terça-feira, 29 de maio de 2012

A era do anonimato

A internet facilita muita coisa, e uma dessas muitas coisas é a cobardia, camuflada pela capa do anonimato.

São emails anónimos, a tentar denegrir a imagens de bons profissionais (casos que vou conhecendo ao longo dos meses).

São hate-blogs, criados para incomodar os outros.

São críticas constantes a isto ou aquilo, sem nunca dar a cara.

Oh minha gente, ganhem tomates, porra!


32 comentários:

  1. É uma questão que nunca se vai resolver. O mas curioso, é que tais atitudes são tomadas por pessoas aparentemente acima de qualquer suspeita S*

    ResponderEliminar
  2. Isso é mesmo uma visão muito simplória sobre a coisa.
    Não te esqueças que as primeiras queixas de abusos de crianças na Casa Pia foram feitas por anónimos e afinal havia fogo ali, eles temiam era represálias se o fizessem publicamente.
    As escutas do Processo Face Oculta também foram enviadas para o MP por um anónimo, as escutas do Pinto da Costa também ainda ninguém sabe quem as colocou no youtube, etc, etc. Perfeitamente compreensível.

    É muito fácil criticar publicamente quando "é a feijões" ou por simples caprichos pessoais, agora quando mete gente poderosa já não é assim. Experimenta.
    Entendo esses anónimos plenamente, até porque eu já fui alvo de um processo movido por um presidente de câmara, devido a ter escrito uma carta para um jornal criticando certas atitudes desse impostor, identificando-me. Se o fizesse de forma anónima não teria tido metade dos problemas que tive. É só um exemplo concreto...

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que no fundo, essas pessoas têm vidas muito tristes e sem forma melhor de ocupar o tempo. São gostos...

    ResponderEliminar
  4. È coisa para me irritar e muito! Não entendo o que vai na cabeça dessas pessoas às vezes, para além de covardia essas pessoas são do mais invejoso que há...

    ResponderEliminar
  5. Caro Martini, eu esse anónimos entendo e RESPEITO, porque todos sabemos que não é fácil combater contra poderosos. Mas sinceramente, este caso em questão é no meu distrito... e toda a gente sabe de onde vieram as denúncias. E olha que não são denúncias com boas intenções, como as do caso Casa Pia.

    ResponderEliminar
  6. Martini, olha, por uma questão profissional vou retirar a referência às politiquices. Prefiro não me estender sobre o assunto. :)

    ResponderEliminar
  7. Cobardia, de facto. Não dá para lhe chamar outra coisa. Cresçam e apareçam.. Literalmente! -.-

    ResponderEliminar
  8. ganhar tomates? eu acho é que devem cortá-los
    kis :=)

    ResponderEliminar
  9. Sem falar sobre os tópicos referidos pelo Martini Bianco, e referindo-me aos casos que referes: sob a capa do anonimato são todos uns heróis! Uns tristes, coitados...

    ResponderEliminar
  10. Vic, isso é o que mais me assusta... pior do que a cobardia é a falsidade.

    ResponderEliminar
  11. Tirando realmente o que o Martini escreveu, que tenho que concordar, falas de coisas mais pessoais ...
    S* as pessoas não medem a sacanisse que fazem para chegar a um objectivo, e por norma fazem-no pela calada.
    Tomates?? tomates temos nós em seguir em frente"!!
    bjokas

    ResponderEliminar
  12. Eu não compreendo é a insistência.
    deixar um ou outro comentário menos simpático num post eu até entendo, mas estar sempre a bater na mesma tecla, a dar a esmola ao mesmo pobre, numa persistência diária é coisa que me faz ficar de boaca aberta.
    Estas pessoas não têm mais que fazer? não têm vidas para viver? A infelicidade e solidão serão tão grandes que lhes sobra apenas isto?


    Quando eu digo que gostava de jantar com a dita cuja, gostava mesmo. Gostava de conhecer e tentar perceber que tipo de realidade leva uma pessoa a ser assim. Para além de falta de paciência, tenho, relativamente a ela, um dos sentimentos mais tristes que existem: pena. Simplesmente pena.

    ResponderEliminar
  13. epah..
    uma mulher ganhar tomates.. hum hum

    não me parece positivo :)
    eheheh

    boa semana*

    ResponderEliminar
  14. Já ia escrever sobre as denúncias anônimas que salvam vidas e protege quem denuncia de retaliações, quando li o que Martini escreveu. Concordo em gênero, número e grau.

    Penso que na blogosfera é simples de resolver. Tu tens moderador de comentário, pronto. Toda unanimidade é burra, há de ter pessoas a não concordar contigo, comigo e com quem quer que seja. É só não publicares o que não queres, o blog é teu, faça uso dos teus direitos. Mas acho que não precisa fazer alarde disso, é desnecessário, além do que é isto que essa turma quer que alguém se importe e lhes dê palco. Estás a dar palco. Lembre-se, há sempre a turma da pipoca que gosta de assistir e o ibope só aumenta. Pergunto então, quem ganha e quem perde de fato. Neste caso todos ganham, mas no outro não, a justiça pode ser feita.

    ResponderEliminar
  15. Carolina Tavares, eu nem me queria voltar a referir à questão dos anónimos da blogosfera... e com este texto nem me referia à minha questão. Lamento mas o meu caso não se reduz à questão de as pessoas terem direito a dar opiniões diferentes. No meu caso, tenho uma pessoa nitidamente desequilibrada que persegue a minha vida real, que publica dados da minha vida real e até profissional. Isso não entra no rótulo de "opiniões divergentes". Entra no rótulo dos psicopatas.

    ResponderEliminar
  16. Resumindo, não é assim tãooo simples de resolver quanto isso. ;)

    ResponderEliminar
  17. Cláudia, a dita cuja nem merece a perda de tempo, e acredita que este texto nem a tinha como figura principal... chocam-me os comentários anónimos nos outros blogues, com comentários maus, venenosos, só porque sim. No meu caso... tenho as costas largas, aguento bem. :)

    ResponderEliminar
  18. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk das vezes que eu fui insultado virtualmente foram todos com identidade!!! E teve uma vez que eu insultei o meu professor de faculdade também via twitter! Mô confusão!!! rsrsrs

    Meu blog foi atualizado!

    ResponderEliminar
  19. Realmente este é um drama que acho que nunca vai acabar!
    Há gente frustrada, mázinha, e que mesmo criticando, adora espiar o blog dos outros!
    Sei que não devemos dar importância, mas uma pessoa passa-se!
    :-))

    http://viradadoavesso-katie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Falta de tomates é o que mais há por aí...e vai ser sempre assim... GENTE MESQUINHA.

    ResponderEliminar
  21. S*, imagine como deve ser sem graça e vazia a vida desses anônimos...nem nome eles tem!

    ResponderEliminar
  22. É como dizem...não têm vida própria caso contrário nem tempo tinham para alimentar uma coisa dessas . Apenas se interessam pela vida dos outros. P L E A S E !

    ResponderEliminar
  23. Para mim criticar só com sentido de humor e esperando que as pessoas do lado de lá tenham poder de encaixe.
    A vida já me contemplou com algumas "pancadinhas de amor", por causa desta coisa de ser frontal. E quando somos frontais não lidamos muito bem com o veneno de gente anónima. Transparência gosta-se e precisa-se.
    Quanto ao resto assino por baixo o comentário do Martini Bianco.

    ResponderEliminar
  24. Nem mais! Todos temos direito a uma opinião, mas já que vivemos em democracia, deem a cara!

    ResponderEliminar
  25. Ganhar tomates??? É impossível, isso já nasce com as pessoas, ou se tem ou não tem. vão ser sempre cobardes anónimos e tristes.

    ResponderEliminar
  26. Ui, isso é grave mulher! Epa, nem sei bem o que dizer, estou um pouco chocada com o que li aos ler os comentários. A maldade anda em todo o lado, até na net, é certo. Haja bondade, coragem e integridade e que estas sejam sempre superiores. Bem haja!

    ResponderEliminar
  27. J. pois... palavras para quê? :)

    ResponderEliminar
  28. A internet é uma janela aberta, tudo se consegue saber. Basta saber o que se quer procurar.

    ResponderEliminar
  29. Eu também tenho um fã destes. Mas acho que ele tem medo de mim neste momento, porque usa outras pessoas para chegar a mim. É caso para me sentir importante ahah

    ResponderEliminar
  30. Nem que os plantassem artificialmente em HORTA seriam capazes de fazer CRESCER UNS!!!

    ResponderEliminar