sexta-feira, 22 de março de 2013

Dar troco

Nunca entendi muito bem as pessoas que dizem/pensam "olho por olho, dente por dente". Não é por alguém ser mal educado que eu vou ser mal educada de volta. Não é por alguém ser violento comigo que eu vou ser violenta de volta. Não faz parte de mim, da minha formação, da minha forma de sentir e pensar.

E agora, plagiando a querida O Sexo e a Idade:

48 comentários:

  1. Ahah, sim tem a sua lógica. Sempre fui muito assim. ás vezes da-me pancadas das grandes e sou capaz de virar leoa, mas não não em todas as ocasiões. Aliás o karma é mesmo para isso!
    Boa sexta ;)

    ResponderEliminar
  2. mas há muita gente que leva isso muito a serio :/

    ResponderEliminar
  3. Também não faz parte de mim ser assim. Acho que devemos mostrar exactamente o contrário :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Concordo contigo! Mas muitas vezes, a minha condição de mulher do norte dá-me mas é vontade de deitar as mãos às ancas e "desancar" alguém! Pois, rsrsrs! :)

    ResponderEliminar
  5. Concordo contigo, se respondesse-mos sempre na mesma moeda, o mundo seria bem pior, do que aquilo que já é.
    Ser compreensiva e tolerante é um dom.

    Beijinhos e boa 6ªfeira,
    Carminho

    ResponderEliminar
  6. Sou da mesma opinião
    Beijinhos e um bom dia ;)

    ResponderEliminar
  7. Não é em todas as situações, claro, mas muitas vezes só pagando na mesma moeda é que certas pessoas entendem as atitudes que têm para com os outros. Às vezes é preciso que sintam na pele para se fazer luz.

    ResponderEliminar
  8. Mais do que uma questão de educação ou cultura, é uma questão de temperamento muitas vezes, há quem consiga ser superior e engolir certas coisas, digerindo-as e depois devolve-las de forma inteligente, e há os que fervem em pouca água, sendo que depois disparam em todas as direcções!

    ResponderEliminar
  9. Ahah é verdade, mas também depende da gravidade da situação.
    Eu gosto de dar o troco mas é subtilmente, sem dar nas vistas.

    ResponderEliminar
  10. Também penso da mesma forma, embora haja vezes em que me apetece retaliar... :S

    ResponderEliminar
  11. Uau... Realmente isso sim é ser superior! Não podia estar mais de acordo!!!!

    (olha posso-te fazer uma pergunta, tu já não tiveste um blog no sapo? Em tempos no sapo segui um blog chamado as minhas pequenas coisas, de uma rapariga que assinava S*, eras tu?)

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  12. Bom, eu sou uma pessoa muito pacífica e educada, se alguém for incorrecto comigo e tratar-me com desrespeito, eu ignoro a pessoa, mas tudo depende das situações...que podem ser muito variadas, depende do contexto, porque se levar uma bofetada, não vou de certo oferecer a outra face. Acho que as frases feitas não devem ser tão generalizadas, como se fossem um dogma.

    ResponderEliminar
  13. Gostei da frase XD
    Eu sou assim. Quem é mau para mim, não lhe respondo de volta, mas que não me venha cá pedir nada que eu não dou. Mas de resto tento ser educada. Considero um pouco difícil não dar o que aquelas pessoas me deram. Existem pessoas que parece que andam a pedir mesmo isso.
    Não convém que a gente dê troco, porque não devemos ser rancorosos, que isso só nos faz mal a nós.

    Beijinhos*

    http://garotaembonecada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. E fazes tu muito bem! Ainda bem que és assim! :)

    ResponderEliminar
  15. Nem mais querida S*, nem mais!
    E quanta honra estar aqui "plagiada" por ti!
    Um beijinho querida!

    ResponderEliminar
  16. Eu tbm prefiro ignorar... mas, às vezes, é a vontade que dá!

    ResponderEliminar
  17. Concordo contigo, se assim fosse as pessoas andavam a vida a fazer aos outros o que nos faziam a nós e a vida não era bem vivida...

    ResponderEliminar
  18. Concordo :)

    Como li algures... Nós podemos mudar o mundo com bondade... E, se não reagirmos da forma esperada, talvez esse seja o primeiro passo.

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  19. Ahah ainda ontem estava a pensar escrever um post sobre isso mesmo, olho por olho, dente por dente. Agora fiquei inibida :( não sou assim com tudo, regra geral nem sou assim, mas já fui. Uma vez um rapaz de quem gostava imenso combinou comigo um café, eu fiquei em casa à espera eternamente até que, de madrugada, ele mandou-me uma mensagem a dizer que tinha adormecido e que ficava para uma próxima. Um ano depois, quando ele achou que agora é que queria, combinou novamente comigo um café. E eu... adormeci! Mandei-lhe mensagem lá para as 4 da manhã a dizer que ficava para a próxima! Bom, soube-me bem.

    ResponderEliminar
  20. Ás vezes é tentador "dar o troco" mas se pensarmos bem é melhor não fazermos

    ResponderEliminar
  21. Exacto! Foi neste sentido que escrevi a minha opinião sobre a pena de morte. Por vezes não é fácil, há quem tenha o dom de nos tirar do sério, de fazer vir ao cimo o nosso pior lado. Há que lutar constantemente contra esses sugadores de estabiliade e equilibrio. Só depende de nós.

    ResponderEliminar
  22. Sempre ouvi dizer para nunca discutir com um idiota, porque desço ao nível dele e ganha-me por experiência própria!
    Portanto prefiro dar uma "bofetada" com luva de pelica! Mas dou, senão sufoco!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. E fazes muito bem, nós não temos de mudar a nossa maneira de ser, mas por vezes a pessoa perde a cabeça!

    ResponderEliminar
  24. Ah boa! Está muito bem visto sim senhora :D

    ResponderEliminar
  25. Sou sangue quente, mas tanto sei engolir como sei explodir. Dependerá do momento e da questão. Quando explodo sempre me arrependo. Estou a tentar ser mais tranqüila e não me aborrecer. Mas não acho que faça bem engolir.

    Educação? Para mim, excesso de educação pode significar falsidade. Eu detesto gente polida e falsa. Tu acabas por não saber com quem está lidando, é a segunda pior espécie de gente. Nesta categoria entram todas as pessoas falsas, como os políticos, ladrões do patrimônio público que prometem e não cumprem, etc. A primeira categoria é a que está inserida o rapaz do tribunal (um post anterior), ele é o que a psiquiatria chama de ¨predador¨. Não tem cura, não tem remédio que dê jeito. Ao menos não se descobriu ainda. Um sociopata.

    ResponderEliminar
  26. Tens toda a razão, mas olha que não é fácil seguir esse lema, sobretudo quando nos atinge na alma ou tratando-se de um filho.

    ResponderEliminar
  27. Escrevendo por mim, não sou pessoa de levar uma bofetada e ainda dar a outra face para levar mais uma. Contudo, dentro dos parâmetros normais, sei manter-me no salto com elegância, sem ter que dar a tal outra face. Pois tudo o que é em excesso tem tendência para cair em exagero.

    ResponderEliminar
  28. Eu ser mal educada não sou mas muitas vezes não me calo digo o que tenho para dizer da forma mais correcta que conseguir na altura e pronto.

    ResponderEliminar
  29. Exacto. Como és contra ao "olho por olho, dente por dente", defendes a pena de morte para quem mata alguém! Coerente!

    ResponderEliminar
  30. Oh anónimo, toda a regra tem a sua excepção. E se não sabe ler, vá aprender. Ninguém defendeu a pena de morte - apenas ponderei se seria o mais justo.

    ResponderEliminar
  31. Se eu fosse mázinha diria, quem ofereceu a outra face foi Jesus...e vê lá no que isso resultou para ele...

    ResponderEliminar
  32. Oh ora nem mais. Há situações que nem merecem muitos comentários.

    ResponderEliminar
  33. Tal e qual. Nunca se deve baixar o nível. Não responder a violência com mais violência, é um ciclo vicioso sem fim.

    Um sorriso tem muito mais poder :)

    ResponderEliminar
  34. Ora aí está uma grande máxima, mas que por vezes deve ser contrariada.
    Não estou a dizer que se deve "sair do salto", mas às vezes temos que nos fazer valer não de forma a que estamos habituados.

    ResponderEliminar
  35. Como disse Gandhi: "Olho por olho, e o mundo acabará cego."

    ResponderEliminar
  36. Isso apenas demonstra que somos iguais a quem nos faz mal....

    Beijo doce xxx

    ResponderEliminar
  37. A pesar de plagiares essa abominação que é essa série baseada num livro de um HOMEM, concordo contigo. Não entendo quem se refugia nessa da retribuição "olho por olho, dente por dente". Até porque as pessoas que conheço que mais repetem isso são as primeiras a falhar e as primeiras a cometer injustiças com os outros. Logo, se todos fossem praticar esse dizer à letra, essas pessoas seriam as primeiras na fila a receber as "retribuições" do «olho por olho...».

    Compreendo que ocasionalmente a passividade não é recomendável, mas deve-se ser razoável.

    Lamento por quem age realmente assim "na ponta da faca", porque geralmente tratam-se de pessoas fracas, inseguras, têm medo e não gostam de si mesmas. Só não o perceberam, não o admitem ou não o suportam.

    ResponderEliminar
  38. Ups... leitura rápida, erro de interpretação :) O "plágio" foi ao blogue, que por sua vez só se inspirou no título da série que antes foi livro... OK então. (resta saber quem foi o inventor original dessa frase, eheh).
    Cumprs

    ResponderEliminar