Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2012

Não passa do próximo ano!

  Não celebro o Halloween, é uma tradição gira mas que não me diz nada. Mas uma coisa vos garanto: no próximo ano vou roubar uma abóbora à horta da minha avó e vou pô-la cá em casa, toda decorada. Se há tradição que acho gira é o raio de abóbora e em quase um quarto de século de vida nunca tive uma. Oh.

Mais, mais e mais!

"O meu marido quer mais, mais e mais!" O novo anúncio publicitário ao lubrificante feminino é coisa que me provoca uma certa vergonha alheia. Ainda por cima ontem vi o belo do anúncio às 20:30. Não me parece hora apropriada para dar um anúncio onde a mulher diz que agora anda super lubrificada e que o marido quer regabofe a toda a hora.

Missão impossível

Encontrar umas botas beges ou castanhas, lisas, simples, mas com bom ar. De preferência que não me levem os olhos da cara. Parece missão impossível. * Vou ali comer um donut e agarrar-me ao namorado, enquanto vemos mais um episódio da viciante "Revenge". Vocês entendem, o donut é só para não deprimir. Até amanhã.  * Se tiverem sugestões, toca a dizer.

Campanha de apoio à C.A.S.A (Centro de Apoio ao Sem Abrigo)

Os Les Bons Vivants resolveram deitar mãos à obra e começaram uma campanha de solidariedade de apoio à C.A.S.A. (Centro de Apoio ao Sem Abrigo). Se há coisa que me arrepia é imaginar as pessoas sem lar, nestas ruas escuras, especialmente tendo em conta o Inverno frio que se avizinha. Vai daí, visitem o link e conheçam a campanha. Não custa nada ajudar! A C.A.S.A., como explicam os Les Bons Vivants, "está a ter dificuldades em angariar a quantidade de alimentos necessária para garantir uma ajuda suficiente a todos os que dela necessitam, estando em causa o apoio a crianças, adolescentes e idosos desfavorecidos, vítimas de maus-tratos, violência e negligência e a centenas de pessoas que vivem na rua, a quem é feita uma distribuição diária de refeições quentes. "

Sobre aqueles dois jovens que venderam a virgindade...

Eu não sou uma pessoa tacanha, que não sou, e acho que cada um faz o que quer com o seu corpo, mas todo este folclore roça a imoralidade. Participam num documentário, esmiuçam a vida dos dois, acompanham-nos no "antes" e no "depois" da perda da virgindade. Será que também vão estar lá durante o "durante" , perdoem-me a redundância? Chamo a isto falta de amor próprio. Ou muito amor ao dinheiro... das duas, uma!

Chegou o tempo frio...

E com ele trouxe a bela da moda da meia pelo joelho ou um pouco acima do joelho. Adoro! Só tenho de descobrir onde enfiei as minhas meias...

Facto

Cá em casa, o namorado tem a "mão do carinho" , para as donas gatas.  Já eu sigo a lógica "a mão que dá o pão também dá educação". Aqueço-lhes o rabiosque quando fazem asneiras, que não quero que as minhas gatas passem frio.

Ahahah

Desculpem, mas lembro-me tão bem destas duas figuras na Puerta del Sol, lá em Madrid... quando vi esta notícia foi impossível não rir! Para quem não sabe (eu não sabia), há imensa gente que se veste com estes fatos para tirar fotografias com os turistas. É uma forma de levar a vida. E estes dois resolveram andar ao soco pelo melhor lugar... JN

Odiozinho de estimação

Não é ódio, mas é uma coisa que não gosto mesmo de ver: Gente que se veste de ganga dos pés à cabeça. Não sou fã de blusões de ganga, acho que precisam de ser muito bem conjugados para ficarem bonitos... mas quando decidem juntar blusões de ganga com calças de ganga o caldo está definitivamente entornado.

Mensagem para a Sôdona Vida

Sou uma pessoa extremamente positiva. Ou tento ser, vá. Mesmo quando a vida nos tenta deitar para baixo, eu sou a primeira a puxar-me para cima. Por isso, vida, bem que podes tentar dificultar-me os planos, mas garanto-te que, no fim, irei vencer.

