Avançar para o conteúdo principal

Facto

Os preconceitos existentes em relação às revistas cor-de-rosa/de cusquices são uma coisa que me ultrapassa. O facto de alguém gostar de saber as últimas sobre os famosos não impede essa mesma pessoa de gostar de ler coisas mais intelectuais. 

Comentários

  1. Concordo!!! E quem é que não gosta de uma boa cusquice? Eu cá gosto :P

    ResponderEliminar
  2. Por normas esses dois mundos não se misturam!

    ResponderEliminar
  3. Inteiramente de acordo..e por falar em saber coisas dos outros...passaram-me pela primeira vez um desafio e eu tua seguidora em silêncio há muito e com voz há pouco passei também para ti....!!!
    Não levo a mal se não o aceitares!!!

    Bjs

    Maria

    ResponderEliminar
  4. Concordo!
    Penso o mesmo em relação a outras situações, como por exemplo, aquela a que chamam "literatura light", num sentido pejorativo, de que não vale nada. Enfim...
    Cá pra nós que ninguém nos ouve, quem manda essas "postas de pescada" e quem pensa assim, não deve ter sequer hábitos de leitura, quanto mais leitura de qualidade! :)

    ResponderEliminar
  5. Eu cá nunca liguei a nada disso, sendo que principalmente nas férias de Verão sou uma devoradora dessas revistas.

    Se aprendo alguma coisa? Não. Mas distrai-me, rio-me e só por isso valem a pena! :)

    ResponderEliminar
  6. A minha mãe diz que também é cultura geral! ahahahahah eu não costumo ler, a não ser em salas de espera de médicos!

    ResponderEliminar
  7. Concordo.
    Penso que todas as pessoas gostam de cuscar alguma coisinha, não vejo mal nisso!

    ResponderEliminar
  8. É verdade! Esse preconceito existe mesmo! E é difícil de o contradizer! Há imensa gente que pensa assim (e mal).

    Bom post! :)

    Beijinhos

    http://carpediemtome.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Verdade, eu gosto de ler... e muitas vezes gosto de ler uma boa cusquice nas famosas revistas cor de rosa.

    http://omundodepucca.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Também acho que não. Uma coisa não tem nada a ver com a outra...

    ResponderEliminar
  11. Nem mais, cada um lê o que gosta.
    Eu não aprecio, principalmente porque acho que é dinheiro mal gasto, mas se estiver à mão numa sala de espera...marcha :)

    ResponderEliminar
  12. As pessoas tem a mania de generalizar tudo. Gosto muito de um bom livro um bom artigo , mas tb gosto de ler revistas cor de rosa , não tenho de ter um rotulo por causa disso.

    gosto d teu blog mt engraçado :)

    ResponderEliminar
  13. Também nunca entendi essa associação. Beijinhos*

    http://garotaembonecada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Eu leio quase tudo o que me aparece à frente nem que seja para dar uma gargalhada... mas no entanto não gasto dinheiro nessas revistas.

    ResponderEliminar
  15. Eu leio a revista Maria todos os dias e não acho que isso me faça menos do quem quer que seja.

    ResponderEliminar
  16. Eu leio a revista Maria todos os dias e não acho que isso me faça menos do quem quer que seja.

    ResponderEliminar
  17. Eu gosto muito de ler e gosto de comprar a Caras semanalmente.Penso que isso não me faz menos culta ;)

    ResponderEliminar
  18. Concordo, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa :)

    ResponderEliminar
  19. Exacto! Alias, tenho um amigo que é informático, super entendido em matemática e física e que nas horas vagas lê Nicolas Sparks porque afirma justamente que aquilo é tão levezinho e sem conteúdo que o ajuda a relaxar.

    ResponderEliminar
  20. MESMO A SÉRIO, eu leio essas revistas ocasionalmente e ai de quem me diga que sou menos inteligente, culta e beca beca beca só por isso!

