Mudar, 'a gente' não muda a decoração da sala...

Mas fazemos cada carrinho virtual de compras...

KULLABERG Secretária IKEA
KULLABERG Cadeira giratória IKEA Uma cadeira para secretária inspirada nas antigas cadeiras de estilo industrial, complementada com funções modernas.
Secretária e cadeira Kullaberg.

EKEDALEN Mesa extensível IKEA
Mesa extensível Ekedalen.

ODGER Cadeira IKEA Muito confortável graças ao assento em forma de taça e ao encosto arredondado.
Cadeira Odgen.

BESTÅ Móvel de TV c/gavetas IKEA
Móvel de TV Besta.

BESTÅ Comb arrumação c/portas IKEA Oculte ou mostre as suas coisas, combinando arrumação fechada e aberta.
Combinação de portas e prateleiras Besta.


YPPERLIG Mesa de centro IKEA
Mesa de centro Ypperlig.

IKEA, I love you.

Comentários

  1. Só pensas em gastar dinheiro. Depois dizes que não poupas e admiras-te que haja quem consegue… Já para não falar no desperdício e lixo consequente. Agora que tanto se fala em reduzir e reaproveitar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vivo junta com o futuro marido há 7 anos e 9 meses. Nunca, mas nunca, compramos mobília para a casa - apenas uma mesa de cozinha e um sofá novo. De resto, são tudo móveis dele de quando era solteiro. Móveis com uma década, com 5 mudanças de casa em cima. Não estão bons, não estão bonitos nem com a qualidade que se quer. Que me digam que eu gasto dinheiro em roupa, é verdade... Neste caso, é só altamente descabido!

      Eliminar
    2. Este anonimo tem caixas de cartão a fazer de móveis com certeza....

      Eliminar
    3. Este anónimo estima as coisas que tem. Por isso nao tem necessidade de andar sempre a consumir

      Eliminar
    4. E, daqui a 10 anos, vais repetir a compra...
      Há móveis portugueses do mesmo estilo, de melhor qualidade e feitos por medida. Experimenta a ir dar uma voltinha a Paços de Ferreira, pede uns orçamentos...

      Eliminar
    5. Anónimo, há quem goste de comprar móveis para a vida toda, outros que preferem o IKEA para irem mudando. E que tal respeitar os outros e as suas opções de vida?

      Eliminar
    6. Anonimo, a mesa que a S* coloca custa menos de 200€. Eu ando a ver moveis em Paços de Ferreira pq p a sala/hall/escritorio quero uma mobilia melhor e as mesas de sala sao entre 1200€ a 1600€. Ou seja , mesmo q a S* trocasse de mesa a cada 10 anos, eu pela mesma logica so trocaria ao fim de 60 anos o q obviamente nao acontece, porque mesmo os moveis p a vida nao duram 60 anos em condicoes e as modas mudam portanto com certeza bem antes disso vou querer renovar a mobilia. Portanto escolher Paços vs Ikea tem mais a ver c a qualidade q se exige e quanto se quer pagar. A longo prazo o Ikea continua a ficar mais barato.

      S*, eu comprei essa mesa para ter na cozinha, usamos todos os dias, é impecavel e super resistente e estavel, o q é mt raro em mesas deste nivel de preço. Aconselho vivamente.

      Eliminar
    7. Como está bem patente no primeiro comentário, hoje em dia, a consciência ambiental deveria obrigar-nos a fazer escolhas mais conscientes...

      Eliminar
    8. Gente boa, planeio mudar de casa daqui a poucos anos. Vai daí, não farei escolhas de móveis para toda a vida se nem sei se se vão adequar à futura casa que pretendo adquirir. Já a mobília de quarto, que tem 3 anos, sim, é muito boa e para a vida.

      Eliminar
    9. Anónimo das 18h09, agradeço o feedback!

      Eliminar
    10. Sabiam que vários móveis do IKEA são feitos em Paços de Ferreira?
      E que em muitas marcas se paga precisamente a marca e não a qualidade?

