domingo, 9 de agosto de 2015

Sobre aquilo do abandono de animais...

Gente que abandona animais, só vos desejo uma coisa: uma morte lenta e agonizante. 

Acabo de ver o vídeo daqueles monstros que foram apanhados pelas câmaras de vigilância de um centro de uma sociedade protectora dos animais perto de Pontevedra, a atirar um cão por cima das grades, abandonando-o.

Ah e tal, o perdão é divino. Pois é. Mas eu sou humana e só desejo mesmo que sofram como tudo e depois desapareçam da face da terra.



Nota: Aos hipócritas do costume, antes de dizerem "quem és tu para desejar a morte a alguém? Assim só revelas que és igual a eles" e tretas do género: ide à merda. Vejam e calem-se. É de perder as palavras.

36 comentários:

  1. O que tu desejaste é pouco. Pior, esta gente nem sabe o mal que faz ao atirar os animais lá para dentro. Quando fui buscar a cadela para oferecer aos meus avós, o senhor do abrigo disse que infelizmente, muitos dos animais que são atirados lá para dentro, e principalmente se forem bebés, acabam por ser mortos pelos outros cães porque não foram apresentados devidamente e com calma, e apareceram simplesmente do nada a invadir o território deles, e muitas vezes tornam-se agressivos por estarem com medo. Esta gente mete-me um nojo terrível.

    ResponderEliminar
  2. Nem mais. Se não sabem amar um animal como irão amar ou saber amar um ser humano? ??
    Enfim. Espero que o canito encontre alguém digno do seu afecto.

    ResponderEliminar
  3. Claro, também lhes desejo o mesmo. Mas e por detrás das associações o que se faz e que ninguém sabe e é abafado pela imagem ilusória de que todos são bons seres humanos? Ah pois...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Conheço um caso em que as tais associações sabem que estão animais em muito mau estado abandonados e não fazem nada. :) NADA! nem pedir ajuda a outras associações, sei lá, qualquer coisa. finjem que não vêem. Mas depois no facebook é tudo muito bonzinho porque ajudam os animais. lol.

      Eliminar
    2. Então é denunciar...a maioria das associações são fruto de voluntariado e boa vontade de quem pode e quer ajudar. Mas se vemos algo errado há que denunciar.

      Eliminar
    3. Eu fui a um canil para adoptar um animal e saí de lá doente... sinceramente não acho normal certas coisas. A maioria das pessoas que trabalha nesse tipo de instituições, pelo que eu tenho visto, acabam por não ter amor nenhum aos animais (excepto se forem de "raça pura"). Sinceramente acho uma hipocrisia pegada, a maioria parece que só quis foi arranjar um "tacho" e estão-se a marimbar para o bem-estar dos animais.

      Eliminar
  4. Os animais merecem todo o nosso respeito, não são seres humanos, é certo, mas alguns são muito melhores que certos humanos.

    ResponderEliminar
  5. Não vi, não sei do que falas mas quando tenho conhecimento de casos desses com animais penso o mesmo e desiludo-me com as pessoas.

    ResponderEliminar
  6. Fiquei arrepiada.... tadinho do bichinho . E aquela besta que enterrou a cadela viva? se não fosse passar ali alguém e ter dado conta o que não iria sofrer ...

    Este tipo de gentalha não vale o ar que respira

    ResponderEliminar
  7. Eu também não consigo compreender como é que conseguem fazer essas maldades, aliás, eu nem consigo ver os vídeos porque choro, não consigo dormir cheia de revolta e acredita que se pudesse matar essa malta que abandona e maltrata animais eu fazia e sem o mínimo de peso na consciência.

    ResponderEliminar
  8. Pessoas que fazem mal a animais, não consigo entender como é possível...

    ResponderEliminar
  9. Já vi o vídeo e até fiquei com um nó no estômago. Há gente muito cruel neste mundo! Espero que estás bestas sejam identificadas!!

    ResponderEliminar
  10. Olha, era pegar neles e até-los ao pelourinho, juntamente com os pirómanos e atear-lhes uma fogueira nos tomates.

    ResponderEliminar
  11. Que exagero. Sabe-se lá quais foram as circunstâncias que levaram aquelas pessoas a abandonarem o animal NUMA SOCIEDADE PROTETORA DE ANIMAIS ONDE SERA CUIDADO COM TUDO O QUE E NECESSÁRIO em vez que simplesmente abrir a porta do carro e deixá-lo à beira da estrada, como faz a esmagadora maioria. Se as pessoas não têm dinheiro para tratar do animal tomaram a opção certa. O animal não ficou magoado sequer. O que me mete mais nojo são os extremismos e esta opinião é extremista e exagerada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo das 10:18, não vale a pena vir com essa conversa, que isso é conversa de quem não gosta realmente dos seus animais.

