segunda-feira, 26 de maio de 2014

Opinião

Venha quem vier, digam o que disserem, digo e continuarei a dizer que gente que abandona animais é gentalha. É gente que não faz falta ao mundo.


Ler a mais recente história de horror aqui.

50 comentários:

  1. Não entendo o porquê de tanta crueldade para com os animais, que são os melhores amigos e companheiros que se pode ter ! Não troco os meus por nada e trato-os como uns reis, eles só merecem o melhor

    ResponderEliminar
  2. Nem leio a tal história, só por teres dito "história de horror" já fico nervosa!!!

    ResponderEliminar
  3. Por muito que tente, não consigo entender a razão de se abandonar um animal. Não há qualquer razão válida para o fazer. Nem mesmo as questões financeiras, a crise, etc e tal. Nada o justifica. Não entendo. Olho para o meu gato, aqui no quentinho a dormir, e imagino-o lá fora ao frio, com fome, exposto a todos os perigos. E dá-me um aperto no coração. Que horror! E essas pessoas? Não pensarão nisso? Isto é assim? Um dia têm o animal em casa, fazem-lhe festas, brincam com ele - e no dia seguinte põem-no na rua? Já não querem saber dele?
    Mete-me nojo saber que há gente assim. Perdoa-me a linguagem, mas são uns grandes filhos da puta. E a esses filhos da puta só posso desejar que um dia alguém lhes faça o mesmo. Que sejam abandonados pelas suas famílias. Que tenham frio, fome, medo. Que se sintam sozinhos. Gente nojenta. Como dizes, não fazem cá falta nenhuma.

    ResponderEliminar
  4. gentalha? muito pior que isso. Eu se visse a fazer isso ia atrás. Isto deixam-me completamente revoltada

    ResponderEliminar
  5. Os comentários ao post no Fb são um bocado assustadores. Por um lado, coitado do animal, mas por outro, vamos linchar o autor. Abandonar os animais é revelador do caráter de quem o faz, mas querer fazer justiça pelas próprias mãos, também o é.

    ResponderEliminar
  6. Gentalha ou não gentalha, sem pôr em causa a gravidade da situação, a crucificação destas pessoas em praça pública, sem se conhecer os motivos do seu ato, sem saber sequer se foram estas pessoas a praticar o ano, e imputar-lhes a morte do animal quando não se configurou, aparentemente, dolo, choca-me . E choca-me muito. E sinceramente, tinha a União Zoófila em melhor conta, não sabia que passavam por cima do princípio da inocência (até condenação em contrário, por contraordenação ou crime).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, não há motivos para isto. Abandonaram o caniche. O cão foi a correr atrás dos donos, foi atropelado e morreu. Não há motivos.

      Eliminar
    2. Eu sou contra o abandono dos animais. Posto isto (que acho importante dizer) acho que neste caso os donos foram culpados pelo abandono mas não pela morte. Era imprevisivel.

      Certo dia o meu pai libertou o nosso cão no quintal mas ele correu para a estrada e foi atropelado (graças a Deus ficou bem) mas vais-me dizer que a culpa foi do meu pai? Quando ele nunca tinha feito tal coisa? Quando o cão estava habituado a ser tirado da trela sempre que possível e nunca se tinha esgueirado para a estrada?

      Não há também justificação para tanto ódio contra as pessoas, nem tanta falta de compreensão. Não sabemos a história daquelas pessoas, não sabemos se já não tinham procurado um lar para o cão, não sabemos o que lhes aconteceu para terem que abandonar o cão.

      Porque se há muitas pessoas que abandonam porque "sim" também há muitos a abandonar animais porque estão a ficar sem dinheiro para dar de comer aos filhos e eu conheço alguns casos assim, felizmente têm-se conseguido encontrar algumas casas - algumas temporárias, outras que serão permanentes - mas nem todos abandonam "porque não apetece". E a atitude da justiça popular mete-me muita confusão. Falam que eles são assassinos mas não me parece que sejam melhores que eles. Iguaizinhos. "two wrongs don´t make it right".

      Eliminar
    3. Mas que comparação sem sentido, peço desculpa. Um animal fugir e um animal ser abandonado é completamente diferente. A consequência pode ter sido igual, o atropelamento, mas a base é absurdamente diferente.

      Eliminar
    4. Mas a questão é que os donos (ex-donos) são culpados pelo abandono mas não pela morte do cão.
      Se ele não estava mal tratado fisicamente, se não o mataram (quantos e quantos o fazem) e o abandonaram (e isto é horrivel o bastante) mas não os vejo como culpados pela morte.

      Eliminar
    5. S* não comentaste o essencial...acho que a comparação do anónimo também não foi a mais feliz (os animais sentem/percebem que estão a ser largados, e têm uma reacção diferente do que quando são "soltos e fogem"), porém, quanto à mensagem principal do comentário, fizeste tábua rasa dela. A mensagem principal, a da intolerância e da acusação de "ouvir dizer", a do extrapolamento para o "vamos mata-los com forquilhas" - essa mensagem não comentaste. E é aquela que nos deve também preocupar - e muito - no que respeita ao estado da nossa sociedade.

      Eliminar
    6. Se a questão fosse falta de dinheiro para alimentar o animal, esses grandes anormais que abandonaram o cão podiam ter feito o mesmo trajecto, mas vez sem de deixarem o cão e fugirem batiam à porta da UZ e pediam ajudam. Para o alimentar, para lhe prestar cuidados de saúde, etc - a UZ ajudava, podem ter a certeza disso. Portanto, não me venham com merdas. Esses grandes anormais abandonaram o cão (tendo-lhe causado a morte - e sim, não é preciso ser iluminado para perceber que isso podia acontecer, afinal, infelizmente, é do que mais se vê nas nossas estradas) porque são pessoas de merda, sem coração, sem um pingo de vergonha e sensibilidade e que apenas merecem que um dia, por ironia do destino, também sejam abandonados por aqueles que amam.

      Eliminar
    7. Esses anormais, pelo que dizem lá no FB, tentaram entregar o cão lá mas não aceitaram. Claro que ficaria mal à UZ admitir isso mas não duvido muito. Até porque nenhuma associação que eu conheço tem aceite quaisquer animais.
      Porque supostamente, segundo quem diz conhecer a pessoa lá no FB a pessoa não era dona do cão mas encontrou-o e quis ajudá-lo.

      A ser verdade, a UZ ainda vai ter muitos problemas legais começando por ter postado aquela fotografia. Já agora, SE aquela foto for verdadeira porque é que quem tirou aquela foto não foi ajudar o cão? E se for mentira e acontecer alguma coisa à familia e ao condutor? E se for verdade que a pessoa o tentou entregar? Que não era seu? E que não tinha condições? A culpa é de quem?

      Tanta falta de discernimento mete-me muito medo. A sério pessoas, pensem duas vezes antes de acreditarem e seguirem o fenómeno da carneirada. O que se vê naquela foto? Nada.

      Eliminar
    8. Quem como a S* e todos os que compartilharam esta história nas várias redes sociais mereciam ser punidos por ofensa ao bom nome, é o que tenho a dizer.
      Que por causa deste comportamento não tenham um verdadeiro drama de sangue nas mãos se alguma coisa acontecer às pessoas que estão a acusar sem provas.

      Eliminar
  7. Eu não tenho animais em casa porque fui mordida por um cão em criança e fiquei com medo, mas ABOMINO quem faz isto! Eu tenho pena de ter medo,porque alguns que vejo olho para eles e só faltam falar! Têm um ar tão doce! E evito ver noticias de abandono porque o olhar de alguns, até me faz ficar de lágrimas nos olhos! Portanto eu que não tenho,sou mais amiga dos animais que estes TROGLODITAS!

    ResponderEliminar
  8. Se até abandonam filhos e pais, esperas o quê?...E o Verão está a chegar...:-(
    xx

    ResponderEliminar
  9. É horrivel o abandono de animais e tem que ser punido.
    E tambem é horrivel a caixa de comentarios que acabei de ler, pessoas a organizarem-se e a promover o espancamento e a morte do dono do carro. Li inclusive que a sua familia tambem deveria ser abandonada e morta.

    Se há matricula e testemunhas desde o inicio, a Uniao Zoofila portou-se de forma lamentavel ao instigar ditecta ou indirectamente justiça pelas proprias mãos em vez de fazer queixa imediada ás autoridades competentes.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não creio. Ou melhor, concordo que não se deva fazer justiça pelas próprias mãos... mas acho que estes sacanas merecem ser humilhados.

      Eliminar
    2. 2w, disseste tudo! As pessoas comportam-se, também elas, como animais incitando e promovendo o "enforcamento em praça pública" e arrumam o assunto com "não há desculpa".
      Calma. Vamos ser razoáveis.
      A UZ teve um papel lamentável nisto tudo, o efeito de carneirada e empolamento ao ponto de já se falar da família do homem, são comportamentos piores do que os da Idade Média.
      As pessoas justificam ter um bom coração, promovendo a violência e o crime contra a vida humana. Não percebo. Acho que isso também diz muito sobre o caracter de alguém.
      De qualquer forma, é obvio que o homem deve ser punido, na medida em que teve, alegadamente (sim, o principio da inocência) um comportamento hediondo. Deve ser punido severamente, friso.

      Eliminar
    3. Há uma diferença entre humilhar e instigar o homicidio .
      O que está a acontecer naquela caixa de comentarios é gravissimo.

      Pessoas que condenam a maldade do abandono , estão a promover actos mais graves.
      A organizarem-se para descobrirem todos os dados do homem para irem em grupo á casa dele espanca-lo e mata-lo.

      E a união Uniao Zoofila uma entidade que deveria ser profissional, respeitada pactua e até instiga isto, horrivel.
      Eu não pactuo com estas coisas.

      Eliminar
    4. Li lá um comentário no link que postaste que diz qualquer coisa como "E não há quem prenda estes animais?". Tão humilhado está a ser o dono/condutor do carro (que também não há prova de que seja a mesma pessoa e já andam a divulgar nome e NIF de uma suposta dona do carro) como o fulano que fez este comentário no facebook! É tão defensor dos animais e depois usa o nome "animais" para criticar quem abandonou o cão, e como ele há muitos outros comentadores de bancada que não tem noçãodo ridículo de certeza. Obviamente que a situação não pode passar impune, mas há sítios mais úteis para levar este caso à justiça que uma página de facebook.

      Eliminar
    5. Tal como disse acima, concordo em absoluto com o que a 2w e o anónimo dizem. O que está em causa é o princípio da inocência, e Portugal é um Estado de Direito. Honestamente, a UZ deveria ser sancionada por este comportamento.

      Eliminar
    6. S* não podia estar mais de acordo contigo, filhos da puta destes deviam ser linchados na praça pública!

      Eliminar
    7. Pior, e muitíssímo mais grave: há pessoas ali a dizerem "eu sou autoridade, dê-me o nome do homem que eu vou lá". "Eu sou autoridade"??? Devia era ter um processo disciplinar bem forte em cima por ter este comportamento fora do âmbito dos trâmites legais e das suas competências próprias. É autoridade e comporta-se como um analfabeto fora da lei.
      É gravíssimo.
      Mas todas gente acha normal e aplaude. É isso e as "autoridades" invadirem as escadarias da Assembleia...tudo muito bonito, sim senhor, a anarquia e selvajaria perfeita em nome sabe-se lá do quê.
      Depois queixem-se do país que têm...

      Eliminar
    8. Mas qual princípio de inocência? As bestas que iam naquele carro abanadonaram o cão; em consequência disso, o cão foi atropelado; em consequência disso, morreu. Inocência, onde? Deixem-se de merdas e formalismos. São culpados, sim. E espero que sejam severamente punidos. Infelizmente, no máximo ser-lhes-á aplicada uma coima pesada. Porque o que esses bestas mereciam (prisão, como ainda há uns dias um juiz decretou nos EUA, para um caso de maus-tratos) a nossa "justiça" ainda não prevê.

      No entanto, também sou contra a justiça pelas próprias mãos. (Embora, dada a ineficácia do nosso sistema judicial - sobretudo nestes casos - até entenda a vontade da malta...) E sim, essa caixa de comentários também me choca.

      Eliminar
    9. Qual princípio da inocência? Vou aproveitar as redes sociais para dizer qualquer coisa sobre si, imputando-lhe factos, sejam eles quais sejam, sem que seja julgado, aproveitando para me desculpar dizendo que já fiz queixa na polícia, polícia essa que tem o dever de provar os actos que cometeu. Se depois de divulgados os seus dados pessoais lhe derem uma carga de porrada, você for inocente, não se venha cá queixar. Há gente assustadora, você é uma delas, anónimo.

      Eliminar
    10. Tu viste? Anónimo das 20.41h se eu tirasse uma foto a ti, no teu carro, num local qualquer, metesse online e dissesse "esta pessoa, matricula, Y, abandonou, atropelou um animal e fugiu, encontrem-no e matem-no que ele merece morrer"..."Encontrem a morada do F**** - e outros termos bonitos usados lá - e vamos lá para ver se ele/a aprende".
      Agora imagina que era a foto do teu carro ali, imagina que não tinhas feito nada daquilo.

      É que no FB estão a incitar o linchamento da familia toda, estão a dar dados privados e a pedir morada... estás a ver? Não vão apresentar queixa à policia e esperar que a mesma confirme alguma coisa, a suposta UZ tem camaras de vigilância mas em vez de proceder à queixa com as mesmas... não, publica uma foto e lança um linchamento.

      Isso é muito errado. Até porque na foto não mostra nada. NADA. Eu também podia vir aqui dizer muita coisa, podia até tirar uma foto ao carro da S* e mostrar os dados dela todos online e dizer que ela tinha feito isto e aquilo ao Pirata e aos gatos... e depois? Como era se algum doente mental lhe decidisse aparecer em casa, mesmo ela estando inocente, achas que a ira e a completa desorganização mental de quem ali manda postas para "morrerem" e "façam algumas coisa que não pode só apanhar multas" e para se "organizarem e fazerem-lhes a folha"... achas que alguém assim parava para ouvir o que fosse?

      "Engraçado" que não vi tanta ira, nem tanto "ajuntamento" para ir atrás do "Palito" - aquele que se SABIA ter morto duas mulheres e ter tentado matar outras duas. Não, para esse bateram palmas. Mas incitarem a morte duma FAMILIA sem quaisquer provas já não há problemas...

      Eliminar
    11. Anónimo das 22:02, por que razão diz que eu sou uma dessas pessoas assustadoras? Leia novamente o meu comentário. Digo lá que aquela caixa de comentários também me choca. Que sou contra a justiça pelas próprias mãos. Apenas não entendo por que razão insistem em falar no princípio de inocência quando há testemunhas que viram os imbecis que iam no carro abandonar o cão. Não são inocentes e espero que sejam severamente punidos (pelo nosso sistema judicial). É isto que diz o meu comentário.

      Anónimo das 20:41

      Eliminar
  10. Estas histórias dão me nojo!!! Odeio pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te odeies que não é preciso tanto...

      Eliminar
  11. Mudei-me para o Brasil à 2 anos e todos conhecidos sem excepção ficaram admirados porque o nosso cão e o nosso gato vieram connosco..... e eu não consigo ainda perceber o espanto... são da familia!!!!
    Iris

    ResponderEliminar
  12. Concordo!!
    Antes de arranjarem um animal pf vejam se têm tempo para eles!!

    viagemdoceviagem.blogspot.com | Facebook

    ResponderEliminar
  13. E cada dia que passa há mais gentalha dessa. Não consigo entrar aqui no face mas nem é preciso, basta imaginar o que se passou...
    Um destes dias andava a Joana na net encontrou um video de dois miudos que pegaram fogo a um gato, todos felizes e risonhos com o desespero do animal. Fiquei doente sério. Como é que conseguem fazer uma maldade daquelas que seres humanos vão "sair" dali???

    ResponderEliminar
  14. Ainda assim, és muito boazinha. "Gentalha" não é o nome que eu, pessoalmente, usaria para descrever esses filhos da puta. (excuse me my french)

    ResponderEliminar
  15. Essa gentalha tira-me do sério. Mesmo.
    :(
    Ainda hoje no post que fiz no meu blogue, coloquei fotografias do meu gato. O Nuno foi buscá-o ao canil e é a coisa mais linda que existe! Não sei como é que há gente, que consegue fazer mal aos bichinhos...

    ResponderEliminar
  16. É gente de m*rda!! que não vale a pena!

    ResponderEliminar
  17. As pessoas estão mais animais do que os próprios animais hoje em dia.

    jj-jovemjornalista.com

    ResponderEliminar
  18. Eu nem vou ler porque detesto este tipo de coisas.
    Como é que neste pleno século ainda há mentalidades assim ?
    Qual ciência qual quê. A humanidade continua na sua maioria estupida,
    retrógada.
    Enfim, enfim ..

    ResponderEliminar
  19. é gente de merda! Filhos da puta quem nem deviam sequer existir

    ResponderEliminar
  20. Não sei se já leram lá mas, pelos vistos, quem abandonou o animal tinha antes tentado entregá-lo na instituição por isso pode ser alguém que não tenha condições ou simplesmente alguém que o tivesse encontrado no meio da rua. E a associação recusou. Não será, portanto, a UZ tão culpada como eles?

    ResponderEliminar
  21. Assustador. O pior é q nada lhes vai acontecer, além da vergonha.

    ResponderEliminar
  22. De toda o assunto, confesso que os comentarios 'a situacao sao o que mais me incomoda. A situacao em si e' imperdoavel. Jamais era eu capaz de abandonar os meus animais, Mas isto devia ser levado para a policia que bem sabemos o quao defensores dos animais sao, nao havia necessidade para esta atitude. Quanto muito denunciavam o caso na policia. E' a minha opiniao.

    ResponderEliminar
  23. Já tinha conhecimento desta situação. Mesmo imaginando que essa pessoa passe fome e não possa manter o animal, não seria mais lógico, caso o amasse, bater à porta da União e explicar? Pedir ajuda humanamente? Com dignidade? A sério que essa alminha achou que o seu companheiro de uma vida ficaria no passeio á espera que desconhecidos o acolhessem sem correr atrás do que sempre foi seu? Não sei se essa dona é má ou simplesmente idiota.

    ResponderEliminar