segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Síndrome do "S"

Nunca vou entender por que é que existe gente que adora colocar "s" no final dos verbos. "Tivestes tempo?", "Fizestes bem", "Limpastes a casa?".

Que mania tão feia, já para não dizer que é um erro pateta.

60 comentários:

  1. A mim tb me incomoda, mas é tão tuga conjugar mal os verbos.

    ResponderEliminar
  2. Se calhar queriam dizer: "tivesteis tempo" e enrolaram a lingua sem conseguir dizer!

    ResponderEliminar
  3. Epá, essa é daquelas que não se percebe msm. Porquê??Porquê complicar mais!A mãe de uma amiga minha fazia constantemente.

    ResponderEliminar
  4. Agree. Nos mais velhos ainda desculpo (e não corrijo por educação) mas nos mais novos é uma vergonha!

    ResponderEliminar
  5. São as mesmas pessoas do "quaisqueres"...

    ResponderEliminar
  6. É um facto que muitas pessoas falam assim, também não percebo..

    ResponderEliminar
  7. que horror, detesto quando dizem isso!!!
    boa semana =)

    ResponderEliminar
  8. Cá para mim são uns rebeldes. Como não se podem revoltar no seu dia a dia, vingam-se na linguagem.

    ResponderEliminar
  9. não posso dizer que nunca cometi esse erro... às vezes acontece...

    ResponderEliminar
  10. ,o) lol é engraçado a forma como algumas pessoas escrevem tal e qual conforme falam, muitas vezes nem dão por ela que o fazem ,o)

    ResponderEliminar
  11. Eu tenho uma teoria.
    Acho que é da missa. Sim, aqui há uns tempos eu tive que frequentar várias vezes a igreja (porque decidiram morrer todos ao mesmo tempo e depois há funerais, missas do 7º dia, missa do mês, do ano, etc)e reparei que nas leituras que se fazem lá, falam assim...com "ssss"...
    Hás-de reparar...

    ResponderEliminar
  12. É a maneira como as pessoas falam... uns escrevem assim, outros escrevem correctamente! Desde que sejam seres humanos decentes, pouco importa como falam ou conjugam os verbos!

    ResponderEliminar
  13. Bem verdade.. e notei mais ainda isso quando vim para o norte.. aqui é pior

    ResponderEliminar
  14. Deve dar um tcham no sotaque hehehehe

    beijo

    ResponderEliminar
  15. Eu quase que me arrepio sempre que oiço isso. É isso e "Prontos". Credo.
    Mas o mal já vem de trás e por mais que tente corrigir algumas pessoas de família, o erro volta sempre à baila. --'

    ResponderEliminar
  16. Ai o que me ri agora com este post. É tão verdade e fica tão feio. Eu dou logo conta e depois parece que já não presto atenção à conversa da pessoa porque esta não sabe falar.

    ResponderEliminar
  17. Isso desperta o Hitler gramatical que existe em mim.

    ResponderEliminar
  18. Há muita gente que diz essas palavras :s

    *

    ResponderEliminar
  19. Não sei praque escrevesteS este post!

    ResponderEliminar
  20. Também não gosto, mas felizmente ouve-se mais em gente de idade! :)

    ResponderEliminar
  21. Infelizmente há por ai muita gente a falar assim :)

    ResponderEliminar
  22. não é erro... se estiverem a falar para mais do que uma pessoa...

    ResponderEliminar
  23. Gostei muito do que escrevestes S*. Pensastes numa situação muito vulgar e infelizmente muito errada.
    Fizestes bem em falar sobre isso :)

    HAHAHAHAHA! Concordo plenamente, é das facadas no nosso português que me faz mais espécie, mas o que podemos fazer?

    ResponderEliminar
  24. é um país de analfabetos

    ResponderEliminar
  25. E quando dizem "há-des" em vez de "hás-de"? Irrita imenso!

    ResponderEliminar
  26. Dissestes tivestes?

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  27. Não é erro nem mania com o 's', é uma conjugação verbal válida («vós tivestes», 2ª pessoa do plural) mas que simplesmente é pouco usual.
    Esta caixa de comentários está cheia de ignorantes, xiça!

    ResponderEliminar
  28. lol fica fashion também não percebes carai.

    ResponderEliminar
  29. É uma nova pessoa nos tempos verbais, a quarta pessoa do singular, o "tu fizestes" :)

    ResponderEliminar
  30. Melhor do que falar palavrões, tu não achas???

    ResponderEliminar
  31. eu detesto o 'obrigadoS' e os 'bonS diaS' lol

    ResponderEliminar
  32. Aprenderam mal e ninguém as corrige e depois... continua-se a falar mal!
    Ri-te!!!!

    ResponderEliminar
  33. Aquila, ignorante é aquela que tenta saber aquilo que não sabe. Ou melhor, aquela que julga saber a verdade toda.

    Toda a gente sabe que a segunda pessoa do plural leva o dito S, mas a segunda pessoa do singular, o Tu, não leva.

    Portanto TU fizesteS,
    TU quisesteS,
    TU lembrasteS, está claramente errado.

    ResponderEliminar
  34. Não acho que seja falta de saber. Quando escrevem, escrevem bem, aposto.

    São manias de quem os educa.

    ResponderEliminar
  35. S*, no teu post pode ler-se "...adora colocar "s" no final dos verbos". Não especificaste pessoas nem nada, como se dizer «fizestes» ou «tivestes» estivesse sempre errado.
    Eu não julguei nada; eu comentei unicamente com base no que o teu post me diz.

    ResponderEliminar
  36. Aquila, por isso mesmo. Se eu não dei exemplos, também não tinha material suficiente para chamar toda a gente de ignorante.

    ResponderEliminar
  37. Tu não deste exemplos cruciais para as pessoas poderem opinar convenientemente, mas estas também não tiveram o discernimento para perceber que o que está errado é este teu post. E não tiveram esse discernimento porque são ignorantes (porque qualquer pessoa ciente do erro esclareceria as diferenças e não anuiria ao que dizes, pois está incorrecto.)

    ResponderEliminar
  38. Aquila, já percebi.

    Fique na sua que eu fico na minha.

    ResponderEliminar
  39. HAHAHAHA, há coisas que até me fazem doer a barriga de tanto rir.
    Ai S*...tens tanta paciência...tanta, mas tanta...
    Eu se fosse a ti fechava o blog, afinal de contas se de tantas pessoas que leram e comentaram este post, só uma entendeu o sentido e o alcance do texto,das duas uma, ou todos os restantes são uns acéfalos que dizem que sim ao que escreves ou então escreves tão mal que não se entende o que queres dizer (o que não me parece que seja o caso, por acaso). Como me parece que não queres tornar este blog como um objecto de culto, acho que, a bem do bom português escrito, é melhor que o feches.
    e olha, desculpa lá, é que todos percebemos que estavas a falar da 2a pessoa do singular, mas não é assim, certo?

    Ou então sugiro um "Como tolerar comentários....estranhos e desprovidos de sentido" :s

    tss tss tss

    ResponderEliminar
  40. Eu percebi perfeitamente o que quiseste dizer! E ri-me imenso com o post ;)

    100manias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  41. euoparoloeosoutros, acertaste mesmo no ponto. É a tal coisa, como diz o post de cima, implicar por implicar. Mas vou pensar numa rubrica com esse nome! :D

    ResponderEliminar
  42. Eu fiz um reparo e têm a bela humildade de chamarem de implicância? O teu post não está minimamente rigoroso e os adjectivos que usas para classificar o erro são completamente ocos, mas bora lá alinhar e apedrejar todos aqueles que dizem tivestes. "é burrice", "é trenguice", "é uma vergonha", "é uma dor", "é horrível", "é arrepiante". Ah, e eu é que estou a ser desproporcional?

    Há pessoas, mais de uma certa idade, que têm a tendência (hábito antigo) de tratar alguém (singular) utilizando o «vós» em contexto de conversação, demonstrando uma certa formalidade e respeito. Apesar de estar errado, não me parece apropriado chamá-lo de "mania tão feia, para não dizer erro pateta". Isto é que me parece implicância sem justificação, mas fiquem lá com os vossos critérios.

    "...ou todos os restantes são uns acéfalos que dizem que sim ao que escreves ou então escreves tão mal que não se entende o que queres dizer (o que não me parece que seja o caso, por acaso)."

    De facto, a autora do blog escreveu mal, mas consigo entender que tenhas conseguido captar o post sem fazeres uso de algum espírito crítico; afinal tu achaste o meu comentário estranho e desprovido de sentido (que não foi, nem uma coisa nem outra, vocês devem adorar adjectivar ocamente), logo nunca haveremos de estar no mesmo plano de compreensão.
    E sabes, lá por haver 20 pessoas a concordarem com aquilo que dizes, não quer dizer que tenhas dito uma coisa certa. Essas 20 pessoas podem ser idiotas.

    ResponderEliminar
  43. Concordo, também me enerva um bocado.

    Big Kisses

    ResponderEliminar
  44. Aquila, "idiota" (palavra utilizada por si) está a ser a senhora e não vou aceitar mais comentários implicantes só por implicar. Páre de insultar as pessoas só porque lhe apetece e admita que está a implicar por pura maldade.

    ResponderEliminar
  45. Ó S*, lol, eu acho que tu estás a falar para uma criancinha que não sou eu, certamente. Estás a ordenar-me? Ahah.
    Como tu dizes, "fica na tua que eu fico na minha", nada posso fazer por ti se nem consegues reconhecer que te expresssaste mal e até já sentes necessidade de me mandar calar. Esclarecedor por si só.
    O meu último comentário foi em resposta ao euoparoloeosoutros.

    ResponderEliminar
  46. Bem, aqui no Brasil conjuga- se o verbo dessa forma:
    Eu sou
    Tu és
    Ele é
    Nós somos
    Vós sois
    Eles são
    Se em Portugal é diferente, que culpa temos nós???

    ResponderEliminar
  47. Qualquer calinada no português também me fere o coração... :S

    ResponderEliminar
  48. Mas não me faz confusão alguma.
    Quase nada me faz.
    Regionalismos, calinadas, sotaques, estrangeirismos, extrema colocação na pronúncia, uso abusivo de terminologia rica, etc...

    Acho toda essa diversidade maravilhosa. Um património.

    Só «embirro» com uma expressão no léxico português: não obstante. Dificilmente a consigo escutar quando repetida mais que uma vez :) É que tive um professor que a usava umas 20 vezes por cada meia-hora... Apeteceu-me mandá-lo parar de ser repetitivo e contive-me. As lições dele diluiam-se em constantes "não obstante, não obstante, não obstante" LOL

    ResponderEliminar