas chitesse. E a minha Evita aprova. Lenço das estrelas. Detalhes da minha cidade. Sábado trabalhou-se na loja da mana. Viana é amor. Um presente de um amiga. Estamos na época delas. Viciada em tangerinas. O Roque e a amiga. Passeios matinais. Canelones da mãe, almoço de Domingo.  Boa semana! http://instagram.com/asminhaspequenascoisas

"Mijinhas pornostar" (post sobre o meu cão, again!)

"Mijinhas pornostar" era a alcunha de um actor pornográfico cá da cidade, famoso há mais de vinte anos. Não vi os filmes, mas dizem que aquilo era sol de pouca dura, daí a alcunha. E agora é a alcunha do meu cão. Admito a minha culpa. O senhor meu cão não anda "mijão". Ou melhor, anda, mas não é por culpa dele. Os comprimidos que anda a tomar para a alergia causam muita sede, segundo a veterinária, o rapaz bebe muito, urina muito. Se vos disser que hoje o tive de levar à rua às duas da manhã, às quatro da manhã, às sete da manhã, às oito da manhã, às nove da manhã, às onze da manhã, acho que dá para perceber. O pobrezinho faz xixi que nunca mais acaba. Numa das vezes, nem deu tempo de chegar à rua, e fez mesmo no hall do prédio da casa da mãe. Enfim.

Castração

Pronto, está marcado. O meu Pi, o meu Pipi, o meu Piratinha, vai à faca no dia 5 de Fevereiro. Eu sei que nos machos é muito mais simples no que nas fêmeas, mas quando o mais-que-tudo me disse que a operação estava marcada, o meu coração encolheu-se um bocadinho. Aposto que vai fazer um festival no veterinário, por ficar fechado e sozinho.

Mimos

Ia aproveitar que hoje é a noite em que o mais-que-tudo vai ensaiar com os amigos para pôr a leitura blogosférica em dia. Planos furados, pois tenho um cão carente a exigir atenção. O meu rapaz tem agora 7 meses e, nos últimos dois dias, pura e simplesmente optou por urinar sempre em casa. Está com uma crise de carência qualquer. Neste momento, estou a teclar e ele está sentado a meio metro de mim, a olhar com aqueles olhos de carneiro mal morto. Ele tem imensa atenção, felizmente, mas anda tristinho. Amanhã vai novamente ao veterinário, por causa da tal alergia (da qual melhorou imenso!). Quero perceber porque ele voltou a fazer xixi em casa... E, já agora, quero saber qual a melhor idade para o castrar. Tenho medo que ele ande a marcar o território cá em casa, como fazem os felinos. Agora, com vossa licença, vou mimar o meu patudo.

Discutir, só vantagens!

Depois de um dia de trabalho, chegas a casa quase às 21:30. Para teu espanto, o senhor mais-que-tudo tem o jantar pronto. A carne não estava temperada, mas de resto estava tudo "nos conformes". Ah, os milagres que uma discussão das grandes não faz... Ahahah!

Ai a saia!

Já não aguento ler sobre o comprimento (ou falta dele) da saia da assessora de Cavaco Silva que "quase ofuscou" o Cristiano Ronaldo na Cerimónia de Condecoração. Se eu acho que uma saia acima do joelho deva ser usada numa cerimónia tão séria? Talvez não. O Ronaldo não foi de fato de treino, o Cavaco não foi de calças de bombazine, a cerimónia exigia, se calhar, mais uns centímetros de pano na dita saia. No entanto, a assessora é uma mulher experiente e só usou a saia porque tem permissão para a usar. Não é que estivesse a mostrar nada do outro mundo e ela sabe disso. Além disso, a blusa era subida o suficiente para equilibrar a saia mais curta. Agora, caramba, quase porem em causa a competência da senhora por causa do tamanho da saia, é coisa que me dá a volta ao estômago. Mais vestida ou menos vestida, a mulher é profissional e desempenhou o seu trabalho como deveria de ser. O resto são fait divers ridículos, de quem nitidamente não tem mais nada que fazer. Pa

Amor é...

Ter sempre assunto. Coisas para contar, confidências para trocar. Uma cumplicidade que nunca acaba, mesmo que, por vezes, goste de saborear as palavras não ditas num silêncio a dois.

Facto

Energias positivas atraem coisas positivas. As bolachas estão aqui só porque têm bom aspecto... Já lhes dava uma trinca!

Mortes do Meco

Custa-me bastante falar deste assunto porque, na verdade, ninguém sabe o que aconteceu. Apenas o sobrevivente. E o possível segundo sobrevivente, segundo indicam algumas notícias. Acredito na amnésia selectiva apontada ao Dux, ao rapaz que sobreviveu a tua isto. Ao rapaz que viu morrer seis amigos. Acredito que deva ser um trauma tão grande, capaz de fazer qualquer um querer esquecer a toda a força. Mas depois, quando sabemos que ele não foi ao funeral de nenhum dos amigos (OK, entendo) e nem sequer se fez representar por nenhum familiar (isto é impossível entender...), uma pessoa tem tendência a ficar desconfiada. Independentemente do que se passou naquela noite, a não ser que tenha existido crime (não me parece), o Dux não tem culpa. Ele até podia efectivamente estar a praxar os colegas, mas já eram todos maiores e vacinados, capazes de dizer que "não" a algo que considerassem mais abusivo. Não gosto de praxes. Fui praxada durante um mês e achei um tédio, nad

Mimos de quatro patas

Sempre fui daquelas pessoas relaxadas - mas atenta - com os bichos. Desde tenham amor, comida e cama lavada, não me preocupo muito com as idas regulares ao veterinário. Sempre deu resultado e acredito que cuidados em excesso os tornam menos resistentes. As minhas gatas são saudáveis, mais rijas que aço, e nunca ficam doentes. Já o cão é a maior flor de estufa. Passa a vida no veterinário. Enquanto era bebé, ia tomar as vacinas. Mas também já lá foi porque apareceu com uma ferida junto ao rabo. E agora anda com problemas de pele. Tem manchinhas na barriga e coça-se como o caraças. Pode ser uma dermatite. Pode ser alergia a qualquer coisa. Já está a ser medicado. E eu que pensava que os rafeiros eram mais rijos...

Emigração

Estamos a ver uma reportagem sobre jovens e menos jovens que emigraram. Ele pergunta-me se tinha coragem de emigrar, eu respondo que sim. Passados uns minutos, diz ele: "nem para Lisboa ia, quanto mais!". Admiro profundamente as pessoas que têm a coragem (ou o desespero!) para fugir deste país sem oportunidades. Aqui em casa, essa coragem não existe.

Facto

Depois de estarmos zangados durante uma semana inteirinha (foi o nosso recorde, uma zanga nunca antes vista!), agora voltamos à fase lua-de-mel. Muitos mimos, muitos carinhos, muitas coisas boas. Sou uma mulher apaixonada, é o que é.

Instaweek

Opções da semana. Os três da vida airada. Os gatos da mãe. Canelones de quinta-feira. Ficaram bem bons. Dom Pirata a cuscar os canelones. Ar de anjinho. O senhor Fred, ainda muito natalício. Ui, o fascínio das caixas... Lanche de Sábado à tarde, em família. Minha Blackie. Sábado à noite e o cachorro caseiro. Domingo de manhã. Acordar e ver o limoeiro cá de casa todo bonito. Tarte de maçã da mãe, num Domingo de chuva. O meu cão não gosta de tomar banho, mas de se sujar na lama já não se importa. http://instagram.com/asminhaspequenascoisas e https://www.facebook.com/sasterisco.asminhaspequenascoisas

Olá, pessoas!

Primeiro mostrei-me no Instagram (aquilo é viciante!), depois foi no Facebook. Hoje é o dia de dar a cara no blogue. Cinco anos depois, achei que já era altura. Além disso, já tanta gente me conhece as fuças, que não vale a pena estar com criquices. Olá, pessoas! https://www.facebook.com/sasterisco.asminhaspequenascoisas