      Eu tive uma cama 'de qualidade', madeira mesmo, xpto que custou mais do que provavelmente toda a mobília da minha casa actualmente e, após 1 única mudança estava a desfazer-se completamente, abanava e rangia em todos os locais? E não foi problema de quem fez as mudanças, foi mesmo a qualidade "top" que afinal era uma valente porcaria.
      Fui comprar uma Malm à pressa, só para desenrascar até comprar outra melhor e ao meu gosto. Já passou por 4 casas, quase 10 anos e está em perfeitas condições.
      Aliás agora que vamos remodelar o nosso quarto a dita vai ser a cama do quarto dos hóspedes.
      A outra XPTO, caríssima e de qualidade superior já deve ter servido como lenha...

      Facto é que perdi o preconceito bacoco contra o IKEA. Há coisas boas e péssimas mas não é por ser de local A ou B que é bom. Também há muita porcaria à venda em Paços de Ferreira e noutros locais e bem mais caras...

      Eliminar
    11. Ou seja vais comprar uma mobília agora mas já a pensar que daqui a pouco mudas de casa e compras outra?

      Eliminar
    12. Anónimo das 23:09, é óbvio que essa cama de "qualidade xpto" não tinha qualidade nenhuma e, por isso, não serve de comparativo para nada.
      A mobília que tenho na sala tem quase 40 anos, está impecável e já passou por várias casas (era dos meus pais), a cama onde dorme a minha filha era a minha cama de solteira e tem 33 anos...

      Eliminar
    13. Eu não tenho qualquer razão de queixa do IKEA. Adoro.

      Anónimo das 9h36, não penso comprar outra, mas tenho de pensar que a que vou comprar não se adequa à casa futura - que pode ser daqui a 2 anos, 4, 6, 10...

      Eliminar
    14. O ikea nao é uma questao de preconceito, é o q é.

      1)Sao produtos standard q nao da p mudar. Se eu para a sala quero uma mesa com tamanho x, quero cadeiras estofadas a condizer c o sofa e quero escolher o design do aparador ( nr de portas, gavetas, lateral especial p garrafas etc), este tipo de coisas nao consigo no ikea

      2) o ikea é mais barato pq tem materiais mais acessiveis. Se eu quero uma mesa em nogueira e lacado branco de alto brilho simplesmente nao ha no ikea. Claro q se eu quiser um folheado simples de carvalho mais vale comprar no ikea e nao ir gastar dinheiro noutro lado.

      Por isso eu comprei mesa de cozinha standard e simples no ikea e a da sala tou a ver noutro lado

      Eliminar
    15. A cama era minha de solteira, comprada pelos meus pais supostamente por ser de muita qualidade. Custou-lhes os olhos da cara e quando foram queixar-se da mesma a resposta foi que não era suposto, aquilo era feito de material xpto, muito resistente e yada yada... Que não era de qualidade eu percebi. Que foi vendida em local para ser de qualidade e com preço para ser de qualidade também foi. Foi-me oferecida pelos meus pais quando ia viver com o meu marido, precisamente por ser uma desfeita uma cama tão boa deixar de ser utilizada. A brincadeira ficou por uns 17.000€ aos meus pais ( quarto completo, sem colchão). Já a qualidade ficou pelo caminho e veio de Paços de Ferreira.

      Mas aparentemente era de qualidade. Aliás toda a mobília de casa dos meus pais é de suposta grande qualidade. Falta saber se ao ser desmontada e trocada de casa se não aconteceria exatamente o mesmo a tudo. Independentemente disso, eu prefiro arriscar perder 1000€ numa mudança do que esse tipo de valores.

      Além disso vejo como os meus pais estão fartos da mobília que têm mas agora é uma pena trocar móvel X ou sofá Y. Tudo custou imenso, é tudo de suposta qualidade superior mas ninguém lhes pagará 1/5 do valor que enterraram em mobília.


