Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2018

Do Casamento

Habemus data para o baptizado do pequeno e casamento dos pais. Quinta reservada. Fotógrafo de casamentos escolhido. Tudo a ser programado com a descontracção de quem quer apenas um dia muito feliz junto da família e dos amigos!

Insta Baby

Como efectivamente o meu Instagram só 'bota' bebé, mais vale assumir e fazer um Insta Baby... Com umas panquecas pelo meio! Aquele sorriso de quem não tem trabalho nem contas para pagar. Lanches ao final da tarde, com a sua mãe. A mãe fez o melhor que soube. Juro. No evento Lego cá da cidade. Panquecas caseiras... que ele também adora. Andamos a coleccionar o Gang dos Frescos, do Lidl. Quem mais? Cabelos ao vento, neste Domingo de sol com frio. Pequeno esquimó está doente. Dois meses de creche, terceira vez doente. Está certo. Boa semana!

Somos mesmo bons a votar pelos outros...

Juro que não tenho grande paciência. Os EUA vão a eleições, Portugal indigna-se com a popularidade e a eleição do Trump. O Brasil vai a eleições, os portugueses indignam-se com a popularidade e presumível eleição do Bolsonaro. Portugal vai a eleições... Cri cri cri... Abstenção acima dos 60%. Está certo. Não defendo o Bolsonaro, que acho um asco. Mas defendo o direito de um país votar em quem quer, por mais idiota que essa escolha seja. O que realmente me chateia é a incrível preocupação com os países alheios... E a abstenção gigantesca quando são eleições nossas. Se não sabem cuidar da nossa casa nem se importam com o direito que têm em fazê-lo, não se achem com autoridade para meter o bedelho na casa dos outros. Devemos todos preocupar-nos. Temos todos de estar atentos. Mas choca-me fazermos peito quando são os outros... E termos preguiça de ir votar quando são as nossas eleições.

Maravilhas da maternidade

É chegares ao trabalho e, minutos depois, perceberes que as mangas delicadas da tua camisola de malha branca estão cheias de manchas de cocó do teu filho, que resolveu evacuar duas vezes durante o pequeno-almoço. Eu juro que verifiquei se estava suja antes de sair de casa... 

Falta muito para fazer anos?

Chega rápido, dia 8 de Novembro. Já tenho duas prendas e quero poder estreá-las. (esta, em cinza) Camisolas RUGA FW18.

Incoerências

Por um lado, estou desejosa da verdadeira chegada do Outono, com o seu frio, as folhas caídas, os chás, as castanhas, as mantas, os cachecóis e os ponchos... Por outro lado, hoje são 22 de Outubro e eu vim trabalhar de blusa e sandálias. Estou cheia de frio nos pés.

Saturday night fever

(Disney irónica) Estou velha.

Mais amor, por favor!

O professor que disse que é violência obrigar as crianças a beijar os avós pode ser meio "freak", mas entendi perfeitamente o que disse. Muitas vezes se obriga uma criança ou até um bebé a beijar alguém, seja familiar, conhecido ou desconhecido. Não entendo o objectivo e não pretendo fazer o mesmo com o meu "ratoncito". Se não lhe apetecer, não vou amarrar naquelas bochechas fofas e obrigá-lo. Claro que o facto de o Professor Daniel ser uma figura muito peculiar, não ajudou. Claro que o facto de ele publicar de forma pública (redundante, bem sei) fotografias de suspensões sado-maso e fotografias dele com blusas de renda transparente, não ajudou. Claro que o facto de ser defensor de poliamor também não ajudou. Mas caramba, é lindo como num dia criticamos o bullying e no outro dia humilhamos publicamente alguém por uma opinião - que até foi bem explicada, concorde-se ou não. Mais vale irmos todos para o poliamor. Claramente precisamos de mais e mais amor.

Nós e o videoclube da Meo cá de casa

(Disney irónica) O meu homem consegue adormecer logo passados 10 minutos.

Agora sim, 8 anos!

