segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Da Vida


Prestes a entrar nos 29 anos de vida, deu-me para fazer uma introspecção.

Não sou muito de fazer planos, mas a minha vida não foi mesmo nada do que eu tinha planeado... 

Quando acabei o meu curso, há oito anos atrás, optei por fazer um mestrado. Continuei no Porto no primeiro ano de mestrado, enquanto trabalhadora-estudante. Findo o primeiro ano, restava-me apenas o ano de tese e resolvi voltar para Viana, minha cidade natal. Na altura arranjei um emprego numa imobiliária, onde estive quinze dias em formação, até que a sorte e as coincidências da vida me bateram à porta e encontrei um trabalho na minha área. Assim, sem mais nem menos.

Agarrei a oportunidade, sempre achando que "vou ficar em Viana um ano e depois regresso ao Porto". Continuo na minha cidade, sete anos depois.Cada dia mais apaixonada pelo que faço. 

Na mesma altura em que arranjei emprego, conheci, através do Facebook, o mais-que-tudo. Ora vejam a minha sorte... Vivi quatro anos no Porto e não o conheci. No mês em que voltei para Viana, apaixonei-me pela internet por um homem do Porto. Lá vivemos a nossa relação à distância durante um ano e picos, até que juntamos os trapinhos em Janeiro de 2012. Quase seis anos depois, continuamos firmes e hirtos que nem uma barra de ferro.

Sempre quis viver numa cidade grande. Sempre quis trabalhar numa cidade grande. Pensava em emigrar. Sonhava com a ideia de viver em Lisboa, ponderava até ir para Madrid. Sonhos. Talvez por sempre ter vivido numa cidade média, tinha a ambição de experimentar uma vivência mais frenética. Sempre quis viver sozinha, ser solteira durante uns bons anos. Gostava da ideia de ser livre que nem um passarinho. Poder fazer o que me apetecesse sem passar cavaco a ninguém. Tinha planeado "arranjar um companheiro bom lá pelos trinta anos, juntar-me, casar-me, ter filhos lá pelos 35". 

Prestes a fazer 29 anos, já tenho um companheiro bom (o melhor de todos!), um bebé de cinco menos (o melhor de sempre!), um cão e quatro gatas.

Nada foi o que tinha planeado... Mas foi melhor, muito melhor do que podia ter sonhado.

20 comentários:

  1. Assim de surpresa sabe melhor. Fico feliz por ti, pelo que conseguiste.
    Ainda estes dias estive em Viana. Hei-de voltar. :)

    ResponderEliminar
  2. Porque a vida gosta sempre de surpreender ;)

    ResponderEliminar
  3. E ao tempo que eu vejo a tua vida...agora dei conta que acompanhei as tuas boas mudanças de vida, nem sempre comentando, mas sempre lendo. E tens uma familia linda, parabéns, ah e vives numa cidade linda!

    ResponderEliminar
  4. Muito bom quando assim é. Se estás feliz o que importa o que tinhas planeado? Parabéns.

    ResponderEliminar
  5. Dizem que muitas vezes acabamos por encontrar o nosso destino no caminho que escolhemos para fugir dele... :)

    ResponderEliminar
  6. Quantos mais planos fazemos, menos corre como imaginamos. Mas ainda bem que corre melhor ainda.

    ResponderEliminar
  7. Saíste-te muito bem e o mais importante é que estás feliz e já conseguiste muito!

    ResponderEliminar
  8. Eu também tenho 29 anos e sempre sonhei ser licenciada, morar sozinha (numa cidade perto do mar) e ter um gato. Até agora nada disso aconteceu... Não consegui acabar o curso, ainda vivo com os meus pais e tenho um cão. Ah e estou solteiríssima. Mas não acho que seja tarde para ainda conseguir fazer tudo isto. 😉 Nídia

    ResponderEliminar
  9. A vida tem destas coisa, e são coisas boas. Nem sempre o que planeamos é o que a vida tem para nós.
    https://maria-a-procura-de.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Caminhoa novos podem nos trazer sempre melhores surpresas :)

    ResponderEliminar
  11. A vida prega-nos partidas e nem sempre são más, são apenas diferentes do projeto. Desde que sejas feliz o resto não importa :)

    ResponderEliminar
  12. Isso é o mais importante, estares bem, feliz, plena! E que continue assim! :)

    ResponderEliminar
  13. Identifico-me com várias partes da tua história não conhecesse também eu o meu namorado na Internet ahah . Ainda bem que as coisas raramente não acontecem como tínhamos planeado, pois por vezes o que o futuro nos reserva é bem melhor :)

    ResponderEliminar
  14. S, não se diz/escreve "há oito anos atrás". É só "há oito anos".

    Não leve a mal. Gostava que fizessem o mesmo comigo.

    Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  15. A vida é assim... surpreendente! E fico muito feliz por essa tua felicidade, saber aproveitar o que a vida nos dá. Parabéns!

    ResponderEliminar
  16. A vida é uma surpresa constante, até para a pessoa que gosta de planear tudo. O minuto seguinte, a hora, o dia que está por vir, reserva-nos surpresas boas ou más consoante também as escolhas que fazemos. Está à vista que o teu caminho tem sido feito das melhores escolhas. Parabéns.

    ResponderEliminar
  17. A vida dá tantas e tantas voltas! Uma verdadeira caixinha de surpresas!

    ResponderEliminar
  18. Por aqui igual. Não tenho a vida que projectei, mas estou melhor do que esperava! A vida dá muitas voltas, o importante é continuarmos no caminho certo, nem que para isso tenhamos de traçar novos caminhos, abandonando aqueles que já não fazem sentido.

    ResponderEliminar