quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Facto

Choca-me sempre ouvir pessoas a dizer milhentos palavrões. Ei, também digo palavrões, mas moderem essa linguagem, não há necessidade de dizer 3 palavrões por cada 5 palavras.

49 comentários:

  1. Eu já nem ligo a isso, trabalho no mundo da construção civil por isso tenho que os ouvir quer queira quer não, faz parte do oficio!E ainda dizem que na minha presença tentam controlar-se :)

    ResponderEliminar
  2. Eu também digo mas não dessas que digo em exagero. De vez em quando tem que ser :D

    ResponderEliminar
  3. Acho que é a pobreza geral de vocabulário. Diz-se que o léxico activo de um adulto normal é de uns vários milhares de palavras, mas o que parece quando ouvimos as conversas por aí é que é de apenas uns 54 vocábulos, 23 dos quais cabeludos. :)

    ResponderEliminar
  4. Eu também não gosto, e vindos de uma mulher, ainda gosto menos!

    ResponderEliminar
  5. É um facto e uma realidade bem vincada na nossa Sociedade.
    No Outro dia no Parque de Crianças, estava lá um grupo de jovens entre os 14 e 17 anos, a quantidade de palavrões que utilizaram foge a regra, em 5 palavras 4 era palavrões, tive que chamar a atenção, dado ao lugar onde estavam, com crianças entre os 2 anos a 7 anos...

    É A NOSSA sociedade
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Concordo em grau numero e género, tenho um filhote com 18 anos e quando vem de perto dos amigos, depois de um almoço ou jantar a linguagem é terrivel, temos de o chamar á atenção, está a melhor.
    A casa dos segredos é disso exemplo asneiras atrás de asneiras, e omeu filho gosta de ver...

    ResponderEliminar
  7. Detesto ouvir palavrões. Eu não os digo. A não ser quando me magoo (lol!).

    xx

    ResponderEliminar
  8. Então quando viveste no Porto andavas sempre chocada!

    ResponderEliminar
  9. Uma asneira aqui e ali às vezes atá calha bem e tem a sua graça, mas não pode nem deve ser a regra!

    ResponderEliminar
  10. Pois, também não gosto. É má educação, esse excesso.

    ResponderEliminar
  11. Uhm... quando estou de mau humor e cheia de trabalho, confesso que saem uns quantos... shame on me!
    PS: Ainda bem que gostaste da stuas férias ;)

    ResponderEliminar
  12. Tal qual fossem pontos e vírgulas...

    ResponderEliminar
  13. Andas a privar com o meu antigo patrão?
    É que ele numa frase de 5 palavras, 3 eram palavrões. Bjs

    ResponderEliminar
  14. Concordo! Há pessoas que são uma completa "confusão" nesse aspecto! Numa frase de 6 palavras, 4 são palavrões, não consigo evitar, faz-me mesmo imensa confusão!

    ResponderEliminar
  15. Anónimo, olha que nem por isso... tenho um portuense cá em casa e raramente diz palavrões. Mas oh sim, há zonas que são uma amálgama de palavras feias.

    ResponderEliminar
  16. Desde que sejam ditos com contenção não me causam problemas. Já palavrões como bengala linguística é do pior que pode haver :S

    ResponderEliminar
  17. Sou uma mulher do norte...mas confesso que um chorrilho deles me mexe com os nervos!

    ResponderEliminar
  18. Há duas situações em que é impossível (para mim) não dizê-los: entalar um dedo, tipo, na gaveta e quando estou raivosa. *

    ResponderEliminar
  19. Também acho feio e inapropriado. Mas quando me aleijo, lá sai uma asneirola :P

    ResponderEliminar
  20. Também não gosto. Tento sempre dizer ao meu namorado para se calmar um pouco porque é muito feio!

    ResponderEliminar
  21. 'Então quando viveste no Porto andavas sempre chocada'? Eu sou do Porto e é muito raro dizer palavrões! Acho sempre uma piada a essas generalizações :P

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  22. Também não gosto. Acho feio, principalmente se for uma mulher a dizê-los.

    Big Kisses

    ResponderEliminar
  23. eu só digo asneiras quando estou MESMO chateada...

    ResponderEliminar
  24. Também não gosto e se for mulher ainda menos!

    ResponderEliminar
  25. Mas há sempre quem em 3 palavras diga 5 palavrões!

    ResponderEliminar
  26. Eu sou do Porto e NÃO DIGO palavrões. Em situação nenhuma! Nem consigo. É uma questão de educação. No meu tempo dizer uma asneira era sinal de pimenta na língua pela certa!Gente que diz palavrões, sobretudo gente muito jovem, vê-se em todo o lado, basta ligar a tv. Mania que só no Norte se fala mal!Por acaso!!!

    ResponderEliminar
  27. Para descomprimir digo uma série de palavrões, admito que digo uma boa sucessão de piiiiiiii.

    ResponderEliminar
  28. Eu digo alguns, quando estou enervada ou a dizer piadas.

    ResponderEliminar
  29. Eu só uso um palavrão: merda!
    Mas uso com moderação e em locais apropriados (geralmente dentro do carro a reclamar com os outros condutores!)

    ResponderEliminar
  30. Eu sou a Anónima que perguntou se quando viveste no Porto andavas sempre chocada. Não o fiz com intenção de ofender ninguém ou generalizar. Só porque acho que no norte, em particular no Porto (mas talvez existam zonas piores), se dizem muitos palavrões. Mais do que aqui em Lisboa, por exemplo. Se toda a gente do Porto diz palavrões? Pois, não deve dizer. Assim como aqui em Lisboa deve existir gente a dizer imensos.
    Enfim, talvez tenha sido um mau comentário da minha parte!

    ResponderEliminar
  31. Anónima das 23:40, ora essa, acho que toda a gente, uma vez ou outra, faz generalizações. E os portuenses têm fama, é um facto... mas nem todos têm o proveito. :D

    ResponderEliminar
  32. de vez em quando lá sai um ou outro, mas tento conter-me. Também não suporto pessoas que dizem 3 ou 4 em cada frase, acho muito pouco correcto

    ResponderEliminar
  33. Não podia concordar mais. Mas é um vicio comum, infelizmente. Percebo que de vez em quando lá saia um ou outro agora sempre acho um exagero e brejeiro.

    ResponderEliminar
  34. Eu digo 2 em cada 6 palavras amori..... tou na brinca, digo onde posso e junto de pessoas que tenho confiança, não em qualquer lugar, ao pé de quem não conheço...
    Ordinareca mas com modos loool

    ResponderEliminar
  35. Sempre fui dos meus amigos a que dizia menos palavrões. No entanto dei-me me conta que de há um ano e meios, talvez, para cá digo cerca de biliões de palavrões para mim própria. Sem exteriorizar portanto. Quando é para exteriorizar há sempre aquelas palavras que se podem dizer mais soft, adoro o caramba e o bolas, as minhas preferidas!

    ResponderEliminar
  36. Eu também raramente digo palavrões. Não costumo utilizar na linguagem corrente. Raramente , mas muito raramente, me sai algum! Quando os uso, geralmente é na brincadeira e para rir um pouco, junto de pessoas amigas , para descomprimir e dar uma boa gargalhada. Agora usar palavrões a torto e a direito, jamais!

    ResponderEliminar
  37. Acho que dizer palavrões todos dizemos, mas temos de filtra-los para que quando os tenhamos de usar não se torne numa coisa banal...

    ResponderEliminar
  38. Também detesto isso, principalmente se forem ditos palavrões para insultar as outras pessoas.

    ResponderEliminar