Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2012

Short post #18

Eu sou daquelas pessoas que acredita que as coisas boas só acontecem aos outros. Daquelas coisas boas inesperadas, estão a ver? Excluindo o mais-que-tudo, que é a coisa mais fantástica do mundo.

Amor é...

Ir para a cama mais cedo do que ele e, daí a um bom pedaço, acordar com os braços dele à volta do meu corpo, a esmifrarem-me contra o peito dele.

30 graus?

Sais de casa fresca e fofa, como o Bimbo... Chegas ao trabalho numa versão tosta de queijo derretida.

Hoje é dia de boas notícias, vindas do MEC

Emocionei-me com os relatos da doença da mulher. Choraminguei com a força do amor dele e com o desespero da doença. Hoje as notícias não são boas, são magníficas. "Desta vez, a Maria João teve sorte. Nunca tinha visto uma médica a chorar. Foi a Maria João que puxou as lágrimas, quando a Dra. Teresa Ferreira lhe disse que não havia mais metástases dentro dela. Ficámos os três a chorar e a olhar para os outros olhos a chorar. A minha amada já tinha esquecido o futuro. Já não queria saber da casa nova, do tecido para forrar os sofás, do Verão seguinte. Estava convencida que estava cheia de metástases. Doía-lhe o corpo todo. Tinha desanimado. Estava preparada para a morte. Só a morte é mais triste. Tinha-se preparado para ouvir o que já sabia, para não se assustar quando lhe dissessem que o cancro na mama tinha voltado e que se tinha espalhado por toda a parte. Depois - mas não logo, porque não é de momento para o outro que se desmorre - voltou a ver vida pela frente. Reapareceu

(a salivar)

Sim, vamos já sair para fazer exercício, caminhar a bom ritmo... Mas já avisei o namorado que me apetece um Magnum. Magnum de amêndoas. Desconfio que assim a coisa não resulte.

Short post #17

Hoje temos nova caminhada nocturna em família. Hoje arrasto o namorado connosco. Só nos faz é bem. Apanhar ar, dar duas de letra, uma paragem para carioca de limão... com exercício físico pelo meio. Maravilha.

Ai ai...

Os meus pés de princesa iam gostar de as calçar. Lindas, da H&M, por 29,95. Não te desgraces mais, menina S*... E já agora, as minhas mãos iam gostar desta... E este aqui? Dá para ter alças ou não... Até digo mais... as três peças juntas faziam uma figuraça. O vestido também existe em azul, e aí sim ficava um conjunto perfeito. Triste ser pobre!

Conspirações

"O Supremo Tribunal britânico aprovou, esta quarta-feira, a extradição do fundador do WikiLeaks Julian Assange para a Suécia para enfrentar acusações de abusos sexuais a duas mulheres". JN Lamenta-se, mas parece-me que isto foi tudo inventado. O senhor ousou fazer denúncias no Wikileaks e, surprise surprise , surgiram logo acusações disto e daquilo. "Os apoiantes alegam que o processo é uma conspiração arquitetada por Washington, em represália pela publicação pelo WikiLeaks de dezenas de milhares de documentos militares secretos sobre o Iraque e o Afeganistão e de telegramas diplomáticos norte-americanos". Eu não sou apoiante, mas alego o mesmo.

Too sexy

Vai ser mais ou menos esta a figurinha que vou fazer na praia, pelo Verão. O que me vale é o olhar sempre apaixonado do namorado. Eu bem lhe digo para ter os óculos sempre com ele, mas ele insiste em só os pôr para ver televisão...

É hoje!

Inaugura hoje, no lar doce lar, a época oficial da cereja. Já comprei um quilo, só para começar. Gosto daquelas quase pretas, rijas (e vou deixar de caracterizar as ditas, porque pode soar pornográfico) .

Pechinchas

Depois de eu ter partido o candeeiro sobrevivente do nosso quarto, o namorado passou no IKEA e comprou-nos uns novos. Vocês acreditam que cada um custou 1 euros (98 cêntimos, para ser exacta)? É em vidro, com borboletas, flores e pássaros. Até trouxe a lâmpada incluída. Impossível não adorar o IKEA.

A era do anonimato

A internet facilita muita coisa, e uma dessas muitas coisas é a cobardia, camuflada pela capa do anonimato. São emails anónimos, a tentar denegrir a imagens de bons profissionais (casos que vou conhecendo ao longo dos meses). São hate-blogs , criados para incomodar os outros. São críticas constantes a isto ou aquilo, sem nunca dar a cara. Oh minha gente, ganhem tomates, porra!

Dos animais

Cão velho e doente deixado no fundo do contentor do lixo "Não foi só abandonado e negligenciado até ao limite, deixado a definhar com centenas de carraças cravadas no corpo: o velhinho cão que uma moradora de Santo Tirso encontrou, por mero acaso, no passado fim de semana, tinha sido condenado a uma morte macabra". JN Eu bem sei que os canis/gatis estão a abarrotar, mas gente... quando quiserem/precisarem de dar o vosso animal de estimação (que devia ser sempre estimado, mas isso são outros quinhentos), contactem uma associação. As associações, apesar das inúmeras dificuldades e dos pedidos constantes, não costumam virar as costas a ninguém, porque sabem que se o fizerem arriscam-se a ter mais animais na rua. A senhora que me deu as minhas gatas, por exemplo, apenas me pediu que, se um dia não as quisesse mais (credo cruzes canhoto), lhe ligasse e as devolvesse. Isto é inqualificável. É de monstro. Agora vem aí o Verão... e as pobres pessoas que têm dinheiro para ir de

Conselho (e é grátis, aproveitem)

Quando acordarem de mau humor, não chateiem as outras pessoas. Isto aplica-se na vida real mas também na blogosfera. Se não têm nada de jeito para dizer, mais vale ficarem calados. Ser desagradável não deveria ser opção. Levem, levem o conselho. É de borla.

Finalmente, senhores, finalmente!

Subsídio de desemprego para empresários proposto em junho "O ministro da Solidariedade e da Segurança Social disse esta segunda-feira, em Santarém, que espera discutir com os parceiros sociais, ainda em junho, o sistema de proteção social para pequenos e médios empresários e comerciantes". JN Finalmente uma boa medida para incentivar as pessoas a criarem o seu próprio negócio. É inconcebível não haver protecção social para os trabalhadores por conta própria. O namorado, por exemplo, teve uma empresa durante 4 anos, todos os meses abichava mais de 150 euros para o Estado (um roubo), e quando teve de fechar as portas não viu nem um cêntimo, nem uns trocos de subsídio de desemprego.

País pequenino?

"O Banco Alimentar Contra a Fome recolheu, este fim de semana, 2644 toneladas de alimentos em todo o país, numa ação que angariou mais 13,7% de alimentos do que em 2011 . Com 37 mil voluntários espalhados em 1655 superfícies comerciais de todo o país, o Banco Alimentar Contra a Fome faz um balanço positivo da campanha de angariação de alimentos que irão agora ser distribuídos por 2116 instituições de solidariedade ajudando cerca de 337 mil pessoas com carências alimentares comprovadas". JN Quem diz? Eu fiz a minha parte... e fico contente por ver que muitos mais optaram por ajudar. Um dia ajudamos, outro dia somos ajudados.

Odiozinho de estimação

Homens babosos, que olham descaradamente para os atributos femininos. Geralmente esta categoria de homens não é muito selectiva, olhando até para meninas de 15/16 anos. Se tivermos mesmo sorte, ainda fazem algum ruído alegadamente sedutor com a boca... ou lançam uma daquelas frases parvas do costume. Não confundir com homens normais, que sabem apreciar a beleza feminina. Isto é tudo um outro nível - inferior - de homem.

Ídolos

Começamos com um rapaz a assassinar a música "Haven't met you yet" do Michael Bublé. No, no, no. O João, por sua vez, é o meu favorito. "Frágil", do Jorge Palma. Amei. A Catarina tem garra, é excelente. E a versão do "Fix You", dos Coldplay, pelo Diogo, falou-me ao coração... maravilhoso. Arrancou tremido mas ganhou força. Retiro o que disse. A alentejana Margarida sabe o que faz... quero é ver se sabe sair do estilo rock and roll. O André, na sua interpretação do "Don't look back in anger", dos Oasis, esteve razoável. Continuo a implicar com a menina monarca. Demasiado pretensiosa.

Amor é...

Morrer de saudades porque vamos estar 36 horas separados. Ele partiu hoje de manhã, volta amanhã à noite. A casa fica vazia sem ele, sem o sorriso, sem o riso, sem o olhar apaixonado, sem o cheiro. Sem aquelas coisas que ele faz e que me enervam, como deixar o rolo do wc vazio ou a caixa do fiambre, também vazia, para eu lavar. Valham-me as gatas como companhia. Ah, também tenho saudades de o ouvir dizer, para a Evita (não para mim), "que linda, que fofa".

