Avançar para o conteúdo principal

Insta Last Weeks

Não tenho feito o meu Instaweek porque as últimas "weeks" têm sido caseiras, repetitivas, sem novidades. Mas é hora de recuperar as semanas perdidas e deixar algumas das minhas fotografias de Instagram favoritas.


Tenho uma certa pena de ter algumas pessoas da vida real e do trabalho no Instagram que originalmente era do blogue e que acabou por se tornar pessoal, porque às vezes me inibo de fazer algumas publicações... Mas, bom, é o que é!

No Domingo de ramos os meus maravilhosos três afilhados ofereceram-me esta fotografia dos quatro foliões. Também me ofereceram uns brincos e um lenço de prender o cabelo, mas este é o registo mais especial.

O meu bolo de cenoura delicioso, receita da Bimby. Desaparece em três tempos! Até a canalha aprova.

Prenda do Dia da Mãe. As sandálias... O cão já é uma rica prenda há quase sete anos.

O meu menino e os seus puzzles. Neste caso são puzzles sequenciais, em que ele faz o raciocínio de como nasce o ovo e se gera o pintainho... Tem também para o crescimento de árvores de fruto, transformação da lagarta em borboleta e nascimento de cachorros... Adora!

Aquele amor!

Têm sido dias muito cansativos para a bicharada cá de casa.

Pudim da mãe em Louça de Vianna.

O meu ninja do pijama pronto a ir para a cama.

A minha colecção de malas. Esta acabei de tirar. Está assim arrumadinha porque dei a volta ao armário há duas semanas.

Às vezes a malta pergunta quantas malas eu tenho. Estive agora a ver o que tenho no armário, depois de arrumar meia dúzia de Inverno... 25. Fora as minhas quatro cestas de Verão. Inclui bolsas, pochetes (duas ou três), mochilas, bolsa regional...

Há quem goste de sapatos. Quem prefira jóias. Eu sou mais de malas... E de sandálias Ipanema, vá. Praticamente todos os dias mudo de mala. Com muito gosto. Agora ando a usar o que já tenho e a fechar os olhos a tentações.

Vai daí que ainda não tenha conseguido investir numa mala mais cara. Acho que não se justifica, porque eu gosto mesmo é de trocar e de renovar o armário de malas. Ainda há uns dias, quando troquei as roupas, mandei duas que já estavam feiosas para o lixo. Se me custarem 40 euros e durarem dois ou três anos, considero um preço mais que justo. No meio de tudo isto, só uma mala (a da Guess) me custou mais do que esse valor.

Claro que aproveito sempre os períodos festivos para renovar... Páscoa (com o folar), Dia da Mãe, Natal, aniversário... Ou quando apanho uma promoção (tenho duas malas da Misako que comprei na Black Friday, a 12 euros cada... uma já usei, outra é amarelo-torrado - perfeita para o tempo mais quente - e ainda só usei uma vez). 

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.