Avançar para o conteúdo principal

Desconfinando

O pré-escolar e 1º ciclo abre na próxima semana. Fico muito feliz, admito... Por mim, pelo meu trabalho e principalmente pelo bem estar do meu filho, dos meus sobrinhos, de todas as crianças mais pequenas. Dois meses de confinamento é duro e, a não ser que os pais tenham total disponibilidade e algum espaço, não acredito que as crianças não tenham ficado frustradas e ansiosas. O meu filho falava da escola todos os dias, estava sempre a perguntar quando é que o "bichinho" ia embora para poder ver os amigos... O sorriso enorme que fez hoje, quando lhe falei da possibilidade de voltar à escolinha na próxima semana, deixou-me comovida.

Também importa celebrar o facto de os cabeleireiros e barbeiros reabrirem igualmente já na próxima semana. Estas raízes brancas e estas unhas roídas agradecem!

Vamos lá desconfinar, mas com juízo. 💪💪💪

Comentários

  1. Por cá nós já desconfinamos há 4 semanas! Ainda bem que por ai também já vão começar, que corra tudo pelo melhor! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Vamos desconfiar a conta-gotas como seria de esperar com a Páscoa à porta mas desde que as coisas comecem a andar. O ideal é que não tenhamos que regredir. Que corra tudo bem para todos e que não esqueçamos de continuar a ter cuidados de higiene e distanciamento físico.

    ResponderEliminar
  3. Andamos todos na expectativa que isto acabe depressa. Quanto ao cabelo... eu que não gosto de cabelo comprido já só quero que chegue segunda feira.

    ResponderEliminar
  4. Embora eu seja a favor da abertura das escolas, neste momento e tendo um filho no 2 ano do 1 ciclo acho que estas duas semanas que faltam para o fim do período deviam ser de aulas on-line, uma vez que quase todo o período foi assim e a avaliação seria continua com base nessas aulas . Não acho normal se agora nestas únicas duas semanas os alunos forem confrontados com fichas de avaliação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fala assim porque não tem noção do que perdem as crianças com o ensino on-line. Este tipo de ensino é um "triste remedeio" que veio acentuar ainda mais as desigualdades. Nem todos têm acesso a uma boa rede de internet e a computadores ou tablets em boas condições. Além disso, as aprendizagens são muito reduzidas neste tipo de ensino.
      Ao serem confrontados com fichas de avaliação evidenciarão aquilo que realmente sabem. O que não é normal, é fazerem avaliações escritas em casa de onde vem tudo ou quase tudo certo porque não foi a criança que fez. É que nem se esforçam para pensar! Não podemos passar a vida a pensar por eles. Deixem-nos crescer.

      Eliminar
    2. Tenho noção da perda tenho e muito. As aulas do meu filho foram completamente orais, não havia quadro e nem explicação visual do professor. Eram verdadeiras provas orais diárias em que eles liam os textos ou perguntas e respondiam oralmente a tudo é só depois sozinhos depois da aula é que faziam a resolução escrita. Nunca nada me pareceu tão esquisito .... Isto miúdos de 7,8 anos em que supostamente a aula era de 1 hora e tinham 2 horas ...

      Eliminar
    3. E concordo com tudo o que diz apenas fico apreensiva com o tipo de avaliação que terão a duas semanas do final do periodo

      Eliminar
    4. Não fique, ainda acredito no bom senso dos professores deste país. Sei que não são todos, mas a maioria sim (embora eu seja suspeita).
      Mas a avaliar pelo que refere acima....não sei!
      Não desanime, tudo correrá bem certamente!

      Eliminar
  5. Também já marquei para ir cabeleireiro... Auto-estima acima de tudo ! :).

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.