Avançar para o conteúdo principal

Polícia trava plano para castrar e matar Justin Bieber


Há gente tola para tudo. Ok que o rapaz é meio irritante, com aquela mania que é estrela e de que é a última coca-cola no deserto. Mas não convém exagerar, é um miúdo, escusam de lhe querer tirar a masculinidade.

Se ser parvinho fosse crime estava meio mundo bem tramado.

Comentários

  1. Alguem de Cantanhede e preparar o plano???

    ResponderEliminar
  2. agora é que disseste algo certo, parvoíce e estupidez deviam ser punidas por lei!
    bom fds :) beijo*

    ResponderEliminar
  3. Também não entendo tanto ódio... Em vez de canalizarem o ódio para tanta gente que nos faz mal, canalizam para um miúdo de 15 anos com a mania que é estrela?

    ResponderEliminar
  4. Só sao competentes quando nao devem! :|

    ResponderEliminar

  5. Ele acha-se mesmo a última coca cola no deserto e pra mim não tem piada nenhuma mesmo, é muito cheio de manias!
    Mas credo isto é um exagero!

    ResponderEliminar
  6. Realmente!
    Para quê tanto trabalho?
    O rapaz já acaba com a sua própria masculinidade sozinho!

    ResponderEliminar
  7. Ai gente burra! Era logo atirar a matar! Porque castrar, o puto ficava com voz de contralto e ainda tinha uma nova carreira na ópera!

    (atenção, não sou a favor de matar o Bibas, desde que não o ouça nem o veja, 'tá-se bem!)

    ResponderEliminar
  8. Oh por favor!!!
    O tipo lá na prisão não deve ter mais nada para fazer ah ah...

    ResponderEliminar
  9. seria o renato seabra o autor do plano?

    ResponderEliminar
  10. Coitado, é só um miúdo! Nem acho que seja assim tão másculo que seja preciso castrá-lo ahah :p

    ResponderEliminar
  11. Deve ter sido algum tipo inspirado pelo Renato Seabra!

    ResponderEliminar
  12. Que maldade. Mas tirar-lhe o quê? O pobre parece-me ter um atraso na glândula pituitária, e noutras...

    ResponderEliminar
  13. Estavam a planear um assassinato mas o que achas exagerado é tirar-lhe a masculinidade?

    E novamente: estavam a planear um assassinato(!), e tu ainda tentas justificá-lo minimamente com o facto (opinião) de ele ser 'meio irritante, com aquela mania que é estrela'?

    Hãn?

    ResponderEliminar
  14. Uma dúvida para quem planeava este homicídio: de que adianta castrar depois de morto? :P

    pippacoco.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Coitado do rapaz, recém-casado ainda por cima com aquela brasa (esquece-me o nome). Como haveria ele de honrar os compromissos conjugais? ;)

    ResponderEliminar
  16. É um bocadinho difícil tirar aquilo que não se tem.

    ResponderEliminar
  17. Por acaso já irrita um bocado a perseguição à criatura. Eu também não vou muito à bola com ele, mas por tudo o que é facebook/blogs e outras que tais, é só imagens feitas para gozar com o pobre.
    E agora esta coisa de o quererem matar, atingiu todos os limites.

    ResponderEliminar
  18. aparentemente o senhor não o achava irritante, mas era mais um fanático com idade para ter juízo!

    ResponderEliminar
  19. Eu só não percebo porque raio as pessoas insistem em fazer semelhantes parvoíces não gostam não ouvem eu só conheço o miúdo pelo que passa na televisão não conheço nenhuma música dele quanto mais querer que ele desapareça do mapa quando isso tiver que acontecer Deus trata disso.

    ResponderEliminar
  20. Há, de facto, doidos pra tudo ;)
    gostei muito do blog e dos teus "desabafos" tens aqui uma nova seguidora :)
    ***********
    HF

    http://the-hf-blog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. Sim,castrar o rapaz porquê?
    Cortar-lhe o cabelito, já era um castigo.

    ResponderEliminar
  22. Pronto, está certo que ele tem mania para dar a vender e não se pode completamente chamar musica a o que ele faz, mas deixem o moço sossegado!

    ResponderEliminar
  23. Lá nisso têm razão, o rapaz não parece muito másculo. ahahah

    ResponderEliminar
  24. QQQQQQQQQQKKKKKKKKK
    Descobriram o plano? Disgrama!!!

    ResponderEliminar
  25. Qual masculinidade? (Brincadeira):p Anda tudo maluco! Era lindo se agora se planeassem assassinatos de cada vez que alguém nos irrita.
    Se as pessoas canalizassem mas era a suas energias para outras coisas seriam de certo bem mais felizes.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.