quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Os Gregos


Esta deixou-me arrepiada. A fome, o desespero, o orgulho ferido... tanto e tão pouco numa só fotografia.

Para quem não conhece a imagem, eu explico. Na Grécia, agricultores andaram a distribuir frutas e vegetais às pessoas. Como se pode ver, até um saco de laranjas é visto como algo valioso.

50 comentários:

  1. há muita gente que não sabe o que é passar fome, não ter sequer dinheiro para um café, ter de comer pão duro e não ter uma moeda para um pacote de manteiga...
    Pinta

    ResponderEliminar
  2. há muita gente que não sabe o que é passar fome, não ter sequer dinheiro para um café, ter de comer pão duro e não ter uma moeda para um pacote de manteiga...
    Pinta

    ResponderEliminar
  3. Claro que se queixam e com razão! E eu sou uma das queixosas! O problema tanto na grécia como aqui é a fome e a miséria causada por uma crise que o povo não criou, mas que querem que paguemos! Esta imagem é fortíssima :(

    ResponderEliminar
  4. Um dia seremos nós por aqui a receber de mãos bem estendidas um saco valioso de fruta!

    ResponderEliminar
  5. Fiquei com lágrimas nos olhos. Ninguém, por mais vil que seja, merece passar fome.

    ResponderEliminar
  6. Até me vieram as lágrimas aos olhos quando vi...

    ResponderEliminar
  7. Tenho tanto medo destas situações, é que não acontece só aos outros.

    ResponderEliminar
  8. Pra mim um saco de laranjas seria valioso mesmo que eu fosse rico.

    ResponderEliminar
  9. É, de facto, arrepiante. Mas não sabemos o que nos espera. Esperemos que não seja o mesmo.

    ResponderEliminar
  10. Cheira-me que por cá ainda vamos chegar a esse ponto...

    ResponderEliminar
  11. E depois há bestas (não têm outros nome) como o senhor Ulrich que diz que se eles aguentam, nós também aguentamos... Nem tenho palavras para demonstrar a minha revolta!

    ResponderEliminar
  12. Isso é arrepiante, concordo. Acabei de comentar essa foto no blog da Mamã Peep Toe. É triste... e mais triste é saber de casos cá em Portugal onde isto seria uma ajuda preciosa.

    ResponderEliminar
  13. Isto deixa-me tão triste. Muitas pessoas que tal como nós nunca fizeram nada por este crise e agora tem de a sofrer... não é justo :-/

    ResponderEliminar
  14. Vi de perto a crise em Atenas e nas Ilhas de Santorini e Mykonos de forma diferente quando lá estive em Outubro de 2012. Nas ilhas de Santorini e Mykonos eles quase que laçam o turista para dentro das lojas. Estão desesperados para vender. Mas são super gentis, assim como vós, bem diferente do restante da Europa.

    ResponderEliminar
  15. A maior fome será sempre a fome de pão, ou laranjas neste caso...no entanto uma foto tanto pode valer mais que mil palavras, como induzir-nos em erro.
    Faz-me lembrar certas campanhas eleitorais em que os políticos em Portugal distribuíam o que quer que fosse e toda a gente ia a correr...ou seja, existe sempre gente que acorre a tudo, mesmo que não precise...Mas pelo que parece estas mãos que desejam o saco de laranjas parecem precisar mesmo de muito pão e laranjas.
    E não há dor mais funda do que comer o pão que o diabo amassou. Isto vale para os gregos e para nós.

    ResponderEliminar
  16. Todo trabalho é um servir ao outro. Quem tem apenas dinheiro ficará sem nada, de uma hora para outra. Essa crise mundial financeira que vivenciamos é uma prova disso.

    www.beabadosucesso.com.br

    ResponderEliminar
  17. Cada vez que vejo algo assim fico com um medo!!!!

    ResponderEliminar
  18. Uma triste realidade. É apenas uma amostra do que se passa. Não se consegue ficar indiferente a isto...
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  19. Também fiquei impressionada!
    O nosso futuro é cada vez mais incerto, e isso asssusta!

    ResponderEliminar
  20. Até me arrepiei, será que ainda vamos passar por isto. Que duro.

    ResponderEliminar
  21. Absolutamente inaceitável e tudo por conta desta espécie de economia virtual em que vivemos. Tudo ruiu às custas de um pequeníssimo grupo de manipuladores gananciosos e o resultado está à vista. Estas imagens fazem-me recordar reportagens televisivas dos anos 80 no continente africano.

    ResponderEliminar
  22. Ao ponto que chegou a humanidade... Isto lembra-me a história dos séculos XII, e XIII... Ainda dizemos nós que somos evoluídos...

    ResponderEliminar
  23. quando vi isto senti arrepios, por pensar que aqui em Portugal de certeza que seria assim!

    ResponderEliminar
  24. Verdade... :(
    Vi no telejornal as pessaos completamente desesperadas a pegar nos alimentos...

    ResponderEliminar
  25. Quando falto o mais básico a coisa fica mesmo preta :(

    ResponderEliminar
  26. Triste realidade que nos irá bater à porta bm mais depressa do que o que se pensa. Realidade à qual o povo trabalhador não fez nada para merecer, realidade que os nossos idosos já estão a sofrer, que as nossas crianças já sentem segundo os próprios professores constatam.
    Mas o que mais me assusta é ler ainda hoje as sondagens a dizer que o PSD subiu na opinião dos portugueses e que continuamos mais na mesma, ou seja PSD vs PS. Por isso todos à rua no dia 2 de Março, sejamos de que partido formos para imagens destas não chegarem cá.
    Fernanda

    ResponderEliminar
  27. Que angustia que isso me deu. Que medo que ganhei com essas imagens. Mas não sou tão ingénua e pensar que isto não acontece no nosso pais, talvez de uma forma mais discreta e calada.

    http://garotaembonecada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  28. Curioso... agricultores. Cada vez mais me convenço que esta crise irá representar uma mudança gigantesca na nossa cultura, o regresso à terra e a um sistema quase que feudal. Escreve o que eu te digo... teremos uma regressão de eras.

    ResponderEliminar
  29. É mesmo de ficar arrepiada. Deve ser mesmo a pior e mais profunda de todas as angustias, a fome...dói só de pensar :/

    ResponderEliminar
  30. eu vi a noticia e deu-me uma tristeza enorme pq tenho consciencia de que a nossa realidade nao esta tao distante, com a diferenca q nem agricultura temos

    ResponderEliminar
  31. esta realidade deixa-me realmente triste.

    ResponderEliminar
  32. Não consigo imaginar o quão desesperante pode ser.

    ResponderEliminar
  33. Espero que nunca cheguemos a passar por isso.
    A vida já está demasiado complicada assim.

    ResponderEliminar
  34. Fonix! A foto é poderosa.

    Por cá os agricultores há anos que também andavam a distribuir laranjas... Agora já não o fazem porque se calhar já não há agricultores! Na altura protestavam contra a política do governo, que favorecia a importação e tornava o produto nacional impossível de escoar por ser mais caro porém de qualidade. E também porque as cotas da CE limitavam a produção...

    Deviam ter dado ouvidos aos agricultores... um país que não vende o que produz e é forçado a deixar de produzir para IMPORTAR não podia caminhar noutra direcção que não a crise. Tristeza.

    ResponderEliminar
  35. Mas tb é verdade que muitos correm para receber qualquer coisa que seja de graça, precisem ou não. O que, sabendo o que sabemos, não deve ser o caso de todos, pelo menos.

    (e sim, mtos aproveitam para fazer propaganda e manipular as mentes)

    ResponderEliminar
  36. Brrrr! Causaste-me um arrepio maior do que o frio de Paris nestes dias que lá estive. Valham-nos os anjinhos e santinhos todos do paraíso e arredores! E, já agora, valham também aos desgraçados dos gregos...

    ResponderEliminar
  37. Brrrr! Causaste-me um arrepio maior do que o frio de Paris nestes dias que lá estive. Valham-nos os anjinhos e santinhos todos do paraíso e arredores! E, já agora, valham também aos desgraçados dos gregos...

    ResponderEliminar
  38. quando falha o básico não há cá lugar para vergonhas.

    ResponderEliminar