segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Facto

É complicado gerir relações em tempos de crise.

Não, o amor não é abalado pela crise... Mas o humor é. A crise rouba-nos o ar alegre, leve e fresco. A crise rouba a descontracção. Isso acaba por afectar o amor, claro, mesmo não o conseguindo destruir.

55 comentários:

  1. A crise afecta tudo mesmo :( O que disseste é bem verdade

    ResponderEliminar
  2. Ou pode reforçar.

    Mas não é fácil.

    :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. A crise não vai afetar os afetos desde que eles sejam bem sólidos! Mas que nos torna mais sombrias isso torna, com conversas mais "pesadas! Tenho vindo a verificar isso até nos almoços mensais com um grupo de amigas.
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar
  4. POr outro lado, as relações que conseguem ultrapassar os tempos de crise serão aquelas que verdadeiramente são sólidas.

    ResponderEliminar
  5. O importante é ver o copo sempre "meio cheio" :)ser otimista... e o dinheiro nunca trouxe felicidade a ninguém. Conheço muita gente com bastante dinheiro e profundamente infeliz... O amor ultrapassa tudo :)

    ResponderEliminar
  6. Somos cada vez mais gestores...Gerir o humor é uma ocupação de alta responsabilidade!;)

    ResponderEliminar
  7. É complicado gerir relações. A crise veio tornar as coisas mais difíceis. E não só pelo humor que nos afecta no amor, mas em tantas outras coisas. As dificuldades do dia-a-dia vão sendo maiores, e muitos casais acabam por sucumbir, porque não estão preparados para isso. Coisas das novas gerações.

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente é uma verdade, sobretudo quando o país se está a afundar!

    ResponderEliminar
  9. Um facto bem real S*
    Não tira o amor mas tira a alegria e a força de viver.
    Nice day

    ResponderEliminar
  10. Como tenho de concordar contigo!
    Agora o esforço para estar bem disposta tem sempre de ser maior!
    :)
    vidademulheraos40.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Concordo contigo, S*. É inevitável que afete. A pessoa acorda a pensar nos problemas, nas contas para pagar, no modo como pode esticar o orçamento... e isso faz com que não se acorde de tão bom humor, que não se dê aquele sorriso... Não destrói, mas afeta.

    ResponderEliminar
  12. Tem que se arranjar forma senão ficamos ainda pior.

    ResponderEliminar
  13. Concordo. Se bem que me parece que muitas relações acabam por sair reforçadas após a nuvem negra passar. Bj

    ResponderEliminar
  14. Não creio. Acho que quanto maiores os problemas fora de casa, mais te refugias no que tens em casa.

    ResponderEliminar
  15. Hum... é verdade que a crise nos rouba o humor e traz-nos tristeza, mas na minha opinião, a crise pode servir para fortalecer a relação, pois é quando as coisas batem no fundo é que conseguimos ver com clareza se a outra pessoa está em sintonia connosco e se podemos contar com ela para bem e para o mal :)

    ResponderEliminar
  16. Andamos mais irritados, eu sei.
    Boa semana**

    ResponderEliminar
  17. costuma-se dizer que "casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão"
    De facto em tempos de crise não é fácil manter o optimismo e concordo quando dizes que afecta o humor, tirando qualidade ás relações.

    ResponderEliminar
  18. Por mais que se tente, afecta sempre. São tempos complicados.

    Big Kisses

    ResponderEliminar
  19. nunca podemos deixar q isso o destrua. temos que ser sempre mais fortes..

    ResponderEliminar
  20. É complicado mas a verdade é que a "crise" afecta tudo e todos de uma ou outra maneira, mas temos que valorizar o que temos, principalmente o amor e a amizade dos que nos rodeia mesmo em crise poderemos continuar a ser minimamente felizes.

    ResponderEliminar
  21. A crise afecta todo o humor em todo o tipo de relações. É um facto!

    ResponderEliminar
  22. sem dúvida.
    é mesmo um desafio manter uma relação saudável hoje em dia!

    ResponderEliminar
  23. Mesmo assim temos de manter o humor, custo o que custar. Principalmente quando o amor está em causa ;)

    ResponderEliminar
  24. Concordo contigo. A crise, o desemprego, a preocupação com a instabilidade (económica, profissional...) em que se vive actualmente... tudo isso nos afecta de certo modo e inevitavalmente afecta as relações, o amor, ... Há que tentar ao máximo separar as coisas e procurar que o amor saia sempre mais fortalecido!

    ResponderEliminar
  25. Não podia estar mais de acordo. Mas temos de ter a capacidade de nos ré-inventar e alegrar a relação.

    ResponderEliminar
  26. pior mesmo é quando a crise nos leva embora de perto de nós as pessoas que mais gostamos, porque no estrangeiro a vida não está tão dificil...

    ResponderEliminar
  27. Deixamos de ter paz mental preocupados que estamos com o futuro, o que não deixa assim margem para nos preocuparmos com coisas menos materiais, porque sentimos que faze-lo é um pouco uma preocupaçãozinha sem razão ou motivo de ser.

    ResponderEliminar
  28. Concordo. É difícil não ficarmos abalados pelo que passa em nosso redor, manter sempre o positivismo quando só nos inundam com emoções negativas. Mas, por outro lado, há lá coisa melhor para combater isto tudo do que o amor? :) *

    ResponderEliminar
  29. E não só isso. Muitas vezes, são os motivos financeiros (só por eles próprios) que levam um casal separar-se.

    ResponderEliminar
  30. Os tempos de crise são inevitáveis. É bom que se consiga conservar algum humor para atravessar esses períodos.

    ResponderEliminar
  31. É verdade, principalmente quando é a crise que impede os casais de avançarem.

    ResponderEliminar
  32. É nas crises que se descobrem os verdadeiros amores
    bjs*

    ResponderEliminar
  33. Concordo. Infelizmente a crise e os problemas financeiros são causa muitas outras "crises" que não têm nada a ver com dinheiro.

    ResponderEliminar
  34. Isso é tão verdade S*...

    A crise rouba-nos os projetos, adia as nossas concretizações e "obriga-nos" a viver num impasse... Impasse esse que temos de o contornar... porque crise há muitas, mas vida há só uma!!

    ResponderEliminar
  35. e os passos que não se dão por medo da crise? não é fácil, mas eu sou da opinião contrária. acho q numa fase tão difícil como esta em q vivemos o amor é das poucas coisas que nos faz felizes, mais leves :)

    ResponderEliminar
  36. Se afecta, oh se afecta!
    Boa semana e beijinhos.

    ResponderEliminar
  37. O amor é abalado pela crise, sim! Infelizmente, são poucos os casais que conseguem manter um relacionamentos após momentos graves de tensão. Porquê? Simples, não é amor, é apenas paixão que se esbate com o passar do tempo, com a falta de compreensão e empenho verdadeiro para se estar numa relação!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  38. Nao tinha pensado nisso ainda, mas infelizmente e totalmente verdade :(

    ResponderEliminar
  39. É verdade,mas há que separar as águas....senão,o amor não resiste.

    ResponderEliminar
  40. As dores de cabeça constantes são uma chatice para as relações.

    ResponderEliminar
  41. amor e humor, nada a ver, tudo a ver ;)

    ResponderEliminar
  42. Completamente de acordo. Aliás, acho que nestas alturas os divórcios só não aumentam porque são caros, mas os desentendimentos devem ser mesmo difíceis de gerir... O velho ditado é que tá correcto.

    Nosso senhor nos defenda!!

    ResponderEliminar
  43. é berm verdade s* a crise além do dinheiro rouba-nos os sorrisos :/

    ResponderEliminar
  44. É necessário fazer um esforço para tentarmos abstrair-nos da crise quando estamos com a pessoa que amamos. Mas não é fácil, tens razão...

    ResponderEliminar
  45. Sem pão todos ralham e ninguém tem razão. A crisa mina mesmo muita coisa ;(

    ResponderEliminar
  46. É que a relação a dois deveria ser um reduto de paz, o espaço para sorrir. Mas, obviamente, ela reflecte o que sentem os dois - e se isso for ansiedade e preocupação, as coisas começam a correr mal.

    ResponderEliminar
  47. Muito complicado mesmo. Por exemplo nas relações há distancia quando deixa de haver dinheiro para as viagens...

    ResponderEliminar