Avançar para o conteúdo principal

Por falar noutra coisa

O "Por falar noutra coisa", do Guilherme, é absurdamente genial, divertido, sarcástico e cheio de coragem para fazer piadas com tudo e mais alguma coisa.

Hoje lançou um post que me levou às lágrimas, com as modas deste Verão. Destaco o sushi, só para vos abrir o apetite... e porque concordo em pleno!

Sushi

"Não gosto. Sim, já experimentei mais que uma vez. Sim, já experimentei diferentes restaurantes. Sim, já me disseram que é uma questão de hábito. Não gosto e não quero experimentar mais, pode ser? Há sempre um amigo que nos tenta convencer que sushi é a melhor comida do mundo! Que nós só não gostamos porque ainda não experimentámos com os planetas alinhados e vestidos todos de ganga. Metam na cabeça que há pessoas que não gostam de peixe cru! Não devia ser assim algo tão estranho, o estranho é gostar. Antes, a norma era não se gostar, mas agora anda tudo maluquinho com o sushi. É uma falta de respeito para com os nossos antepassados que inventaram o fogo. Não percebo como é que se insiste em comer algo que não se gosta. Se não estivesse na moda, ninguém experimentava dez vezes até gostar. Experimentavam uma, ou duas, como eu, e pronto, não gostam, nunca mais lá vão. Mas, como é fixe comer sushi e dá boas fotos para o Instagram, o pessoal obriga-se a comer até gostar. Dêem lá 50€ por um sushi que eu, com isso, janto a semana toda no Zé Manel, na minha praceta, onde gostei logo à primeira."



Comentários

  1. Por acaso é verdade xD
    Eu por acaso comi 2 vezes e odiei... A terceira foi a vez certa no restaurante certo e agora sou APAIXONADA por sushi :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Haja alguém que não gosta de peixe cru como eu!!!

    ResponderEliminar
  3. Por acaso tbm gosto de o ler!! Tão doido!

    ResponderEliminar
  4. Ahah eu por acaso gosto realmente de sushi, gosto muito mesmo mas, gostei da piada e, é um pouco verdade e não só com o sushi.
    Quando qualquer coisa é moda e é fixe, tudo e todos gostam porque lá está é "in" e é tão moderno ser fixe.
    Quando não gosto, não gosto. Muito menos sigo "rebanhos" porque está tão em voga e vamos lá ser todos iguais.
    Ahah sou tão fit, ahah vou a maratonas, ahah as papas de aveia é que é...
    Realmente hoje em dia há pessoal que abusa e com esta história de facebook, instagram e outras que tais, pior ainda.

    ResponderEliminar
  5. Eu provei sushi pela primeira vez no ano passado e fiquei fã, coisa que sinceramente não estava à espera. Mas acho delicioso. Era capaz de comer todas as semanas :p

    ResponderEliminar
  6. Concordo! Há quem goste por gostar, e até mesmo anos antes desta "sushi fever", mas para quê repetir tanta vez só para que numa saída com amigos não sejamos a ovelha ranhosa? É mesmo muito parvo. Mas existem pessoas que apreciam mesmo, e repetir também não é o fim do mundo...

    Eu espero é que não vire moda o arroz de cabidela ou as papas de sarrabulho, que ai nem me atrevo à primeira! :D ahahahahahah

    ResponderEliminar
  7. Olha, eu cá gosto e muito, mas tenho perfeita noção que de facto é uma moda, e como tal paga-se como sendo uma moda!

    ResponderEliminar
  8. Eu detesto sushi, não consigo gostar, é peixe cru e caríssimo (para a minha carteira claro), mas como é moda o people vai nessa. Ora arroz com peixe por arroz com peixe, que tal uma arrozinho de tomate e pimentos bem malandrinho e uns carapauzinhos fritos???? è bem 'Tuga' e muito mais saboroso.
    Mlgomes

    ResponderEliminar
  9. Não adoro sushi, vou quando sou "arrastada", nunca por iniciativa minha, mas acho que só deve ter consumido em locais que se tenha confiança, uma vez que o seu preparo obedece a algumas regras, pois o peixe comido cru poderá ser prejudicial à nossa saúde.

    ResponderEliminar
  10. Uma postagem mais linda que a outra, e sem dizer dos textos poéticos, que enriquece e embeleza aquela quem posta.
    Confesso que a tempo, leio e releio os blog que me seguem, ja faço isto a 5 anos, e desde então, posso dizer que as poucas vezes que aqui vim sempre levei parte das suas escritas em meus pensamentos..... Estendo-te o convite de visitar meu espaço e deixar parte de ti lá..... Abraço forte e carinhoso.

    ResponderEliminar
  11. Eu gosto de sushi, apesar de não ser a maior fã: só consigo comer de vez em quando, não é coisa que me apeteça dia sim, dia não. Mas concordo: aborrecem-me estas modas. Aborrece-me que se goste de uma coisa só porque é moda: da noite para o dia toda a gente vira fã de uma determinada coisa. E em menos de nada esquecem esse gosto e dedicam-se a outra coisa, que entretanto ocupou o 1º lugar do ranking d' "as coisas a fazer se queremos parecer pessoas super na moda"....

    ResponderEliminar
  12. É concordas com tudo mas ele critica a moda ridicula do selfie stick e tu tens um

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.