quarta-feira, 20 de março de 2013

Da maldade

Fiquei verdadeiramente chocada quando li esta notícia. Em 2012, T.J. Lane matou três estudantes numa escola de Cleveland. Na altura do crime, tinha 17 anos, não pôde ser condenado à morte, mas apanhou prisão perpétua. Hoje foi ao tribunal para ouvir a sentença e resolveu levar vestida uma tshirt que dizia "assassino", tendo feito gestos obscenos aos familiares das vítimas. Como se ser escumalha já não fosse suficiente, ainda disse a seguinte frase: "Esta mão que puxou o gatilho que matou os vossos filhos masturba-se agora em sua memória. Vão se foder". Vídeo aqui.

Não quero cá saber se é jovem. Não quero cá saber se, coitadinho, tem problemas mentais ou se teve uma infância complicada. Isto é um nojo de pessoa. São casos como estes que me fazem ponderar se, por vezes, a pena de morte não será a pena mais justa.

59 comentários:

  1. Eh lá!! O sistema penal dos EUA está muito avançado! Não pôde ser condenado à noite?! ;)

    ResponderEliminar
  2. pena de morte é injusta. gente assim devia apodrecer entre 4 paredes.

    ResponderEliminar
  3. Essa é uma das razões porque não consegui seguir psicologia forense. Quando oiço coisas destas, só tenho raiva dessas pessoas. Não acredito que alguma vez tenha reabilitação na sociedade.

    Beijinhos*

    http://garotaembonecada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Neste caso, a pena de morte seria a mais justa. Sem sombra de dúvida. Espero que apodreça na prisão. Que nojo de "ser humano".

    ResponderEliminar
  5. Podes crer. É isso e os pedófilos

    ResponderEliminar
  6. Seguramente é mais justo ficar toda a vida preso a ver pela televisão o que deitou fora. A pena de morte é bastante mais prática e se calhar mais barata. Eu voto no que for mais barato.

    ResponderEliminar
  7. Nem vou ver. Isso dá-me completamente a volta à tripa!

    ResponderEliminar
  8. Íris, por ser menor de idade, não.

    ResponderEliminar
  9. até me arrepiei a ler isto. a mente nojenta de algumas pessoas não pára de me surpreender

    ResponderEliminar
  10. Querida S*, corrige aqui "condenado à MORTE" e aqui "TENDO feito gestos obscenos".

    A morte não pode ser vista como um castigo do que quer que seja, na minha opinião, uma vez que ninguém tem o direito moral, legal, o que seja de "castigar" outro alguém desse modo.
    Having said that, a verdade é que eu sempre considerei que prisão perpétua seria muito mais penoso e doloroso do que uma condenação à morte (até porque não acredito em chamas infernais a castigar ninguém no afterlife). No entanto, sei bem que nunca se está verdadeiramente preso enquanto que tens livre acesso à liberdade da tua imaginação. E, é um facto,uma mente perturbada continua a ser "livre" atrás de grades. Muitas vezes conseguindo, na mesma, violentar as suas vítimas (sendo estas familiares/amigos, p.ex., das vítimas destes crimes hediondos).

    Acho que se houvesse alguma forma, recorrendo a fármacos talvez, não sei, de condicionar essa liberdade mental seria, essa sim, a medida mais justa. Provavelmente para este rapaz é uma felicidade perpétua poder reviver na sua cabeça o que fez e o que ainda é capaz de infligir aos outros.


    Mira

    ResponderEliminar
  11. Não se pode dizer que seja um ser humano. É um bocado de lixo com olhos.

    ResponderEliminar
  12. Não há pena maior que a prisão perpétua

    ResponderEliminar
  13. Nem mais!! Assino por baixo!!!

    ResponderEliminar
  14. É nestes casos que eu concordo com a pena de morte.

    ResponderEliminar
  15. Mira, raciocínio sentato. Um miúdo assim novo e já tão cheio de maldade... nem um pingo de arrependimento. :(

    ResponderEliminar
  16. É que o sacana nem arrependido se mostra.

    ResponderEliminar
  17. Que Deus me perdoe mas era capaz de fazer justiça com as minhas próprias mãos!

    ResponderEliminar
  18. Ainda tens dúvidas?!? Morte era pouco. Normalmente julgo que devemos dar-lhes tempo para o arrependimento. Mas se ele não chega, acaba-se com o mal pela raiz.

    (Onde diz "noite", penso que querias dizer "morte.)

    ResponderEliminar
  19. Acho que o facto de os estados unidos, constantemente, nos "brindarem" com exemplos de pessoas como esse jovem, faz com que jamais queira para o meu país o que quer que seja que eles tenham por lá.

    Não tenho, obviamente, dados científicos, mas parece-me que é notório que nos sistemas que optam pela reabilitação tendem a haver menos sociopatas e assassinos em série, do que nos sistemas em que se opta pela pura punição. Não sei se uma coisa está ligada a outra, mas estou em crêr que pode estar... Por isso, jamais seria apologista da pena de morte.

    ResponderEliminar
  20. Nem sei o que dizer...pobres pais que além da dor da perda, ainda tiveram que assistir a isso...:(

    PS: olha o "condenado à noite" e o "tenho feito gestos obscenos" - já te avisaram por aí!

    ResponderEliminar
  21. R: Sim é :) E por momentos parece que estou a falar de ti xD por causa do S*

    ResponderEliminar
  22. ahahah oh gente, obrigada pelos avisos. Estava mesmo cegueta!

    ResponderEliminar
  23. pena de morte sim, mas depois de 70 anos do mais puro sofrimento.

    ResponderEliminar
  24. Li mesmo há pouco a notícia. Fiquei chocada, que viva muitos anos e que sofra o triplo ao mais do que fez sofrer quem cá ficou e perdeu os seus. Gente que nem adjectivo tem.

    ResponderEliminar
  25. A bondade tem, infelizmente, limites. A maldade não...

    ps- tens um desafio no meu blog :)

    ResponderEliminar
  26. matas tão facilmente gente como ele, pelos vistos. Lá pensas ter a tua legitimidade, como pensa ele.

    ResponderEliminar
  27. Eu sigo a linha de raciocínio da Sininho...é incrível como é que no país mais "seguro" e "liberal" do existe uma maior taxa de sociopatas e psicopatas. A grande parte das notícias sobre o tema vem dos EUA. E deve-se muito às suas políticas, ao uso de arma, da publicidade a jogo, eu sei lá....
    Contudo sou contra a pena de morte. Para começar Portugal foi o 1º país que a aboliu. É certo que a pena de morte "acalmava" o sofrimento da família, mas na minha opinião essa gente deve sofrer o que tem a sofrer cá na terra, entre nós. O inferno não existe.

    ResponderEliminar
  28. Eu sou e sempre serei CONTRA a pena de morte. E por 2 meros motivos: não podemos ser iguais a quem criticamos, não convém conspurcarmo-nos pela sujidade allheia e depois, a morte é fácil demais! Que justiça seria esse monstro matar 3 jovens violentamente e ele agora levar uma injecção e dormir descansado? Mais vale ir pra cadeia, onde será ameaçado, sodomizado e terá de lutar pela vida e dignidade.

    ResponderEliminar
  29. Concordo em parte com o que Mira disse. Como profissional da área da saúde questiono o uso dos farmacos. Anestesiar um assassino com psicofarmaco não acrescentaria nada para ninguém.

    ResponderEliminar
  30. Eu sou advogada estagiária e sempre fui contra a pena de morte e a prisão perpétua, mas ao ler noticias destas, ao saber que há monstros destes no mundo, realmente penso . . . será que chega? não mereceria um castigo maior?

    ResponderEliminar
  31. Acho que ele devia quase morrer todos os dias. Devia haver alguém que lhe batesse todos os dias até ele quase morrer. Depois deixavam-no recuperar. Depois batiam-lhe de novo. É isso que tenho vontade de fazer a pessoas destas. Ah, e claro, amputar-lhe as putas das mãos para não se poder masturbar. Havia de sofrer até ao fim dos dias.

    ResponderEliminar
  32. Desculpa o meu comentário, mas não aguento...

    QUE FILHO DA P*TA FODASS*

    ResponderEliminar
  33. Obviamente que a criatura é sociopata. Há muitos sociopatas presos e com muita razão. Não acho que a pena de morte seja justa, sou mais pelos trabalhos forçados e pela falta de contato humano (pode influenciar outros ou fazê-los sofrer).

    ResponderEliminar
  34. Eu sou contra a pena de morte porque acho que ninguém tem direito a retirar a vida a alguém mesmo neste tipo de crimes, porque afinal vai ser necessário alguém carregar lá no botão da injecção letal (ou seja lá qual for o método utilizado). Na minha opinião a prisão perpétua é o castigo suficiente embora não haja cura para estas mentes doentes.

    ResponderEliminar
  35. Concordo plenamente contigo na questão da maldade, não mostra qualquer tipo de arrependimento e é de uma frieza que até arrepia...
    Contudo, não concordo com a pena de morte seja qual for a situação, acho que ao ser esse o castigo ficamos exactamente no mesmo patamar.

    ResponderEliminar
  36. Eu sou contra a pena de morte, sempre! Sou a favor da vida humana, sempre! Acho que o rapaz deve apodrecer na cadeia, como castigo, como medida preventiva e para segurança de todos. Agora, nunca serei de acordo com isso da pena de morte. Esse "direito" - o de tirar a vida a alguém - é muito subjectivo. Para ti, por exemplo, matar alguém é motivo mais do que suficiente para matar também. Para outra pessoa alguém pensar de maneira diferente é motivo suficiente para matar. Haverá até, quem ache que ter uma cor de pele diferente, ou outra orientação sexual, é motivo para matar. Bem sei que estou a generalizar e que o contexto do teu texto não é este, mas é só para explicar como é importante defender a vida humana e ser contra tudo aquilo que atenta contra ela.
    Não foi assim há tanto tempo que um "louco" achou quem não era loiro de olhos azuis merecia a pena de morte!!!

    ResponderEliminar
  37. É tão triste, mas basta olhar para vários assassinos em série ao longo dos dois últimos séculos , para perceber que há pessoas que não conseguem ter qualquer tipo de empatia com o seu semelhante, e nunca vão ter sentimento de culpa ou remorso por coisa alguma. Não poderão por isso viver em sociedade, porque não parecem ter possibilidade de reabilitação.

    ResponderEliminar
  38. Há 3 dias atrás deu um programa que falava sobre a pena de morte nos EUA. No fim do programa, depois de apresentar prós e contras e testemunhos, fiquei com a certeza que a pena de morte deve existir e é justa. O que está errado é o processo de investigação por trás. Por exemplo, se for um menino branco e rico, é provável que se safe; se for um latino, é provável que não se safe. Portanto, a investigação deve sempre ser exaustiva e conclusiva perante provas irrefutáveis. Ainda assim, erros sempre haverá. Mas há gente que nem gente se devia chamar.

    ResponderEliminar
  39. Meu Deus!!! Realmente é de dar "a volta à tripa", mas o que me surpreende ainda mais foi deixarem-no fazer e dizer tais barbaridades! Se está preso (ainda mais num caso como este!!!), então desculpem-me mas não, não tem direito a vestir a porcaria que quer nem a dizer as estupidezes e maldades que lhe apetecer! Não deviam ter permitido que isto se passasse porque obviamente quem sofreu foram os familiares...
    E, se por um lado também me apetece é matá-lo, isso só lhe abreviaria a pena. Prisão perpétua (mas MESMO perpétua, sem oportunidades de visitas esporadicas ao mundo de fora, ou atenuantes) e lições ensinadas pelos outros presos!!! Podia ser que se fizesse o mesmo que no caso de um dos violadores da jovem indiana... "apareceu enforcado na cela" quando nem sequer tinha possibilidades físicas de o fazer, por questões de saúde. Uppssss!!! Só espero que também tenha sofrido.
    Bolas, há gente mesmo má, má má... Como é possível? :(

    ResponderEliminar
  40. Eu sou a favor da pena de morte, e quando li o que escreveste pensei mesmo que lhe deviam ter revisto a pena imediatamente.
    Mas pensando bem a pena de morte é demasiado boa para ele.... Deus queira que ele se torne a "bich" de alguns gajos bem gigantes, na prisão, e que sofra horrores durante o resto da sua vida. E se possível que morra de cancro.

    ResponderEliminar
  41. bem, não era apenas uma pena de morte que ele merecia...ele devia sofrer tanto mas tanto antes de morrer!!! gente estúpida, sem coração!!!

    ResponderEliminar
  42. O gajo é psicopata e como tal não existe a capacidade mental de sentir culpa, arrependimento existe sim uma necessidade diabólica de exibir as nojeiras que faz porque é a unica coisa a que gostam de se agarrar quase como um estímulo sexual.
    Pena de morte, até sou a favor pra estes caralhos não andarem a comer e a viver a vida toda na cadeia a palex do estado.
    Mas no caso desta besta humana, não defendo a pena de morte.
    Defendo sim prisão perpétua mas com muito sofrimento a mistura.
    A pena de morte ia livrá-lo de sofrer....

    ResponderEliminar
  43. É de chocar mesmo :/ não dá sequer para acreditar que existem pessoas assim...pessoas quer dizer..nem sei.

    ResponderEliminar
  44. É triste... e arrepiante que gente assim seja considerada humana.

    ResponderEliminar
  45. Uma triste realidade. Nem sei o que seria melhor nestes casos. É no mínimo chocante.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  46. Depois do muito que se disse aqui, mantenho a minha opinião...pena de morte é fácil...é quase um insulto à forma como as vítimas deste LIXO morreram!

    Por mim passariam a vida numa solitária de 2m por 2m! Sem poder ver a luz do dia, para sempre! Mais loucos do que já são não ficariam...e se decidirem pôr fim à vida, é lá com eles!

    Agora injecção letal? Não causa sofrimento nenhum, eles são completamente anestesiados antes de lhes parar o coração, não sentem nada enquanto as suas vítimas (mortais ou não, porque acho que há crimes tão horrendos como matar alguém, por exemplo, violações) sofreram e alguns continuam a sofrer enquanto viverem!

    ResponderEliminar
  47. Eu ainda estou parva a ler a notícia

    ResponderEliminar
  48. Uma verdadeira tristeza de pessoa... HORRIVEL!

    ResponderEliminar