(só para rematar o tema dos restaurantes Vs animais)


Foto de Sónia Silva Sá.

A tolerância é um conceito que se aprende desde pequenino.

A imagem é apenas uma imagem que serve para contrariar tanta coisa ruim que li sobre os animais nos últimos dias. 

Bom fim-de-semana!

Comentários

  1. Não sei se não estarás a confundir um pouco as coisas. Quem não quer partilhar um restaurante com animais não é intolerante. Pelo menos, eu não acho que sou. Não me importo nada de dividir o meu espaço com animais em vários locais. Só não acho que o restaurante seja um dos locais indicados.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a confundir nada nem a comparar os temas... estava só a colocar uma imagem bonita, tendo em conta tanta coisa ruim que li escrita sobre os animais nos últimos dias.

      Simples. :)

      Eliminar
    2. A imagem é linda sem dúvida (gosto da concentração do Rafael :) ) mas acho que o título a referir a nova lei e a legenda a referir a tolerância leva a que o leitor assuma que estás a ligar os dois assuntos. :)
      Bom domingo! :)

      Eliminar
  2. Esta questão ultrapassa em muito a tolerância.
    Num país onde nem os cocós dos cães se apanham dos passeios, achas que a coisa vai correr bem dentro de restaurantes?
    Há uns anos tive de "fugir" porque um pastor alemão e um dálmata, que por acaso até estavam pela trela, tentaram pegar-se no meio da rua. O dono do pastor alemão controlou o seu cão sem problemas, mas o rapaz do dálmata viu-se à rasca. E no meio do caos, se eu não tivesse entrado numa loja, tinha sido abalroada pelo dálmata que estava mesmo agressivo. Uma cena destas dentro de um restaurante ia ser magnífica.

    Ana Barbosa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana: Não estou a confundir nada nem a comparar os temas... estava só a colocar uma imagem bonita, tendo em conta tanta coisa ruim que li escrita sobre os animais nos últimos dias.

      Simples. :)

      Eliminar
  3. Portanto, só tu é que tens razão e és tolerante. Nota-se.

    ResponderEliminar
  4. E assim é que se monta um rico acampamento...sempre sob o olhar vigilante da ama felina 😊

    ResponderEliminar
  5. ...ainda sobre levar pets à praia...não é só gato que mija na areia, cachorro também!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E os humanos (adultos, pasme-se) cagam lá também. Há pais que abrem buracos na areia para as crianças fazerem lá as necessidades para não terem trabalho de as levar ao wc. Meta uma coisa na sua cabecinha, o planeta não é dos humanos, é de todos os seres vivos que o habitam. E somos nós, humanos, que o estamos a destruir, e não é por irem cães a restaurantes. E não, eu não tenho cães, tenho dois gatos que não saem de casa, mas estão desparasitados, vacinados, esterilizados, comem comida apropriada, não pedem da nossa porque foram habituados a não receber uma migalha de comida humana porque lhes faz mal(para mim amor é olhar pela saúde deles), dormem na nossa cama e sabem que não podem subir para cima da mesa da refeição nem de balcões de cozinha.

      Eliminar
    2. Todo felino tem instinto selvagem, cara mia! Se deixares a porta aberta, eles seguem os demais gatos vadios e só aparecem depois de dois dias; nisso sobem em árvores, comem ratos, passarinhos e quando chegam pulam logo na sua cama na maior cara de pau!

      Eliminar
    3. Não percebo a sua resposta ao meu comentário. Falei do meu caso concreto. Falou em falta de higiene e eu disse que há humanos igualmente sujos nas praias.
      Mas ja que me falou em instinto selvagem, o mesmo se aplica ao Homem: se acontecer algo no planeta ou numa zona do planeta em que haja privacao de bens de primeira necessidade, como acha que se comportam os humanos? Cheios de boas maneiras e educação? Aquilo a que as pessoas chegam por um pouco de água ou de pão? Sabe como vivem as pessoas em zonas de guerra? Ou em zonas de pobreza profunda?

      Eliminar
  6. Sem dúvida ! Aqui por terras Lisboetas ainda só vi um único shopping onde realmente a entrada de animais é permitida .

