quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Mãe galinha

"Mãe" que é mãe, topa logo quando algum dos seus animais está esquisito. Ontem, mal me levantei, achei tremendamente estranho a minha Princesa, do alto dos seus 5 meses, não sair do sofá. Ela é a primeira a levantar, a lamber-nos a cara, a miar de forma histérica para exigir comida. Quando ela não se levantou, ouvi as sirenes de alerta na minha cabeça.

24 horas depois, sem melhorias, lá foi ela para o veterinário. Mais de 40 graus de temperatura e falta de apetite. A Princesa ficou no veterinário, para observação, e o meu coração de dona e mãe galinha está apertadinho. 

Mas ela vai ficar bem. Sei que sim.


36 comentários:

  1. As melhoras ao bichinho. Está em boas mãos :)

    ResponderEliminar
  2. Querendo poupar nas vacinas, sai o tiro pela culatra :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poupar nas vacinas??

      Eliminar
    2. Não sei de onde aparece esta gente... deve ser da Loucolândia!

      Eliminar
    3. A S* já afirmou que não vacina os seus gatos.

      Eliminar
    4. Anónimo, honestamente chateia-me a mentira. Eu não vacinei as minhas duas gatas mais velhas, a Blackie e a Evita, porque já foram adoptadas com 6/8 meses e a veterinária disse que, como já tinham esses meses, não valia a pena. Eram gatas de rua, já tinham o sistema imunitário reforçado. A Bella foi adoptada já vacinada. A pequena está a ser acompanhada desde bebé, fez o teste da sida e da leucemia há duas semanas. Deu negativo. E não a vacinei porque as outras três estão imunes e saudáveis.

      O Pirata tem todas as vacinas. Só não vacinei as mais velhas porque a veterinária disse que não valia a pena!

      Eliminar
    5. Agora não estou a entender. O meu gato é o único animal que vive em minha casa, nunca sai de casa, não há forma de contrair doenças com outros gatos, e está aqui desde pequenino. E mesmo assim, quando tinha 4 e 5 meses, salvo erro, levou duas vacinas (uma em cada mês), e agora leva uma todos os anos... Isso não é o procedimento habitual? e não é obrigatório? Tenho a ideia que é obrigatório ter os animais vacinados, até mesmo para efeitos de os querer transportar para algum lado. Desculpa lá, não estou a perguntar por maldade, é só mesmo para perceber como funcionam as coisas.

      Ana

      Eliminar
    6. Ana, os cães sei que têm vacinas obrigatórias, os gatos honestamente não sei. Mas foi a veterinária que disse que não valia a pena... e confiei. Em três anos as minhas gatas mais velhas nunca ficaram doentes. A Bella, adoptada em Abril do ano passado, é gordinha e saudável. Esta pequena é que anda mais problemática, pobrezinha...

      Eliminar
    7. Da forma como respondeste, parecia que o anónimo tinha dito um grande disparate... E afinal veio-se a confirmar que é em parte verdade!

      Eliminar
    8. Anónimo, o comentário foi uma crítica à maldade alheia.

      Eliminar
    9. Dizes que te chateia a mentira, mas a conclusão da tua resposta é: não vacinas as gatas.
      Não vacinaste as mais velhas porque não, porque se quisesses a veterinária tinha vacinado; a Bella não foste TU a vacinar, e a Princesa fez testes e não foi vacinada (os testes não invalidam a vacina mais básica, apenas a da FELV, que realmente podes descartar já que as outras estão imunes). Só mais um pormenor: a Bella estar gordinha e saudável são adjectivos contraditórios, animais "gordinhos" num instante chegam à diabetes, espero pelo bem da gatinha que não tenha esse azar. Finalmente, afirmas que o Pirata tem as vacinas em dia, ainda bem, mas mais uma vez isso não invalida o facto de não vacinares as gatas.

