quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Recuso fazer parte da geração à rasca

Desenrasco-me bastante bem, para dizer a verdade. Se a vida só me deu limões, que remédio tive eu a não ser aprender a fazer limonada.

18 comentários:

  1. Olha já somos duas então! ;)
    E sinto-me orgulhosa de mim mesma e espero um dia passar os mesmos valores aos meus filhos :)

    ResponderEliminar
  2. Não há outra maneira, tem um óptimo dia :) *

    ResponderEliminar
  3. Nem sempre é assim tão fácil, mas é uma boa filosofia de vida.
    Há quem prefira viver do RSI... ;)

    ResponderEliminar
  4. Mesmo as más experiências podem ser bons ensinamentos, e isso faz-nos crescer.

    ResponderEliminar
  5. dou-lhe os parabéns!
    mas que, de facto, as coisas estão mas, estão!
    Tb concordo que há pessoal que não gosta de fazer nenhum... felizmente são excepções. :)

    ResponderEliminar
  6. Mai nada! Eu fiz o mesmo e continuo todos os dias a tentar fazer limonada com os limões que a vida me deu.

    ResponderEliminar
  7. Já somos duas! Eu nem sempre penso assim, mas basta-me parar dois segundos para pensar em tudo o que já construí e verifico que sim, eu sou capaz, sou uma mulher de armas!!!
    Muita limonada...:D

    ResponderEliminar
  8. É como eu digo sempre...temos que saber viver com o que temos...às vezes custa porque estavamos habituados a mais, a outras frutas...mas é assim mesmo...toca a fazer limonada fresquinha...sabe tão bem!

    ResponderEliminar
  9. Eu acho que se a vida te dá limões, tu deves plantá-los e esperar que cresça um um limoeiro para que possas ficar com ainda mais limões ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  10. Concordo plenamente!!

    A minha mãe sempre me disse " Faz-te à vida!"

    E pronto vim para Angola =)

    eheh

    ResponderEliminar
  11. Quem pertenceu à Geração Rasca muito dificilmente fará parte desta Geração À Rasca... Aprendemos a lidar com os enrascanços logo no liceu. Pelo menos falo por mim, no desenrascanço since 1992! :)

    ResponderEliminar
  12. Há que nos moldar às situações. Se preferia ter direito ao 13º mês, preferia! Se quando tive trabalhos precários preferia ter um emprego como deve ser, preferia, mas tive que penar até chegar lá, mas penei o que foi preciso e lá cheguei!

    ResponderEliminar
  13. ficou o comentario feito por mim antes deste?
    é k foi abaixo

    ResponderEliminar
  14. Olha penso de forma igual! Se estou feliz com a minha vida? Estou! Se lutei que nem uma mula por ela, em vez de me andar a lamentar? lutei e muito! Mas hoje digo, faria tudo de novo! Somos gaijas de fibra!

    ResponderEliminar
  15. sem tirar nem por. nao tenho medo de trabalhar e de arregacar as mangas e fazer'me a vida. reconheco porem que para quem esta a comecar agora tb ja e preciso mais sorte do q eu precisei

    ResponderEliminar