domingo, 9 de março de 2014

Dos planos a dois


Por um lado, seria engraçado ter um mini-mais que tudo, que seria certamente um daqueles rapazes traquinas. Por outro lado, gostava de ter uma princesa. Daqui a um ano, quem sabe?

60 comentários:

  1. Também penso imenso nessa questão. Quero muito ter uma pricesa :)

    ResponderEliminar
  2. Nem sequer consegues educar um cão! Por favor faz algum bem ao mundo e não tenhas uma criança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Morango Azul, enfim... tristes.

      Eliminar
    2. Os anónimos andam em altas pelos blog's. Haja paciencia.

      Eliminar
    3. Não deixa de ser verdade...

      Eliminar
    4. Epá, que comentarios da treta. Oh S* ignora, não vale a pena!

      Beijinho

      Eliminar
  3. Lol tu dás cabo de mim!

    ResponderEliminar
  4. Não percas é tempo a pensar daqui a um ano ou dois, trata mas é de despachar a coisa!!!! :)))

    ResponderEliminar
  5. Primeiro, educar o pirata!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. E não é por achar que não sejas capaz de educar uma criança (como vi nos comentários acima) ou por achar que não devas pensar em ter filhos (pelo contrário; tu tem filhos, rapariga, e contribui para o aumento da taxa de natalidade do país!). É simplesmente porque ter um cão desobediente como o Pirata perto de uma criança pode ser perigoso. Os cães são maravilhosos e é muito bom uma criança crescer um ambiente com animais. Mas para a segurança de todos, o animal deve estar bem educado.
      Por isso, concordo com o anónimo. Educar bem o Pirata e depois pensar em ter filhos :)

      Eliminar
    2. O meu cão é maroto, mas é muito ternurento e incapaz de fazer mal a quem quer que seja. Confio plenamente do Pirata.

      Eliminar
    3. Sem querer ser má, S*, se estás a pensar num filho tens que mudar alguns hábitos aí em casa, a começar pelo cão e gatos na cama. Pensa nisso.:)

      Eliminar
    4. Anónimo, isso não é ser meu, sei perfeitamente que quando tiver um filho terei de mudar algumas coisas. Mas não pretendo excluir os meus meninos.

      Eliminar
    5. S* espero que não leves a mal, simpatizo contigo e leio-te com frequência, por isso, espero que não leves o meu comentário como maldoso. Mas só quero alertar que já vi cães "marotos" a colocar a vida de crianças em risco. Os donos não queriam acreditar que eles pudessem fazer mal aos seus filhos mas há que entender que os animais agem por instinto, e podem sentir ciumes, podem sentir necessidade de proteger o seu espaço, o seu lar e ver os filhos como um empecilho.

      Recentemente o filho duma amiga minha, após quase 12 meses de convivência, ia sendo atacado por um xau-xau. Só não foi porque a mãe dele (dona) se intrometeu mas ela foi parar ao hospital gravemente ferida... por isso, não subestimes as coisas. O teu pirata apesar de ser mais pequeno pode ser mortal para uma criança.

      Eliminar
    6. Anónima, não levo nada a mal. No entanto, por essa lógica - e é verdade - todos os animais podem ser um perigo para uma criança. Um cão, com a alegria, pode fazer um bebé cair. Um cão pode deitar-se em cima de um bebé, sem más intenções, e magoá-lo. Um gato pode assustar-se e deitar as unhas de fora. O meu Pirata é maroto mas desprovido de maldade, confio nele. Mas confio desconfiando, como se costuma dizer...

      Eliminar
    7. Bem ao ler este post tive que comentar pois tenho uma cadela chow chow e crianças em casa e apesar o tamanho da cadela ela é uma paz de alma e os miúdos andam em cima dela puxam as orelhas e o pelo, e quando ela esta farta de os aturar vai para o ninho, já o yorkshire nem pensar em o deixar a vontade com as crianças porque nunca sabemos se as vai morder. E os animais sabem que quando á crianças que não se podem aproximar ;) a prova é que quando a pequena foi para casa no ovinho eles fartaram-se de ladrar quando pousamos no chão eles cheiraram conheceram a nova dona e ficaram a dormir ao lado mas sabem que não entram naquele quarto:
      :) por isso quando chegar a altura o pirata da S* tb vai acalmar

      Eliminar
  6. lol há pessoas mesmo estúpidas! Certamente se tivesse uma criançairia educa-la muito bem, é bom ter esses planos :)

    ResponderEliminar
  7. Eu sempre desejei ter uma princesa, e tive, mas se tivesse sido um príncipe tenho a certeza que teria ficado feliz da mesma forma....:-)
    xx

    ResponderEliminar
  8. Filhos, sim, venham eles, rapazes ou raparigas! :)
    (Já me tinha perguntado quando te viria o apelo, S*)

    ResponderEliminar
  9. Príncipe ou princesa, fará de tia a maior das rainhas:)))! Avança sem medo...a vida nunca mais será a mesma...mas tu também nunca mais quererás que seja:)))!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  10. Isto não é um bocado pessoal para partilhar com um bando de desconhecidos? :s

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quando não há nada de mais interessante sobre o que se escrever...

      Eliminar
    2. Oh S*, isto é impressão minha ou é sempre a mesma anónima que vem aqui deixar um ar da sua graça? Que falta de vida, não sei como te dás ao trabalho de publicar estes comentários, afinal isto não é uma democracia, é o TEU blogue. Se fosse comigo era "delete, delete, delete". Mas tu lá sabes moça :) É giro que comecem a sentir o apelo para ter filhotes :)

      Eliminar
    3. S, sim, é sempre a mesma. ;)

      Eliminar
    4. não te iludas S, não é sempre a mesma, pelo menos 2 somos

      Eliminar
    5. Claro que é preferível achar-se que é apenas um pessoa a criticar ou a chamar à razão. Porque se fossemos muitos, a autora do blogue teria se calhar de olhar um bocadinho mais para dentro de si e para o que a rodeia, e isso seria chato....

      Eliminar
    6. Anónimo das 19:22, alguma vez a s* ia mudar alguma coisa de acordo com as críticas? Ela nem quando utilizadores registados e conhecidos criticam ou discordam dá a mão à palmatória! Sinceramente, anónimos que gostam de contrariar: não vale a pena. Se gostam de cá vir (e acredito que gostem lol) deixem-se de cenas e aproveitem mas é, que a s* está mais que visto que está off-limits para se sentir incomodada seja com o que for, água mole em pedra dura aqui não entra ahaha! Por isso, sit back and enjoy que senão qualquer dia isto é um sítio sério e depois a malta não arranja um blog substituto à altura ;)

      Eliminar
    7. E um dos principais anónimos, os deita a baixo, são da própria S*. Ela já viu q quando não existe este tipo de comentários, os posts ficam pouco interessantes, e só pouca gente os comenta. :D

      Eliminar
  11. ohh tmbm faço planos para daqui a um aninho, no maximo dois :) quero um menino primeiro :D
    Beijinhos*
    Blog | Youtube | FB

    ResponderEliminar
  12. Posso dizer-te que assim que começamos a pensar no assunto, aconteceu! Quando tiveres um ser a crescer na tua barriga só irás importar-te que esteja saudavél. Eu sempre disse que queria uma princesa e agora só quero um bebé saudavel e com o feitio do pai :)

    ResponderEliminar
  13. Não penses muito, avança :)
    Príncipe ou princesa é indiferente... o amor será imenso, independentemente do sexo (fala esta que adorava ter uma princesa)

    ResponderEliminar
  14. A minha ansia já é tanta que há já algum tempo que deixei de pensar se seria menina ou menino, simplesmente quero ser mãe!! Mas sei que ainda não é a hora e com isto dos adiamentos ja estou nos trinta! :) kiss

    ResponderEliminar
  15. Não pense muito, pense que a alegria e a felicidade devem vir o quanto antes.

    ResponderEliminar
  16. Ja vi tanto comentário ' -.- ueghhh' até chegar aqui pa comentar ( sim pk estou com o tele e para comentar tnh de ver tudo ate ca baixo) que fico 'paneleira dos olhos' ( e desculpa a expressão) S* é como sentir borbuletas na barriga quando começamos a pensar nisso! Esperar não esperar não ha a altura certa, há sim a que nos escolhemos e ponto! Quanto ao resto rapaz/rapariga, ate saberes andarás ali a imaginar mil e uma coisas que farias como seria, dps de saberes o sexo :) não importa pk já só verás o mundo com ele/ela! Quanto ao pirata?! Eu tenho dois gatos endiabrados -.-' muito meigos mas a Deolinda mt ciumenta e de por a pata, e ate agora tudo bem! Está tudo em como gerimos e damos um olho a coisa! Por isso ;) boa sorte sem duvida darás uma optima mae e o pirata um óptimo companheiro ;)

    ResponderEliminar
  17. O que quer que seja seja a maior alegria das vossas vidas!
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar
  18. Eu tenho duas princesas. E não me importava nada de ter a terceira. Confesso que, antes de ter, preferia um rapaz e que, da segunda vez fiquei desiludida. Mas a verdade é que hoje não trocava por nada deste mundo. E gostava de ter outra,

    ResponderEliminar
  19. Venha quando vier e seja menino ou menina, o importante é que tenham saude e sejam muito felizes! :)

    ResponderEliminar
  20. Quando se ama se quer um filho do homem amado. Planos juntos para o futuro são sempre bons.

    ResponderEliminar
  21. Gerar, ter, amar, educar, formar um ser...é das melhores coisas que a Vida tem. Quando for a altura, e só vós saberão, que seja o início de uma etapa muito feliz!

    ResponderEliminar
  22. Seja qual for o sexo espero que venha é com saude ;)) E tenho a certeza que qualquer um deles será muito bem recebido ;)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  23. Quando vocês tiverem um bebê, será uma festa em casa com seus bichinhos de estimação. ;-)

    ResponderEliminar
  24. É muito bom fazer planos, partilhar desejos e imaginar futuros, so enriquece as relações!

    ResponderEliminar
  25. Não penses muito...vais ver que vale a pena, por tudo!
    Boa semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Igual para estes lados ;)

    www.prontaevestida.com

    ResponderEliminar
  27. Eu gostava de ter dois filhotes, mas queria ter um menino primeiro. Não sei porque mas gostava :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  28. Podes sempre ter dois e quem sabe tens um casal :)

    ResponderEliminar
  29. Provavelmente só terei um filho, não por ser exactamente a minha vontade mas porque as coisas se encaminham assim.
    Há uns anos, eu e excelso esposo tínhamos combinado que quando fizesse trinta anos começava a pensar nisso, mas as coisas não correm sempre da maneira como esperamos e há que saber adaptar. Os 30 já cá estão e não é, de todo, altura para isso, provavelmente nem aos 32 o será, mas será quando tiver que ser e se eu conseguir ter a certeza que o posso criar com todas as condições que acho que uma criança deve ter e sem ter que abdicar de tudo o que eu e o meu marido gostamos em prol de um filho. Pode ser egoísmo e insensatez da nossa parte mas conhecendo-me como me conheço sei que um filho por si só não será suficiente para sermos felizes e se não der, não deu. Não quero ser feliz apenas pela metade e agora, enquanto casal, sou-o por completo e não me estou a ver a andar de cavalo para burro.

    Quanto aos cães, gatos e afins numa casa com crianças, há que ter consciência que as coisas mudam e as prioridades se alteram por completo. As dos pais e as dos animais, nós enquanto ser humanos temos a capacidade de ponderação, os animais não. Daí que há que ter cuidado triplicado porque o ciúme e essa mudança de rotina podem afectar profundamente o carácter do animal. Aliás, quanto mais mimado e acarinhado for o animal mas cautelosos devemos ser na 'separação das águas'.

    ResponderEliminar
  30. eu ca queria um rapaz.não só porque são mais ligadas as mães mas porque me parecem mais carinhosos do que elas. Mas se viesse uma menina, já me estou a ver enche-la de lacinhos =D
    bjs*

    http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  31. Tenho certeza que vais ser uma EXCELENTE mãe. Os comentários aqui deixados sobre não conseguires educar o pirata e por isso não conseguires educar uma criança são ridículos. Primeiro, pelo o que eu vejo, o pirata, tirando algumas coisitas, está educado. Segundo, um cão é diferente de uma criança. Uma criança educa-se ao falar, ao fazê-la perceber que isto ou aquilo está mal. Não se pode educar um cão a falar. Terceiro, eu acho que a maioria dos acidentes que acontecem são porque não se educa a criança a lidar com o cão e não porque não se educa o cão a lidar com a criança. Quantos vídeos é que eu vejo no youtube com os pais a filmarem todos contentes os filhos a agarrarem o rabo ou a tirarem a comida dos cães? Depois queixam-se que as coisas acontecem. Há que respeitar os animais e estes também têm que nos respeitar e isto tudo ensina-se desde pequenino :)
    Isto (http://1.bp.blogspot.com/-GQxFGR38KbI/T_ULrPmsj3I/AAAAAAAAASg/S6ZsDvpo4A8/s1600/Cartaz,+Crian%C3%A7as+Intera%C3%A7%C3%A3o+com+C%C3%A3es.jpg) até é verdade ;)
    (desculpa o testamento)

    http://miscelaneathesecond.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  32. Eu se fosse a ti só não pedia "traquinas"... não vá o Universo ouvir-te! ;-)

    ResponderEliminar
  33. Cm as meninas podes comprar quinhentas mil roupas! é tuudo liiindo!

    ResponderEliminar
  34. Há algum tempo que não vinha aqui (não sei porquê?), mas adorei este post!!!

    ResponderEliminar
  35. Pois, eu também gostava de dar esse passo, mas a minha vida neste momento não me permite. Estou desempregada e não há meio de ver a luz ao fundo do túnel. Aqui há tempos fui ao Centro de Emprego e o "amável" senhor que me atendeu sugeriu que é uma boa altura para ser mãe, uma vez que estou em casa. Sim, isto é verídico, esta gente parece não saber que para se ter filhos é preciso ter condições económicas. O meu marido não é propriamente um magnata do petróleo e eu não lhe quero incutir mais responsabilidades, já bem basta eu estar na situação em que estou. Enfim... e a idade vai avançando, já estou com 30 anos...

    ResponderEliminar