Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2017

Certezas da vida?

Que o meu Rafael tem um super pai. O melhor de todos. O melhor do mundo. O mais incansável, o mais altruísta, o mais carinhoso, o mais dedicado. Não conheço nenhum assim, juro. Quando leio relatos de outras mães, em que estas referem a pouca participação dos seus companheiros, benzo-me e agradeço a todos os santinhos. É o mais paciente, especialmente comigo - com o Rafinha ele não precisa de paciência, pois nunca acha chato/aborrecido/enervante.  Tenho o melhor do mundo ao meu lado. Ele torna tudo mais fácil. Em tudo. Obrigada.  Feliz 2018 para nós. Sempre com amor.

Instaweek - Edição pré-Natal!

6 meses a 30 de Novembro. Incrível como tem evoluído! A árvore de Natal cá de casa também foi e sempre será feita a 1 de Dezembro. Cães natalícios. Bolo de cenoura com creme de queijo. Óptimo... E feito por mim! Mimos para o meu Dia da Mãe - a 8 de Dezembro. O colar mais precioso. Ando a virar Masterchef... até já faço bolas de berlim! Azevinho dos verdadeiros, directamente do quintal dos tios cá para casa. :) Manhãs a dois. Unhas natalícias, nada discretas. FELIZ NATAL!

O meu Postal

Festas felizes para todos. Desejo a todos os leitores um santo e feliz Natal, com a felicidade obrigatória nesta época do ano.

Pedidos para 2018!

No novo ano, que já se avizinha, gostava imenso de voltar a ter tempo para escrever no blogue e para ler os meus blogues de eleição. Gostava de voltar a ter tempo para séries. Para alugar filmes no Meo videoclube. Acima de tudo, gostava de voltar a ter cérebro. Estou farta de me sentir lerda e de me esquecer de algo passados dez segundos. Levanto o rabo do sofá para ir ao quarto fazer algo, chego lá e já não me lembro do que ia fazer. Estou a deitar algo ao lixo e pego na manteiga e deito-a para o meio do lixo. Estou a preparar o meu café e junto-lhe chocolate em pó. Sempre fui extremamente organizada e sempre gostei de fazer listas... Mas agora não é um gosto, é mesmo uma necessidade. Esqueço-me de tudo. Socorro, a criança roubou-me o cérebro!

Como as coisas mudam...

Desde que sou mãe uma das coisas que me faz mais feliz é a expectativa de poder deitar-me pelas 23 horas. É quase um "quanto mais cedo, melhor". Mal o pequeno cai no berço, eu caio na cama atrás dele!

Confesso!

Sim, eu sou a maluquinha que inferniza o mais-que-tudo e os colegas de trabalho por colocar a toda a hora músicas de Natal a tocar. Em casa ainda vá que não vá, mas no trabalho é a toda a hora. É sagradinho. 

Ser Natal todos os dias

Por aqui, todos os dias sabem um bocadinho a Natal. Todos os dias o Rafael faz uma graça nova, conquista algo diferente, diverte-nos com alguma palhaçada mais original.  No entanto, se antes adorava o Natal, agora fico mesmo muito entusiasmada com a perspectiva de lhe passar este meu amor e devoção à época mais mágica do ano. Este ano, por motivos óbvios, ele ainda não liga a nada, mas faço questão de o ter a participar em todos os momentos mais especiais e de lhe mostrar que tem um mãe que faz gosto em dar continuidade às tradições de família. Hoje é 8 de Dezembro e, cá em casa, celebramos o Dia da Mãe. Por aqui, todos os dias são já Natal. 

HoHoHo!

A vida não deve ser levada demasiado a sério, certo? No trabalho com a minha fofíssima camisola natalícia do pinguim. Comprei na Primark, mas Deus sabe que fiquei a babar por outros dois modelos da Pull & Bear. Não me importava nada de passar o mês vestida de Natal. 

Instaweek

Irmãos no sono. O dentolas a exibir os dois dentinhos. Alegria ao colo do pai! Quentíssimo no seu casaco felpudo. HoHoHo! Já só se pensa em Natal, cá por casa... Boa semana!