segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Humildade


Não sou de politiquices. Votei em tudo o que me foi permitido votar desde que fiz 18 anos, mas não ligo a partidos. Ligo a pessoas e a propostas.

Mas tenho de dizer que já estou farta, mas mesmo farta, desde "sacudir a água do capote" da Ministra da Administração Interna. E do Primeiro-Ministro. E de todos aqueles que foram tendo responsabilidades ao longo destes anos, mas que agora aproveitam para culpar apenas e somente o actual Governo.

Têm todos culpa.

Um líder que veja 100 pessoas a morrer por causa de incêndios florestais tem de se demitir. Tem de haver responsabilização. Falta de ordenamento florestal, falta de bombeiros, falta de meios aéreos, falta de fiscalização na limpeza de matas e terrenos. Tudo isto é responsabilidade do Governo. É o Governo quem não faz auditorias e não investiga para saber a quem interessam os incêndios. É o Governo quem não investe mais na captura e prisão dos incendiários (que são logo libertados...). É o Governo quem não fiscaliza o estado dos pinhais e matas. É o Governo quem tem 5.000 bombeiros a trabalhar numa altura do ano em que se calhar o dobro não era fartura. Sim, é culpa do Governo. Deste e dos outros anteriores. Mas quem está no poder é este. É este quem tem de assumir a culpa por não ter feito nada pela floresta nestes anos no poder.

Os mortos não mentem. 

21 comentários:

  1. Primeiro precisam eles próprios de demitir quem não cumpriu ordens abaixo deles (se as existiram, que acredito que sim). Agora é altura de lidar com os problemas, de agir o mais rapidamente possível. Não sei se uma demissão imediata traria benefícios... Mas também deve haver consequências para eles, claro.

    ResponderEliminar
  2. Ainda ontem acéfalos estavam a deitar foguetes em Vale de Câmara,perto do incêndio a culpa também é do governo?????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É do governo camarário sim, pediram autorização e foi dada.

      Eliminar
  3. Mais do mesmo, infelizmente.
    É o deixa andar e que se lixe o povinho.
    Que se demita ou que haja coragem para a demitir.

    ResponderEliminar
  4. "É o Governo quem não investe mais na captura e prisão dos incendiários (que são logo libertados...)."

    Isto além de ser mentira (a parte da captura) é altamente ignorante (a parte de serem libertados). Não é ao governo que compete julgar incendiários, nem sequer é o governo, este ou outro, que faz as leis pelas quais esses julgamentos se regem — só as executa. E ainda bem que é assim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério que acredita no que escreveu! Quanta ingenuidade!

      Eliminar
    2. Não é uma questão de acreditar - chama-se Estado de Direito e separação de poderes executivo e judicial. Simples assim.

      Eliminar
    3. Anónimo 11.22, vá não faça dos outros parvos, nem entre na facílima tendência ceguinha de dizer que tudo é corrupto, influenciado, etc etc. Isso já parece conversa de "carneirada" de facebook. Os poderes soberanos estão constitucionalmente definidos e separados. O poder judicial é um deles, e pertence aos TRIBUNAIS. E acredite que a haver alguma influência de outros poderes nas decisões judiciais, é uma excepção. Aquilo que o Anónimo das 20:52h disse e que você tentou diminuir/ridicularizar de forma...ridícula, está 100% correcto. Legal e constitucionalmente correcto. Ingénuo é o anónimo que papa tudo o que lê nos comentários acéfalos das redes sociais e vem fazer dos outros tontos.

      Eliminar
  5. Eu nem tenho palavras para o que está a acontecer. Passaram quatro meses desde a tragédia de Pedrógão e estamos novamente a braços com gente a morrer em casa, nas suas propriedades, nas estradas devido aos incêndios. Não consigo perceber esta loucura que está a acontecer.

    Como tu dizes, «Os mortos não mentem.». Mas também não se ouvem e acho que é isso que lhes vai voltar a acontecer. Infelizmente.

    ResponderEliminar
  6. Todos os anos é uma vergonha, mas este ano a vergonha atingiu uma dimensão demasiado grande para que a possam continuar a ignorar, para que nada mude. Acompanhei tudo à distância, mas custou-me imenso ver as imagens do meu país a arder, não consigo sequer imaginar o sofrimento de quem perdeu tudo, até entes queridos...

