sexta-feira, 1 de maio de 2015

IRS... querido IRS...

A dar em louca com o IRS. Nunca tinha preenchido com recibos verdes e isto está a dar-me um nó na cabeça. Mais vale ficar quieta e não fazer merda.

Ainda por cima acho que vou apanhar um susto quando fizer a simulação...

16 comentários:

  1. Olha que a linha de apoio é muito eficaz, se tiveres dúvidas a preencher, liga que eles ajudam imenso.

    ResponderEliminar
  2. Vale mais fazer com calma...com as Finanças não nos podemos dar ao luxo de cometer erros!

    ResponderEliminar
  3. Odeio esse tanto de burocracia também. Não sei pra que tudo isso.

    jj-jovemjornalista.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  4. É mais ou menos parecido, só muda umas coisitas... Fazes retenção na fonte? Se não fizeres prepara-te para pagar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre fiz o meu IRS sozinha mas preencher aquilo que nunca fiz está a dar-me um nó! Eu estou isenta...

      Eliminar
    2. S. Eu também estou este ano isenta e não faço retenção, mas por isso mesmo, quando submeter IRS no ano que vem sei que vou pagar e não vai ser pouco.
      O mesmo vai acontecer contigo... :/

      Eliminar
  5. Não é difícil mas há um anexo que tem de ser colocado por também se ter rendimentos fruto de trabalho independente.
    Aconselho a pedir a algum contabilista, levam à volta de 10/15€ e é a garantia de que fica bem feito.
    Quanto à isenção, não tem nada a ver para o IRS. O que é importante é não ultrapassar os 8000/10.000€ num ano. E claro que também tem a ver com as despesas que se apresentam.
    A isenção é relativa à Segurança Social, o IRS às Finanças.
    Manuela

    ResponderEliminar
  6. Eu este ano estou com o IRS entalado na garganta. 129€ para pagar :(

    ResponderEliminar
  7. Também sempre fiz o IRS sem stress, mas este ano tenho um ato isolado lá pelo meio que me mudou o esquema todo e também já estou a entrar em parafuso. Fiz tudo hoje mas ainda não entreguei porque quero confirmar umas coisas, senão tenho medo que saia asneira :P

    ResponderEliminar
  8. trocaste de emprego s*? espero que esteja tudo a correr bem

    ResponderEliminar
  9. Ate há bem pouco tempo preenchia como trabalhadora independente. Não tive problemas.. Só tens de pôr os anexos indicados e não esquecer o anexo ss da segurança social. Preenche apenas o essencial e vai vendo se a declaraçao tem erros. Aquilo parece complexo mas a maioria das opções não se aplica (à pessoa).
    Agora que preencho como trabalhadora dependente é ainda mais fácil e rápido, é verdade.

    ResponderEliminar
  10. Vai a https://www.irssemcusto.pt/, preenche as coisas e faz o download. Este programa ajuda a preencher o IRS, pois tem uma linguagem muito fácil de entender, e alem disso, vai-te dizendo quanto tens de pagar/receber de IRS, e ainda se te vale mais meteres certas despesas ou não. Ah, e está ligado ao site das finanças, por isso, podes fazer a entrega por aqui, basta dares a ordem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma óptima sugestão S*, este site foi desenvolvido pela Deco e já vi uma reportagem na sic com o mesmo a ser explicado. É super simples, grátis e seguro! Em último caso podes sempre usa.lo só para ver se os números batem certo com os do teu preenchimento nas finanças.

      Eliminar
    2. Exacto. Eu usei-o para conferir se estava tudo certo com o que preenchi no portal das finanças, porque não tenho nada de especial e complicado para preencher. No caso do meu pai, usei para ver se certas despesas valiam a pena incluir, e foi o caso, pois deu-lhe mais uns euros a receber. A linguagem é mesmo muito simples, é quase tudo do tipo "Sim" ou "Não".

      Eliminar
  11. Tenho uma especialista em IRS, cá em casa. Até na cama preenche declarações de colegas e amigas. ahah
    As gajas são como os relógios: quem as quer boas, arranja-as. ahahahah

    ResponderEliminar