quarta-feira, 1 de abril de 2015

Vaidades

Entre um trabalho e o outro, amanhã é dia de arranjar as minhas unhas e tratar do meu cabelo. Oh miséria, já não vou ao cabeleireiro há 7 meses... Amanhã não falho!

Se há coisa que nos faz um bem tremendo é conceder um mimo a nós mesmos de vez em quando. Eu mereço. E preciso.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Cuidar dos pais

"A minha mãe é a minha filha. Preciso de lhe dizer que chega de bolo de chocolate, chega de café ou de andar à pressa. Vai engordar, vai ficar eléctrica, vai começar a doer-lhe a perna esquerda.

Cuido dos seus mimos. Gosto de lhe oferecer uma carteira nova e presto muita atenção aos lenços bonitos que ela deita ao pescoço e lhe dão um ar floral, vivo, uma espécie de elemento líquido que lhe refresca a idade. Escolho apenas cores claras, vivas. Zango-me com as moças das lojas que discursam acerca do adequado para a idade. Recuso essas convenções que enlutam os mais velhos. A minha mãe, que é a minha filha, fica bem de branco, vermelho, gosto de a ver de amarelo-torrado, um azul de céu ou verde. Algumas lojas conhecem-me. Mostram-me as novidades. Encontro pessoas que sentem uma alegria bonita em me ajudar. Aniversários ou Natal, a Primavera ou só um fim-de-semana fora, servem para que me lembre de trazer um presente. Pais e filhos são perfeitos para presentes. Eu daria todos os melhores presentes à minha mãe.

Rabujo igual aos que amam. Quando amamos, temos urgência em proteger, por isso somos mais do que sinaleiros, apontando, assobiando, mais do que árbitros, fiscalizando para que tudo seja certo, seguro. E rabujamos porque as pessoas amadas erram, têm caprichos, gostam de si com desconfiança, como creio que é normal gostarmos todos de nós mesmos."



Este texto do Valter Hugo Mãe é de uma ternura imensa. Dos textos mais emocionantes que li nos últimos tempos. Os "velhos" não são velhos como os trapos. Os "velhos" foram os braços que nos embalaram, os beijos que em nós depositaram, os olhos que nos amaram, os cuidados que nos protegeram. Quem cuidou de nós quando éramos bebés, merece ser cuidado com o mesmo amor com que se cuida um bebé... quando chegar a velho.

domingo, 29 de março de 2015

Ana Malhoa



Ao contrário da maioria da malta, simpatizo com a Ana Malhoa. É uma mulher inteligente, parece ser bem formada, foi fazendo o seu percurso sem pisar os outros. Longe vão os tempos do Buereré, é certo, mas a imagem dela só a ela a prejudica. Não ofende ninguém. 

Acho que, a certa altura, resolveu cortar radicalmente com a sua imagem de infância e tornar-se numa espécie de bomba sexual. É pena que tenha optado por um visual de gosto duvidoso - mas, mais uma vez, isso só a ela prejudica, não ofende ninguém.

A sério que me custa ler comentários em tudo o que é rede social a gozar com ela. Chamam-lhe vaca, isto e aquilo. É casada há anos com o mesmo homem. Tem uma filha que já é adolescente. Acho que as pessoas perdem demasiado tempo a ofender uma mulher claramente trabalhadora e que apenas cometeu o crime de vestir uma roupinhas feias e com aspecto duvidoso. 

A sério que isso é uma coisa assim tão digna de ofensa?

Engraçado que as estrelas internacionais podem vestir as mesmas coisas horrorosas e cantar coisas bem piores e ninguém as critica... muito pelo contrário. Nicki Minaj é só um exemplo.

sábado, 28 de março de 2015

Foodporn

Prego no pão com molhangas - a promessa de um Sábado à noite em família.

Venham eles!

quarta-feira, 25 de março de 2015

S* no Hospital

Já sei que sou um bocado caguinchas, mas vivi as últimas 24 horas mais traumáticas de que me lembro. Fui ao hospital por prevenção, mostrar a minha hérnia, e meteram-me logo a dormir lá. Dormir é como quem diz... numa maca, num corredor, entre uma dezena de doentes. Dormir foi a única coisa que não fiz. 

Ecografia, TAC, curativos... Estava assustada. Quem diria que uma operação que fiz há um quarto de século pode agora estar a dar-me chatices?

No meio de tudo isto, realço a simpatia de todo o pessoal. As enfermeiras, os médicos, os assistentes... tornaram a minha estadia no hospital uma coisa menos traumatizante. 

domingo, 22 de março de 2015

Instaweek

Princesa - a rainha das turras.

Almoço de Domingo passado. 

Apple crumble, das minhas sobremesas predilectas.

Faz sol, faz frio, faz sol, faz frio...