O Inferno cá de casa, todas as noites

A Evita ferra-me os pés, se ouso mexer-me de noite. Quando acorda e quer comer, vem para a nossa beira miar e dar turras. Depois andam as duas na brincadeira, a correr por cima da cama, a atirar telemóveis ao chão (o do namorado, para ser mais exacta). Claro está que depois de longos e intermináveis minutos com este espectáculo, foram fechadas na cozinha. E não queria eu ter dores de cabeça... pois...

Alexandra Lencastre

Nunca vi o programa "A tua cara não me é estranha", na TVI. Dá os Ídolos, na Sic, à mesma hora - e eu prefiro. Pelas revistas vou tendo conhecimento das figuras tristes que a Alexandra Lencastre (actriz que respeito) tem feito... que incluem piropos ao José Carlos Pereira e receber lambidelas do Goucha. Agora descobri esta pérola. Senti muita vergonha alheia. Até ela, no final, ficou com um ar de quem percebeu que tinha acabado de fazer uma cena ridícula e absolutamente desnecessária.

Sábado à noite

Visto que esta semana foi demasiado agitada para podermos desfrutar, hoje à noite vamos jantar fora, só os dois. Conversar, rir, dar as mãos, alimentar o bom desta relação. Aproveitem, que eu prometo aproveitar tudo tudo tudo. Para não ser tudo magnífico, o namorado parte depois para dois dias em terras invictas... e eu por cá fico. :)

Sim, o amor muda-nos...

Eu, por exemplo, aprendi a gostar desta música. O namorado faz-me ouvi-la até à exaustão... e eu aprendi a gostar desta sonoridade - desta, em particular, embora o metal pesado ainda não me tenha conquistado. Portanto, hoje substituímos as baladas pela música pesada. ;)

Pessoas admiráveis

Ontem tive a oportunidade de assistir à tal conferência, onde também participou o Manuel Serrão. O homem é uma força da natureza, com garra, empreendedor, lutador, sem paninhos quentes. Já simpatizava com ele, mas ontem fiquei fã.

Um pulo ao Porto!

Estou no Porto por umas horas. A mana foi convidada para ser oradora numa conferência que vai acontecer numa faculdade da Universidade do Porto, onde deverá apresentar a sua empresa como uma caso de sucesso (é chique, bem ... ), portanto toda a família vai assistir. E já agora, tentem adivinhar o que vai ser o jantar... ;)

Mistérios da fé

O que levará alguém a fingir que não reconhece uma colega com quem estudou 4 anos? Esta sexta-feira cruzei-me com uma colega da escola primária, com quem estudei 4 anos. Quando passei por ela, naturalmente disse-lhe Olá e sorri. Apesar de ter passado a um metro dela, pelos vistos não me "reconheceu" e não devolveu o cumprimento. Acho estranho não se lembrar de mim, afinal éramos vinte e poucos alunos... Depois do almoço voltei a passar por ela. Ainda a uns bons metros, pensei para os meus botões, "não vou ser parva, agora também te vou ignorar", mas quando voltamos a passar a um metro uma da outra o meu bom senso imperou, voltei a sorrir e a dizer Olá. E não é que fiquei de novo a falar para o boneco? Imbecil. Até nos dávamos bastante bem, na escolinha.

Frase da noite:

Namorado exclama, depois de horas de trabalho árduo: "Se eu um dia tivesse de trabalhar na montagem de móveis do IKEA, juro que preferia andar a assaltar bancos". Depois de oito horas intensivas de trabalho, habemus roupeiro. Acabaram quase às duas da matina e eu, ansiosa como sou, ainda estive a arrumar tudo no sítio antes de dormir.

Ser mulher é...

Ficar a olhar enquanto os homens montam o roupeiro. Ah... e consultam-me antes de tomar decisões tão importantes como a altura das prateleiras e dos varões da roupa. PS: Meninas, escusam de dizer que vocês montam móveis. Eu também tentei montar... e o sacana partiu. Agora fico só a supervisionar.

Estranho...

Hoje, pela primeira vez em anos (anos!), calcei umas sapatilhas para vir trabalhar. Só tenho dois pares de sapatilhas: as de desporto e estas. Estas já devem ter 4 ou 5 anos, mas estão boas, de tanto uso que tiveram (diminuto). E não é que é todo um mundo novo vir de sapatilhas? Confortáveis, mesmo. OK que têm florzinhas, mas não deixam de ser sapatilhas (ténis, para os mouros). Não sou mulher de sapatilhas, nem mesmo das famosas All Star. Mas agora que experimentei, acho que vou ter de me render.

Bruxelas

E não é que devo mesmo ir? Toda a gente me incentiva... mãe, irmãos, tios, avó, namorado... só me falta mesmo dizer que Sim, por mim. Quero ir, acho que vai ser uma experiência única, mas tenho cá uma miúfa de ir para um sítio que não conheço, sozinha...

Roupeira partido - solução à vista!

Já falei com a IKEA e expliquei o drama do roupeiro. Eu ri-me ao contar a história, a menina riu-se comigo, foi super simpática. Disse que a coisa cedeu porque não colocamos as "costas" na estrutura, antes de a levantar. Mas basicamente aconselhou-me a fazer-me de lorpa e a chegar lá, ao atendimento ao cliente, e dizer que isso das costas não está bem explícito nas instruções. E eles resolvem... que é como quem diz, trocam.

Color block?

I'm in! Cores é comigo. Depois a minha colega diz que a minha aposta cores fortes mostra que sou uma pessoa alegre. Concordo.

Parabéns Mãe

Dona Mãe faz hoje anos. Sempre tivemos uma relação muito próxima, de melhores amigas. É o tipo de mãe a quem se pode contar tudo, com quem se pode falar de tudo. É o tipo de mãe que faz todos os sacrifícios do mundo por nós. Não teve uma vida fácil. Foi pai e mãe. Criou-nos sozinha. Mesmo assim, fez um excelente trabalho (modéstia à parte) e sempre foi a melhor mãe do mundo.

E duas horas depois...

Habemus roupeiro... partido. Estávamos com a parte principal toda pronta, mas no momento de levantar o dito cujo, a estrutura cedeu e a coisa partiu-se toda. Que desgosto. Que desperdício de dinheiro. Não sei o que diga, não sei o que faça.

Short post #16

Eu sou das que come a fatia do meio das torradas no fim. Eu sou das que come o ovo estrelado sempre no fim. Eu sou das que come primeiro a base do bolo de arroz e deixa o topo para o fim. Eu sou das que gosta de deixar o melhor para o fim, para ser saboreado com mais calma.

Diferenças

Eu, a "cesta rota", a pessoa com a postura mais "livro aberto" no que toca à sua vida, tinha logo de me apaixonar por um homem reservado que acha que não tem interesse falar sobre o passado. Interesse pode não ter, mas eu tenho gosto nisso. Se me perguntarem algo sobre o passado do namorado, vou ter de responder um "não sei". Como foi a infância dele? Não sei. A adolescência? Não sei. A faculdade? Também não sei. As anteriores relações? Não sei, de todo. Por vezes isso incomoda-me.

Sobre esta nova polémica das mães que dão de mamar "enquanto o filho quiser"

Imagem de Marcos Borga, para a Visão Não me choca, nada contra, mas não deixo de achar que pode ter efeitos pouco benéficos. Não sou muito conhecedora do assunto, mas sei que tudo tem fases. É natural que as crianças mamem, mas acho que a partir de certa altura é preciso cortar com esse hábito, para que as crianças ganhem outras capacidades - começam pelo biberão, depois passam a beber mesmo do copo. Acho que tudo tem fases e as fases devem ser respeitadas. Se vem alguma tragédia ao mundo do facto de uma mãe querer dar de mamar a um filho de 3 ou 4 anos? Não. Não me incomoda minimamente. Até respeito. Mas não deixo de achar que as crianças deveriam estar, por essa idade, a desenvolver outro tipo de competências. Resumidamente, acho que as coisas têm fases, e as crianças devem ser estimuladas a ser independentes. Para ler mais, na Visão: "Mamar ou desmamar, eis a questão" .

Mau Maria

No último mês, pelo menos duas vezes por semana, sonho que o namorado me troca por outra. Ainda por cima troca-me assim à descarada, na minha frente. Olha para a outra, apaixona-se, vira-se para mim e diz "sabes como é... aconteceu". Gente especialista em sonhos, pronunciem-se. Gente não especialista em sonhos, uma pessoa tenta ignorar, mas depois de um, dois, três, quatro sonhos iguais... arre! Acordo de noite com vontade de lhe dar uma galheta.

