quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Je suis Charlie

"Um ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo, em Paris, fez pelo menos doze mortos. Três homens armados entraram na sede do jornal por volta das 11.30 horas locais (10.30 de Lisboa) e dispararam sobre a redação. A polícia de Paris, citada pelo jornal Libération, confirma que duas das vítimas são polícias e dez são jornalistas."

Talvez seja por porcarias destas que o Jornalismo é considerado uma das profissões de mais risco.

É arriscado falar a verdade, dizer aquilo que alguns não queriam que fosse dito. É arriscado lutar, é arriscado confrontar.

É arriscado ser livre.

19 comentários:

  1. Um horrível atentado ao jornalismo, ao sentido de humor , à criatividade, e à liberdade expressão.
    xx

    ResponderEliminar
  2. Fiquei tão perplexa, o mundo está a entrar num reboliço maluco!

    ResponderEliminar
  3. É repugnante. E digam-me que não podemos culpar toda a comunidade muçulmana que eu, racionalmente, até aceito. Mas cada vez se torna mais difícil ser racional neste cenário de horror.
    Amanhã vou estar melhor, mas hoje só me ocorre mandá-los todos para a puta que os pariu.
    Acabei de ver declarações do cartonista António que dizia: numa reunião onde há tempos esteve com o líder católico e o imã da "melgaria" (lol) de Lisboa, ambos estavam mais perto de culpar os jornalistas pelos atentados, do que os radicais.
    Não entendo estes animais e cada vez tenho menos vontade de tentar entendê-los.

    ResponderEliminar
  4. Estava no carro quando ouvi os jornalistas da Rádio Renascença falarem do sucedido, caiu-me o queixo e fiquei sem palavras. É horrível...

    ResponderEliminar
  5. Eu venho aqui muita vezes e choca-me a maneira com as pessoas se dirigem a ti. Qualquer coisa que dizes ou tentas te exprimir, atacam-te logo. Não percebo o porque de terem de ser assim. Tens o blog para puderes exprimir o que sentes não ofendes ninguém, eu nunca me senti ofendida com nada por isso, penso que não obrigas ninguém a cá vir e comentar não é .
    Tens sempre uma boa forma de ver as coisas identifico-me com as tuas causas gosto ode cá vir continua :)

    ResponderEliminar
  6. É triste... :\ as pessoas deviam respeitar-se umas às outras.

    ResponderEliminar
  7. Acho que o mundo ocidental deve refletir muito seriamente sobre isto, no sentido de perceber a causa de tais atrocidades. Na minha opinião, não se trata apenas de uma questão de vingança e honra pelo profeta Maomé, é essencialmente uma questão politica.

    ResponderEliminar
  8. Sem muito para dizer, não mais do que aquilo que já escrevi, digo que isto é tudo uma grande merda. Uma merda.
    O que não é uma merda, é a liberdade. E por essa, não devemos desistir.

    Blog-

    ResponderEliminar
  9. Alguém já se deu ao trabalho de ir ver os cartoons? Aqui a máxima "a liberdade do outro acaba onde começa a do outro" não funciona? Não concordo com os assassinatos, mas gozar descaradamente com a religião do outro também não me parece bem, sobretudo quando estamos a falar de extremistas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Naturalmente parece não saber o que é um jornal satírico. O jornal em causa satirizava tudo, até o Papa Francisco. Nada justifica isto.

      Eliminar
    2. Se eles achavam que o direito deles tinha sido ameaçado era simples: processo em tribunal ou retribuirem o gozo.

      A liberdade é uma coisa que prezamos muito e a liberdade deles foi posta em causa aonde? Porque são umas menininhas ofendidas? É que o que eles fizeram até é digno de alguém que se diz relioso e tudo. Nem no corão diz que matar é bom, aliás no corão diz que eles deviam respeitar as mulheres, logo aí se nota a bela m**** que aquela seita é.

      Se não gostam da europa, da cultura, dos ideais têm bom remédio: que voltem lá para os países e que vão ser retrógados, palermas, animais sem sentimentos para esses lados.

      [Gostava de saber o que é que estas 700 crianças paquistanesas fizeram para merecer a morte: http://www.aljazeera.com/news/asia/2014/12/fighters-attack-army-run-school-pakistan-20141216742794184.html]

      Ide para a p**** percebe a ideia?!
      Se Deus (ou Alah) existe quem fez este tipo de coisas serão os primeiros a arder no inferno. Não tenha dúvidas.

      Eliminar
  10. é arriscado ter opiniões e expressá-las, aparentemente. Que mundo este...

    ResponderEliminar
  11. Cada vez me sinto mais revoltada e ao mesmo tempo com mais medo de viver neste mundo

    ResponderEliminar
  12. Fiquei chocado com este grave atentado contra a liberdade de expressão. A minha opinião pessoal está aqui http://unleashtherunnerinyou.blogspot.pt/2015/01/jesuischarlie.html

    #jesuischarlie

    ResponderEliminar
  13. É complicado dizer mas, para que zombar de deus dos outros? não teria outra maneira? se eles querem liberdade de express~]ao zombando dos outros, eles devem saber que para toda ação a uma reação, e vai saber que tipo de reação. acredito que o melhor jeito de parar é respeitar se eu não gosto dos muçulmanos, judeus, cristãos isto na minha opinião, não quer dizer que tenho o direito de zombar deles. Pois agora quem deve estar rindo são os que ajudaram eles a matar os caras, daqui uns dias sai o jornal , eles riem novamente, os mulçamanos ficam nervosos, e vão reagir. Cada um reage de uma forma. Usar um jornal para debochar das crenças de outras pessoas também não é legal.

    Ai podem dizer, mas matar? Ser humano é tudo igual, não se sabe o que ele poderá fazer respeitando, imagina desrespeitando seus credos.

    to pensando fora do quadrado. Brainwash aqui não. Temos que respeitar as minorias, os mulcumanos, todas as pessoas, para tentar melhorar o mundo, porque está dificil, vamos tentar quem sabe eles param, agora confrontar com mais desrespeito ....afff

    ResponderEliminar