Odiozinho de estimação

Nenhuma descrição de foto disponível.


Não é uma mala do ursinho. É contrafacção e é crime.

65 comentários depois, todos a querer saber preços e comprar, lá tive de deixar a minha queixa. Detesto estas porcarias. Não têm dinheiro para o original, não comprem, não faltam por aí produtos bonitos e baratos... Mas não alimentem estas imitações criminosas.

Comentários

  1. Infelizmente, é uma tristeza o vender descarado e contrafeito.
    Há uns tempos comprei uma camisola da Adidas no estrangeiro em férias, ainda foi carota pois foi na loja da Adidas (original obviamente) e qual não é o meu espanto, quando passado uns meses só vejo camisolas idênticas em pessoas que sei perfeitamente que não dariam tanto por uma camisola Adidas original, mas curiosamente são pessoas que se vestem de “marcas” dos pés à cabeça, enfim.
    Adorava ver aquelas etiquetas, por acaso!!!
    E isto, ultimamente, é o descalabro, é com várias marcas, nas malas, nas camisolas, nas sapatilhas. Uma vergonha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já se perdeu toda a vergonha. O Facebook está carregado disto!

      Eliminar
    2. Sim, no Facebook então nem comento. São lojas aos pontapés com artigos de “marca”.

      Eliminar
    3. A contrafação é crime e naturalmente sou contra, mas admito que acho alguma piada a ver o pessoal que compra roupa cara para exibir os logótipos ficar super revoltado porque a plebe usa igual por 5 euros

      Eliminar
    4. Sou a anónima do primeiro comentário.
      No meu caso de compro roupa cara ou barata só à minha carteira devo satisfações.
      Neste caso, comprei a dita camisola (cara, sim) porque me apeteceu, porque a minha bolsa permitiu e porque precisava de uma camisola daquele género e não para exibir seja o que for.
      Daí a ficar revoltada com a plebe dos 5€ vai uma longa distância.
      Cada qual que use o que bem entender, até podem desfilar de pijama ou ceroulas, a minha felicidade não depende da marca X ou Y, nem das escolhas das vestimentas alheias.
      Acho é vergonhoso quem ostenta a pura contrafação.
      Não concordo com o crime em questão, lamento.
      Culpa de quem vende mas também de quem compra.

      Eliminar
    5. Não é "igual". É totalmente diferente ao nível da qualidade. E as pessoas não compram apenas para exibir os logótipos - compram porque se identificam com a marca e com a sua história, pela confiança que dá usar um produto premium, etc.

      Eliminar
    6. Muito isso. Acho bastante saloio andar a servir de "placards" publicitários gratuitos para as marcas, seja contrafação ou não.

      Mas são gostos. Também há quem ache que é um espetáculo por ter uma peça de marca xpto e depois se ande a gabar do preço que pagou 🤦‍♀️

      Eliminar
    7. "Acho bastante saloio andar a servir de "placards" publicitários gratuitos para as marcas, seja contrafação ou não." seguindo a sua lógica então ninguém usava nada. Em primeiro lugar porque todas as lojas são uma marca, seja primark seja tous, marca é em termos jurídicos símbolo/logótipo, quando registamos uma empresa ela tem que ter um nome/marca. Facto que há "marcas" mais caras e são essas que refere que as pessoas são placards publicitários gratuitos. Porquê que as marcas caras para si são isso, e uma marca barata já não é? Ou começamos todos a costurar a nossa roupa, ou então vamos ser sempre "publicitários gratuitos" seja de que marca for. Seja da zara, seja da Chanel.

      Eliminar
    8. Eu também costumo dizer que não gosto de andar a publicitar marcas sem me pagarem. E com isto quero dizer que não uso roupa com o nome ou logotipo da marca estampado de forma bem visível e não que não uso uso roupa de certas marcas (caras ou barata). Não gosto de olhar para alguém e ver “Zara” em grande letras na camisola, por exemplo. :)

      Eliminar
    9. Claro que todas as roupas têm marcas, mas nem todas as têm em letras enormes num local de destaque... É essa a diferença. Se tiver só a etiqueta não conta como 'placard publicitário', porque ninguém vê

      Eliminar
    10. Referia-me claramente às pessoas que andam com o nome das marcas estamparas na roupa. Acho saloio e de gente com a mania que tem poder de compra e quer mostrar a todos.
      Isso e as conversas sobre o que compram ou deixam de comprar e quanto pagam...

      Acho essas pessoas ridículas.

      Eliminar
    11. Também não uso roupa com a marca estampada no dia-a-dia, mas se me apetecer dar um passeio descontraída ou para desporto uso, por norma, roupa com a marca estampada.
      Porque gosto da marca e da qualidade da mesma e não porque tenho a mania do poder de compra.
      Essa agora, ridículo é o seu comentário.

      Eliminar
    12. Serviu-lhe a carapuça... Eu uso roupa de marca e de qualidade e não faltam roupas sem a marca estampada. Considerar saloio é a minha opinião... Faz-me lembrar os desesperados que por vezes nem comem só para ter coisas de marca para mostrar que tem. Se não é esse tipo de pessoa não entra naquilo a que me estou a referir.

      Conheço gente que compra roupa às prestações apenas para andar com marca A ou B. Pessoas que não têm onde cair mortas, que devem a meio mundo mas a aparência de rico não pode faltar. Odeio e associo esse estilo a essas pessoas, dai vonsiderad saloio.

      Eliminar
  2. O que é uma mala ursinho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só o facto da vendedora anunciar como "mala ursinho" é o suficiente para se perceber que é contrafacção (que é crime e pode ser denunciado, há uma página para isso é ver no Google), mas nem por isso na publicação original faltam pessoas a perguntar pelo valor. Gostava ainda de salientar que pelas imagens têm um aspecto rasca, e se querem assim tanto uma mala da tous, esperem pelos saldos da marca. Se mesmo assim não puderem pagar não sejam cúmplices do crime que é a contrafacção. Há mais malas no mercado, ajustadas a todos os bolsos, mas as pessoas preferem viver de falsas aparências, o que diz muito do carácter de 1 pessoa.

      Eliminar
  3. Infelizmente há por aí muita contrafação...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. O meu odiozinho de estimação é mesmo as pessoas que acham que andar com marcas é super importante porque supostamente dá-lhes estatuto. Sim, tenho poder de compra, não, não dou balúrdios por malas, roupas ou o que seja. Acho isso uma idiotice.
    Cheguei a ter colegas que se vestiam com marcas da cabeça aos pés, só compravam no el corte inglés etc e faziam questão de o publicitar...mas quando se riam notava-se a falta de dentes lol que lindo não é, roupinha de marca, mas desdentadas. Era preferivel gastarem dinheiro nuns implantes dentários, certo?!! Enfim...prioridades!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares