Avançar para o conteúdo principal

T2, procura-se!

Estas últimas semanas têm sido um pouco caóticas na minha vida.

O meu senhorio resolveu vender o apartamento e há já algumas semanas que durmo muito mal porque o mercado imobiliário está um verdadeiro caos. Não existem T2 para arrendar e os que existem custam, por mês, um salário mínimo ou ainda mais. Sim, eu sei que em algumas cidades a coisa ainda está pior, mas eu vivo sozinha, sustento-me sozinha e ando muito ansiosa com esta situação. Eu e todos aqueles que têm de procurar espaço para arrendar com o mercado actual, claro. Preços exorbitantes e exigências cada vez maiores. Duas ou três rendas de caução e fiador são o prato do dia, já nem me espanta.

O meu senhorio não me deu propriamente um prazo limite para sair, mas eu sou como sou e quero resolver esta situação com toda a celeridade. Detesto não saber o que o futuro me traz e quero encontrar um espaço para mim, para o meu filho e para a minha caravana felpuda.

Por agora, comprar ainda não é opção, mas ando a procurar um lar estável para os próximos anos. 

Para amanhã tenho duas visitas agendadas e boas perspectivas. Vou acender uma velinha para que corra tudo bem.

E a quantidade de senhorios que rejeitam cães? Deus, fico chocada. Um disse-me que o cão ia arranhar as paredes e urinar na madeira. Eu continuo a achar que o problema são os porcos de duas patas, não os cães. 

Comentários

  1. quinta das areias, muita gente com animais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quinta das Areias é capaz de ser demasiado dispendioso para mim. 😁😁😁

      Eliminar
  2. Eu tenho casa própria mas essa situação acho sempre bem stressante.
    Uma das partes negativas de viver em casas do senhorio alugadas é mesmo essa.
    De repente e sem contar ter que mudar de sítio, de zona, de casa… a mim aflige-me!
    Uma amiga minha passou pelo mesmo há bem pouco tempo…
    Mas tem calma, tudo se compõe.
    Quem sabe não encontras uma solução que nem estás à espera.
    Coragem querida S* tudo a correr bem desse lado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, foi por esse motivo que comprei casa em Lisboa (em 2017). Após quase 10 anos a viver em casas arrendadas e a começar a ver os preços a subir, antecipei-me ao problema antes que fosse "tarde demais" e já não pudesse pagar.

      Eliminar
    2. Sem dúvida que cria muita ansiedade.

      Eliminar
  3. S*, tú não tens que sair do apartamento onde vives só porque o teu senhorio o vai vender, um apartamento alugado que é vendido o contrato de aluguer transita para o novo dono e mantém-se o aluguel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia. :) Bem sei, mas o meu contrato é anual e termina em dezembro, pelo que o senhorio me avisou com os 120 dias de antecedência que seria para sair... Porque ninguém garante que o novo dono não queira lá viver.

      Eliminar
    2. https://www.deco.proteste.pt/dinheiro/arrendamento/noticias/arrendar-casa-inquilinos-estao-mais-protegidos

      Eliminar
    3. Nem sempre.
      Conheço uma pessoa que teve que sair da casa onde estava.
      O senhorio foi honesto, avisou com o devido tempo mas também avisou que ia vender a casa a familiares dele.
      Familiares esses que queriam comprar a casa para viver nela.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.

Um ano a dois

Como o tempo voa, hoje celebro um ano de um relação calma, que me foi conquistando aos poucos e que, hoje em dia, me dá todas as certezas. Quando nos conhecemos, em Abril do ano passado, viramos amigos. Na verdade, tornou-se meu confidente e aturou-me durante semanas e semanas a "chorar-me" por outra pessoa. Já eu percebi que ele gostou de mim no primeiro café que tomamos, mas como é tão ou mais discreto que eu, nada feito. Ficamos assim, entre avanços e recuos, entre conversas diárias e afastamentos semanais. Ao meu lado quando fui operada e nos dias que se seguiram. Eu ainda sem rumo, à procura de algo que não sabia ainda o que era. Foi no dia 6 de setembro de 2021 que a amizade evoluiu para algo mais.  Desde o primeiro dia que não me deixou dúvidas de que queria estar ao meu lado. Acho que foi exactamente isso que (de forma um pouquinho "umbiguista") me fez apaixonar por ele. Sempre percebi que gostava de mim. Sempre me senti acarinhada, querida e desejada.  Dura

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?