      Eliminar
    16. Anonimo das 21:47

      Algumas clarificacoes: no tempo dos seus pais usava-se mobilia maciça, ou seja todo o movel era 100% madeira daí ser muito mais caro do que os moveis hoje em dia que sao de MDF por dentro (claro q pode ser de maior ou menor densidade) e apenas por fora ha a aplicacao de madeira havendo a tal diferença entre os moveis do ikea que sao geralmente folheados, melaninas simples e os de Paços que sao geralmente lacados . Portanto hoje em dia ja nao se gasta 17.000€ num quarto, ficaria á volta de 4000/5000€ mesmo os tais de boa qualidade de Paços.

      Como tudo na vida ha lojas boas e más, qd vi sofas em Paços pediram-me mais 500€ pelo mesmo sofa em lojas diferentes, e acabei por comprar um bom sofa por 1700€ mas chegaram-me a pedir 2500€, 3000€ por sofas semelhantes e nalguns casos paga-se apenas o design. Ha que procurar e ver o que se quer e se o q pagamos faz sentido. Por ex, nós queriamos um sofa com 2 cadeiroes relax electricos, obvio que esse mecanismo tem de custar mais dinheiro comparado com um sofa “normal”. Queriamos com tecido lavavel e resistente, fizeram prova á nossa frente riscando com uma caneta e lavando e riscando com um clipe aberto. Queriamos um sofa confortavel e ergonomico, sentamo-nos em todos os sofas p experimentar, ficavamos um bocadinho a esticar-nos e tal e logo se via os q tinham suporte lombar e espumas de densidades diferentes adaptadas a cada parte do corpo. Claro q nao sei tudo e mesmo assim posso ser enganada, mas hoje em dia c tanta informacao q ha disponivel online penso q é possivel uma pessoa esforçar-se e procurar bem p nao comprar gato por lebre.

      Resumindo: é completamente diferente da situacao dos seus pais decadas atras. Quanto ao trocar de mobilia, mais uma vez, situacoes diferentes, hoje em dia eu dei 1700€ por um sofa sabendo q daqui a 10 anos posso querer trocar p renovar a sala, acho q na nossa geracao ja ninguem compra mobilia p q vida, vai-se comprando melhor ou pior consoante o dinheiro q se tem , os requisitos e a importancia q se da a isso

      Eliminar
  2. Adoro as cadeiras odgen e essa estante besta com as prateleiras, precisamente nesse cor. Mas essa a cadeira secretária não é muito confortável..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teremos de experimentar a cadeira. Nós usamos mesmo muito pouco a secretária. Hoje em dia, com os telemóveis, ligamos o computador uma vez por semana... daí que não tenha de ser uma cadeira super mega confortável... mas iremos experimentar e exigir mínimos. :D

      Eliminar
    2. Podes sempre então "puxar" uma da mesa da sala para a secretária quando usares. Essas odgen são bastante ergonómicas 😊

      Eliminar
    3. É o que acontece actualmente!

      Eliminar
  3. É por essas e por outras que existe a moderação de comentários (risos) Seja feliz e não deixe que um anónimo a ensine a viver.

    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fico pasma com estes comentários!!! Que lata!! Cada um compra o que quer,se lhe falta para outras coisas,é problema que tem que resolver. Com certeza que não é quem fez o comentário que lho vai dar! A ideia que passa é que está com dor de cotovelo, também gostava de ter coisas novas,como não pode,ataca e passa a imagem de muito responsável... Comigo,estes comentários iam logo para o lixo.

