Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2019

Tudo a compor-se...

Já está! Finalmente acabei de compor os dois visuais: casamento e baptizado.
Ontem adquiri este conjunto maravilhoso de brincos e colar para a cerimónia do baptizado (da Jetlag). São peças bonitas, mas que usarei perfeitamente em qualquer outra situação.
Estou orgulhosa de mim mesma, porque sinto que saí um pouco da minha zona de conforto e acabei por optar por peças mais intemporais. Por mim, era tudo com muita cor, colares compridos, brincos compridos... Mas fico muito satisfeita com as minhas escolhas.
Faltam 2 meses, gente boa. Dois meses!

Maravilhas da Maternidade

Desta vez, é mesmo uma maravilha.
Maravilha assistir ao desenvolvimento de uma criança. De bebé passou, de um pulo, a menino. Já fala imenso, expressa-se cada vez melhor e demonstra uma inteligência que me enche de orgulho. 
Ontem estávamos na sala. Ele a brincar com carrinhos, eu a tentar ler. 
"Mamã, o carro é azul escuro".
"Sim, meu amor. Azul escuro, muito bem".
"Mamã, é blue. É blue".
Até fiquei embasbacada. De onde tirou ele isto? Vê alguns vídeos que contêm palavras em inglês... Mas, por panca minha, vê pouca televisão. Mesmo assim, conseguiu assimilar.
Aproveitei que tinha dois carrinhos e ensinei que um era "Blue" e o outro era "Grey". Ficou todo contente e orgulhoso, a repetir as palavras novas. Eu ainda mais orgulhosa fiquei.

Para o Baptizado

Eram umas sandálias tão lindas, tão lindas, tão lindas, mas depois chegaram via correio e não tinham uma pedra... E depois enviaram outras e não tinham quatro pedras...

E, vai daí, mudei de marca, mudei de estilo, e optei por estas. 

PS: Vocês desculpem lá eu não escrever sobre mais nada, mas esta será a prioridade cá de casa até Setembro!

Somos aliens...

Somos verdadeiros extraterrestres no mundo encantado dos casamentos.
Nem sabia que praticamente todos os casamentos têm um tema. Muito menos que costuma existir uma "cor" comum à organização de tudo. 
Oh meus amigos, eu só quero um dia feliz, com família, amigos, muito boa comida, um espaço bonito e um sol agradável. O resto pouco me importa. Será o que gostamos no que toca a decoração, mesmo que as cores não combinem ou que as flores das mesas não façam pandã com as flores da cerimónia civil (provavelmente até farão, mas não é algo que me tire o sono...). Duvido que quem nos ama esteja a reparar muito nisso. Vou casar com o amor da minha vida. Que importa a cor das flores, dos pratos ou das toalhas?

Às vezes, ainda me surpreendo...

Há gente tão mesquinha, mas tão mesquinha, mas tão mesquinha, que nitidamente deve ter pouco trabalho. Se tivessem muito para fazer, gastavam menos tempo a pensar na vida dos outros e a 'botar faladura' sobre o que não lhes diz respeito.

Habemus roupa de baptizado!

Já comprei a indumentária para a cerimónia do baptizado.
Fui à Ferrache, comprei um vestido laranja lindão, mas com linhas muito lisas, algo que dá para conjugar com acessórios mais txaran para a cerimónia ou para usar no dia-a-dia para o trabalho.
E, meus amores, comprei umas sandálias da marca mais bonita de sempre... É tudo de babar!
As minhas...

ALMA EM PENA


(um sonho, mas demasiado altas para mim...)

My precious

São as pulseiras mais encantadoras e são minhas. Guardadas e estimadas até daqui a pouco mais de dois meses.
Agora é começar a pensar na decoração da mesa para o casamento civil. Flores, muitas flores coloridas!

E depois fui mãe #1

Nunca achei graça à ideia de dar beijos na boca aos filhos. Não me entendam mal: absolutamente nada contra, apenas não fazia sentido na minha cabeça. Também não achava graça às típicas fotografias de beijos repenicados na boca dos filhos (continuo a não achar... Mas admito mudar, pelo andar da carruagem!).
E depois fui mãe... 
E tenho um menino que adora dar-me beijos na boca. E fá-lo com tanto entusiasmo que é impossível não adorar e retribuir. 
Dá beijos na boca à mãe e ao pai. E aos bebés. Aos primos adora dar beijocas sonoras na boca. Aos outros adultos não o faz, dá sempre beijo no rosto... Ao pai também dá alguns beijos no rosto... Mas à mãe é sagradinho: agarra-me no rosto, puxa-me para ele e cá vai disto. 
E eu adoro. 
Primeiro estranha-se, depois entranha-se. Com o meu filhote, é a melhor ternura de sempre. 


Rendi-me ao urso!

Obrigada a todos pelas dicas. Feliz e orgulhosa com a minha escolha. Duas pulseiras intemporais e absolutamente maravilhosas. Só falta o gancho. 
Agora a tarefa mais difícil está a ser encontrar um vestido elegante, mas jovial, para o baptizado. Acho que, em vez de panicar, vou acabar por escolher umas calças e uma blusa. Já estou farta de correr lojas e nada de vestido. Só quando não pensava nisso é que me fartava de encontrar o que agora desejo nas lojas. No tenho assim tanto livre para entrar em vinte lojas e continuar sem vestido. Nem Lanidor. Nem Decenio. Nem Massimo Dutti. Nem Zara. Nem H&M. Nem nada. 
Só queria um vestido pelo joelho ou comprido que fosse bonito, leve e com alguma manga (não uso sem mangas). Não exijo o mundo... 

Mentes esclarecidas, venham a mim...

Eu sou uma pessoa de dourados. Adoro acessórios dourados. É um tom quente e aconchegante.
Quis o destino que me apaixonasse por um vestido de noiva de saia branca e com a zona do peito prateada, com pedrinhas de tamanhos variados. Os brincos serão a coisa "emprestada", vindos da minha irmã, também prateados e com pérolas brancas.
Mas eu sou uma pessoa de cor. Adoro cor! Vai daí, preciso de um gancho de cabelo (para prender o cabelo apenas de um lado - muito cabelo!) e uma pulseira txaraaaan. Queria em tons de rosa ou tom entre rosa e roxo (rosa muito forte).
É difícil. Já corri várias casas de jóias na cidade... Já corri lojas de bijuteria... Eu quero uma pulseira vistosa em tom de rosa e um gancho bonito, preferencialmente prateado e rosa.
Alguém conhece?

Aventuras de um casamento... e de uma lua-de-mel!

Eu cá não sei de nada, temos imensa coisa por tratar... Mas já temos 5 noites de lua-de-mel agendadas!
Ai senhores... Já não tenho férias-férias há 7 anos. Por situações diversas da vida (entre falta de capital, falta de férias conjuntas, problemas diversos!), não tivemos qualquer hipótese de fazer férias nos últimos anos. Infelizmente o futuro marido nunca conseguia tirar férias na mesma altura que eu e, na verdade, também não tivemos grandes hipóteses financeiras.
Este ano vai ser o 'vá para fora cá dentro'. Como o nosso menino de 2 anos vai connosco (patati patatá, lua-de-mel é a dois, já sei... mas o homem faz questão!), não queria ir para muito longe, para evitar grandes viagens de carro - sim, porque o homem recusa meter o rabo dentro de um avião!
Vamos para um sítio romântico, para um apartamento muito acolhedor, para um centro histórico encantador... E vamos por passear muito ao longo de seis dias e cinco noites. 
O casamento não me deixa nervosa... Mas já estou ansio…