Tal mãe, tal filho.

Baby Miguel saiu do hospital na quarta-feira, totalmente recuperado de uma pneumonia congénita. Lindão!

Detalhes em prata rosa.

Olhaaaa a tia babada!

Almoço de sexta-feira em família - até o Miguel foi ao restaurante.

Jantar de sexta-feira com colegas de profissão. Estreei-me na tasca mais famosa da cidade - e adorei!

Petiscos.

Hoje o Miguel fez duas semanas e teve direito a sessão fotográfica.

Com a fatiota giríssima escolhida pela madrinha de bom gosto - eu.

Este sorriso...

Pirata em versão cabra da montanha.


quinta-feira, 19 de março de 2015

Não sei o que foi mais engraçado...

Se ver o Baby Miguel pela primeira vez e reparar que tem a pele tão fininha, as orelhas tão macias, uns dedos tão grandes e os olhos tão vivaços...

Se a cara de pânico do nosso irmão mais velho, todo a tremer, quando lhe meteram o baby no colo e ele não sabia o que fazer com ele. 


Baby Miguel, dedos compridos como a mãe, mas a cara chapada do pai. O baby mais bonito de todos!

domingo, 15 de março de 2015

Insta last days

Princesa, a mais nova... já não é bebé... saudades de a ter pequenita...

Detalhes em prata rosa - a minha favorita.

Tardes de sol no parque.

Pecados calóricos em família.

O rei da sorna.

Porquinha mealheiro vaidosa no Dia da Mulher.

Nova cor - laranja!

Amor de papi.


Maldita cortisona

Dom Pirata é muito dado às alergias. Na terça-feira foi à "doutora", tomou o comprimido de combate às pulgas e começou a tomar cortisona em comprimidos. A ideia é que ele fique sem as vermelhidões e as imensas comichões que tem para depois se perceber a causa das mesmas. Se não voltarem quando terminar a cortisona, é sinal que era da pulga. Se voltarem, há que fazer análises para despistar alergias.

Mas meus amigos, isto de ter um cão a urinar rios de água, a todo o instante, é de dar em malucos. Acabamos de limpar uma mijadela e ele já está a ver onde vai fazer a próxima. E o problema é que ele não aguenta. Pura e simplesmente faz xixi, onde quer que seja, porque não se aguenta...

Ando cansada. S* em modo faxina com a esfregona na mão.

quinta-feira, 12 de março de 2015

Chantagem emocional


"Mamã, larga o computador e anda para a minha beira..."

Baby M

Dizem que o melhor do mundo são as crianças e estou tentada a achar que pode ser mesmo verdade. Eu cá não sei, nunca lidei com crianças... mas vou começar a fazê-lo.

Baby Miguel, filho da minha irmã gémea, nasceu no Domingo, em pleno Dia Internacional da Mulher, com 51,5 centímetros de comprimento. Um grande rapaz.

Nasceu com alguns problemas respiratórios mas já está a ficar bom. Infelizmente ainda não o pude visitar, está na neonatologia, mas já o acho o bebé mais lindo do mundo! É nosso, é sangue do nosso sangue, portanto só pode ser o mais bonito de todos. :)

domingo, 8 de março de 2015

Viana é amor


Fotografias que nos tiram e que nos fazem tão bem. Eu, muito vianense, muito orgulhosa das minhas raízes. Viana na blusa, no lenço, na malinha. "Viana é amor".

Talvez seja pretensiosismo da minha parte, mas não me lembro de terra portuguesa onde as pessoas enverguem com tanto orgulho aquilo que é seu. O nosso ouro, a filigrana portuguesa, os nossos padrões, os nossos lenços, o nosso Coração. No Verão, principalmente no Verão, tudo quanto é vianense exibe que é de cá. A nossa chieira chega a ser emocionante. Somos de Viana, com orgulho.

sábado, 7 de março de 2015

M de Miguel (update)

Hoje é o dia previsto do parto do baby sobrinho, Miguel de seu nome. A santa da minha irmã supostamente já começou a entrar em trabalho de parto na quinta-feira mas, até ver, nada se passou. O baby faz as coisas à sua maneira.

É o primeiro bebé na família, em 26 anos. Anda cá para fora que estamos todos à tua espera.

O Miguel nasceu este Domingo, 8 de Março, às 9:15. 

quinta-feira, 5 de março de 2015

Do amor...

"Uma cena com um beijo entre dois adolescentes de 13 anos num episódios da série "The Fosters" está a tornar-se, quase instantaneamente, num marco da história da televisão. Será o beijo "mais jovem" entre pessoas do mesmo sexo na televisão". In JN.


Algumas pessoas podem até achar que beijos gay na televisão são uma forma de causar polémica - e são, mas por bons motivos. Podem achar que são uma forma de o programa ser falado e comentado - e são, mas por bons motivos.