Aprovado referendo sobre coadoção de crianças por casais do mesmo sexo

Sinto um  nojo profundo pelas pessoas que se sentem tão incomodadas com o facto dos homossexuais poderem casar ao ponto de inventarem este referendo. Ainda por cima, na prática, mesmo que a lei diga "não" à coadopção, isso nada impede. O Diogo Infante, por exemplo, adoptou uma criança enquanto pai solteiro. Entretanto casou-se com outro homem. Se uma mulher ou um homem solteiro pode adoptar, nada impede uma criança de ter dois pais ou duas mães. Legalmente, até podem retirar os direitos aos homossexuais, mas na prática (e não no papel...) nada muda. Admito perfeitamente que alguém não seja a favor da adopção por parte de homossexuais - eu não entendo, mas admito. Mas sinto nojo por alguém que se sente tão profundamente incomodado pelo facto dos homossexuais terem praticamente conquistado esse direito (que é um direito de todos!) ao ponto de forçar este referendo. Não sei quem é o autor desta brilhante ideia, mas aviso já que vou votar SIM, sou totalmente e naturalmente

Uma questão de originalidade

Estas clutches são um negócio daqui da cidade e gosto sempre de ver o sucesso das lojas da minha terra. Fico orgulhosa por ver pessoas a conseguirem dar a volta à crise. A clutch foi oferta da minha irmã, no Natal, e não poderia ter escolhido uma prenda melhor. Facebook Closet Fruits

Os homens são um fenómeno...

A cortar queijo, parece que estão a fazer uma escavação. Além disso, deixar o queijo cheio da "casca" vermelha é um golpe de mestre. É por isto que eu prefiro comprar queijo fatiado.

Mamma Mia!

Numa outra vida, devo ter sido italiana. Sou absolutamente apaixonada por tudo o que é comida italiana. As massas são a minha perdição. Hoje, o jantar são canelones. Feitos pela chefe S*.

Uma questão de Ego

De vez em quando, cá no blogue, recebo comentários do género "achas-te mesmo boa", "tens um ego enorme", e preciosidades do género. Não, não me acho mesmo boa. Não, não sou perfeita. Tenho até muitos defeitos, físicos e de carácter. Nem faço uma lista, para não vos cansar os olhos de tanto terem de ler. No entanto, já lá vai o tempo em que olhava para mim como um patinho feio e sentia pena de mim. Já lá vai o tempo em que estava permanentemente em dieta, porque sentia que mais magra seria mais feliz. Já lá vai o tempo em que queria mudar isto ou aquilo em mim, à força toda. Se milagres acontecessem, mudava já - de imediato - duas ou três coisas. Mas essas coisas não me chateiam. Mudava porque mudava, não porque me fizessem mais feliz. Sim, gosto muito de mim. Sim, aprendi a gostar daquilo que vejo ao espelho. Sim, tenho orgulho de mim enquanto pessoa. Portanto , não se ofendam, mas gosto imenso de mim. 

Sorrio, sorrio muito...

Acabei de ler "A Casa do Sonho Pagão". Um livro diferente e interessante. Mas queria mesmo era citar-vos a última frase do livro. É uma frase que condiz comigo, com este blogue, com a minha vida. "E quando sentimos que fomos amados, tudo o que precisamos para sorrir é de um céu bonito".

Facto 2

Hoje foi dia de manicure.  Com a soneira com que estou, aquelas músicas supostamente-relaxantes-mas-hiper-mega-irritantes das flautas fizeram-me pescar umas fanecas enquanto a querida da S. me tratava das unhas. Foi por um triz que não adormeci. PS: Tenho de pôr creme nas mãos. Que pele seca, credo.

Facto

Não dormi nada. Não descansei nada. Se pudesse, passava o dia enfiada no "ninho".  "Vai mas é trabalhar, como as pessoas".

Leituras

Hoje estou sozinha em casa. Por isso, vou-me instalar comodamente no sofá, com a televisão a fazer barulho de fundo, e agarrar-me a este livro. É algo complexo, porque mistura a história com paganismo (e eu não percebo nada do assunto), mas está a conquistar-me a cada página. Até amanhã.

Instaweek

A mala nova a passear-se pela cidade. Um dos trajes da semana. Minha fofinha. O rei do pedaço. Meu pedacinho de carvão. Convivência de quatro patas. Uma oferta simpática. Ah e tal, celebrei assim a entrada no fim-de-semana. Comida da mamã. Passeio de Domingo, com os meus dois rapazes. Domingo cheio de pecados calóricos. Soube bem! http://instagram.com/asminhaspequenascoisas