 8 anos com ele. 8 anos juntos. Um bebé, um cão, quatro gatas. Nem quero pensar como estaremos daqui a mais oito anos! Ontem, ao jantar, ri-me e disse-lhe que já eram 8 anos. Ele soltou um palavrão e queixou-se da cruz pesada que carregava. A verdade é que mal me lembro da minha vida antes dele. Passamos a vida às turras. Uma relação de amor-ódio que tem dado imenso trabalho a manter, mas que vale a pena a cada dia que passa. Faço daqui a umas semanas 30 anos. Mais de 1/4 da minha vida ao lado desta pessoa. A minha pessoa.

Por favor...

Com a má vontade que o meu cão apresenta para ir à rua nos dias de chuva, um dia destes vou ter de lhe implorar. Ou isso ou compro uma grua para pegar naquele pequeno texugo de 26 quilos. Há dias em que só sai de casa arrastado.

Maravilhas da maternidade

Podes gastar dezenas e dezenas de euros com brinquedos (centenas, no total)... didácticos, menos didácticos, com música, com luz, com textura, baratos, caros, da marca XPTO ou da loja do chinês, com tudo e mais alguma coisa... O que a criança gosta mesmo é de molas. Dêem-lhe um cesto de molas cheio das ditas cujas e ele abre um sorriso de orelha a orelha.

Do Vestido

(era este, tal e qual, em bege) Não quero um vestido de noiva. Ou melhor, não quero o típico vestido de noiva. Queria algo estilo hippie-chic. Um vestido bonito, elegante, mas não "pesado". Queria um vestido comprido, mas de festa. Queria algo assim. Em bege. Branco. Rosa pálido. Cinza claro. Não pode ser caicai. Não pode ser de alças. Não pode ser ajustado ao corpo, que eu não gosto. Compra online, com o meu corpo e peito, não dá. Tem de ser comprado ao vivo. Se avistarem exemplares destes nas lojas, avisem.  ASOS ASOS também...

Ele perguntou...

E eu disse que Sim.  Sabem aquelas coisas que não são mesmo mesmo (mesmo!) nada como tinham sonhado? Pois é. Não foi. Apesar disso (ou talvez por causa disso), foi o mais perfeito que podia ter sido. Sou uma sortuda. Quase 8 anos do melhor homem que podia ter escolhido para mim e para o meu bebé.

Dos Animais

Diz que hoje se assinala o Dia Mundial do Animal. É, portanto, o dia ideal para eu revelar que tenho como uma das minhas missões de vida que o meu bebé goste tanto ou mais dos animais que eu e o pai. Pretendo incutir-lhe um amor imenso pela natureza e por tudo aquilo que esta representa - pureza e beleza. Os animais não têm maldade. Não têm segundas intenções. Não pedem a mão e roubam o braço. Os animais são o que são e não fazem fretes a ninguém. Os animais mimam-nos porque nos amam. Claro que também nos mimam quando querem comida, quando querem brincar, quando querem que uma pessoa abra a porta da varanda... Mas, apesar de tudo, só o fazem porque gostam de nós e porque vêem em nós seres que cuidam deles. Espero, mesmo, que o meu filho saiba acarinhar os animais. Que os saiba respeitar. Que não seja "ai não gosto de pêlo". Que não se incomode com a baba do cão ou com as turras molhadas do focinho das gatas.  Espero, mesmo, que o meu filho ame de paixão os

Viciada no Natal, me confesso!

Entramos no mês de Outubro e eu já só consigo pensar que falta muito pouco para entrar no modo "Natal". Poucas coisas me dão mais gozo do que decorar a casa. Passo horas a montar o pinheiro, a decorar todos os recantos da casa - cozinha, quartos-de-banho, sala, quartos... nada fica por decorar. Este ano, com o meu Rafael já com ano e meio, vai ser ainda mais especial. Certamente vai adorar as luzes, as cores, as bolinhas e decorações várias. No mês de Dezembro, gosto de fazer bolos ao fim-de-semana. Invento, experimento, divirto-me!  É muito especial preparar a lista de presentes, pensar no que vou dar e a quem... deixando os mais especiais para os últimos dias, por serem sempre os mais complicados de escolher. Afinal, estou a dar amor, estou a dar carinho - de "coisas", felizmente, a família não precisa.  Gosto de usar a minha pregadeira da Rena Rodolfo. De usar brincos natalícios. De vestir a minha camisola cor-de-rosa com o pinguim natalício.