Dia do Pai com pão de ló à mistura



O meu pai sempre trabalhou fora, pelo que não me lembro de celebrar o Dia do Pai. Hoje em dia, a distância mantém-se, mas as redes sociais sempre ajudam a enviar uma fotografia bonita e a assinalar o dia com algum carinho. 

Cá por casa, o meu filho teve muita sorte com o pai que lhe calhou na rifa. Eu tenho "mérito" no pai que escolhi para o meu (nosso!) filho.

É o verdadeiro Pai, com tudo o que isso deve representar. O mais dedicado. O mais paciente. O mais brincalhão. O mais apaixonado. O mais protector. O mais "professor", sempre a ler histórias, a ensinar jogos, a mostrar mundo. O melhor.

E porque o melhor merece o melhor, levou com um caneca fofa (que ele desdenhou um pouco, pois já tinha uma mais gira, da loja da minha irmã... muahah).

O que ele não sabe é que vai também ter direito a um exemplar d'O Melhor Pão de Ló do Universo

Foi uma luta para descobrir onde comprar, pois na minha cidade não existe nenhum ponto de revenda oficial. Mas encontrei, comprei e tenho a certeza que amanhã de manhã já não vai existir fatia de bolo para comprar a história - não fosse o senhor meu noivo um fã incondicional do pão de ló mais húmido...

A imagem pode conter: comida

Comentários

  1. Olha que sorte teve o papy do Rafinha.
    Gosto de pão de ló, mas se for muito húmido não consigo. :)

    ResponderEliminar
  2. Essa história do teu pai está muito mal contada.

    ResponderEliminar
  3. Oh que gesto bonito S* . Realmente, mais que qualquer prenda, é o amor, a preocupação e o carinho em encontrar algo que faça o outro feliz :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares