sábado, 31 de maio de 2014

Dar sem receber

Ser cão é saber dar mesmo sem receber.

Hoje fui passear o meu cão Pirata no rio, com o cão de um casal amigo. Encontramos esta pobre alma a vaguear por ali. Andou atrás nós, a pedir mimo, quase duas horas. Depois desapareceu. Rezamos para que tivesse ido encontrar a sua família... mas quando vínhamos embora, reparamos que continuava lá. A senhora do café disse ao mais-que-tudo que o pobre cão tinha sido lá abandonado, há já uns dias.

Foi fácil, muito fácil, fazê-lo entrar no nosso carro. Vamos ver o que vamos fazer. Mas este príncipe, ainda tão novo, lindo, e meigo como tudo, não vai voltar para a rua. Amanhã vai à veterinária, para ver se tem chip.

40 comentários:

  1. Espero que não tenha sido realmente abandonado! Não compreendo como é que alguém pode fazer isso a um animal!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Fico de coração apertadinho. Ele teve muita sorte em encontrar-vos! Beijo

    ResponderEliminar
  3. É por haver pessoas como tu que ainda acredito que ha boas pessoas por ai fora! Obrigada <3

    ResponderEliminar
  4. É tão lindo o cão! E vocês? Pessoas extraordinárias, mais houvessem!

    ResponderEliminar
  5. God bless you, a sério! Epá eu uma vez com um husky fiquei duas horas durante a noite, cheios de frio os dois, e fartei-me de chorar quando tive de o deixar sozinho na rua, porque não tinha como o trazer para casa. Mas fiquei com o coração tãaao apertado, tão triste...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já me aconteceu...Um Boxer apareceu por aqui.Dei-lhe comida e água, mas não consegui ficar com ele, pois vivo num apartamento.Entretanto nunca mais o ví...Espero que tenha encontrado uns donos à maneira!Só de pensar que pode ter sido levado para o canil fico com o coração apertadinho.:-((((Malditos sejam os que abandonam os bichinhos!!!!

      Eliminar
    2. Pois, foi como eu... Entretanto também nunca mais o vi mas espero mesmo que tenha ficado com alguém. Ainda por cima as pessoas têm imensos estigmas com cães rafeiros, é mais difícil ficarem com eles. Aquele era de raça e mesmo dentro dela, era mesmo um cão bonito...

      Eliminar
  6. A pobre alma cruzou-se com boas almas!
    Um grande, enorme, bem-haja para ti!

    ResponderEliminar
  7. Espero que corra tudo pelo melhor com esse patudo! são tantos a precisar da nossa ajuda!

    ResponderEliminar
  8. Só de pensar que alguém abandonou esse fofinho fico de coração apertado. Ainda bem que eles vos encontrou e já vi que o Piratinha se deu bem com ele :)

    ResponderEliminar
  9. É isso que me chateia nesta nova moda de todos terem um cão, os que são por capricho acabam assim sem culpa e sem rumo definido quando os deviamos proteger. enfim... É bom haver gente como tu! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  10. Tadinho...
    Ainda bem que pudeste ajudar. :*

    ResponderEliminar
  11. Deixa-me dizer-te que tens um coração de ouro!Leio o teu Blog há pouco tempo, mas o teu amor pelos animais é uma das razões que me leva a visitar o teu cantinho.Parabéns!Haviam de ser todos como tu.:-)

    ResponderEliminar
  12. Que linda atitude. Ele é fofíssimo.

    ResponderEliminar
  13. adoro cães por isso mesmo, nunca nos decepcionam! Apesar de nos (estúpidos humanos!) o fazermos, enfim.
    Nunca abandonaria o meu cão por nada, é como abandonar um membro da minha família. Quem consegue dormir em consciência com isso?

    Parabéns S*!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto muito de animais mas não concordo com essa frase. Prova disso é uma amiga minha que teve o cão quase a matar-lhe o bebé (filho dela), atacando-o por ciúmes e fazendo com que a minha amiga fosse internada no hospital porque fechou o filho no quarto (para o proteger do ataque) e foi quando o cão se virou a ela e dito cão só parou o ataque sendo forçado pelo marido e pai dela.

      Dona dele, que o amava, que tinha uma doideira enorme por ele, que ainda hoje chora a morte dele como se tivesse perdido um filho, pessoa que o tratava melhor que alguns pais a muitos filhos, que fazia 30 por uma linha por ele.

      O filho dela não está morto por sorte e ela terá marcas para toda a vida. Feitas pelo cão que ela tinha há mais de 7 anos. Portanto, "não decepcionam" para mim não cola.

      Eliminar
    2. É preciso não perder a noção das coisas e das prioridades. Os cães merecem ser (bem) tratados como cães, e os humanos devem informar-se sobre como isso se faz, porque o que para nós é amar um cão como a um filho, para os cães pode ser compreendido como torná-lo superior ao seu dono, dono esse que vê como posse. Casos como o que descreve devem sensibilizar as pessoas para se informarem e se educarem para dar o melhor ao animal: como cuidar bem de um cão, mantendo-o cão, que é o que ele entende e necessita. Casos desses nunca deverão servir para pôr em causa o companheiros e incondicionalidade da dedicação de um bom cão! Não. Enquanto as pessoas que respeitam animais forem tão poucas, é importante saber colocar essas histórias num contexto claro e direccionar com muito cuidado a intenção com que se relata as mesmas.

      Porém, lamento imenso pela sua amiga, filho e marido dela. Espero que recuperem todos desse episódio.

      Eliminar
  14. Gesto lindo. Eu no teu lugar, sendo como sou provavelmente faria o mesmo. Espero que encontre uma boa família e que hoje tenha sido o primeiro dia da sua nova vida:) Com todo o afecto que os nossos cães merecem.

    ResponderEliminar
  15. que bom que o levaram :) só uma coisa.. se ele tiver chip tentem ver se ele foi mesmo abandonado pelos donos.. porque se tiver sido e voces o devolverem, o desfecho seguinte pode nao ser abandona lo num sitio publico mas sim outro bem pior.. obrigada por o levares para o teu aconchego :)

    ResponderEliminar
  16. Dá dó mesmo. E como tens um coração voltado para os animais lá vá este a ter mimo. Deitas e dormes bem. Assim é para aqueles que fazem o bem.

    ResponderEliminar
  17. Tão lindo! Como resistir a criaturas tão puras? Tomaram a atitude correcta, deveria haver mais gente como vocês. Um abraço grande para os dois!

    ResponderEliminar
  18. Pobrezito. Espero que tenha alguma forma de identificação e que tenha sido, por exemplo uma fuga de casa e não mais um abandono. Já tive algumas experiências parecidas e às vezes é complicado encontrar os donos e encontrar local para integrar os animais (no verão de facto, é muito difícil devido aos múltiplos abandonos). De qualquer das formas, uma das coisas que poderá ajudar é colocar anúncios na secção dos "encontrados" de alguns sites como o encontra-me.org. Tenta também articular com alguma associação local, às vezes poderão ter vaga em FAT/abrigo ou poder apoiar na procura ou com ração. Boa sorte e que tudo se resolva pelo melhor.

    ResponderEliminar
  19. Oh S*...só tu mesmo para teres um coração assim! Espero que não tenha sido abandonado ou que consigam encontrar um novo lar para ele. Obrigada por seres assim!

    ResponderEliminar
  20. Fizeram um gesto muito bonito :) Espero que tudo se resolva!

    ResponderEliminar
  21. Ainda tinha esperanças que ele se tivesse perdido mas afinal foi mesmo abandonado. É mesmo um quebra-corações encontrar animais abandonados :(

    ResponderEliminar
  22. Quando a "Maria" me abandonar, já sei para que jardim hei de ir. xD

    ResponderEliminar
  23. Como é que há pessoas capazes de abandonar os seus animais :s

    ResponderEliminar
  24. Apesar de não concordar com muitas coisas q as xs escreves no teu espaço, és boa pessoa e tens um bom coração :) . Uma pessoa que gosta de animais e ajuda é de louvar.

    ResponderEliminar
  25. Parabéns, fizeste algo muito bonito, és uma pessoa de muito bom coração!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  26. Parabéns pela vossa atitude. Bem hajam.

    Anita

    ResponderEliminar
  27. Parece-me um Castro Laboreiro... e se for vai crescer ainda mais :)

    ResponderEliminar
  28. Olha, S*, não imaginas a gratidão que sinto por quem pega nos animais e faz alguma coisa por eles. Eu também estou atenta e actuo, sei que sai naturalmente e que não se caça reconhecimento nem agradecimentos. Ainda assim, saber que há pessoas a fazer isto revitaliza-me o pouco respeito que ainda tenho pela humanidade e, por isso, muito obrigada.

    ResponderEliminar