    ResponderEliminar
  7. Sim tem de haver responsabilização, mas às vezes acho que essa de um ministro se demitir é mais uma desresponsabilização do que outra coisa (Demite-se o ministro e fica o problema resolvido).
    Nos todos somos culpados, sabes que muito provavelmente és comparte de algum baldios (sendo do alto Minho é muito provável que o sejas),
    costumas pedir responsabilidades sobre a gestão dos baldios da tua freguesia?
    Quem nos vai desgovernado tem muita culpa, mas cada um de nós também não se governa la muito bem.
    Espero que as tragédias deste ano representem um ponto de viragem relativamente ás politicas, ao ordenamento florestal e do território e à consciência das pessoas relativamente à gestão dos seus terrenos rurais, mas mesmo que se opte por medidas corretas, estas irão demorar décadas a surtir efeitos no território, ou seja tenho medo dos próximos anos.
    Não é o governo que liberta os incendiários.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente anónimo, eu sou comparte dos baldios da minha aldeia que gere a floresta da aldeia e sim foi e é preciso limpar aceiros corta fogos, foi preciso fazer novos caminhos para os bombeiros terem acesso à floresta e conseguirem ter pontos de combate aos incêndios, é preciso de x em x anos fazer cortes controlados e demarcados de floresta, é preciso plantar nova floresta onde ardeu floresta que não tem regeneração directa(pinhal novo que ainda não libertou pinhão), etc, é preciso cuidar e proteger. Nas zonas onde não há baldios geridos por Conselhos Directivos de Compartes em que a floresta é particular as pessoas querem é a árvore ao pé de casa, não há zonas de segurança nem de combate a incêndios, não há gestão nenhuma além de que muitas casas são feitas em cima da floresta. Expliquem-me como é que os bombeiros apagam um incêndio numa floresta sem caminhos onde passem carros? Não apaga simplesmente e tem que esperar em estradas municipais, etc e os incêndios depois tomam proporções que ninguém consegue segurar. Isto é um assunto muito mais complicado do que parece e não há soluções rápidas nem fáceis mas o que se passou no Domingo não foi normal porque 500 focos de incêndio ao mesmo tempo não foi por acaso e o objectivo era trazer consequências politicas. Por muito más que fossem as condições climatéricas para a época não são estas que chegam fogo, quando muito afectam a sua propagação.

      Eliminar
  8. Eu já não posso ouvir o António Costa. Sempre o achei um incompetente e um aproveitador mas a atitude dele é demais... total desresponsabilização. A culpa é sempre dos outros.
    Alem do PS ter estado 14 dos últimos 16 anos no poder (e ele além de PM era um membro bastante importante no governo do Sócrates - nen sei como não viu aquilo que o outro fazia), este governo está em funções há tempo suficiente para já ter ferito alguma coisa (além de fingir que dá coisas ao povo enquanto aumenta brutalmente os impostos indirectos que na realidade pioram a qualidade de vida dos mais pobres).
    Mas a culpa é sempre dos outros e os fogos vão continuar. Os amigos mantém os cargos e as pessoas (que nada valem aparentemente) podem continuar a morrer...plano estratégico? Onde?! Para quê??

    Acho que todos os ministros e todos os envolvidos nestas questões deveriam ser presos por homicidio por neglicencia! Todos os que sentaram o rabinho no poder nos últimos 20 anos e nada fizeram por melhorar ou só pioraram ou só colocaram lá os amigos idem. E cessar de imediato as reformas e a possibilidade de exercer cargos politicos a essa gandaia toda.

    ResponderEliminar
  9. E é preciso não esquecer que quem está no governo e tem poder, são pessoas que são lá postas pelos partidos e não pela sua competência técnica. E sim cabe aos governos legislar sobre as penas a aplicar.

    ResponderEliminar
  10. Demitir é a solução mais fácil, o povo aponta o dedo cada um vai à sua vida e para o ano à mais... E ficar e fazer ? e dar a cara aplicar os meios, delinear soluções ? FAZER !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E responsabiliza-los judicialmente, não?! Manter em funções e pagar um valente ordenado a quem não sabe o que faz?!

      Eliminar
  11. Parece-me que, o que é importante para muitas pessoas neste momento, é que rolem cabeças.........

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se não rolar e ficar tudo na mesma qual a motivação para melhorar?!
      Com + de 60 mortos em Junho o que aconteceu até agora?! Nada!
      O PM até vem dizer que vai acontecer mais vezes em vez de tentar melhorar alguma coisa!! É um completo fracassado e incapaz!

      Eliminar
  12. Não é uma ministra e um primeiro ministro que têm de se demitir... Somos todos nós que cooperamos com a indústria do fogo.

    ResponderEliminar
  13. Assim como é também culpa e responsabilidade do governo estar neste momento a trabalhar para extinguir a carreira de guarda florestal... :(

    ResponderEliminar