segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Cavaleiro faz investida contra manifestantes anti-tourada

"Um cavaleiro investiu, por duas vezes, contra manifestantes que protestavam contra uma tourada na praia da Torreira, em Aveiro. Não houve feridos graves, mas a associação Animal apresentou queixa contra o cavaleiro".

JN

Há umas semanas tivemos a polémica dos anti-touradas terem ido para a beira da arena insultar quem foi ver a tourada/cavaleiros/forcados. Hoje temos antes esta cena, que ainda consegue ser mais patética, porque em cima de um cavalo é que este senhor é valente. Se descesses do cavalo talvez piasses mais fininho, amigo.

21 comentários:

  1. Assino por baixo!
    Se há coisa ridícula é isso...

    ResponderEliminar
  2. A partir do momento em que se leva uma causa para o lado do fundamentalismo está tudo tramado.
    Primeiro os comentários de quase regozijo de que falei ontem no meu estaminé, hoje isto.
    Assim ambos perdem a razão, como deixaram escrito num comentário.

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente, S, há muitos subsídios a sair dos nossos bolsos para esses burgueses das touradas. É por isso que esse assunto não fica arrumado de vez. Cambada de nojentos.

    ResponderEliminar
  4. Deixa-me completar o comentário, porque não me expliquei bem.
    Lógico que não concordo com esta atitude, acho-a desnecessária, estupida mesmo. Não se vai com um cavalo a trote para o meio das pessoas.
    E qualquer causa deve ser defendida com bom-senso.A sua falta não abona em nada de bom, nem para um lado, nem para o outro.

    ResponderEliminar
  5. Eu vi esse video hoje também, que tristeza! e agora dizem que os manifestantes apedrejaram o cavalo do idiota e que lhe chamaram nomes, o facto é que isso não se vê no video, vê-se sim os manifestantes sentados vestidos de preto com cartazes e nada mais, e depois o cavalo com o idiota (coitado do cavalo) a ir para cima dos manifestantes, e nessa altura sim chamaram-lhe nomes e acho estranho é que só lhe tenham chamado nomes depois daquilo e não o tenham tirado de cima do cavalo e dá-do uma tareia!

    ResponderEliminar
  6. Dos dois lados houve excessos porque não é só a violência física que é considerada violência, os insultos verbais também o são.
    O problema deste tipo de manifestações (e não sei se foi o caso desta) é que geralmente são ilegais, não foram autorizadas e para mim perdem logo aí a razão...

    ResponderEliminar
  7. Isto está é a virar uma verdadeira tourada!

    ResponderEliminar
  8. Li o post da Inês e concordo com o que foi escrito. Não sou nem contra, nem a favor, é-me indiferente. Respeito pelo facto de fazer parte da identidade cultural portuguesa há muitos séculos, respeito quem não gosta. Agora estas atitudes extremas são ridículas, quer de um lado, quer de outro.

    ResponderEliminar
  9. Eu pergunto é como é que a GNR na 1ª investida dele não fez nada!
    Só após a segunda investida deste cabrão é que a GNR foi fazer algo... se fosse um manifestante a fazer algo era logo agredido com bastonadas e afins... haja impunidade!
    E vão os meus descontos para esta corja de bandidos e assassinos!

    ResponderEliminar
  10. Sou completamente anti-touradas e afins. Não suporto fazer mal aos animais. No meu caso, se eu fosse para a manifestação, fazia como antigamente se fazia no Barreiro, Uma beata para o focinho do cavaleiro, era suficiente.Há tradições que a meu ver deveriam ser abolidas , devido à crueldade. Esta é uma delas.
    E ainda esta corja, recebe milhões de € dos contribuintes!
    Se fossem limpar as matas era mais benéfico.

    ResponderEliminar
  11. Não sou aficcionada, mas gosto de ver as pegas, pela parte dos forcados. O toureio a cavalo e as bandarilhas espetadas é que se calhar deveriam ser revistas. Isto para dizer que estou a meio termo, quando o assunto é sobre touradas.

    Esta explicação para dizer que se o toureiro não esteve bem (apesar dele estar ali numa zona reservada aos treinos e, portanto, os manifestantes não terem nada que lá estar), os manifestantes também não! No vídeo, mostraram os carros das pessoas que lá estavam a assistir vandalizados! Mas o que é isto?? Manifestação pacífica, onde? Estragos em propriedades privadas?

    Estas coisas não devem ser feitas desta forma, para além de que qualquer manifestaçáo tem de ser autorizada. Existem locais próprios para o efeito, sem ir provocar quem gosta de touradas e arranjar confusões - falo em abaixo-assinados, referendos, sei lá. Agora irem provocar com manifestações não autorizadas e vandalismos, santa paciência... E mais uma vez, a investida do toureiro também não foi correcta. Sou contra todo o tipo de violência. Não reza a história que alguém alguma vez tenha mudado de ideias ou ideologias, depois de ter sido ameaçado e/ou insultado! Vivemos numa democracia, ou seja, temos meios apropriados para nos fazermos ouvir.

    ResponderEliminar
  12. Citrina, sou absolutamente contra as touradas mas tento respeitar quem gosta. Neste caso estiveram TODOS mal, mas o homem em cima do cavalo e a avançar para os manifestantes esteve ainda pior. O cavalo, irritado, faria muitos estragos. :/

    ResponderEliminar
  13. Sim, S*, no meio disto tudo, quem menos tem culpa é o cavalo! E sabes? Eu tenho a certeza de que em ambas as partes (contra - a favor) existem pessoas que sabem argumentar e contra-argumentar, com respeito e com pés e cabeça. Dessas discussões - civilizadas e educadas - é que podem, sim, mudar-se mentalidades! Presunçoso é aquele que acha que sabe tudo e nunca se põe em causa (a evolução, onde fica?). Por isso mesmo, começo a pôr em causa o toureio a cavalo, que é capaz de colocar o animal em stress. Já as pegas, só os forcados é que se magoam, mas é algo que definitivamente mostra a sua bravura e a história ancestral do homem - a sua capacidade para domar um animal de grande porte.

    Posso perguntar-te se és completamente contra tudo nas touradas, ou seja, não aprecias as pegas do forcados?

    Obrigada e desculpa o testamento :)

    ResponderEliminar
  14. Citrina, nada de nada. Não consigo ver bravura nos forcados, já que pegam um touro já ferido e geralmente com os cornos serrados. Mas mesmo que o touro estivesse no seu melhor, seria contra. Tudo o que implica magoar os animais, sem propósito ou objectivo válido, para mim é errado. Não consigo sequer ver, repugna-me. :/

    Mas tens razão, temos de saber respeitar os gostos alheios. Nas últimas semanas tive de falar diversas vezes com pró-tourada e anti-tourada e a minha opinião não cedeu nem um milímetro... mas tento respeitar. Não aceito que façam mal aos bichos, mas tento respeitar quem gosta disso.

    ResponderEliminar
  15. S*, revendo-se a parte do toureio a cavalo, as pegas dos forcados seriam feitas com um touro não ferido. Os cornos não são serrados! São-lhes enfiados umas protecções, que são rasas nas pontas :) Ou seja, aqui é só mesmo o homem versus animal (questão ancestral, nos tempos das caças), em que só o homem sai magoado (os forcados não magoam o touro).

    Mas entendo que é a tua visão da coisa e respeito. O que não aceito é as faltas de educação que por aí se vêem, em que chegam a desejar a morte, e outros mimos, aos toureiros....isso não, minha gente. Mas isso seria pedir de mais, que toda a gente fosse civilizada e soubesse argumentar, aff!

    ResponderEliminar
  16. Citrina, estaria a mentir se dissesse que não sinto uma pontinha de gozo quando o toureiro fica magoado. O touro farta-se de sofrer, por isso não consigo ter pena de toureiros ou forcados. Agora desejar-lhes a morte, ai credo, isso já é todo um exagero! Se a lei permite touradas, por mais que eu não concorde com estas, tenho de respeitar.

    ResponderEliminar
  17. Tb sou completamente contra as touradas, acho um acto de violência atroz para com os bichos, não posso nem ver, porque dá me cá uns nervos!
    Mas bem, quem gosta, gosta!
    :-))

    ResponderEliminar