quarta-feira, 20 de março de 2013

Desastre - S. G. Browne


Ando a ler "Desastre", de S. G. Browne. Que livro diferente!

Este livro é escrito na primeira pessoa pelo Fado, uma entidade imortal que gere as vidas humanas. Como companheiros de trabalho, Fado tem o Destino, a Morte, a Sorte, a Luxúria, a Gula, a Preguiça... entre muitos, muitos mais. 

Fado, que veste a pele de Fábio na vida humana (sim, estas entidades mortais têm um "corpo" humano), é responsável pela vida de milhões e milhões de pessoas... pelo fado dessas pessoas, como a própria palavra indica.

Estou na parte do livro em que o Fado se apaixona por uma mulher de carne e osso. 

É um livro divertido, leve de ler, mas que nos alerta para as consequências das nossas escolhas. Estou a gostar. Ainda por cima agora entrou na parte romântica e vocês sabem que eu sou uma lamechas.

8 comentários:

  1. Parece ser bastante interessante, mais um que vai para a minha lista de livros para os quais não tenho tempo para ler..

    ResponderEliminar
  2. muito semelhante ao livro "intermitências da morte", de josé saramago, escrito 5 anos antes. :p

    ResponderEliminar
  3. Oh god... Parece interessante e vou ver se apanho um exemplar para me inteirar se gosto ou não. Mas... Fado = fate? Soa tão piroso em português, é o problema às vezes das traduções.


    Mira

    ResponderEliminar
  4. Mira, mas eu até gosto. Efectivamente nós usamos a expressão Fado. :) Estou a ler a versão brasileira, mas estou a gostar.

    ResponderEliminar
  5. Nunca tinha ouvido falardesse livro. Obrigada pela dica.

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia. Muito boa dica.
    beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  7. Parece interessante! Algo também me fez lembrar as Intermitências da Morte, mas é obviamente diferente! Está na lista! :)

    ResponderEliminar