Avançar para o conteúdo principal

Só te faz falta aquilo que já tiveste...


É sempre assim. Com tudo na vida. Não sentes falta daquilo que nunca tiveste.

O meu anel de noivado foi para apertar há duas semanas e eu passo o dia a tocar no dedo que já sente a falta da sua presença.

Comentários

  1. Minha querida S* não posso estar de acordo contigo... nada mesmo! Faz-me muita falta aquilo que nunca tive e que pelos visto não terei... pais que exercessem o seu papel de pai e mãe, nem um pilar que os pudesse substituir enquanto laço afetivo que nos constrói... e todos os dias sinto mais falta disso!
    bjs doces

    ResponderEliminar
  2. Verdade! Só quando já não temos é que damos conta da importância.

    Beijinhos
    PadaandLuda * Página * BlogLovin

    ResponderEliminar
  3. Não podia concordar mais. Se tiro a aliança do dedo, faz logo diferença.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    ResponderEliminar
  4. Acredita querida S* que se pode sentir falta do que nunca se teve. Numa dimensão completamente diferente da que descreves, mas sim, pode-se.

    ResponderEliminar
  5. Concordo e Discordo, porque sinto imensa falta de pessoas que já tive na minha vida e não tenho mas também sinto falta de ter uns milhões na conta e não ter que me preocupar com o futuro do meu filho e o meu ;)

    ResponderEliminar
  6. Percebo o que quer dizer em relação ao anel, mas acho que é possível sentir falta de algo que nunca se teve... Eu sinto falta de várias coisas que nunca experimentei, como estar apaixonada, ter um namorado ou ter um emprego pago e digno que me satisfaça minimamente. Dizem-me que ainda sou nova, que tenho tempo, mas a verdade é que daqui a uns meses estarei nos 24. Por isso, sim, percebo o anel mas é mesmo possível sentir falta de algo que nunca se teve :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é nova, acredite, isto dito por quem tem mais 10 anos. :) Aos 24 anos ainda tem uma vida pela frente e está numa idade em que num ano podem acontecer várias coisas que nos mudam a vida. :) Tenho uma amiga que nunca se tinha apaixonado até aos 30 anos, nem sequer sabia o que isso era. Um dia, olhou de uma maneira diferente para um colega de trabalho de há anos, apaixonaram-se os dois, hoje vivem juntos e pensam criar família. À minha volta vejo tantos casos destes. :) Eu sei que provavelmente isto não lhe mudará o sentimento, eu também sei como era aos 20 e poucos anos, a achar que a minha vida não estava feita para me surpreender, que era tudo muito linear, que estas coisas só acontecem aos outros...E afinal, nem lhe digo as voltas que a vida já deu desde os 20. :P Acredite que é nova e que tem de facto tempo. :) Sabe lá como estará daqui a um ano. :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.