      Eliminar
    2. A pessoa podia ter esperado pelo horário de funcionamento da sociedade em vez de atirar o animal de uma altura que poderia ter sido suficiente para causar estragos sérios no bicho. Isso, só por si, já me chega para saber que ali não estava um ser humano decente. E só quem vive num buraco qualquer é que acha que as sociedades são lugares onde os animais são cuidados com tudo o que é necessário. Não há recursos, vá visitar uma. Fazem o melhor que podem, sim, mas não têm meios.

      Eliminar
    3. Que comentário ignorante...

      Eliminar
    4. Responder a este comentário é uma perda de tempo, mas de qualquer modo cá vai: espero que quando precisar do apoio de um amigo ou familiar, nenhum o atire por cima de um qualquer gradeamento de um qualquer asilo de terceira de idade...

      Eliminar
    5. Há circunstâncias e circunstâncias. Concordo que há muito extremismo.
      Lamento se vos choca mas se eu tiver o meu filho a passar fome não vou hesitar um segundo em tentar arranjar um outro lar para o meu patudo. E adoro-o.
      Não se comparam crianças/idosos a um cão. Lamento mas não se faz.

      Sou completamente contra o que aí foi feito, até me arrepiei só de ver ali o pobre do animal sem se defender ou tentar fugir/morder aquela besta quadrada. Mas se um dia os meus avós, pais ou filhos precisarem eu até roubaria por eles. Já se a opção fosse entre dar de comer ao meu cão ou ao meu filho, isso nem sequer seria uma fonte de dúvida.*

      * Só que acho que não invalida a maldade e crueldade gratuita. Se não tivesse possibilidades de continuar a manter o meu cão (e digo aqui assim porque não o vou identificar porque ele tem nome e é muito amado e bem tratado) mas se não o pudesse manter o que faria seria tentar garantir que iria ficar com alguém que o tratasse bem, de preferência alguém que ele gostasse e já conhecesse.

      Mas não me venham com extremismos porque entre dar de comer a um filho/pai/avô ou cão, desculpem-me mas não teria dúvidas nenhumas.

      Eliminar
  12. Bem, talvez faça parte dos "hipócritas do costume", mas sinceramente não concordo com o que desejas para essa gente! Acho que devem mesmo ser castigados, julgados e proibidos de voltar a ter qualquer animal de estimação.
    Sou absolutamente contra maus tratos e abandono animal. Odeio. Odeio ver cães abandonados, cheios de feridas, magros. Acho mesmo que no nosso país as leis deviam ser mais rígidas, proteger mais os animais e punir eficazmente quem lhes faz mal. Não lhes desejo a morte (não tenho esse direito), mas desejo que sejam punidos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Umquartoparaduas, eles também não têm o direito de tratar mal os animais que compraram ou adoptaram.

      Eliminar
    2. Claro que não. E é por isso que acho que devem ser castigados. Ninguém, reforço ninguém, tem o direito de fazer mal aos outros, nem a animais!

      Eliminar
    3. Também concordo que embora a atitude representada no vídeo seja chocante e que devia ser punida, nunca, em momento algum, se deseja a morte a alguém. Não somos mesmo NINGUÉM para desejar a morte a quem quer que seja , nem temos esse direito. E não, não sou hipócrita. É só mesmo a minha opinião.

      Eliminar
    4. Joana, eu desejo. São opiniões. Acho que esses merdas não merecem viver.

      Eliminar
    5. Pois também há muita gente que eu acho que não merecia viver, mas quando penso nisso, repreendo-me a mim própria, porque não tenho o direito de desejar, ou achar justa, a morte de alguém.
      A minha moral, a minha educação, a minha perspectiva, não são lei e eu não posso julgar cegamente e ditar castigos definitivos, como a morte.
      Assim como tu achas que quem faz isso aos animais não merece viver, existe quem ache que os pretos ou os homossexuais também não têm direito à vida.
      É por isso que a justiça não deve ser feita com base na nossa moral e ideais. É perigoso, pode até ser injusto.
      Ah e eu não estou a defender a atitude nojenta do gajo que atirou o cão pela grade. Acho que é deplorável e que ele deve mesmo ser julgado pelo mal que fez, por abandonar e infligir dor ao cão. Mas não consigo desejar-lhe a morte. Não acho que a solução passe por aí.

      Eliminar
  13. Filhos da puta, são o que são! Quem abandona animais não merece a minha consideração!

    ResponderEliminar
  14. Eu desejei que eles batessem no primeiro poste que encontrassem... só para aprenderem a deixar de ser gente repugnavel. Não se faz, já para não falar na violência das imagens e do próprio abandono do cão, pendurando-o pela trela e depois largando-o sem dó nenhum. E aos que vierem criticar, ide morrer longe...

    ResponderEliminar
  15. Depois de tanto incentivo para se ter, ou adotar cães pelas redes sociais, é natural que muita gente queira também experimentar, mesmo não sabendo se têm aptidões para isso, mas ao fim de algum tempo chegam à conclusão de que não têm feitio nem condições para os ter, tentam encontrar outros donos e não conseguem e a melhor solução parece-lhes esta. Portanto, não acho este comportamento o pior.Quanto ao perigo que o cão iria sentir com cães desconhecidos, isso só pensa quem é bem entendedor/fanático por cães...uma pessoa normal deveria preocupar-se mais, por exemplo, com os perigos que uma criança abandonada depara e os sem-abrigo, etc.,etc. É quase certo que irá dizer que uma coisa não invalida a outra...mas eu direi que, neste momento, a conversa dos cães já chateia, de tão protegidos que estão e comparando-os com outros animais, mesmo com pessoas. Se as redes sociais tivessem cheiro, de certeza, cheirariam a cão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo das 18:16, deveria ter vergonha de dizer que "a melhor solução parece-lhes esta". Um animal dura ANOS, tem sentimentos, emoções, alegrias, dores, tristezas. Não é para "experimentar", muito menos sem se saber se se tem aptidões para isso. Teorias de treta de quem não valoriza os animais. Não tenho respeito por quem consegue pensar assim. Sabia que imensos cães sofrem mortes HORRÍVEIS porque os patetas que resolvem "experimentar" os atiraram para dentro de canis e os outros cães, defendendo o seu território, os atacam à dentada? Tenha respeito pelos animais. Cheiro a cão e a gato mas tenho coração. Já você, pode ser muito perfumado, mas eu só sinto o cheiro da porcaria que escreveu.

      Eliminar
    2. Ahahahah, veja isto: https://www.facebook.com/PortaDosFundos/videos/814024845360742/?pnref=story

      Eliminar
    3. Adoro quando começam a comparar as situações. Porque uma pessoa que se preocupa com cães, não se preocupa com crianças abandonadas ou sem-abrigos...
      E não é preciso ser-se fanático para pensar nas situações, basta ser-se racional e ter conhecimento das coisas. Não é preciso ser-se um grande génio.

      Eliminar
  16. Eu sinto um profundo desprezo por quem consegue ver uma coisa destas e ainda assim procurar justificações. Não as há. Nenhumas. Eu não sei que tipo de pessoa pega num animal que confia nela e lhe faz uma coisa assim, mas deve ser o tipo de pessoa parecida com o anónimo das 18:16.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimodas 19:21, como gosto de citar: quem quer fazer, arranja uma maneira; quem não quer fazer, arranja uma desculpa.

      Eliminar
  17. Bem, eu admito que quando vi o vídeo até o vi assim meio de lado com medo de me chocar mais tais eram as opiniões que andava a ler sobre o dito. E admito que não foi um caso que me tenha chocado muuuuito (mas encolho-me ao ver como o animal bate na grade na primeira tentativa, de como lhe pegam pela coleira, etc....). É um facto que me choca muito mais e me revolve as entranhas quando sei de casos em que atam os animais aos carros e os arrastam estrada fora, em que os enterram vivos, em que os torturam e lhes batem...Não é um vídeo bonito (o abandono animal nunca é bonito embora a existir, verdade seja dita, acho que acharia pior deixarem-no à beira de uma estrada para ser atropelado ou preso nalgum sítio deserto para morrer de fome), mas de todos os casos de maus-tratos a animais, chocam-me mais coisas piores.

    ResponderEliminar
  18. Acredita que já desejei coisas parecidas a pessoas que fazem tão mal a animais tal como meter um cão num saco grosso amarrar com uma corda e meter no contentor do lixo. Ou meter gatinhos recém nascidos numa caixa de sapatos e atirar para o contentor. Pura verdade. Fui eu que os resgatei. Que tipo de gente é esta?!

    ResponderEliminar
  19. Não vi o vídeo e sinceramente prefiro nem ver...

    ResponderEliminar