      Para a anónima Ana: seguiu o protocolo de vacinas felinas correctamente. Mesmo que o seu não sai de casa e não tenha outros animais, se estiver em contacto com outro na rua pode trazer a doença para dentro de casa, há algumas bastante resistentes.
      De facto, não é obrigatório vacinar um gato (excepto viajando para o estrangeiro), tal como não é obrigatório desparasitação interna/externa, ou esterilizações. Agora, é obviamente uma atitude aconselhável, logica e de responsabilidade para com o seu animal de estimação. Também não me parece que o cão seja, no sentido em que se temos um cão em casa e não o levarmos ao veterinário, como tanta gente faz, não vem ninguém cá a casa verificar. Mais uma vez, é óbvia que é o mais aconselhável, e no caso deles não só pela própria saúde como da dos que o rodeiam, uma vez que é um animal que anda mais na rua e pode até atacar outro animal ou pessoa. Se um veterinário desvaloriza a vacina, mas o dono fizer questão, a vacina é dada; ou se o veterinário aconselhar mas o dono se recusar, ela não é administrada - hoje em dia até há pais que recusam vacinar as próprias crianças. O Pirata é manso, mas penso que o plano de vacinação canina "obrigatório" seja o resultado da obrigatoriedade (suposta, mais uma vez) do registo nas juntas de freguesia, consequência em grande parte da tentativa de controlar/monitorizar a população de raças potencialmente perigosas.
      Quando se adoptam animais a associação muitas exigem ao adoptante que mantenha vacinas em dia e que procedam à esterilização.

      Eliminar
  3. Sei bem como é isto, ontem também minha gata (15 anos) não estava bem e fiquei muito triste, hoje porém acordou barulhenta como sempre. A Princesa logo logo estará de volta e feliz como sempre.
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Por acaso no último instaweek achei-a com os olhinhos muito húmidos, mas pode ter sido coincidência da foto... As melhores rápidas para a pequenina!

    ResponderEliminar
  5. Ah, mais uma informação para te dar alento, fui agora ver ao boletim de vacinas do meu gato as informações gerais, e a temperatura normal deles é superior à nossa, deve situar-se entre os 38ºC e os 39,5ºC, por isso talvez ela não tenha tanta temperatura assim :) Fingers crossed!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, ela estava com mais de 40 graus de temperatura. A Princesa andou constipada, com nariz entupido, olhos choramingas e pulmões cheios de porcaria... Mas depois de 3 semanas de tratamento, estava como nova. Agora ficou assim, de repente. A doutora diz que ela está com o cio... pode ser daí que vem a subida de temperatura. É o primeiro cio dela. De qualquer modo, hoje ficou internada durante a noite... :/ Obrigada!

      Eliminar
    2. Sim, sim eu percebo, claro que ela estará com febre, só quis mesmo acrescentar que eles já são mais quentes que nós, daí que 40 neles não sejam tão altos como os nossos. Claro que o cio pode aumentar a temperatura, mas como ela não saía do sofá, isso já deve ter menos lógica, porque elas costumam ficar mais inquietas e activas.
      Bem, reitero as melhoras da pequenita, põe-nos a par amanhã! Beijinhos

      Eliminar
    3. JoanaS, não sei bem, porque as minhas gatas estão todas esterilizadas. Mas a vet fiz que é normal que assim seja... :)

      Eliminar
    4. Também tenho a minha esterilizada e o meu castrado, falo mais por já ter visto gatas com cio que ficam todas melosas, roçam-se, miam muito muito, rebolam, etc. Se puderes vacina-as, a sério (eu pago 17,5 por ano por gato). Os gatos são essencialmente dados a doenças respiratórias, e a vacina que os meus tomam é a vulgarmente chamada tripla, que protege contra a panleucopenia, a rinotraqueíte e o calcivírus, portanto uma só contra três problemas eminentemente respiratórios. Não dou a da raiva, primeiro pq é uma doença erradicada de Portugal e segundo o vet só obrigatória para cães no geral e gatos que tenham de sair do país; não dou a da leucemia porque com resultados negativos só se justificaria se andassem na rua em contacto com gatos doentes. Além disso, ás vezes eles não saem de casa e estão saudáveis, mas nós, se contactarmos com gatos doentes no exterior, podemos sem saber trazer as doenças para dentro de casa. As tuas mais velhas com 8 meses já tinham mais imunidade, é certo, mas não total, ainda iam muito a tempo (e vão) de as tomar.

