segunda-feira, 14 de julho de 2014

Ai Bruno Nogueira, Deus te dê paciência...

O Bruno Nogueira teve de cancelar um espectáculo de humor na praça de touros de Montemor-o-Novo. O Bruno é assumidamente anti-touradas e, pelos vistos, aquelas pessoas que passam a vida a dizer que "temos de respeitar a opinião dos outros, porque eu tenho o direito a achar que picar os touros não é fazer mal ao animal e até é uma verdadeira obra de caridade que fazemos pela preservação da espécie"... afinal não são assim tão tolerantes. DN

Pelos vistos, ficaram com muito receio da presença de um anti-touradas na Praça de Touros. Pelos vistos, além de cruéis, conseguem ser absolutamente cegos e vidrados na sua maneira de viver. Ameaçaram um humorista, com ameaças sistemáticas e credíveis, que levaram a organização a pedir simpaticamente ao Bruno Nogueira para desmarcar o espectáculo, sendo substituído pelo Aldo Lima.

Nem sei que dizer disto. Energúmenos. E nem é por gostarem de touradas (não só... mas também). É mesmo por ameaçarem um ser humano apenas porque esse ser humano não concorda com eles.

42 comentários:

  1. Eu sei que isto daria pano para mangas, e conversa para muitas horas, mas a verdade é que a larga maioria dos anti-touradas também não prima pela tolerância nem pela elegância no discurso. É um debate que me cansa, e um peditório para o qual não dou, apesar de também não gostar nada de touradas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro P., plenamente de acordo. Mas, apesar de saber que as coisas não costumam ser pretas ou brancas, neste caso os anti-touradas estão absolutamente certos. No meu entender, vá...

      Eliminar
  2. é só o espelho de uma cultura muito lusa...! boa semana S*.

    ResponderEliminar
  3. Tenho quem me diga que é a unica maneira de manter a especie é fazendo as touradas se não acaba-se!

    ResponderEliminar
  4. "A ATCT desafia quem quer que o entenda fazer, a mostrar e provar que o tenha dito ou escrito em qualquer dos seus comunicados anteriores. Limitamo-nos isso sim, a denunciar aquilo que achámos e achamos de mau gosto fazer dentro de uma Praça de Toiros"

    Eu cá acho de mau gosto estraçalhar toiros. Acho também que as praças de touros podem ter um uso bem diferente a partir do momento em que as corridas de touros forem abolidas, com décadas de atraso, já agora.
    Enfim, muito ganha o Bruno em não se meter no covil de idiotas que comandam a praça.

    ResponderEliminar
  5. Eu por acaso acho o Bruno Nogueira uma besta. Mas se é anti-touradas já subiu um bocado na minha consideração.

    Maria

    ResponderEliminar
  6. Certo, plenamente de acordo. Mas também não acho que faça muito sentido, alguém que se assume anti-touradas, coloque sequer em questão dar um espectáculo numa praça de toiros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, a não ser que o objectivo fosse mesmo "axincalhar"...
      Assina o Zé do boné.

      Eliminar
    2. Que disparate. Então todas as bandas que vão dar concertos ao campo pequeno, inclusive as internacionais, são pró-touradas? Enfim. Olhe, é um bom uso a dar às praças de "toiros" - arrepio - quando as touradas forem abolidas, o que já vai com várias décadas de atraso. Quanto ao argumento do "ah mas nós somos amigos dos toiiiiros, somos nós que ao estraçalhá-los e matá-los aos poucos e com dor em nome do entretenimento preservamos a espécie", é de uma desonestidade intelectual incrível.

      Eliminar
    3. @S, uma percentagem incrível de vocabulário em comum entre este seu comentário e um outro ali acima. Grande coincidencia! Ou entao nao, que nao as há.

      Eliminar
    4. Anónimo (23:38), não concordo nada. Repare que, ao fim e ao cabo, trata-se apenas do espaço, um espaço onde a cidade pode acolher/juntar certo número de pessoas. É só mesmo pela área disponível e não pela função para a qual foi desenvolvida, primordialmente.

      Eliminar
    5. @Pusinko, se isso era suposto insinuar que sou a mesma pessoa que fez o comentário acima, fique sabendo que não, caso isso o alivie. Se preferir não acreditar não acredite, olhe para mim toda importada. lol há com cada uma...

      Eliminar
    6. @S, por quem sois! Nao tenho por hábito fazer análise comparativa de incidencia de vocábulos onde nao me diz respeito nem imputar autorias sem fundamento.
      O que fiz foi insinuar que certas expressoes no seu comentário sao curiosamente semelhantes a um comentário anterior que, por acaso é o meu e está assinado. Soou-me familiar, digamos. Pode sempre ver o copo meio cheio e pensar "Great minds..."

      @S* - às vezes sou impulsiva e ocupo o blog dos outros em derivacoes paralelas mas nao foi por mal :)

      Eliminar
  7. Realmente há com cada monte de mer**... My god!

