Avançar para o conteúdo principal

Sobre os novos programas da televisão nacional...


Ainda bem que eu não tenho tempo para ver televisão.

A criança vai dormir às 21h30, ainda temos algumas tarefas a cumprir... Já só dá tempo para ver um episódio de uma boa série antes de ir dormir. Só vantagens! Significa que não perco tempo com programas de merda e que promovem mentalidades do século passado.

Comentários

  1. Ainda assim, não resistes a dedicar-lhes um post...

    ResponderEliminar
  2. Não sei de que estás a falar, se são maus, ainda bem que também vejo pouca televisão. Os canais protigueses para mim é como se nem existissem porque há muito tempo que são maus demais. O pouco que vejo de televisão tem que ser aproveitado com qualidade.

    ResponderEliminar
  3. Nem parece escrito pela mesma pessoa que há uns tempos escrevia aqui que adorava os programas do tlc...mas ainda bem que evoluiste nesse aspecto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca vi programas em que as pessoas se dispõem como um catálogo. Nunca. Via, numa outra vida, quando tinha tempo, programas de noivas, Sister Wives e os Geordie Shores desta vida (que é patético, mas ninguém está ali a 'escolher' ninguém). Nunca vi um programa destes na TLC. Acho que passavam na Sic Radical, em Portugal... mas nunca vi nem nunca me leu a dizer que vi.

      Eliminar
    2. Os programas do tlc são do mesmo nível que estes da tv portuguesa. Fui "googlar" e esse sister wives é igualmente degradante pelos vistos. São reles.

      Eliminar
    3. S*, bora lá fazer uma viagem no tempo e reler um certo post:
      http://asminhaspequenascoisas.blogspot.com/2013/03/tlc.html

      Eliminar
    4. Exacto. E? Nenhum destes programas é sobre ESCOLHA DE PARCEIROS. Tirando isso, o post tem seis anos. Gabo a sua memória no que ao meu blogue diz respeito. Obrigada.

      Eliminar
    5. Ahahahah Gaba antes a memória do Google, ele nunca se esquece.
      És consumidora de "trash tv", ponto. O nível dos programas que estrearam ontem é igual ao daqueles de que te confessas viciada.

      Eliminar
    6. Em todos os realities, as pessoas expõem-se "em catálogo". É a principal premissa.

      Eliminar
    7. Vocês pensam exatamente da mesma forma que há 6 anos? Não evoluíram, amadureceram, etc?

      Eu ainda vi o último bug brother. Era uma forma de relaxar.
      Agora vi alguns programas do carro do amor e não morri ou perdi neurónios por causa disso. Às vezes estupidificar é bom e não ter que fazer um esforço para pensar também.

      Eliminar
  4. E é assim que está o nosso país... e nos temos tanta coisa boa em que a TV podia pegar e fazer algo interessante, somos um pais lindo, com sitios fantasticos.

    ResponderEliminar
  5. Mesmo assim, ainda continuas com tempo para analisar esses mesmos programas, a ponto de os comentares. Parece que não são só vantagens..

    ResponderEliminar
  6. Muito mau, certamente. Claro que mesmo assim ainda, e por curiosidade, tomamos uns breves minutos para ver, para criticar e até para rir como se costuma dizer com alguma vontade de chorar. O interesse é nulo, o conteúdo degradante, e ninguém nota que as audiências têm baixado para este tipo de reality shows. Era altura de tentar mudar a agulha.

    ResponderEliminar
  7. Admito que vi os programas (sic e tvi) por mera curiosidade e... mais do mesmo. Pessoal que quer aparecer e ganhar uns trocos. Mas o da TVI ganha em estupidez. A mãe a escolher a futura nora?? AHAHAHAHAH. Quando elas perguntam à futura nora se sabe cozinhar... sim e também limpam o rabito ao futuro marido, têm mesmo ar disso. Também vi o carro do amor da SIC para conhecer o novo modelo da KIA (tenho um com 10 anos) e nem foi mto mau (gostava de ver a psicóloga a comentar o programa da TVI).
    Melhor só os programas da manhã, se é que a Cristina ainda não matou tudo (não se percebe pq, já q o nível é semelhante) e, claro, os imbatíveis diretos ao fim de semana.
    Sempre dá para rir.
    Para chorar temos a CMTV, a espremer os crimes até sair sangue.
    Valha-nos os outros canais. Se bem que até aí...
    SM

    ResponderEliminar
  8. A TV portuguesa decidiu que era giro trazer para Portugal programas com quase uma decada... E degradantes. Pior, não conseguem fazer uma análise ao mercado internacional e perceber que este tipo de coisa foi o iniiní do fim da televisão em muitos países. A televisão está a tornar-se num meio obsoleto, enterrado entre publicidade e mau conteúdo.

    Por aqui não consumimos televisão nacional, excepto a RTP2 porque acho que seria mesmo um desperdício terminar com o único canal português com algum conteúdo.

    ResponderEliminar
  9. Mas se não vês, como sabes de que tratam? Pelo que ouviste dizer? Ou pelo que leste no Facebook? E és tu jornalista?

    ResponderEliminar
  10. Não vi, nem tenciono ver. A TV portuguesa, assim em geral, cansa-me...

    ResponderEliminar
  11. Há muitas hipóteses de escolha. De entre todas elas, basta escolher a que se prefere...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Um ano a dois

Como o tempo voa, hoje celebro um ano de um relação calma, que me foi conquistando aos poucos e que, hoje em dia, me dá todas as certezas. Quando nos conhecemos, em Abril do ano passado, viramos amigos. Na verdade, tornou-se meu confidente e aturou-me durante semanas e semanas a "chorar-me" por outra pessoa. Já eu percebi que ele gostou de mim no primeiro café que tomamos, mas como é tão ou mais discreto que eu, nada feito. Ficamos assim, entre avanços e recuos, entre conversas diárias e afastamentos semanais. Ao meu lado quando fui operada e nos dias que se seguiram. Eu ainda sem rumo, à procura de algo que não sabia ainda o que era. Foi no dia 6 de setembro de 2021 que a amizade evoluiu para algo mais.  Desde o primeiro dia que não me deixou dúvidas de que queria estar ao meu lado. Acho que foi exactamente isso que (de forma um pouquinho "umbiguista") me fez apaixonar por ele. Sempre percebi que gostava de mim. Sempre me senti acarinhada, querida e desejada.  Dura