sexta-feira, 10 de maio de 2013

Um jogo é apenas um jogo

Nunca vou entender estes conflitos todos que acontecem antes, durante e depois dos jogos de futebol.

É apenas futebol, malta. Não é que seja propriamente uma coisa especial de corrida!

20 comentários:

  1. Verdade... não tenho mesmo a mí-ni-ma paciência para estes stresses com o futebol como se a nossa vida, conta bancária ou contas ao final do mês dependesse disso... pfffff.

    ResponderEliminar
  2. É um jogo importante,mas nao ha motivos para exageros.Quem ganham o dinheiro sao eles,nao nos.

    ResponderEliminar
  3. Não costumo brigar e discutir por este motivo. Mas torço fervorosamente. E amanhã estarei a torcer e sofrer pelo Benfica.

    ResponderEliminar
  4. Só é problema para os fanáticos de um ou de outro clube. Eu vou gostar de ver o jogo, sem stress algum porque não sou fanática por nenhum clube.

    ResponderEliminar
  5. Também não compreendo. Fazem de uma coisa trivial uma guerra. Bonito era ver cada um a torcer pelo seu clube mas a respeitar os outros. É isso que falta, respeito.

    ResponderEliminar
  6. Os homens gostam de futebol como as mulheres gostam dos saldos. Nessas alturas também há "guerras" dentro das lojas.

    ResponderEliminar
  7. Antes eu era feliz. Ele desligara do futebol nacional e via o futebol inglês, Espanhol, Alemão, Grego, Africano, via tudo que fosse pontapé na bola deste mundo e eu se não estivesse a trabalhar lia ou brincava com as minhas gémeas e nenhum de nós incomodava o outro.

    Subitamente tudo mudou com o empate entre o Benfica e o Estoril. A nossa casa tornou-se o antro de todos os amigos dele para onde vêm discutir futebol e beber cerveja a noite inteira. Primeiro a euforia de que agora com o empate do Benfas é que era e tudo já eram favas contadas e era só mesmo encomendar as faixas. Euforia passada seguiu-se-lhe o comedimento e ponderação e agora, ainda que dúvidas sobre o campeão não subsistam, há sempre um mais céptico que lá vai prevenindo que não acredita em bruxas mas que as há, há.

    Corre mais uma rodada de cervejola a fim de acalmar os ânimos e despertar as inteligências e lá chegam à conclusão que se não ocorrerem factos estranhos ao jogo em si, tipo o cabrão do árbitro apitar contra quem não deve, ou arranjar um penalti inexistente contra o Porto, o tri está mais que garantido.

    Tudo acalmara e a Matilde já ensaiava um sorrisinho à maneira quando o inferno descambou ainda mais pujante. Então não querem lá ver o que estes cabrões fizeram ao Porto ao nomearem para o jogo o Pedro Proença, um “corrupto” declarado e assumido lampião. Tu já viste isto?! Nem vale a pena jogar e é dar já o título ao Benfas. Foda-se estes cabrões que é sempre a mesma merda!
    Mas o Pedro Proença não foi o que deixou passar um golo contra o Benfica em fora de jogo e que deu o campeonato ao Porto?
    Não! Não estava em fora de jogo e o golo foi limpinho e tu cala-te que não percebes nada de futebol.
    Ah, pensei. Tens aí o meu bilhete para Amesterdão?
    Tenho, por quê?
    Então dá-mo porque se no sábado o Benfica ganha, como eu acho que vai ganhar, és capaz de te esquecer, ou perdê-lo.

    Moi, Benfica sempre enquanto lá jogarem o Cardozo e o Garay.
    Pelo Porto um fraquinho pelo Lucho, mas já foi mais quando tinha com ele o Falcão.
    :)
    Matilde.

    ResponderEliminar
  8. Eu também não entendo, mas verifico que chega a ser muito grave, e isso confunde-me muito mesmo, as guerrilhas, as agressões, ... são incongruentes com a atualidade do mundo presente (aliás sempre foram)

    ResponderEliminar
  9. Ainda bem que me lembraste o jogo, S*.
    Assim, fujo da confusão quando for buscar o meu piolho.

    P.S: embora benfiquista, ninguém me levaria ao estádio hoje.:)

    ResponderEliminar
  10. Sim todas as polémicas que são alimentadas antes são desnecessárias, acaba por ter menos importância aquilo que realmente é importante que é o jogo em si que ainda nem sequer começou*

    ResponderEliminar
  11. Sim, é um jogo. Mas não é apenas um jogo! :)
    É quase uma questão de identidade entre o Norte e o Sul - é uma questão de orgulho.
    Mas, claro, não é preciso haver problemas entre ninguém!
    O que é preciso é o Benfica ser campeão!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carpe, eu sou do norte, do meu Minho, e sou do Benfica. :P Mas entendi!

      Eliminar
  12. Gosto muito de futebol e vejo alguns jogos. Então se são competições internacionais com equipas Portuguesas tento não perder o que eu não entendo é haver rivalidade que chego a extremos tão radicais. Sou muito fair play e acho que isso é que torna o desporto bonito.
    Bom fim de semana e beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  13. Ainda se pagassem aos adeptos um terço dos ordenados que os jogadores ganham... de resto, não entendo para quê tomar dores de tipos suados e ricos.

    ResponderEliminar
  14. é o fanatismo do futebol....sinceramente também não percebo....:/

    ResponderEliminar
  15. Complemente! É uma coisa que eu nunca vou perceber! Mete-me uma confusão....

    ResponderEliminar