    ResponderEliminar
  8. Há cabecinhas que confundem a prima do mestre d´obras com a obra prima do mestre, é o que é…
    Tontos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso ter sido uma boa ideia o Bruno Nogueira ter escolhido uma praça de touros para o seu espectáculo, mostrando, assim, que essas praças podem ser utilizadas de maneira civilizada, e, tendo em conta o que conheço do BN, ele não teria deixado de criticar esses actos bárbaros no seu espectáculo, fosse explicita ou implicitamente.
      Não tendo conseguido desta vez...pode ser que da próxima vez consiga, numa outra praça...o importante mesmo é que não desista...e um dia, por causa de "Brunos Nogueiras", que não desistem, iremos assistir ao fim de um dos actos mais cruéis e anti-civilizacionais que os homens teimam em praticar com os animais.

      Eliminar
    2. Anónimo, concordo muito consigo e nem tinha pensado nessa questão de usar a praça de touros para eventos mais civilizados. :)

      Eliminar
  9. S*, o direito de expressão é legítimo para qualquer um de nós...o contexto em que esse direito se exerce deve ser sempre avaliado por quem se exprime e por quem ouve...não deve haver lugar a faltas de respeito mutuamente, no entanto, num programa onde entram humoristas todas as expressões devem ser entendidas como tal, humor, quem não gosta da piada engole em seco e quem gosta ri e bate palmas, isto é a característica presente nesses espetáculos...quem não sabe relacionar-se com humoristas o melhor é ficar em casa, condicionar o ator é restringir a liberdade dos outros...
    Quanto a touradas quem quer vê quem não quer não vê...tal e qual como outro espetáculo...afinal os animais irracionais são sempre sacrificados para alimentar a cadeia humana, ou não!?
    "Humorismo é a arte de fazer cócegas no raciocínio dos outros. Há duas espécies de humorismo: o trágico e o cômico. O trágico é o que não consegue fazer rir; o cômico é o que é verdadeiramente trágico para se fazer" (Leon Eliachar)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, peço-lhe para que não compare matar-para-comer com matar-por-diversão. Não tem comparação possível...

      Eliminar
  10. querem sangue, é a única coisa que querem... seja de que maneira for...

    ResponderEliminar
  11. Para mim isso são pessoas ignorantes ao mais alto nível.

    ResponderEliminar
  12. Fiquei de boca aberta. Há mesmo pessoas capazes de tudo :/ enfim...

    ResponderEliminar
  13. Que estupidez !
    R. Já acreditei mais :s

    ResponderEliminar
  14. Ai por favor... mas em que país vivemos?

    ResponderEliminar
  15. O que me cansa é pensar que a tecnologia vai tão longa e ainda não arranjaram nada que possa substituir o touro.

    Os anti-touradas ferrenhos que se juntem com os a favor e inventem/criem alguma maneira de substituir o touro.

    Arre que guerra sem fim...
    E não me venham com histórias de alimentação e blá blá blá, uma coisa é uma coisa outra coisa é outra coisa. Como quem diz, touradas é diversão não me parece que seja para comer, para matar a fome. Querem preservar a espécie? Continuem a fazê-lo mas sem sacrifícios.

    ResponderEliminar
  16. Eu gosto de touradas e nunca ameacei ninguém.
    Não julgues as partes, pelo todo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que pena e eu até gostava de ler o teu blogue... Quem no seu perfeito juizo gosta de touradas, sofrimento de um ser vivo que não tem culpa de estar ali?

      Pena mesmo, eu até gostava o"ler"...

      Eliminar
  17. Também fiquei parva!! Que grande estupidez :P

    ResponderEliminar
  18. Que horror! Ao que as pessoas se reduzem....

    ResponderEliminar
  19. Enfim, nem vale a pena comentar tal estupidez...

    ResponderEliminar
  20. Que gente de merda, eu curto é quando levam umas boas marradas e vao tripas ca pra fora e tudo... adoro é apenas o animal a defender-se da brutalidade.

    ResponderEliminar
  21. Que mentalidade... São espaços e como tais devem ser usados em qualquer tipo de eventos... e tenho muita pena que a parte bonita da tourada (que são os cavalinhos a passear e a fazer coisas bonitas) não possa acontecer mais vezes em eventos separados.

    ResponderEliminar
  22. Realmente a que ponto chega a estupidez humana, ameaçar pessoas???
    Só porque não concorda com certos tipos de pensamentos parvos já agora :(
    Bjinhos ♥
    http://sarranheira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  23. Não me venham cá com coisas: o facto de gostarem de matar animais por desporto já mostra o tipo de pessoas que são!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente consigo!!

      Eliminar
  24. Que gente tão ignorante! É uma pena ainda existirem pessoas assim.

    http://miscelaneathesecond.blogspot.pt/

    ResponderEliminar