Sabes que tens dos melhores leitores do mundo...

Quando, em jeito de brincadeira, comentas no Facebook que gostavas de ter um Jumbo perto para poderes comprar um par daquelas galochas low-cost que dão um jeitaço para os dias de chuva... e recebes uma mensagem de uma leitora a oferecer-se para as comprar por ti. E já as comprou.  :') Há gente genuinamente boa.  

"Não é verdade"

Quando ela participou nos Ídolos já era óbvio o talento dela. Agora, esta é das minhas músicas favoritas do momento. " E se eu tiver Ainda saudades  Deixa-me curar  A ferida que arde   Deixa-me ficar   Com as melhores memórias   Acabou-se a história   Não olhes para trás"

Vontades

Quando estávamos em Madrid, o mais-que-tudo dizia que não se via a viver lá. Agora anda farto de dizer que tem saudades da cidade e que se via a viver lá. Também eu, também eu...

Coisas de gémeos

Ontem duas pessoas que eu não faço a mais pequena ideia de quem eram sorriram para mim. Mas sorriram com tanta convicção que eu vi logo que acharam estar perante a minha mana gémea. Acontece com relativa frequência, apesar de nós sermos consideravelmente diferentes. Eu, que não gosto de a deixar ficar mal, sorri de volta e segui o meu caminho.

O prenúncio das águas - Rosa Lobato Faria

Foi um livro que li em meia dúzia de dias. Acabou por confirmar aquilo que o primeiro livro da autora me tinha dito: escrita leve, sem pudores, simples e sem palavreado armado-em-chique. Tem palavrões, ah pois tem, tem momentos de delicadeza extrema, descrições encantadoras. Mete religião, muita religião, que o povo português ainda é religioso, embora as novas gerações andem a fugir dessa "herança". Tem amor, traição, amantes e enganados. Tem aquele amor à terra, aquela sensação de que todos temos uma terra, um lugar onde nos sentimos em casa. É muito, muito bonito. Temos o Zé Nunes, o homem brutamontes e indelicado, mas com força sexual e capacidade de seduzir todas as mulheres. Temos a Filomena, uma mulher sonhadora, que vive entre um amor físico e um amor intelectual. Temos a Sebastiana, a velhota lá do sítio, agarrada às suas crenças, à sua terra, à sua religião. O Ivo, o professor de filosofia reformado que encanta a Filomena com a sua delicadeza e histórias fascina

Não sei o que diga, não sei o que faça...

Tesa, mas com gostos mais finos, da Zara. É lindo, fica-me bem... aquelas mangas tipo-pele é que não estão com nada porque são justas, mas adoro. Este menino é lindo ao vivo, uma elegância. Não é corte que me favoreça, mas olhar não paga imposto.  Também Zara. Mais Zara. É certinho que este tem de vir morar no meu roupeiro. Experimentei, adorei. Mas em preto ou com padrões... o verde não é a minha cor. Ai, ai, ai... Zara. E eu nem sou fã da Zara, imaginem se fosse!

Piadas blogosféricas

Tenho de dizer que a piada do dia, bom, eu não consegui perceber se era a sério ou se era a brincar. Sendo a brincar, teve graça. Sendo a sério, é de loucos. Há uns dias coloquei uma foto das minhas meias chitesse, quentinhas que só elas - as companheiras ideais nas noites frias. Hoje abri o blogger e deparo-me com isto: "Essa indumentária é própria de quem anda à caça de macho..." É capaz, é. Sabe como é, aqui em casa, deitada no sofá com as meias chitesse, sou capaz de andar à caça do meu macho.

