quarta-feira, 8 de julho de 2015

Coisas

Quando leio as notícias sobre o que a Sara Carbonero disse sobre a possível vinda do seu jeitoso marido para o Porto, só tenho duas hipóteses...

Ou acredito que os jornalistas inventaram aquelas declarações (o que não seria de espantar, em algum tipo de jornalismo);

Ou a senhora jornalista é parva todos os dias e sem absoluta noção do ridículo dos seus pensamentos. Dizer que gosta mais de Madrid e que não quer abandonar a carreira, o pessoal entende. Dizer que Portugal é em tudo inferior a Espanha... bom, isso já roça o insulto.

Pode ser que seja uma mistura das duas coisas. De qualquer maneira, é mau. Ela tem todo o direito de achar que Madrid é que é um sonho (eu também acho) e que o Porto é menos interessante. Mas assumi-lo publicamente, para além de ser insultuoso para o país vizinho (onde, repito, o marido pode vir a jogar), é um risco para ela. Se puser cá as patinhas, ou se voltar a fazer férias no Algarve, pode ser que ouça o que não gosta.

48 comentários:

  1. Também achei que ela foi infeliz nas coisas que disse. É a opinião dela (se for verdade) e tem todo o direito a ela. Mas é daquelas opiniões que só damos lá em casa, entre 4 paredes, de forma a que o país que vai pagra o salário do marido não saiba.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O PAÍS que vai pagar o salário do marido? Oi?

      Eliminar
  2. Esperemos que tenha sido mesmo... um lapso ou uma paragem cerebral.

    ResponderEliminar
  3. Ela não disse mentira nenhuma... Não vejo nenhum problema em ela querer ficar em Madrid!

    ResponderEliminar
  4. Se tivesse de escolher entre Portugal e Espanha também escolhia o meu país. Não percebo o escândalo!

    ResponderEliminar
  5. No outro dia o meu pai chega a casa com essa do Casillas, mas a parte das declarações dela desconhecia.
    Seja mentira ou verdade, uma coisa é certa, a senhora está no seu direito de querer gozar a casa que comprou recentemente, isso ninguem lhe tira. Agora falar mal do que ela não conhece... Cai muito mal, em qualquer lado. Há pessoas para quem o mundo se resume só a algumas coisas, deve ser o caso dela. Ela não se pode esquecer que é o clube onde o marido jogará que lhe permite pagar a casinha no luxuoso condominio, férias e todos os seus luxos, não deverá ser o seu ordenado de jornalista. E melhor ainda é estar já a fazer planos a contar com o ovo no ** da galinha, como se costuma dizer.
    Sou Lisboeta, sou benfiquista, mas que lhe saia o tiro pela culatra! As portuguesas lavam as vistas e ela engolia as palavrinhas e podia ser que fosse mais humilde.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Ela não disse mal do Porto, cidade, que gosto muito e das suas gentes. O que se vê aqui é a habitual especulação jornalística.
    No entanto, no que toca ao lado masculino, há cá portuguesas bem, mas bem mais bonitas que ela, por isso não faz cá falta nenhuma.

    ResponderEliminar
  7. E acabo de ouvir que deve mesmo vir para o Porto!!!! Que estará por horas e até ao final da semana ficará fechado. ahahah

    ResponderEliminar
  8. Não sei em que ponto daquela notícia está algo ofensivo ou que caia mal...sem noção do ridículo dos seu pensamentos? É natural gostar mais de um sítio que de outro. É um gosto pessoal, uma opção dela não viver cá, não é ela que joga futebol e que tem um contrato para cumprir. E daí?
    Não vejo mal em assumir publicamente seja o que for, ou em que termos pode ser insultuoso.
    São opiniões.

    ResponderEliminar
  9. Se não gosta fique por lá, o que não nos falta é estrangeiros que adoram o nosso País, então o Porto, marca pontos, tem cada vez mais turismo.

    ResponderEliminar
  10. Na notícia que meteste aqui não vejo nada de especial no que ela disse... Lá porque o namorado vem para o Porto ela não tem de vir atrás.

    ResponderEliminar
  11. Que drama, rapariga. É um risco para ela em que sentido? Por se habilitar a ouvir comentários do povo português quando cá vier? Se comentar é porque é um povo mesquinho e pequenino, como aliás já provou ser. Não é ela que tem de mudar.

    ResponderEliminar
  12. Eu também não ia gostar de "ter"de seguir o meu marido para qualquer país... não fico assim tão ofendida por ela não querer viver no Porto... Mas concordo quando dizes que não fazia mal nenhum abster-se destes comentários na imprensa porque nem toda a gente reage bem...

    ResponderEliminar
  13. Não estou a par destas coisas... ;)

    ResponderEliminar
  14. Porque é que assumir que o Porto é menos interessante que Madrid é insultuoso?
    É perfeitamente natural que alguém que sempre viveu numa cidade não se imagine a mudar-se para outra, noutro país.
    Enfim. Isto soa-me àquele nacionalismo barato que assola os portugueses muito, mas muito de vez em quando.

    ResponderEliminar
  15. Pois eu já acho que ela é um verdadeiro exemplo que devia ser seguido pelo Maxi Pereira... ;)

    MS Blog

    ResponderEliminar
  16. Eu cá não vejo mal nenhum, como já comentei no facebook...

    E dizer que se ela puser cá as "patinhas" (?) arrisca-se a ouvir o que não quer, é no mínimo infantil.
    E se alguém o fizer é certamente muito limitado (não te estou a atacar ti)...

    Ela apenas têm os seus gostos, e eu a minha opinião ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marlene, dizer que Portugal em tudo é inferior à Espanha é insultuoso. Eu não sou de responder a insultos, mas existe quem não seja tão manso. ;)

      Eliminar
    2. Pode não ser agradável de ouvir, mas não dá o direito às pessoas de dizer certas coisas que se vê por aí, e não me parece assim tão insultuoso, é a vida que ela está habituada...e nem falo deste teu texto sequer, já li pior!

      Mas não entendi essa tua resposta de não seres de responderes a insultos? E há quem não seja manso? Era para mim? :/

      Eliminar
    3. Marlene, achas? :D

      Era a resposta ao teu comment: "E dizer que se ela puser cá as "patinhas" (?) arrisca-se a ouvir o que não quer, é no mínimo infantil.
      E se alguém o fizer é certamente muito limitado (não te estou a atacar ti)..."

      Eliminar
    4. É insultuoso porquê?? É verdade... Portugal é inferior a Espanha em t-u-d-o.

      Eliminar
    5. Mentira. A quantidade de anónimos que comenta em Portugal é certamente superior do que em Espanha! A cidade do Porto é que não deveria estar interessada em recebê-la, isso sim! Há pessoas de categoria superior à dela que seriam bem-vindas. :)

      Primeiro a mulher; depois a mãe. O que tem mais piada é que depois quedam mudas... e pedem desculpas. Casillas e um par de jarras.

      Eliminar
  17. Ela não faz cá falta. O Porto e "as suas gentes" tratam de receber bem o Iker! :)) E daqui a nada vai estar a Sarita a dizer é "é do Porto desde pequenina e a pedir para vir"!! :p

    ResponderEliminar
  18. E a vida profissional da senhora, como fica? Passa da TVE para o Porto Canal? Ou deve seguir o marido e borrifar na carreira só porque é mulher?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente. Parece que há mulheres que nem dormem se não tiverem o marmanjo ao lado delas, puxa!!!!!

      Eliminar
  19. Não gosto desse tipo de pessoa que fala mal dos lugares, sendo que muitas vezes, essas cidades agregaram eles.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

    ResponderEliminar
  20. Ainda nao percebi o stress. O que ela diz é verdade. Ou agora os portugueses acham que Portugal não é mais pobre que Espanha.

    Uma pessoa com milhões a viver no Porto não tem avenidas com Chanel, LV e Pradas, e mesmo tendo zonas ricas não se compara às zonas ricas de Madrid.

    Pelo que leio na net parece que Portugal é a Alemanha agora.

    E eu por acaso nem queria viver em Madrid por nada deste mundo.

    ResponderEliminar
  21. As pessoas realmente adoram opinar. Não consigo ver nada de insultuoso. A profissão dela não é ser mulher de jogador de futebol. Tem uma carreira (bem sucedida, por sinal) em Espanha. E, com certeza, também amigos, família, uma vida estabelecida. Eu diria exactamente o mesmo se tivesse de me mudar de Lisboa para Madrid atrás do meu marido. E, seja como for, o que temos nós s ver com isso?

    ResponderEliminar
  22. S*, vou pegar nas tuas últimas palavras "Se puser cá as patinhas, ou se voltar a fazer férias no Algarve, pode ser que ouça o que não gosta."
    Muito sinceramente acho que isso passa a ser um problema dos portugueses que não a souberem receber. Essa atitude parece-me um bocado descabida, mas infelizmente não tenho dúvidas de que haja muita gente com vontade de o fazer só porque achou que o Porto é outra divisão (abaixo) em relação a Madrid. O Porto pode ser uma cidade maravilhosa e o seu povo fabuloso, mas ela não disse mentira nenhuma. Mesmo sem falar na questão das oportunidades de trabalho, temos que reconhecer que Madrid está acima do Porto a nível de comércio, ofertas culturais, restauração, diversão, etc. Não digo que seja pior, simplesmente tem uma menor dimensão, e reconhecê-lo não é vergonha nenhuma. Por exemplo, para uma pessoa que aprecie o silêncio e a vida tranquila, o ar puro e o contacto com a natureza, mudar-se do campo para a cidade é descer de divisão, mas não me parece que se o disser esteja a fazer um insulto por aí além a quem vive na cidade. Entrar nesse tipo de polémicas é um bocado como alinhar nas discussões Norte/Sul, continente/ilhas, acho um disparate.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mirone, dizer que Portugal é em quase tudo inferior a Espanha parece-me ser um claro desaforo. Eu não gostei. Entendo que muitos mais não tenham gostado.

      Eu também acho Madrid fabulosa. Mas não seria capaz de dizer publicamente generalidades sobre os espanhóis, se as mesmas fossem negativas.

      Eliminar
    2. Mas S*, a verdade é que formos pragmáticos, Portugal é em quase tudo inferior a Espanha, é consultar os dados económicos e as estatísticas, não é um insulto, é uma realidade.
      Por outro lado, terá sido mesmo isso que a Sara Carbonero disse? As revistas como a que deu origem a este bruá vivem das polémicas pois são elas que asseguram leitores, e nem sempre são rigorosas.
      Mas mesmo que tivesse dito, cabe ao casal decidir o que é melhor para si (e é a eles que cabe decidir quais os aspectos que consideram fundamentais, mesmo que aos nossos olhos pareçam critérios superficiais ou fúteis), e se eles entenderem que é melhor a Sara ficar em Madrid com o filho e o Casillas vir para o Porto é com eles. Tu não gostas que os teus comentadores dêem palpites sobre a maneira como levas a tua vida com o teu namorado, as escolhas que fizeram em relação à casa, aos animais, etc., suponho que leves a tua vida de acordo com as tuas convicções, com a Sara Carbonero e o marido será igual, tomarão as decisões que façam a família feliz (que, no caso, parece que passa por ficar cada um num país).


      (desculpa se o comentário for em duplicado, mas não percebi se foi bem submetido à primeira).

      Eliminar
    3. Mirone, se nos baseamos apenas nos aspectos económicos, então a taxa de desemprego deles é bem pior que a nossa. Uma merda, é o que é.

      Portugal e História têm ambos uma história riquíssima, monumentos fabulosos. Se calhar inocentemente, mas considero-nos muito superiores no "bem estar" e bem receber. E, no meu ponto de vista, eles ainda têm muito para aprender em relação às touradas - que aqui já estão quase a acabar - mais meio século, diria eu, e essa porcaria tem os dias contados. Por lá, uns andam a esforçar-se, mas outros ainda fazem dos touros a bandeira nacional.

      Eliminar
    4. Touradas? Mas... O que é que pode interessar à Sara Carbonero que Portugal seja anti-touradas se este não lhe dá a qualidade de vida e as perspectivas profissionais que Espanha lhe oferece? É bonito mas uma pessoa não vive de ideais, e além disso nem sequer conheces a posição dela em relação às touradas, por isso isso é SÓ a tua opinião. E não percebi essa da taxa de desemprego: ela ao vir para Portugal iria piorar as estatísticas do país dela...

      Parece-me lógico: se eu estou na melhor fase da minha carreira profissional (no meu país de origem, o que é ouro sobre azul) e me colocam a opção de ir para um país onde as garantias profissionais são medíocres, claro que acharia isso um retrocesso. Um retrocesso de nível de vida. Mas o povinho português é tão bacoco que só vê nas declarações da Sara uma afronta a Portugal no geral, sem sequer olharem às suas motivações. Bacoquice tremenda.

      Eliminar
    5. S* eles tem 40 milhões de habitantes com 22% de desemprego, enquanto que nós somos 10 milhões e temos 13% de desemprego. Quem está pior?

      Eliminar
    6. E espanha não tem historia?

      Alias a nivel cultural estar em Madrid ou no Porto nem se compara. E não é so na cultura, é uma cidade muito mais avançada.

      A taxa de desemprego é pior mas mesmo assim p ordenado minimo não são 500 euros.

      Gosto muito do meu país, mas por favor. É o mesmo que um espanhol ficar indignado por dizerem que a Alemanha está noutro nivel que Espanha.

      Sinceramente o que está a acontecer a Sara parece-mr o que às vezes acontece contigo ou com outros bloggers, em que as pessoas pegam em qualquer coisinhae ficam indignadas.

      Eliminar
    7. Não são 500 mas são 675, o que para o custo de vida aqui de Espanha é bem pouco...
      Quanto às touradas (também não gosto), já não são o que eram... tirando San Isidro em Madrid e os San Fermines em Pamplona, as pessoas aqui não andam propriamente com a capa de torero às costas, pelo que dizer que Espanha é menos avançado que Portugal por causa do tema das touradas... Pelo menos em violência doméstica estão melhores.
      Quando ao desemprego, obviamente que se um país tem 22% e outro 13%, dá igual o numero de habitantes, o de 22% está pior. A questão é que essa porcentagem não é real porque há muita gente a trabalhar sem declarar que o faz para receber o subsidio na mesma (em Portugal também, mas aqui é 100 vezes pior!).
      A polémica é apenas estúpida. Cada um vive onde quer e é feliz.

      Eliminar
  23. Mas nao gosta porque? :) É verdade! Alguma vez está no mesmo nivel de Madrid? Ela não disse nada de mal nem insultou ninguém. Madrid tem mais oportunidades de trabalho, mais cultura, mais mercado de luxo, mais isto e aquilo. Eu nem gosto de Madrid mas não invalida que o que ela disse seja verdade.

    Ou agora querem ver que se alguém disser que Viana é inferior ao Porto está a insultar os vianenses?

    Acho piada que o tuga passa a vida a criticar o país, mas se alguém de fora o fizer cai o carmo e a trindade.

    ResponderEliminar
  24. Guarda o comentário do jeitoso para o teu namorado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o meu jeitoso. Mas isso não me torna cega. ;)

      Eliminar
  25. Não percebo o drama. É maior notícia o facto da Carbonero não querer trocar Madrid pelo Porto do que propriamente o senhor seu esposo ir para o FCP. E a moça pode dar a sua opinião. Está no seu direito. Não li nada em que falasse mal do Porto, apenas que quer ficar em Madrid. Boatos muito inflamados pelos meios de comunicação ou até não. Imaginemos que ela até conhece o Porto e não gosta... E convenhamos, eu também não trocava Madrid pelo Porto. Olé!

    ResponderEliminar
  26. É melhor não se ter opiniões já que é tudo insultuoso. Pelo amor de deus.

    ResponderEliminar
  27. Então mas a Sara não pode ter opinião, somos todos Charlie mas é para o que convém não é?
    Se é verdade que ela disse mesmo aquilo está no seu direito. O que me espanta é que de repente a opinião dela conta tanto que até ofende. Falou o que quis, qual o drama nisso?

    ResponderEliminar
  28. Sinceramente, conhecendo-a não acredito nada que tenha dito isso sobre a cidade do Porto.
    Os jornalistas gostam de lançar fogo para ver se pega e as pessoas gostam de se meter com ela porque, para além de ser uma boa jornalista e, ao mesmo tempo simpática e bonita, namora com quem namora!!!
    Há muita INVEJA no meio jornalístico onde ela trabalha!
    Comentam que ela trabalha na TELECINCO porque namora com o Iker Casillas. Ela já trabalhava onde trabalha quando o conheceu.
    Por acaso já OUVIRAM isso da boca dela numa conversa "off de record"?

    As pessoas que acreditam nisso que leram tem juízo!!!

    Obrigada pela atenção!

    ResponderEliminar
  29. Não percebo a indignação à volta deste assunto... É que trocar Espanha por Portugal é efectivamente descer de divisão, basta ter dois dedinhos de testa e ver que eles estão em tudo muito mais à frente que nós. Eu não considero um insulto, é uma realidade. Portugal é a minha casa e não trocaria o meu país por nenhum outro, mas nós não estamos nem nos 30 melhores países do mundo para viver!

    ResponderEliminar
  30. POINGGgggggggggggg
    (som de gongo chinês - para acordares o Charlie que há em ti).

    ResponderEliminar
  31. Aposto que ela o disse mesmo.. Ou então disse doutra forma e foi mal interpretada, acontece!

    ResponderEliminar