      Deixando de lado a conversa técnica, como está a Princesa hoje?

      Eliminar
    5. JoanaS, de manhã liguei à doutora, que me disse que ela estava com diarreia e que tinha feito um bocado de sangue no meio das fezes. Mas que está activa e já come. :) Agora à tarde voltei a chatear, está melhor. Vou visitá-la agora às 19 horas e tentar trazê-la comigo. Esperemos que esteja recuperada.

      Obrigada pelo apoio!

      Eliminar
    6. Oh, tadinha :( Espero que já esteja boa para regressar, às vezes mais vale ficarmos mais um dia sem eles, se isso for o melhor para eles, claro. Felizmente nunca tive de deixar nenhum internado, mas qd foram à esterilização, lembro-me do quanto custou só por deixar de manhã e ir buscar ao final da tarde. Parece que as horas não passam, e quando liguei a perguntar se já podia ir e saber como tinha corrido estava com o coração apertadinho, com medo de alguma má notícia :(

      Eliminar
    7. JoanaS, já está em casa. Super activa, bem disposta e mimalha. Mas ainda não come com o gosto habitual... :)

      Eliminar
  6. As melhoras! Custa tanto vê-los doentinhos...e deixá-los no vet, nem imagino. Nunca me aconteceu, mas se tiver que acontecer acho que nem durmo :S Mas vai correr bem, sim!

    ResponderEliminar
  7. Nesta altura é preocupante quando não se mexem com essa idade, fizeste bem leva-la logo para evitar problemas tardios. Vai ficar bem e vem logo para casa :D

    ResponderEliminar
  8. Oh...vai dando notícias da linda Princesa. Que esteja tudo bem - sei bem como fica o nosso coração :/

    ResponderEliminar
  9. Ainda bem que está tudo bem. Tal como nós, os animais também adoecem.
    As melhoras!
    xx

    ResponderEliminar
  10. oh coitadinhaaaa.... as melhoras para a Princesa! :DDD

    beijinhosss

    ResponderEliminar
  11. Como eles nos afligem! Força! Pensamento positivo e muitas festinhas no pelo dela!

    ResponderEliminar
  12. Eu sou exatamente como tu. Tenho duas cadelas e sou a primeira pessoa cá de casa a detetar algo de errado. Por exemplo, na última vacina da minha cadela mais nova (3 anos), mal ela chegou a casa e se deitou ao meu lado e eu olhei para ela pensei "estás diferente. há qualquer coisa que não está bem". Fiquei sempre com ela e à noite comecei a achar que ela ainda estava mais estranha. Cá em casa disseram que devia ser impressão minha. De repente, a minha pequenina começou a ficar vermelha no redor dos olhos e com eles muito inchados. Depois seguiu-se a falta de ar. Percebi que ela estava a entrar em choque anafilático devido à reação à vacina, o que nunca tinha acontecido. Liguei para o número das urgências da clínica veterinária e a médica disse para a levar de imediato para lá. Graças a Deus, fica praticamente ao lado de casa. A veterinária confirmou o que eu achava e deu-lhe medicação de imediato. Isto para dizer que se eu não estivesse atenta teria perdido a minha cadela de apenas 3 anos. Se eu tivesse ido dormir, quando acordasse ela estaria morta. Por isso, é muito bom que conheças tão bem os teus animais. :) Desejo as melhoras da tua gatinha. Eu sei como ficamos com o coração apertado. Espero que daqui a nada ela volte a acordar a miar e a dar-te beijinhos, sim? Tem fé, minha querida. *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio, anónimo madrugador. Vou vê-la agora ao fim do dia... a ver se regressa a casa. :)

      Eliminar