Crise de valores

Hoje a TSF perguntava se a crise era um motivo ou uma desculpa para cada vez mais pessoas abandonarem os animais num canil. Cá para mim, é uma desculpa. As pessoas não se querem esforçar. Não gostam de se esforçar. É óbvio que existirão algumas pessoas, poucas, que realmente não podem cuidar dos seus bichos. Nesse caso, quem ama os bichos, procura novos donos. Toda a gente sabe que a maioria dos canis abate os animais ao fim de algum tempo (não acontece em todos os canis, graças a Deus). Que espécie de dono abandona assim um bicho, atirando-o para a morte? As pessoas tentam convencer-se que "oh, ele vai arranjar nova família". E lá vão eles, os donos, de consciência tranquila, enquanto os bichos ficam a chorar a partida do dono e a desgraça que será a vida daí em diante.  Não arranjem desculpas. Há sacos de comida para cães e gatos muito baratos. Pode não ser a comida mais aconselhada, mas é comida. Essa serve para matar a fome. Os meus bichos só passarão fo

Facto

Tenho, provavelmente, dos homens mais atadinhos do mundo. Ele faz as coisas, mas faz milhentas perguntas, demora o triplo do tempo e o resultado fica sempre aquém do expectável. Mas vá, faz.   :)

Facto

O problema não é o tempo que o namorado perde a jogar PES... o problema é mesmo o tempo que ele perde a escolher as equipas. Sem exagero, perde mais de meia-hora a escolher o clube, a equipa, isto e aquilo.

Matou filha de 15 dias e cortou nariz e lábios à mulher

"Um homem cortou as orelhas, o nariz e os lábios à mulher, por suspeitar que a esposa mantinha uma relação extraconjugal. No meio do castigo, em público, na cidade paquistanesa de Sanghara, acabou por ferir de morte a filha do casal, de15 meses".  JN   Muitas vezes se ouve dizer que devemos respeitar todas as culturas - e respeito. O que não significa que consiga respeitar os hábitos que estão enraizados em certas culturas. Tratar as mulheres como lixo não é admissível em lugar nenhum... só gera situações destas. Nojo.

Desumanidade

A vida humana parece valer cada vez menos. Onde é que já se viu aceitar matar alguém por 2 mil euros e 2 quilos de haxixe. Arriscam a vida, a liberdade, o respeito dos outros... por 2 mil euros. Ah, e a droga, a droga deve ser fundamental. JN A crise gera cada vez mais situações destas. A crise e a falta de carácter, claro está.

Coisas de mulher

Os sapatos de salto alto são muito lindos, muito elegantes, muito femininos... mas arre, são cá uma canseira! Pelo menos para mim, que ando todo o dia de um lado para o outro.

Espelho meu, espelho meu... *

Haverá alguém mais dada à piroseira chitesse do que eu? E tenho outras em tigresse , que é para variar. Pirosas? Tô nem aí! * Sim, eu sei que é um post interessante para xuxu.

Continuam a cair que nem tordos...

"O ex-secretário das Obras Públicas declarou, de 2001 a 2011, vencimentos que totalizam 1,2 milhões de euros, segundo dados a que o 'Correio da Manhã' teve acesso. Estão em causa 111,3 mil euros, em média, por ano; ou, dividindo por 14 meses, 7971,7 por mês.   Os números não deixam de ser surpreendentes, escreve o jornal, considerando que recentemente, em entrevista à SIC, Campos revelou que vive dos rendimentos da profissão, confessando até que recebe ajuda monetária. "Tenho 47 anos e sou apoiado pelos meus pais, enfim, para dar uma boa educação aos meus filhos", afirmou".  DN   Não sei como raio os nossos políticos continuam a cair na ridícula asneira de se porem a dizer que, coitadinhos, ganham mal e não conseguem pagar as despesas. O Presidente da República disse o que disse, e agora tem sido sistemático. O senhor Paulo Campos, coitado dele, ganhou uma média de oito mil euros por mês nos últimos dois anos. No entanto, vejam só, diz que t

Facto

Depois temos aquelas fases em que não pedimos muito mais, apenas saúde para todos aqueles que são importantes para nós. E acredito que não é pedir muito, pelo que acredito que Deus nos irá dar isso.

Ahahah

Estou à espera para ver quem é que se chega à frente para dizer que esta colecção é linda de morrer... e estou à espera para ver se vai esgotar como a anterior. Puro bom gosto, sim senhora. Diz que é uma colecção Maison Martin Margiela para a H&M. E eu pergunto, Maison quê? Desta vez dou graças a Deus por saber que estas colecções especiais só costumam chegar à loja do Chiado.