Dos Ídolos

João Seilá. Super musical, boa voz, adoro-o. Diogo Piçarra, gosto imenso da vo z. Dos 14 finalistas dos Ídolos, só dois me parecem mesmo bons: Diogo Piçarra e João Seilá. O resto, honestamente, não sei como foi lá parar. Adivinha-se a pior edição de sempre. http://sic.sapo.pt/Programas/idolos2012/finalistas/

Tentações

Pronto, já é hora do namorado começar a dizer "queres uma coisinha doce?" Não. "Queres uma bolacha?" Não. "Queres um bocadinho de gelado, que eu vou buscar para ti?" (para mim? ahahah) Não. "Queres, queres, que eu sei". Arre. Não há cu que aguente. Literalmente.

(da falta de) Amor

Hoje li um segredo no Shiuuuu que me deixou arrepiada. Uma menina passa os dias só com uma maçã no estômago para não perder o namorado. Alegadamente um namorado muito giro, que as outras meninas cobiçam. Isto não é amor, minha gente. Isso é doença. Quem não se sabe amar, jamais pode amar os outros.

Olha que raio...

É de mim, ou vão com o mesmo vestido? Sendo que uma está grávida, por isso naturalmente a coisa está maior.

Globos de Ouro - parte III

Anabela Teixeira, és tão bonita... para o que te havia de dar. Não gosto do vestido e muito menos do cabelo. A Andreia é linda, amei... aquela manga comprida ficou giríssima. A Bastet confundiu-se... achou que era um convite para o cabaret. Carolina, desta vez portaste-te bem. Aprovado esse decote. Este casal Figueiras é uma comédia do caraças. Embirro com a Cláudia, mas achei que esteve bastante bem - e discreta, para variar. Diana Chaves simples mas muito elegante. O cinto fino fez a diferença. Não é para quem quer, é para quem pode. Arrasadora Flor... e a fofa da nossa Amberhella. :D Helena Laureano, tão gira, comprou este modelo horroroso num ataque de loucura. Não sei quem é a senhora, mas fez-me rir. A Iva e o seu Ângelo. Ele, como sempre, está bom. ahahah Ela abusou no decote, mas não deixa de ser uma mulher charmosa. Jô Caneças. A senhora tenta, tenta muita, volta a tentar... mas está sempre pirosa. Joana Sousa Cardoso bem gira. Só não percebi aquele "nó" lateral. J

Globos de Ouro - parte II

Esta mulher é um arraso, linda que dói. Apesar de achar que aquela barriga de fora não é a coisa mais formal do mundo, o vestido fica-lhe a matar, é giro, e até a cor arrojada ficou bem. O cabelo, mesmo simples, estava giro. E aquelas costas? Uau! E o bronzeado? Duplo uau! Ana Rita Clara numa escolha sem-sal. Fica-lhe mais ou menos... mas não a valoriza. Bárbara Taborda a mostrar os pulmões. Nada mais há a dizer. Não gosto nada deste exagero de decotes. Ela também não parece agradada, aquele sorriso amarelo denuncia o desconforto. Cláudia Borges, Vanessa Oliveira e Rita Andrade. Ai Vanessa... não sei que coisa feia era essa... e essa clutch também não está com nada. As outras safam-se. Fernanda Marinho, impecável, mais o bonzão do José Fidalgo. Francisca Pinto Ribeiro e um vestido muito feio. Um casal que me enerva, que posso eu fazer? Jessica Athayde e o seu Manzarra. Linda. Amei o vestido, fica-lhe mesmo elegante. Ela está incrivelmente mais gira com o cabelo escuro. Não admira que

Os vestidos dos Globos de Ouro - parte 1

Bárbara Guimarães. Não gosto da cor, mas é giro. Graças a Deus, um vestido giro. Os palhaços do costume. Iva Lamarão de prateado. Hum... não é o meu estilo, mas fica-lhe bem. Raquel Strada a atirar para o demasiado velho, embora elegante. O vestido preto cai sempre bem. A Sara Sampaio é gira todos os dias e o vestido é PERFEITO, com todas as letras. A Diana Pereira também ia bem, apesar de não ver totalmente a coisa. A Dânia Neto, assim sentadinha, parecia ir bem bonita. Lili Caneças agradou-me. Adequado à idade dela, gostei. Luísa Sobral AKA a coisa-mais-sem-graça-e-sem-sal. Marisa Cruz parecia uma noiva, mas gosto bastante das rendas. A outra menina não sei quem é e não tinha piada alguma. A Rita Ferro Rodrigues ia bem, original mas com um corte bonito. A Joana Seixas ia discreta mas bonita. Imagens da Caras. Impressionante que não encontrei mais fotografias... não me digam que pouparam nos fotógrafos?