Talvez assim, com estas "chapadas românticas de realidade", o mundo entenda que o Amor é válido de qualquer forma. Desde que seja Amor, merece ser vivido e celebrado.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Solta o Scooby-Doo medroso que há em ti...

Caguinchas como eu sou, estou aqui toda cheiinha de medo. Vou ter de ir à faca, sofrer uma pequena cirurgia para remoção de uma hérnia na barriga.

Pode parecer que uma hérnia na barriga é coisa irrelevante... mas dói quando me rio, quando espirro, quando tusso, quando me sento, quando me levanto (então quando me deito... ui), quando conduzo, quando me abaixo. Dói sempre, em todos os momentos, até quando durmo.

O médico que família diz que tenho consulta no hospital daqui  menos de um mês. Ai senhores... 

domingo, 1 de março de 2015

Insta Last Days

Bolos caseiros.

O meu bolo mármore - torto mas bem bom.

O ar desolado do pedinchas...

Consultas médicas de rotina.

Dia de Carnaval com a dona Joaninha.

O sexy!

Provocador!

Vaidades da semana.

Laçarote em prata rosa.

As Cinquentas Sombras de Grey...

Sabrinas Gabor, prenda de Natal da minha outra metade, a minha gémea.

Canja da mãe, revigorante.

Decorações cá de casa.

Sábado em Barcelos.

Com a bicharada.

Jogos do Boavista com o mais-que-tudo... desta vez, jogo em Barcelos.

Lanches em família.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Para as poupanças...



O meu novo mealheiro, o porco mealheiro mais giro de todos! Muito pink, muito feminino, muito "eu"!


quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Eu, pecadora, me confesso...

Eu gostei do livro "50 Sombras de Grey". Não é uma obra prima, não tem uma escrita extraordinária, mas achei a história interessante, diferente e sim - cativante. É uma perspectiva diferente de um amor diferente. O Grey é controlador e autoritário, pois que é... mas já li por aí que o segundo livro vai esclarecer os "motivos" para a paranóia dele. 

Venham daí essas pedras, mas estou mortinha para ler o segundo livro. E agora que li o livro, acho que o Jamie Dornan está mesmo adequado para o papel... 


Eu sei que fui a única a gostar. O livro vende melhor que pãezinhos quentes mas, pelos vistos, ninguém gostou. :P

Olhos nos olhos

"Você e ele(a), um de frente para o outro. Por quatro minutos. Como seria? O canal do YouTube SoulPancake juntou seis casais para testar uma teoria científica que propõe que quatro minutos são o bastante para que duas pessoas se apaixonem."

 

Que coisa mais bonita e comovente... Olhar nos olhos é, de facto, a maior intimidade de todas.

Ajudem o gato Rico a ter a sua cadeira de rodas


Um apelo que me chegou esta manhã via Facebook e ao qual eu não consegui ficar indiferente. Grão a grão enche a galinha o papo... são "apenas" 350 euros que podem melhorar imenso a qualidade da vida do gato Rico.

"Conheçam a história do pequeno Rico.....

O Rico (ex Frankie, nome que consta no site da ABRA) foi atropelado e deixado em sofrimento na rua em Braga. Felizmente alguém muito humano assistiu a esta crueldade e tentou que ele fosse assistido numa clinica. O atropelamento trouxe sérias consequências, provocou a fratura da bacia do gatinho. Numa sequência de eventos, o Rico corria o risco de ser eutanasiado por não vir a conseguir andar MAS a sua nova familia, a Susana e o Tiago, que já estavam a ponderar adoptar o Rico, decidiram adoptá-lo assim mesmo. Apesar de ele nunca mais vir a ter mobilidade nos membros posteriores nada o impede de ter uma vida feliz e cheia de qualidade, mas para estar a 100% nesta sua nova condição precisa de uma cadeira de rodas. Apesar do esforço desta familia em lhe dar a ração de gama veterinária própria (que irá ter de comer por toda a sua vida) e os restantes cuidados veterinários, não consegue proporcionar a cadeirinha que o Rico tanto precisa. O orçamento feito pelos especialistas em Portugal na execução deste tipo de equipamento é de 350€, um valor muito elevado para a familia do Rico.

Esta familia mudou a vida do Rico para sempre, e vocês não querem ajuda-los a dar o melhor dessa vida ao Rico? Por favor, ajudem nem que seja só com 1 euro.

NIB: 003501710019772750034"



Já fiz a minha transferência. O sonho do Rico fica assim um bocadinho mais perto. E que tal abdicarmos de um lanche fora e ajudarmos um bocadinho quem mais precisa?


*** OBRIGADA! O RICO JÁ TEM O VALOR NECESSÁRIO PARA TER A SUA CADEIRINHA! ***