      Eliminar
    2. Nao fui eu q fiz o comentario e tb achei mt desagradavel, mas acho ridiculo a sua deducao q é dor de cotovelo. Parece q hoje em dia tudo o que se critica tem de ser por inveja, nao pode ser pq simplesmente nao se concorde..,

      Eliminar
  4. Quando venho ao blog e vejo um post novo penso "deixa cá ver qual é a estupidez de hoje". E quando digo estupidez não me estou a referir à dona do blog, mas sim a alguns comentadores. É que uma coisa é não estar de acordo com o que é publicado. Outra coisa é ser mal educado e comentar como se se fosse íntimo da blogger desde sempre. Como exemplo o anónimo das 15.06 "só pensas em gastar dinheiro...". Mas alguém lhe pediu conselho? A S*pediu-lhe dinheiro, por acaso? Não gosta não comenta. Ninguém lhe perguntou a opinião. Sinceridade é uma coisa, grosseria é outra. Se eu gosto de tudo? Não, há coisas de que gosto mais e outras menos, mas nunca iria fazer comentários desagradáveis, porque a S* está feliz e eu não lhe iria estragar a alegria. Qual o propósito de fazer um comentário desagradável? Concordo com a anónima das 22.09...

    ResponderEliminar
  5. Juro que gostava de entender o porquê de tanto azedume de alguns anónimos com tudo o que a dona do estabelecimento publica. Não se matem, amem-se caramba!

    ResponderEliminar
  6. Ementa do casamento. Sopa de legumes.Tá tudo dito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentário de gente que não tem mais nada de fazer, tudo dito. Num casamento com 10 crianças, se esperava uma sopa rococó, pode tirar o cavalinho da chuva. Não preciso de inventar pratos finórios porque terei um dia muito feliz.

      Eliminar
    2. Qual é o problema da sopa de legumes (mesmo num casamento sem crianças)? Também há uma regra para as sopas? :D Por acaso é um prato que já comi noutros casamentos. :) No meu houve creme de marisco e canja. Se tivesse de escolher só uma, então iria também para a de legumes para ter a certeza que agradaria à maior parte das pessoas. Sou só eu que acho que num dia destes a comida deve ser do agrado da maioria dos convidados? Nós tivemos dois pratos de carne à conta disso: na minha família muita gente não come carne de vaca mas na do Jack apreciam muito por isso houve dois tipos de carne à escolha.

      Tété

      Eliminar
    3. Tété, por mim falo. O meu filho ainda não provou marisco. Tenho pelo menos mais um bebé de 2 anos e os sobrinhos de 11 meses. Marisco? Nem pensar. Prefiro jogar pelo seguro. :D

      Eliminar
    4. Eu não sou criança e não gosto de sopa de marisco. O Jack não gosta de canja. :D Por termos a hipótese de escolher duas, foram estas escolhas. Se fosse apenas uma sopa, jamais escolheria sopa de marisco (porque não gosto e por causa da falta de escolha para os familiares com alergias). E só canja também não escolheria porque o noivo não gosta. Acho que iria mesmo para a sopa de legumes. Ou creme de legumes. :)
      Costuma haver sopas mais indicadas para casamentos?

      Tété

      Eliminar
    5. Tété, aveludado de aves era uma opção que ponderamos... mas, como desconheço, tive receio que o sabor fosse intenso! Mas o nome é bem mais fashion.

      Eliminar
    6. É um nome bonito. Mas também não o escolheria (a não ser que seja um nome bonito para canja) porque não gosto de sopas com carne (também não a como na canja :P), ahahah. Definitivamente a mim soa-me melhor uma boa sopinha de legumes. :D

      Tété

      Eliminar
    7. S* não fizeram prova da ementa?
      Quando casei, o restaurante apresentou uma lista enorme de pratos, nós escolhemos 2 de cada categoria (2 sopas, 2 entradas, 2 pratos de peixe, 2 de carne e 2 sobremesas), combinámos uma data, fomos lá jantar e, no fim, decidimos quais seriam os pratos (1 de cada categoria).

      Eliminar
    8. Flor, fizemos prova de 3 ou 4 pratos de peixe, 3 ou 4 de carne e meia dúzia de sobremesas e vinhos. Sopas, não. :)

      Eliminar
    9. Pois prefiro mil vezes um bom cremezinho de legumes do que sopas de marisco/faisão/outras coisas fora da norma. É que das experiências que tenho tido em casamentos (e não só) a probabilidade de não serem boas é enorme (então aquelas que levam uns pózinhos...beeerghh). Nem todos os restaurantes sabem fazer bem esse tipo de sopas. Já uma sopinha de legumes a probabilidade de fracasso é muito reduzida.
      E depois há as crianças, tal como a S* disse, que normalmente nesses dias é o que as safa.
      Preferia jogar pelo seguro na sopa e sobremesa na mesa e arrojar na entrada na mesa e num dos pratos principais.

      Eliminar
    10. No meu casamento tive sopa de peixe e creme de legumes de opcao. Lembro bem do chefe de sala aconselhar para os casais que tinham escolhido o menu mais batato ( so c 1 sopa) q deviam escolher uma sopa consensual tipo creme de legumes ou canja. Portanto no caso da S* fez bem em escolher assim.

      Eliminar
    11. No meu foi aveludado de cenoura ( que não é mais do que sopa de cenoura).

      Tenho para mim que quanto mais "chique" se quer parecer menos se é.
      Para quem come e está habituado a todo o tipo de alimentos e preparação diferente, menos esses pormenores interessam.
      É como meter os nomes da ementa em francês ou noutra língua só para se armarem. É parolo.

      Eliminar
    12. Anonimo das 21:52

      Ou é uma sopa diferente ou nao é. Se tive sopa de peixe nao lhe vou chamar canja certo? E ja agora sopa de cenoura nao é aveludado. A sopa ate pode ter a cenoura aos bocados ou mal triturada. Se for aveludado é suposto ser cremoso, por vezes ate colocam natas. Agora se chamam aveludado e fazem sopa é errado, mas se fizerem mesmo aveludado está correcto designar assim

      Eliminar
    13. Mas não há prato especial para as crianças? Poderia ter escolhido outra entrada/ ou sopa se preferisse para os adultos e um menu criança mais simples. Pelo menos foi o que fiz no meu casamento e tendo visto ser feito. Ainda este fim de semana fomos a um casamento em que para os miúdos o almoço foi creme de cenoura e panados com batata frita e salada. Comeram e foram brincar foi ótimo para todos.

      Eliminar
    14. Anónimo das 13h09, há prato especial de peixe para crianças. O resto tentamos que fosse comum a toda a gente... até porque temos crianças de 11 meses, 2 anos, 4 anos, 7 e 8 anos... as crianças não são todas iguais nem gostam todas do mesmo.

      Eliminar
    15. Anonimo das 13:09 sou da zona de Coimbra, ja fui a muitos casamentos ao longo da vida e nunca vi menu especial de criança. Ha sim a preocupacao de ter uma sopa simples ( canja, legumes) p os miudos mais pequenos comerem. Mas uma criança de 4, 7,8 anos como a S*refere ja ê suposto comer comida de adulto. Claro q podem nao gostar de uma coisa ou outra como qualquer adulto, mas num casamento c tantos pratos seria estranho nao gostarem de nada. Sinceramente aqui seria estranho dar panados com batatas fritas aos miudos, e os adultos estarem a comer leitao ou cabrito ou bacalhau, eles estao no casamento e têm tanto direito como os adultos de comer um prato mais elaborado/especial. Mas pronto é o q se faz na minha zona, ja percebi por tantos comentarios q mesmo num pais tao pequeno ha tradicoes mt diferentes nas varias zonas do país :-)

      Eliminar
  7. S*, não fizeste prova de degustação? Eu, na prova, experimentei as 3 opções que apresentaram e uma era creme de legumes também. Era bem bom, só não escolhemos porque o creme de alho francês foi ainda mais delicioso e, acho, na mesma consensual. Casamentos com comida snob e nomes pomposos são tudo menos feitos a pensar nos convidados e na receptividade dos pratos.

