Avançar para o conteúdo principal

Ooops!

Pois.

Já me tornei uma daquelas mães que fala imenso sobre a quantidade e qualidade dos cocós que o bebé faz. E que fica imensamente feliz quando vê a fralda suja. 

Acontece às melhores. 

Comentários

  1. Vais-te aperceber que és "a" mãe quando pela primeira vez humedeceres um dedo com saliva para limpar qualquer coisa na cara do miúdo. Levei cerca de 10 meses, mas aconteceu! (acho que só fiz isso umas duas ou tres vezes, e ela já vai fazer um ano... mas sim, sou oficialmente uma mãe, lolol)

    ResponderEliminar
  2. Ahah tal e qual.
    A minha filhota teve cólicas terríveis durante 5 meses, cocó nem vê-lo, só com a ajuda de bebegel, nem as gotas que se dizem milagrosas ajudavam. Quando começou a comer a sopa o intestino regulou e lembro-me que nos primeiros cocós eu e o pai quase chorávamos de alegria :)

    ResponderEliminar
  3. Muito bom !! hehehe :D está tudo a correr bem com o príncipe? beijosss

    ResponderEliminar
  4. Cheguei a ter uma colega de trabalho que, todos os dias mal chegava ao escritório, ligava à mãe (que ficava a tomar conta da neta), a descrever a cor, consistência, cheiro (só faltava do sabor...) do cocó que a filha tinha feito à noite....! Era sempre quando eu me levantava para ir tomar um café, para não ouvir esta conversa de mer**! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há gente que tem alguma falta de noção de recato.

      Eliminar
  5. Certo dia conheci uma mãe que afirmava que o seu filho comia um quilo e parecia defecar três...e parecia bastante orgulhosa. Nunca percebi porquê. :)

    ResponderEliminar
  6. Completamente natural! Enquanto educadora todos os dias há mães (e alguns pais!) que me questionam acerca da quantidade e qualidade dos cocós dos seus rebentos. É normal a preocupação em relação ao trânsito intestinal dos mais pequenos :p

    ResponderEliminar
  7. Nada que glicerina liquida e uma mini seringa não resolva....(do ensinado na maternidade e além de não ser agressivo como o bebé gel e os cotonetes ou termômetros é inócuo e faz com que seja o bebé a puxar e a fazer o cocó)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o Bebegel diz que é glicerina. Pelo menos foi o que li na bula... até hoje, dois meses e meio depois, usou Bebegel duas vezes. De resto, tem corrido bem só com massagens e insistir na posição de perninhas dobradas. :)

      Eliminar
    2. O bebégel contém glicerina e mais algumas coisas(é medicamento), a glicerina liquida é só mesmo glicerina liquida natural, não é medicamento.

      Eliminar
  8. Medo..por favor - nada de fotos, OK ?!

    ResponderEliminar
  9. Pode-se dizer que uma mãe fica feliz com qualquer merda. eheheheh

    ResponderEliminar
  10. O meu irmão devido as cólicas tinha de ser com a ajuda do bebegel entretanto começou a passar e a minha mãe fazia a mesma coisa que tu
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.