    ResponderEliminar
  7. Ah sim, porque ter uma crianca brincando em casa com um tapete de atividades a ter um gato por perto se compara a ter animais em restaurantes (onde por sinal se espera um nivel de limpeza muitissimo acima da media), ou ate mesmo se compara a ser tolerante (pobre gato e pobre crianca), hahaha. O nivel de raciocinio por essas bandas nao e' mesmo dos melhores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou repetir o primeiro comentário aqui deixado: Não estou a confundir nada nem a comparar os temas... estava só a colocar uma imagem bonita, tendo em conta tanta coisa ruim que li escrita sobre os animais nos últimos dias.

      Simples. :)

      Eliminar
    2. Olhe, se espera que um restaurante seja um local com limpeza acima da média, é melhor não comer mais fora de casa.

      Eliminar
  8. A tolerância tem de ser para os dois lados? E quem tem medo dos cães???? A esses a tolerância também e ensinada desde pequena??????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou repetir o primeiro comentário aqui deixado: Não estou a confundir nada nem a comparar os temas... estava só a colocar uma imagem bonita, tendo em conta tanta coisa ruim que li escrita sobre os animais nos últimos dias.

      Simples. :)

      Agora, com estas respostas, fechei a loja para esta discussão.

      Eliminar
    2. A imagem é bonita, nisso tens razão. Não concordo com a legenda. Simples :-)

      Eliminar
    3. E quem tem medo de alturas? Há prédios tão altos por aí!

      Eliminar
    4. Se fossemos fazer ou desfazer leis por haver alguém com medo...

      Eliminar
  9. Bom, há restaurantes mais porcos, que os animais que lá vão, será que ninguém vê isso? depois os restaurantes que aceitam animais vão ser tão poucos, que nem sei para que é tanto alarido, sempre se pode ir a um rest que não aceite animais, facil não??

    ResponderEliminar
  10. Deixem as crianças em casa, os velhos nos hospitais e os pobres na rua! E levem os animais ao restaurante, que tristes😢 Não estou a confundir nada nem a comparar os temas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que as coisas são incompatíveis? Uma coisa não invalida a outrao. Nunca deixaria a minha avó num hospital, ela é a par da minha mãe, a pessoa mais importante da minha vida. Já não esta com a melhor saúde para viver sozinha, por isso vive connosco. E curiosamente foi ela que me passou o profundo amor e respeito pelos bichanos. Eu ajudo associacoes de animais, faço voluntariado com idosos e isso de deixar as crianças em casa nao estou a perceber. Aliás, outra pergunta: eu adoptei dois gatos. Era suposto ir buscar idosos que não conheco ao hospital para ficar com eles?
      Garanto-lhe que quem tem coragem de deixa idosos no hospital, serão os primeiros a descartar um animal quando este ficar doente e der despesa,ou quando afinal descobrem que um animal não é um bibelot.

      Eliminar
    2. Cá eu não tenho filhos (nem pretendo ter), nunca abandonei ninguém num hospital (?) e o meu gato é o amor da minha vida. Tristes, para mim, são os que limitam a capacidade de amar outrem aos indivíduos da mesma espécie. Que gente pequenina!

      Eliminar
    3. Mais uma fundamentalista!! Respeite quem não gosta da maneira que o anónimo gosta!! RESPEITE FAZ FAVOR!! EU NUNCA MALTRATEI ANIMAIS E VEJO GENTE QUE SE DIZ DEFENSORA A FAZER COISAS TERRÍVEIS!!

      Eliminar
  11. Claro que a imagem não tem nada de mal no entanto a S é que escolheu colocar este titulo e legenda...
    Já agora, a tolerância não devia ser apenas para um lado....e nestes anos a S tem demonstrado pouca tolerância para quem tem uma opinião diferente da sua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, é só impressão nossa.

      Eliminar
    2. Concordo a 300% e acho que é a postura da grande maioria dos que defendem a humanização dos animais.

      O qqueganha o meu cão a ir à um restaurante, a ficar 1 hoho à seca e a ficar frustrado? O que ganha a pessoa: finge que gosta do animal e vai expo-lo como num zoo.