Cão como nós (não, não é o livro do Manuel Alegre)

 Ele há gente mesmo genial. Vejam, vejam este vídeo. Que cão tão paz de alma!

(olhinhos a brilhar)

Querida "A Loja do Gato Preto", manda tudo cá para casa, sim? Venha a que vier, continuas a ser a minha loja de decoração favorita. Estas lanternas são do mais giro que há. É certinho direitinho que tenho de comprar a maior para a sala cá de casa. Já viram bolinhas para a árvore numa versão tigresse? Adoro. Cada uma custa 3 euros ou coisa assim. Presépio fabuloso.

Sou só eu a reparar nessas coisas

Hoje descobri que sou a única pessoa do mundo que faz comentários do género "eh pah, aquele homem é tão jeitoso, podia ter arranjado uma mulher mais gira". Por exemplo, sou a única a achar que o Albano Jerónimo era bem mais jeitoso que a Cláudia Chéu, de quem pelos vistos agora se separou. Também devia ser a única a achar que Heidi Klum metia o Seal a um canto. Não disse que os mais feios não têm direito ao amor. Não disse que os mais bonitos só devem namorar com bonitos. Não disse que os feios só merecem feios. Não. Apenas não sou hipócrita e assumo que às vezes penso "caramba, que casal tão desequilibrado a nível de beleza", Mas shiuuu, é pecado achar essas coisas. E, antes que perguntem, não sou nenhuma top model. Shoot me.

Surprise, surprise!

20 de Outubro. Quando o namorado chegar a casa vai descobrir que já comprei a primeira caixa de bolinhas, prendinhas e lacinhos para a nossa futura árvore de Natal. Ah, e cartões para escrevermos uma mensagem aos que mais amamos.

O Vasco explica a Timewarp da ZON

Agora que tenho a possibilidade de experimentar o serviço Timewarp da ZON, ando a ver vídeos para aprender todas as potencialidades. Quando vi que o Vasco Palmeirim explica, fiquei ainda mais fã. Ele é o máximo!  Todos os vídeos, para ver aqui .

Dos animais que são como família

Eu bem sei que este vai ser um post polémico, aviso já. Os sentimentos não se explicam, sentem-se. Vai daí, assim como eu respeito quem vê os animais como apenas isso, animais, também acho que mereço respeito por sentir os meus animais como parte da família. Não acho que isso seja nada de mal, pelo que me custa quando leio por aí opiniões que tratam os amantes de animais como verdadeiros atrasadinhos mentais obcecados pelos bichos. Eu amo os meus bichos. Gosto mais deles do que gosto de alguns familiares. Fazem-me mais falta do que me fariam alguns familiares. Isto não significa, obviamente, que ache um animal mais importante do que uma pessoa - apenas, para mim, os meus bichos são importantes. As minhas gatas, por exemplo, são a minha companhia. Passo horas com elas. Dormem comigo (sim, choquem-se, dormem comigo). Falo imenso com elas, conto-lhes coisas. Bem sei que elas não respondem... mas engana-se quem pensa que os bichos não nos sabem amar. Quando estou triste, elas

Manuel António Pina

Hoje morreu um dos meus cronistas favoritos, aquele que me fazia começar a ler o Jornal de Notícias sempre pela última página: Manuel António Pina. E assim eu perco um dos meus ídolos.

Piadas blogosféricas

Bom, e voltamos à bela da rubrica, que o material do dia é daqueles bons. No post anterior disse que não achava correcto ter de levar com ruídos nojentos de pessoas que adoram cuspir para o chão. Comentário do dia: "És mesmo complicada e pegas com tudo. Para onde querias que escarrasse? Para o ar, era? Nunca vais mudar mesmo, não é?" Bem, eu sugeria cuspir para um lenço de papel, lenço de pano, algo discreto. Mas se a estimada leitora quer escarrar para o ar, força, é lá consigo! Tenha é cuidado para não levar com a escarradela em cima... E graças a Deus, espero nunca mudar. Se mudar e achar isso normal, é porque virei porca.

Odiozinho de estimação

Gente que puxa pelo belo do escarro no meio da rua. E não o fazem porque oh, estava mesmo a precisar, fazem-no de forma recorrente. Nojento. É coisa que me dá vómitos. Ainda por cima cospem para o chão, para toda a gente ver o resultado. Sim, hoje tinha um destes homens atrás de mim. Só numa rua, puxou o escarro três vezes. E já nem vou referir quando são mulheres a fazê-lo...

Eu tenho dois amores, tra la la!

Faço anos daqui a três semanas e o meu coração bate forte por estes dois. 69,95. H&M. Tem muita pinta. Linhas simples, recto, mas fica bem no corpo e dá uns ares militares. 69,95. H&M. É a minha cara, rosinha, fofinho. Não sei o que diga, não sei o que faça... Deus vai-me obrigar a comprar os dois.

24 meses

Dois anos em comum. Dois anos da nossa história, da nossa vida, do nosso amor. Nem escrevo mais, já que tudo seria pouco para  explicar a importância deste Nós. 

Insónias

Ontem resolvi deitar-me pouco passava das 23 horas. Ah e tal, vou regressar ao trabalho, quero estar fresca. Qual quê! Insónias mafarricas. Só me apetecia chorar, rebolava, esperneava, resmungava. Acabei no sofá a meio da noite, lá consegui dormir meia hora. Voltei para a cama gelada, para mais umas horas de puro sacrifício. Oh, hoje dei graças a Deus por ter ouvido o despertador tocar.

Uma verdadeira máquina do tempo, by ZON

Há umas semanas foi-me oferecida a possibilidade de experimentar durante 3 meses o novo pacote da ZON - o ZON Iris. A grande novidade do pacote é a Timewarp, que nos permite ver gratuitamente milhares de programas de televisão que deram nos últimos 7 dias, em mais de 70 canais. Sendo que já era cliente ZON, e sendo que adoro esta "linha do tempo", aceitei, pois claro. Na semana passada vieram instalar-me o serviço. Foi um regabofe, meus amigos. Nos últimos dias de férias vi mais de uma dúzia de filmes. Era só pesquisar, ou por dia, ou por canal, ou por género de filme (drama, terror, comédia, aquilo está tudo dividido). Super prático e eficiente. Ainda por cima os sacaninhas ficam todos gravados, sem erros.  Outra das vantagens? Restart TV. Ou seja, chego a casa, a novela já vai a meio, txaran, é só carregar no ReStart TV e o programa volta ao início. Prático.  Pois que ando muito satisfeita. Eu sou uma pessoa que adora ver séries mas que tem muita pouca

Oh oh oh!

Depois das férias (acabam terça), é hora de voltar ao trabalho, às rotinas, ao dia-a-dia.  É também altura de começar a pensar na decoração de Natal. Pouca gente entende este meu entusiasmo, mas eu sou das que vibram, rejubilam, ficam frenéticas com o Natal.

Orgulho da família

Este fim-de-semana a loja da mana faz um ano... e cá estamos nós para celebrar. E temos o bolo mais bonito de sempre, digno de um verdadeiro Conto de Fadas .

Taken - A Vingança (spoiler alert)

Na quinta-feira fomos ao cinema ver "Taken - A vingança" , a segunda parte do filme gravado em 2008. Não vi o primeiro mas gostei deste segundo. Não é nenhum filme fabuloso, as cenas de acção são meio exageradas, mas é uma história bem interessante. No primeiro filme, Bryan Mills vê a filha ser raptada. Depois de muita luta, consegue acabar com os raptores e trazê-la de volta. Neste segundo filme, o pai do raptor assassinado quer vingança. Desta vez, Bryan é raptado, juntamente com a sua ex-mulher. Um filme cheio de acção e que nos mostra aquilo que todos já sabemos: pela família, somos capazes de tudo. Vê-se bem. 6 em 10 pontos possíveis.

Coisas que se encontram por aí...

Ah, tenho de arranjar uma destas para o namorado!

Credo!

Hoje morreu o actor Bruno Simões, vítima de ataque cardíaco. Tinha 41 anos.  Mortes repentinas e de gente ainda tão nova nunca deixam de me chocar. Até fiquei meia bamba.

Petição "Francisco Assis de Clio"

"Qualquer dia querem que o presidente do Grupo Parlamentar do PS ande de Clio, quando se desloca em funções oficiais". Foi com esta frase de desdém que Francisco Assis, ex-líder parlamentar do PS, se referiu ao belo do Clio, para tentar defender o facto do Partido Socialista gastar milhares e milhares em carros de luxo. A Renault Portugal preparou a "vingança" e está a promover uma espécie de petição "Francisco Assis de Clio". Toca a assinar esta petição . Um Clio é mais do que suficiente para os nossos excelentíssimos políticos.

Uma questão de espaço

Ontem foi dia de trocar a roupa Primavera/Verão pela roupa Outono/Inverno. Assim, ele deixou de ter um espaço reduzido para a roupa dele e passou antes a ter um espaço ridiculamente pequeno para a roupa dele. Vá, a cómoda também é toda dele.

Facto

Sempre que leio notícias sobre crianças que espancam outras crianças acabo a perguntar-me que raio de pessoas estamos a criar.

Justiça confia bebé a casal homossexual

Sapo Nem me vou alargar muito neste assunto. Sou totalmente a favor do casamento homossexual, visto que sou a favor de qualquer tipo de amor. Vai daí, sou claramente a favor da adopção por casais homossexuais. Ser homossexual não lhes retira a capacidade de amar uma criança - e é só disso que estas crianças precisam: de amor.  Quanto à sociedade ser má, criticar, ostracizar... bom, quero acreditar que vamos evoluir nos próximos anos. Esse preconceito já não faz qualquer sentido (como nunca fez). Facebook da S* .

Ahahahah

O namorado andava a explorar o videoclube do nosso lindo e maravilhoso serviço tv por cabo. Descobriu que tinha uma secção de filmes para adultos. "Antologia de luxo de mamas grandes", "A minha patroa é uma porca", "Por trás" -  é, é este o nome da categoria, "Vovós a abrir com garanhões", "Perfurada em todos os sentidos", "Abracuabra" - lindo trocadilho. E pronto, era isto. Animação durante meia-hora... e não foi preciso ver os filmes, foi só mesmo a ler os títulos e as descrições.

Odiozinho de estimação

Nuno Eiró. Faz piadas porcas na televisão, não posso com ele nem coberto de ouro. No início até lhe achava graça, mas agora cai no imensamente ridículo. Um brejeiro, é o que é.

Facto

Choca-me sempre ouvir pessoas a dizer milhentos palavrões. Ei, também digo palavrões, mas moderem essa linguagem, não há necessidade de dizer 3 palavrões por cada 5 palavras.

Para uma cat lady...

Uma cat purse.  Comprada numa das ruelas de Toledo e a minha companheira mais fiel nos próximos meses.

Alice Vieira

Já devem ter ouvido falar da polémica com um livro da escritora Alice Vieira: "O que dói às aves". Basicamente, o livro é para adultos mas - talvez por ser uma escritora bastante conhecida no mundo dos livros infantis - o Plano Nacional de Leitura incluiu-o na lista de livros recomendados para as crianças do 2º ano de escolaridade. Através da NI , conheci a epígrafe do livro. Linda. Quero mesmo ler, "só" por causa disto.   "Com os meus amigos aprendi que o que dói às aves  Não é o serem atingidas, mas que,  Uma vez atingidas,  O caçador não repare na sua queda"

"As leis são como as mulheres, existem para ser violadas", diz conselheiro espanhol

"José Manuel Castelao Bragaño, presidente de um órgão consultivo do Ministério do Emprego espanhol, pediu a demissão depois de dizer que "as leis são como as mulheres, existem para ser violadas", segundo o jornal 'El País'." Expresso Se esta frase é nojenta de qualquer forma, ainda me enoja mais sabendo que se trata de alguém que efectivamente tinha algum poder na nação espanhola.

Facto

Detesto, nos filmes, cenas em que as pessoas estão a comer. Acho uma coisa tão íntima que me faz alguma impressão, admito. Ainda por cima os barulhos, os talheres, o mastigar. Não sei explicar, acho irritante. O português "Sangue do meu sangue" tem uma cena destas logo no início. Incomodou-me. Mais incómoda ainda foram as diversas (diversas...) cenas com comida no filme francês "O segredo de um cuscuz" , que vi há uns anos no cinema. Pancas. 

Escolhas musicais

Ontem, as duas últimas horas de viagem foram passadas ao ritmo das minhas escolhas musicais, gravadas no senhor meu telemóvel. Tem coisas antigas, coisas mais antigas do que eu, coisas parolinhas e coisas da moda. Sou uma pessoa de gostos variados, é o que é. Adele - Rolling in the deep, Someone like you Helena Elis - Lugares proibidos Lighthouse Family - Ain't No Sunshine (when she's gone) Amor Electro - Onde tu me quiseres Ana Carolina - Quem de nós dois Mariza - Barco Negro, Chuva, Rosa Branca Billy Joel - She's always a woman  Bryan Adams - Heaven (sempre linda!) Snow Patrol - Cashing cars Coldplay - The scientist Creed - With arms wide open David Fonseca - Angel Song Oasis - Don't look back in anger Duffy - Rain in your parade Elton John - Daniel 1973 Emilia - Big Big world (i'm a big big girl, in a big big world...) John Legend - Everybody Knows, Save Room Filarmonica Gil - Deixa-te ficar na minha casa Gabriel, o Pensado

Segóvia, Madrid, Toledo

Comecemos por Segóvia. É um verdadeiro conto de fadas. Pequena, conhece-se bem em dois dias, mas cheia de encantos. O aqueduto é imponente, as muralhas da cidade são dignas de registo, o Alcázar é fabuloso (ai... o meu rabo não gostou de subir mais de 150 degraus até à torre) e a catedral foi das mais bonitas que vi até hoje. A comida espanhola não me fascina por aí além, só gosto mesmo é da tortilla.  Madrid é espectacular, diferente do que estou habituada. Não achei tão grandioso assim, mas a maioria dos prédios é bonita... Arquitectura trabalhada, adoro. A Plaza Callao é uma zona muito gira e a Gran Vía é de babar. Os granizados de limão - não sei por que motivo, mas vendem-se em todo o lado - são uma delícia. O edifício Metrópolis corresponde às expectativas. Adorei os Jardins do Bom Retiro e tenho pena de ter lá chegado quando o sol já se escondia... o Palácio de Cristal é lindo e o monumento a Afonso XII é... uau! A zona de Puerta de

Olá!

Seis dias e 1500 fotografias (não, não estou a exagerar...) depois, estou de volta. Por agora, fica o resumo: Toledo é lindíssimo, medieval, cheio de história. Segóvia é, tal como me tinham dito, um pequeno conto de fadas. Madrid, pelo menos no centro turístico, é muito mais pequeno do que poderia imaginar. Os edifícios são magníficos mas admito que não me fascinou por aí além. Toledo e Segóvia conseguiram toda a minha adoração. Nos entretantos , já soube que as minhas gatas foram "deseducadas" pelos tios. Amanhã voltam para casa. Olá pessoal!

Madrid

Hoje é dia de chegarmos a Madrid, para quatro dias e três noites. Museu do Prado, Museu Rainha Sofia, estação de metro Atocha, jardim zoológico, Puerta del Sol, Gran Vía, os estádios Santiago Bernabeu e Vicente Calderón, Parque del Retiro, Templo de Debod, provar as tapas... Temos tanto para ver, tanto para experimentar. Espero que Madrid me apaixone.

Segóvia

Quando este post for publicado, estaremos a caminho de Segóvia. Diz que tem um aqueduto muito bonito. A catedral parece assombrosa. Alcázar de Segóvia, um palácio real que data do século XII. Parece também que têm uma tradição muito boa - leitão assado. Deve ser a Mealhada espanhola. Voltamos na segunda-feira... provavelmente!