Avançar para o conteúdo principal

A um mês da data...


Parece que voltei a ser criança.

O mais-que-tudo está sempre a dar-me a mão. Dá-me a mão quando andamos na rua. Dá-me a mão quando subo escadas. Quando desço escadas. Quando o terreno é um pouco mais irregular. Quando o pavimento é muito liso - e pode escorregar. Quando cometo a ousadia de tropeçar. Quando atravessamos uma passadeira. Quando estamos em espaços mais movimentados e ele gosta de servir de barreira entre a barriga e o resto da malta. Basicamente, sempre.

É o melhor do mundo. Mesmo em modo hiper-mega-preocupado-com-tudo-e-mais-alguma-coisa. Disso não há dúvidas. 

Comentários

  1. Tão bom <3
    O meu já tem muito o hábito de me dar a mão nessas situações, e também de nunca me largar nas multidões. Nem quero imaginar um dia que engravide :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de andar sempre de mão dada... Mas agradecia um pouquinho menos de preocupação, admito. :)

      Eliminar
  2. :) É tão lindo de se ver, esse excesso de zelo masculino!

    ResponderEliminar
  3. Adoro homens com ar de mauzão e coração mole :p ahaha

    É tão boa essa sensação de proteção. Aproveita! Uns posts abaixo dizias que ias sentir saudades dele assim tão solícito, então aproveita enquanto podes :)

    ResponderEliminar
  4. Oh que fofinho!!! :)
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. E vai-te dar a mão tb na altura certa, daqui a um mês, quando precisares ainda mais...

    ResponderEliminar
  6. O meu namorado também é assim e acredito que seja tanto por uma amor como por uma questão de segurança, a verdade é que sou uma trapalhona do pior :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ele já era assim antes... mas agora está 1000 vezes "pior". ;)

      Eliminar
  7. Ainda bem que ele está sempre ao teu lado querida S*, mas depois do bebé nascer espero que assim continue, ele que não se acomode, eheh. Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Para te proteger a ti e ao bebé :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  9. Oooh, que post terno. Anda aí uma onda anti-homens deprimente. É tão bom quando se encontra um homem bom, não merecem.

    Que bonito ver-vos a cuidar do vosso pequenino. Desejo-vos tudo de bom. A família sempre em primeiro lugar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, eu tenho muita sorte. No entanto, também sei que tenho sorte porque uma das coisas que me fez apaixonar pelo meu rapaz foi o facto de termos os dois a mesma prioridade na vida - a Família. Somos ambos extremamente chegados à família mais próxima. Por isso, constituirmos a nossa família só podia ser a nossa maior concretização. :) Obrigada

      Eliminar
    2. Verdade, Ana. Eu amo homens, nao vejo os mesmos como inimigos. Amo especialmente o meu homem e amo tambem a familia, e acho que a mesma tem que estar sempre em primeiro lugar. Assim como os homens a familia vem sendo bastante atacada nestes ultimos tempos. E com familia nao digo necessariamente os de sangue, pois esses muitas vezes podem ser os piores e maiores inimigos, como foram os meus, minha familia sao meu marido e sogros, minha sagrada familia.

      Eliminar
    3. Anónimo,
      É isso mesmo. Agora aqueceu-me o coração. Que bom encontrar pessoas com estes valores. Felicidades.

      Eliminar
    4. Muito obrigada. Muitas felicidades para si tambem. :)

      Eliminar
  10. Que bom nos sentirmos protegidas e acarinhadas.
    Homens assim são mesmo uma benção.
    Que se amem sempre muito :)
    Beijinho para os 3 :D

    ResponderEliminar
  11. Oh tão bom :)
    Aproveita esse mimo. Essa protecção.
    Pode parecer-te muito, mas é sinal da preocupação dele para que tudo corra bem nesta fase final de barrigona ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. São momentos especiais para o casal, aproveita :)

    ResponderEliminar
  13. E é tão bom que assim seja!O meu marido trata-me exatamente assim, protetor, cuidador, sempre com atenções, desde os tempos de namoro...há 19 anos...Sem qualquer motivo! (ou por todos os motivos do Mundo)...Somos muito abençoadas S., é o que te digo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Framboesa, cada vez mais me convenço que os bons homens (e as boas mulheres) são bichos raros. Sinto-me abençoada diariamente. :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.