    ResponderEliminar
  21. O que a mim me ultrapassa é a hierarquização do preconceito… Ou seja, há temas em que se se é preconceituoso (ou se te interpretam como tal) é um ai jesus e cai o carmo e a trindade; há outros (como este que referes) para os quais é óbvio (e estou a ser sarcástica) que tem de se ser preconceituoso. E os mesmo que apedrejam quem critica uma forma de vestir diferente, por exemplo, são os mesmos que apregoam que ver novelas, por exemplo, é de provinciano (que é uma palavra que, por si só, é um hino ao preconceito). Isto sim me inquieta…

    ResponderEliminar
  22. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Eu recebo cá em casa, às quartas-feiras, a revista TV7Dias. Para além de trazer conteúdos da televisão, também tem essa fofocas nacionais. É mais uma maneira de me fazer sentir como se estivesse em casa (Portugal).

    E por falares no assunto, não é que na semana passada, estava eu a ler a revista, nas minhas calmas, quando me deparo com uma imagem onde o meu ♥ aparece? Foi lindo o momento. Uma pessoa já nem pode ler revistas sossegadamente.

    ResponderEliminar
  23. NM, lá está, são coisas caricatas. Se disseres que a Ana Malhoa é bimba, tudo fixe. Se disseres que, sei lá, a Irina Shayk é bimba (que não é, estou a inventar), é porque és uma gorda invejosa. :P

    ResponderEliminar
  24. Posto isto, eu adoro ler desde que me lembro. A minha mãe costumava dizer que eu até os rótulos dos produtos lia. Desde pequena, que ganhei o hábito de ler o Jornal de Notícias, que o meu tio compra religiosamente ao Domingo (e que, infelizmente, tem vindo a perder qualidade). Mas, durante a adolescência, fui viciada em romances Harlequin e também gosto do Nicholas Sparks. Ler é sempre bom, embora seja um facto que alguma literatura é melhor do que outra.

    ResponderEliminar
  25. Eu não gosto nem um bocadinho.... não tenho mesmo pachorra!

    ResponderEliminar
  26. Concordo absolutamente com isso! Todos nós temos/devemos/podemos ter os nossos momentos mais fúteis e cuscos :P

    ResponderEliminar
  27. Esporadicamente para descontrair, sabe bem.

    ResponderEliminar
  28. Embora não goste muito de ler as revistas concordo contigo.

    ResponderEliminar
  29. Preconceito? Só de ver os títulos até dá nojo :/ Eu não tenho paciência para "ler" aquilo. Não consigo aguentar tanta burrice junta. Acho que é semelhante à reacção que tenho quando passo por esse belo canal que é o TLC...

    ResponderEliminar
  30. Nojo, Kitty? Peço desculpa, mas não acho isso normal. Ninguém fica estúpido por ler revistas mais básicas ou ver o TLC. A estupidez vem de outro lado.

    ResponderEliminar
  31. Bom dia. Ontem tentei responder mas por alguma razão deu erro. Dá-me nojo, sim, ler certo tipo de títulos nas revistas. O que eu acho anormal é NÃO ter náuseas quando se usa uma figura pública qualquer para alimentar o voyeurismo das pessoas... Andar a ler as fofocas, para mim, é como parar para ver um acidente...

    Acredito em "diz-me o que lês e dir-te-ei quem és" e penso que, se uma pessoa consumir esse tipo de "imprensa" todos os dias, certamente não vai ficar mais inteligente. O TLC e as revistas "cor de rosa" são como a fast-food, não se pode ver aquilo todos os dias ou faz-nos de certeza mal à cabeça, com tanta estupidez e devassa da vida privada juntas.

    Atenção, não sou nenhuma "nazi cultural". Não digo que leia José Saramago ou veja documentários da BBC todos os dias, mas também não vejo o TLC todos os dias. Desculpa ser tão directa... mas é lixo cultural.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.