quinta-feira, 9 de abril de 2015

Porra

Quem é o monstro que atira um cão de uma falésia com um tijolo preso ao pescoço por uma corda? Que mundo!

Aconteceu em Lagoa. Felizmente um outro cão alertou os donos para a infelicidade do parceiro de quatro patas e os bombeiros resgataram-no.

43 comentários:

  1. Opah... Opah! É por estas e por outras que eu não vejo a porcaria dos noticiários!

    ResponderEliminar
  2. Monstro foi aquele que matou ontem à facada o próprio filho com 3 meses. Mas já sabemos que para ti primeiro os animais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A S* ontem falou precisamente desse monstro. Nunca disse que este caso do cão era mais grave que o do bebé, mas o horror de matar o próprio filho não significa ignorar uma anormalidade como a do cão. Só porque se considera uma pior deve-se ficar impávida e serena perante outra?

      Eliminar
    2. Bastava-lhe ter feito mais um bocadinho de scroll para baixo para constatar que já foi feita uma publicação a falar da tragédia do bebé de três meses. Que vontadinha de implicar...

      Eliminar
    3. Anónimos das 18:24 e das 20:05, nem vale a pena perder tempo a responder a comentários bacocos de quem nitidamente só quer atacar... ;)

      Eliminar
    4. Anónimo de 9/4 as 14:55

      E tomates para dares o nome em vez de mandares postas de pescada?

      Se por acaso no meio do ódiozinho de estimação tivesses visto o blog, verias que também foi por aqui falado.

      É horrivel terem morto um bebé à facada, assim como é horrivel terem atirado um cão de uma falésia! E não, nenhuma vida é mais valiosa que a outra

      Para dizeres merdas dessas, mais valia estares calado, certo?

      Bem faço eu, que nos meus blogs tenho os comentários moderados, mesmo para não levar com "serezinhos" deste calibre...

      Coitadinho ou coitadinha... cresce!

      Eliminar
    5. Sérgio, sorrir e acenar. :)

      Eliminar
    6. Nenhuma vida é mais valiosa que outra?? Então se tivesse oportunidade de salvar um deles não escolhia o bebé??

      Eliminar
    7. Ainda à dias falei disto creio que na NM ou na Mirone. Eu jamais faria mal a um animal propositadamente mas entre um bebé e um cão eu escolheria sempre o bebé (ou uma criança).

      E já agora, uma cadela, entre um cachorro e um bebé escolheria um cachorro... é natural.

      Eliminar
    8. Esta discussão já tem barbas, senhores! Poupem-nos, caraças. Assumo sem problemas que não sou daquelas pessoas que ama os animais como filhos, que os trata como se fossem pessoas, que igualam uma vida humana à do cão. Não, nunca. Se tivesse que escolher entre o bebé e o cão, sempre o bebé. MAS... a S* tem direito a expressar a opinião dela e dizer o que lhe apetece no blog DELA. A sério, gente. Acabem lá com isso. A moça gosta de animais e pronto. Eu não sou defensora acérrima da causa animal, mas acho uma anormalidade o que fizeram ao bicho, sim senhor.

      Eliminar
    9. Cynthia, não vale a pena discutir com gente que apenas quer discutir.

      Racionalmente escolheria a vida de um bebé, apesar de achar que o ser humano não é superior aos outros animais... mas sendo a nossa espécie, é normal. Emocionalmente, não conseguiria decidir. É uma opção MINHA e que merece respeito. E isso nem interessa para o post!!

      Eliminar
    10. S* emocionalmente não conseguiria decidir?!!!! A sério???? Então entre a vida do seu cão e do seu sobrinho ( e afilhado) ficaria na dúvida, certo?Só o salvaria, talvez, por ser da sua espécie. Ou quando são da nossa família o caso é diferente?
      helena

      Eliminar
    11. Helena, evidentemente que quando são da nossa família é diferente. Não pode sequer tentar comparar o que fazemos por quem amamos com o que fazemos por desconhecidos.

      Honestamente, quanto ao resto, já chega. Não tente controlar as minhas emoções. Amo profundamente animais.

      Eliminar
    12. Entre o teu sobrinho e o teu cão eu salvaria o teu sobrinho, entre o meu cão e o teu sobrinho eu salvaria o teu sobrinho!

      Acho que qualquer pessoa que não salvasse a vida de um bebé não merece viver, nem merece sequer denominar-se humano.

      Suponho que entre um bebé qualquer e o teu cão, na hipótese de só salvar um, deixarias morrer o bebé, certo?

      Eliminar
    13. S*, dê graças a Deus em viver em Portugal o de a justiça é o que é. Se vivesse nos EEUU e optasse por salvar um cão em vez de salvar um bebé, perceberia que o nosso amor pelos animais (e eu também adoro animais) NUNCA se pode sobrepor ao dever de prestar auxílio a um ser humano. (Já agora, com tanto amor profundo pelos animais, não come carne, pois não? É que já deve ter visto como alguns são tratados nos matadouros. Ou os animais também não são todos iguais?) Para que fique registado: entre a minha gata, que adoro, e o seu sobrinho, eu também salvava o seu sobrinho ou outro bebé qualquer que ele fosse. Haja Deus para tanto fundamentalismo.
      helena

      Eliminar
    14. Esta gaja mete-me nojo

      Eliminar
  3. Se o karma é lixado que essa criatura morra cm uma corda ao pescoço!

    ResponderEliminar
  4. : ( Preferia não ter lido este post.
    Que horror : (

    http://mundodamafy.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Epa essa não sabia!!! Ainda estava a tentar digerir o caso do bebé esfaqueado e agora mais esta....realmente há algo de muito errado com a cabeça das pessoas :(

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Meu Deus... que gente. Gentalha. Nojenta!

    ResponderEliminar
  7. Este mundo está virado ao contrário. Toda a gente se maltrata, todos se matam...e nem os animais escapam! Que mundo é este?

    ResponderEliminar
  8. custa muito acreditar na existência de pessoas tão cruéis....

    7:00 am Blog

    ResponderEliminar
  9. Oh S e o que dizer de monstros que matam filhos!!! Que mundo este, podes crer! :(

    ResponderEliminar
  10. Que horror! Há pessoas mesmo cruéis!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  11. Crueldade. Mas não me espanta: se um pai mata à facada o filho de 3 meses.

    ResponderEliminar
  12. É alguém que precisava de uma bigorna atada ao pescoço e ir pela mesma falésia. Pessoas que cometem actos desta crueldade a um animal não têm bom fundo em nada na sua existência. São abortos que a Natureza deixou passar sem querer.

    ResponderEliminar
  13. Incrível, este posto tem mais comentários do que o outro relativo ao bebé de 3 meses

    ResponderEliminar
  14. Honestamente.....espero que o karma faça a sua parte.

    ResponderEliminar
  15. Foda-se!!!!!!!!!!!!!!

    Estou a saber disso agora, foi por cá? E não ouve ninguem que atira-se esse filho da puta por ali abaixo??
    Unleash the runner in you

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era o que merecia! Maldade pura! Foi em Lagoa, noticiado ontem.

      Eliminar
  16. Este mundo ando perdido e não se ve melhoras. Sinceramente eu já nem sei que comentar com tanto mal que se ve ultimamente.

    ResponderEliminar
  17. Aconteceu ontem em Viana do Castelo. Numa escola, crianças pontapearam um gatinho indefeso, quase até à morte, sob o incentivo das educadoras:

    https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=820742114641326&id=528400740542133&pnref=story

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A associação de onde adoptei a minha Bella... constituída pelas pessoas mais maravilhosas de todas! Estou farta de partilhar e tentar denunciar. :(

      Eliminar