    Quanto à mobília, só me doeu as costas ao ver a cadeira para a secretária! Não te metas nisso que deve ser tal e qual as cadeiras das escolas em que eu andei. Daquelas que faz depois aparecer dores e nem te lembras de onde possam ter vindo. :P
    E como li em comentários acima, de facto, acho uma péssima ideia apostar em "móveis para a vida". Faz bem mudar de vez em quando (ou de vez em décadas) e o que não faz bem é sentir a estagnação de não reformular a decoração para não chorar os milhares gastos.

    Mira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mira, fiz degustação de prato de peixe, carne e sobremesa. De sopa, nops!

      :D Tenho de experimentar a maldita cadeira!

      Eliminar
    2. Mas porquê? A quinta nao deixou? Nao tinham sopa nesse dia? Ou voces acharam q nao valia a pena? É so curiosidade pq do q conheço pensava q se experimentava sempre os pratos todos.

      Eliminar
  8. Eu tenho móveis de Paços, desenhados por mim. Faz mais sentido mobilar a casa e não pensar mais nisso e aproveitar o dinheiro em viagens .. mas é a minha opinião

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao percebi... se comprar moveis do ikea tb pode mobilar e nao pensar mais nisso e gastar em viagens... sobrou-lhe é mais dinheiro do q se comprar em Paços.....

      Eliminar
    2. Anónimo das 23:57, provavelmente os móveis do IKEA não irão durar uma vida, por isso, mais cedo ou mais tarde, vai ter de pensar (e gastar outra vez) nisso...
      Há tanta coisa mutável na nossa vida (saúde, dinheiro, trabalho, relacionamentos), não percebo porque é que o recheio da casa há-de ser mais uma. Acho que se ficar despachado de uma vez, melhor.

      Eliminar
    3. Porque pode mudar de casa ao longo da vida e em vez de estar presa a peças que escolheu há 20 anos atrás, faz sentido ter outras diferentes. A família pode mudar (ter filhos) e precisar de mudar a disposição da casa, tanta coisa pode acontecer. Para além de que os móveis do IKEA não são propriamente "usar e deitar fora", tenho móveis de lá há 15 anos (estantes, secretária e cadeira que os meus pais me ofereceram quando tinha 18 anos) em casa dos meus pais e estão impecáveis. E há muita coisa que pode vender/comprar em segunda mão. Para a minha casa atual comprei a mesa de refeições, cadeiras, banco de entrada para calçar/guardar os sapatos, trocador de bebé e berço, tudo a metade do preço de loja IKEA, já montado e como novo. Quando quiser mudar, vendo novamente!

      Eliminar
    4. Para mim, exactamente por haver tanta coisa mutável na vida, não me faz sentido gastar muito dinheiro em algo tão básico como mobília. Sobretudo mobília cara, desenhada para mim, para servir na perfeição em certas zonas da casa. Só este ano tenho duas amigas que estão a sair da casa onde vivem para irem viver para outra cidade, em casas completamente diferentes daquelas onde vivem (num dos casos bem mais pequena). Há móveis que ainda fazem sentido, outros não. E por terem sido baratos, custa-lhes menos venderem-nos ou doarem-nos. Nunca se sabe as voltas que a vida dá e andar a empatar dinheiro em mobília que depois ate me pode vir a fazer falta não é para mim. Percebo que haja quem goste, mas não é para todos. No meu caso, a minha mobília do IKEA tem já vários anos e assim vai continuar. Não tenciono trocá-la tão cedo até porque não sou pessoa de andar a mudar mobília que ainda está boa só por causa da decoração.

      Eliminar
  9. Acho q se tem de avaliar o q é mutavel ou nao. Eu estou efetiva numa empresa, o marido tambem, temos casa propria construida na aldeia e a vida teria de dar uma grande volta p sairmos daqui, por isso estou bastante confiante q o q compramos agora sera p sempre. Por outro lado temos um quarto q sera um dia p um filho e tenho apenas um colchao de ar la p eventuais hospedes pq n me faz sentido investir em mobilia p um quarto se daqui a uns anos (esperemos!) tera outro proposito

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares