sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Dear FutureMe

Há um ano e tal inscrevi-me no FutureMe.org, um site onde podemos escrever cartas para nós mesmos e pedir para serem enviadas para o nosso e-mail daí a X dias, meses ou anos. Já nem me lembrava que tinha escrito esta carta para mim mesma, há um ano atrás. Quando a recebi, na manhã de hoje, estranhei. Duvidei que fosse eu a escrevê-la. Mas depois percebi que, de facto, só poderia ter sido eu. As emoções estão lá todas - mesmo que hoje eu esteja de trombas com o mais-que-tudo.

"Dear FutureMe,

Nunca foste a típica mulher que sonha com o dia do casamento. Nunca foste vidrada em vestidos de noiva, nunca folheaste revistas de moda para noivas, nunca sequer procuraste destinos perfeitos para a tua lua-de-mel. Até ao dia.

Tudo mudou no dia 25 de Setembro de 2010, o dia em que o conheceste. Foi nesse dia que passaste a sonhar acordada com o dia em que irás poder dizer "Prometo amar-te, respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença até que a morte nos separe". Vais estar a dizê-lo do fundo, bem do fundo do teu coração.

Não sabes o que o futuro (eu, esse sacana) te reserva, mas sabes que irás amá-lo sempre. Sabes que irás respeitá-lo sempre. Foi ele quem te ensinou o que é o amor. Ele mostrou-te que a entrega emocional é possível. Mostrou-te que o amor verdadeiro não deixa espaço para medos, para desconfianças, para ciúmes. Para quê? O amor é fiel, é seguro, é confiante, é calmo e belo. O amor não precisa de exigir. Ele é abnegado, altruísta, dedicado.

Foi Ele. Ele mostrou-te que não há ninguém mais especial do que tu. Ele sorri de cada vez que te olha, ama-te com as palavras e cativa-te com os gestos. Não precisas de muito mais para ser feliz. O amor, o verdadeiro amor, esse preenche-te."

41 comentários:

  1. E porque é que ainda estás de trombas com ele? Vá, vai lá dar-lhe um beijinho e fazer as pazes! :D

    ResponderEliminar
  2. Também me inscrevi nesse site há um ano e tal, mas o que eu enviei foram 3 coisas (em 3 frases curtinhas) que eu esperava já ter realizado quando recebesse os 3 mails, em datas diferentes. Nos últimos meses já recebi 2 deles, e foi bom perceber que ambos já foram concretizados. Esperemos que o 3ª também o seja, embora já não me lembre do que escrevi nem da data que escolhi.

    ResponderEliminar
  3. Que carta linda :) Vai na volta, e era mesmo o que estavas a precisar de ler agora!

    ResponderEliminar
  4. Opá, que lindo :') É uma bonita ideia :D

    ResponderEliminar
  5. Tinha a mania de escrever ao meu futuro eu quando era adolescente. Ainda guardo algumas dessas cartas e apesar da maturidade os sonhos continuam. Quanto à tua carta só tenho a dizer "Que mulher apaixonada!":) Bom fim-de-semana e rápidas tréguas

    ResponderEliminar
  6. Desconhecia! Olha que giro e veio bem na hora certa :)

    ResponderEliminar
  7. Depois desta carta, não há "trombas" que aguentem :-)

    ResponderEliminar
  8. ....que ideia fantástica....não sabia desse site...tenho que ir espreitar...quanto ao texto é lindíssimo parabéns!

    ResponderEliminar
  9. Que giro.. desconhecia tal site.
    Mas agora vai, pranta-lhe uma beijoca e dez-lhe que o amas... :)

    ResponderEliminar
  10. Eu costumo colocar lembre-tes no telefone, para o ano seguinte, com frases do génro " o que mudou"?
    ás vezes precisamos de olhar para trás e ver o que conquistamos ou o que estamos a lutar para tal.
    Mesmo ele sendo o tal, vai haver sempre esses momentos de trombas ( os meus demoram 2 minutos), faz parte.

    ResponderEliminar
  11. Adorei a carta que escreveste para ti própria! Eu também escrevi e era para a ter recebido já em Novembro mas não chegou :x

    ResponderEliminar
  12. É estranho, mas arrepiei-me ao ler esta carta! Revi-me nesse teu amor :)

    ResponderEliminar
  13. Leiam a carta em conjunto que está linda linda linda e façam lá as pazes :D

    ResponderEliminar
  14. Tão querida :) o arrufo passa. Vai lá dar-lhe uma beijoca :)

    ResponderEliminar
  15. Como diz a minha mãe: casa ralhada não é governada.
    Mas a melhor parte das discussões e dos amuos é fazer as pazes. E quando o amor é verdadeiro, um pedido de desculpas e um beijinho chegam para deixar todas as zangas para trás das costas ;)

    ResponderEliminar
  16. Eu nunca tinha sequer ouvido falar desse FutureMe.org.... ando mesmo a leste do paraíso...:-)
    Mas que linda carta que escreveste! Há trombas e trombas, vê lá se não estás a sobrevalorizar coisas que nem vale a pena valorizar... Isto sou eu a falar...que faço um pé de vento por tudo e por nada.
    xx

    ResponderEliminar
  17. A carta está maravilhosa! Descreve bem o que é o verdadeiro amor e és uma sortuda por poderes vivê-lo.

    Não conhecia o site, mas achei a ideia muito gira e já vou dar uma vista de olhos. :)

    ResponderEliminar
  18. Eu não faço nada disso, daqui a 1 ano recebo uma carta que escrevi e ainda me arrependo... prefiro deixar certas coisas do meu fundo, é mais seguro :)

    ResponderEliminar
  19. E se entretanto tivessem acabado?
    Acho que se escrevesse uma carta para mim mesma o escreveria sobre mim e não sobre outra pessoa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas porquê? Se tivéssemos acabado, recordaria com carinho o bom que ficou.

      Eliminar
  20. que ideia gira... e que carta tão bonita.

    ResponderEliminar
  21. mas que ideia fantástica da qual n tinha ouvido falar.
    E parece que um ano passado e os sentimentos são iguais ou maiores.
    muito bom. muito bom msm =D
    bjs*

    http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Que lindas palavras! E pelo que vais mostrando, tão presentes agora como quando as escreveste ♥

    ResponderEliminar
  23. Nao conhecia o projecto! Que ideia engraçada!
    Parece-me que a missiva chegou mesmo num dia apropriado :)

    ResponderEliminar
  24. Nunca tinha ouvido falar desse site, mas a ideia é fantástica! :)
    Se ele sentir exactamente o mesmo que tu escreveste na carta...então vocês os dois vão ser daqueles velhinhos sentados num banco de jardim, com as mãos dadas e com os netos a correrem à vossa volta ;)
    Os amuos também são necessários e fazem parte. O importante é aprender com isso.
    Sê feliz! :)

    ResponderEliminar
  25. Não conhecia... mas veio mesmo a calhar. Tu a falares de vestidos. :P
    Quando alguém encontra o amor verdadeiro... TUDO muda, TUDO vale a pena.

    ResponderEliminar
  26. Li este teu post depois de ver o final da novela Avenida Brasil, e se aí fiquei lamechas, ao ler o teu post mais lamechas fiquei! Ahah!

    Pois é, em 3 anos muita coisa mudou, S.! Já falas em vestidos e tudo, é o começo!

    A carta está linda, e acho que é essa a essência do amor de verdade: aquela pessoa jamais será esquecida. Há tempos li num livro que a mulher deve escolher para pai do seu filho um homem de quem se vá orgulhar sempre, independentemente de irem viver juntos a vida toda ou não. Acho muito bonito isso, mais bonito do que paixões fugazes.

    Bom fim-de-semana!!! *

    ResponderEliminar
  27. Tchii tenho que fazer tambem! :) nao conhecia

    ResponderEliminar
  28. E vale mesmo a pena estar de trombas? Claro que não! Manda-lhe esta carta para o mail e espera por ele...

    ResponderEliminar
  29. Parece-me pouco saudável esta obsessão que tens com o casamento, ainda para mais quando pode não ser recíproco.

    Sentes-te mais segura com um contrato relativo a um sentimento de amor?

    O que eu penso é que o casamento é uma farsa que a igreja católica impõe às pessoas apenas para fortalecer a economia...e sentimentos e dinheiro quando se juntam não dão bom resultado...

    Beijos

    ResponderEliminar
  30. David, esse comentário não faz sentido e até o achei algo desrespeitoso. Não tenho nenhuma obsessão, apenas uma vontade. Ao contrário de ti, não reduzo o casamento a um contrato e a dinheiro.

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  31. Querida, quem fala sobre o casamento como sendo um contrato, é porque não sente o que tu sentes. Eu sei bem como é, já que eu era a típica rapariga contra o casamento e que não acreditava em amores para sempre e olha para mim - feliz após dez anos, casada há cinco e casava mil vezes com o mesmo homem. Acho que quando outra pessoa nos muda assim, é porque é A Pessoa :-)

    ResponderEliminar
  32. Eu bem sei que é deprimente mas comigo aconteceu o contrário, antigamente sonhava com tudo isso e agora que tenho alguém não sonho nem desejo casar :( eu sei que é triste mas é a verdade, bem sei que a vida muitas vezes e ultimamente também me tem passado a perna mas a verdade é que não desejo minimamente sair de casa :(

    ResponderEliminar
  33. Mostra-lhe a carta, vais ver como as trombas se convertem em lindos sorrisos. Beijoca!

    ResponderEliminar
  34. Que giro! A carta e a ideia desse site. Não conhecia e fiquei curiosa... :)

    ResponderEliminar