      Eliminar
  12. Se esta é uma fotografia aqui posta "só porque é bonita", não acrescenta nada ao tema dos restaurantes e muito menos o remata! Pratique essa tão famigerada tolerância, não só com os animais mas com as pessoas.

    ResponderEliminar
  13. S não vale a pena insistir. As pessoas que não gostam de animais nunca irão entender a mensagem...
    E sim a sua imagem é belissima...
    Gostava só de acrescentar dois pontos:
    Quem ajuda animais (como eu), também ajuda pessoas que necessitam, porque a empatia com o sofrimento de qualquer ser vivo não se esgota nos animais. Uma coisa não exclui a outra.
    Quem fala na limpeza dos restaurantes, decerto que nunca viu os bastidores da maior parte dos restaurantes...
    E três perguntas?
    Porquê tanto asco pelos animais?
    Como conseguem tratar tão mal seres vivos que sentem dor, fome e desespero de formas tão similares aos humanos?
    Como conseguem ficar tão indiferentes?
    G

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Considera um mal trato não levar o cão ao restaurante? O problema é que há gente que mistura tudo... Lá por não gostar de conviver com animais (numa esplanada não me incomoda), não significa que lhes ande a bater com um pau ou a envenenar-lhes a ração.

      Eliminar
    2. Odeio a ideia de levar animais para restaurantes e nunca entrarei num com eles.
      Tenho 2 caes que adoro, resgatados da rua e já gastei muito mais dinheiro em vets do que nos pediatras.

      O problema é que metem tudo no mesmo saco e não querem ouvir opiopini contrárias.
      A imagem é linda. Mas não foi colocada aqui por causa da intolerância? Se calhar conecavam a tratar primeiro da vossa intolerância... Nomeadamente às opiniões diferentes. É que tudo o que não concorde significa logo que maltrate animais?? A sério??

      Eliminar
    3. A questão dos animais em restaurantes é uma não questão e não percebo o alarido à volta do assunto. O meu comentário nem era aplicável a este tema.
      Efetivamente, acredito, que de acordo com a mentalidade portuguesa, será um número infimo de restaurantes a aderirem a esta opção. Deste modo, os que se sentem incomodados com a presença dos animais terão ainda muitas hipóteses de escolha e não será por isso que deixarão de poder frequentar restaurantes e afins.
      Na realidade, a solução será sempre fácil. Há uma grande oferta de locais.
      Quanto a colocar tudo no mesmo saco, continuarei a colocar no mesmo saco, todos aqueles que reagem com tanta indignação a qualquer assunto relacionado com animais...
      A distância entre o não se suportar estar na presença de animais de companhia e a indiferença ao seu sofrimento é mínima, se é que existe...
      Quanto aos maus tratos, não é só bater com um pau que se considera maus tratos, o sentido é muito mais lato.
      E para que conste, jamais me passaria levar um animal meu para um restaurante fechado. Acho que ele iria aborrecer-se de morte.

      Eliminar
    4. Mas só por não se encaram animais como pessoas já são maus? E eu até concordo com a anónima, não é so bater que são maus tratos, para mim por exemplo ter animais fechados num apartamento é mau trato e nunca os teria assim... Mesmo indo passear com eles um bocado por dia nunca é o tempo que sentem falta de estar em liberdade.
      Para mim para os ter só faz sentido qd tenho em consideração as necessidades e nao o meu umbigo. Mas claro que quem não acha que os ter em restaurantes é que já os maltrata... Enfim.

      E acho que está a confundir as coisas. Ser contra animais em determinados locais (pessoalmente sou contra estarem fechados seja onde for) nnã significa que não se goste da sua companhia (sejam os animais próprios ou alheios).

      A vida não é a preto e branco.

      Eliminar
    5. Parem de ser arrogantes e obtusos !!!

      Gostar de animais nao é sinonimo de querer animais em restaurantes.


      Eliminar
  14. Cada vez me dá mais impressão os fundamentalistas dos animais! Como se fossem donos da verdade e todos os outros não existissem. Respeito pelos outros precisa-se! Respeito por quem tem medo, não gosta, e prefere amar em primeiro lugar os humanos! Respeito pela diferença!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares