sábado, 30 de junho de 2012

Old style

Haviam de ter visto o olhar de crítica severa que a minha avó me lançou na passada quinta-feira, quando eu recusei tirar a pele das batatas cozidas do Dom mais-que-tudo.

Ora essa. Um dia destes quer que mastigue a comida por ele.

39 comentários:

  1. A minha avó é igualzinha :D
    O eu não me levantar para ir buscar alho que ele queira e dizer que ele também tem "perninhas" é logo motivo para ela subir as paredes, salvo seja. Ou então recusar-me a servir-lhe o jantar porque ele também tem "mãozinhas". É isso e ser eu sempre a pegar no carro, apesar dele ter carta, porque supostamente no pensar dela a mulher é que devia ser conduzida, apesar de eu gostar mais de conduzir que ele. Enfim, mudam-se os tempos ..

    ResponderEliminar
  2. Ora o rapaz também sabe fazer isso x)

    ResponderEliminar
  3. Ahahahahahaha...tadinha,é de outros tempos....mas fazes bem S*.Eles não são manetas....

    ResponderEliminar
  4. Me desculpe, mas quando éramos crianças, bebês, aposto que elas faziam muito mais por nós...a minha fez muito, jamais me recusaria a fazer isso por ela, seria eu ingrata.

    ResponderEliminar
  5. Ah?

    Luana, percebeste mal... ela queria que eu tirasse a pele das batatas DO MEU NAMORADO. Pela minha avó eu faço tudo. Mas não sou empregada do namorado, ora essa.

    ResponderEliminar
  6. Outros tempos! Em que em casa elas é que dominavam, isso para mim é dominio sobre eles.
    Então eu é que escolho as batatas que ele come e ainda por cima lhe tiro a pele? A família matriarcal está a cabar, para bem de todos.
    A minha mãe ainda hoje escolhe a roupa para o meu pai vestir! Não acho normal!
    Depois, por outro lado, eles é que decidem nas coisas importantes da família.

    ResponderEliminar
  7. amiga da onça, apesar de também não concordar, não me parece DE TODO que isso fosse domínio. A minha avó é viúva há mais de 25 anos... quando casou, passou a cuidar da casa, que felizmente o meu avó era construtor e tinham uma vida jeitosa. Então, para ela, era normal garantir que ele estava bem, confortável e coisa e tal, quando chegava a casa. Portanto, não ficava sobrecarregada... ele trabalhava fora, ela dentro de casa. Os meus tios... o meu tio trabalha, a minha tia deixou de trabalhar quando eu e a minha irmã nascemos. Infelizmente os meus tios não puderam ter filhos e esta foi a forma que eles arranjaram de ela ter "filhos" à maneira dela... ficou em casa, a cuidar de nós, para ajudar a minha mãe e o meu pai... e para se ajudar a si mesmo a ultrapassar a falta de filhos. E talvez por estar em casa, também ganhou esse hábito de fazer tudo pelo meu tio. Não é ele que pede, é ela que quer. Ela faz questão de lhe servir a comida, lhe trazer o pão, essas coisas.

    Hoje em dia tal não faz sentido. Eu trabalho. Ele trabalha. Temos ambos duas mãos. :)

    ResponderEliminar
  8. Da a mão, então quer o pé também! rs..
    é isso aí!

    ResponderEliminar
  9. Tu a viajar tanto e eu sem sair do mesmo :c
    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Faz-me confusão que ainda se use essas manias, mas isto também serve de alerta a todas nós que somos mães e temos obrigação de educar os nossos homenzitos com autonomia. Beijokinhas!!!

    ResponderEliminar
  11. cada um às suas, estou contigo ;)

    ResponderEliminar
  12. as avos acham sempre que temos de ser as amas dos namorados. LOL

    ResponderEliminar
  13. ahahah só as avós mesmo! de onde é que já se viu isto nos dias de hoje...

    ResponderEliminar
  14. Hello sweetie, there's a super GIVEAWAY going on at my blog and I thought you might be interested :)

    Know more at:

    www.blackbowtiie.blogspot.co.uk/2012/06/oasap-super-giveaway-of-152-items.html

    ResponderEliminar
  15. Hello sweetie, there's a super GIVEAWAY going on at my blog and I thought you might be interested :)

    Know more at:

    www.blackbowtiie.blogspot.co.uk/2012/06/oasap-super-giveaway-of-152-items.html

    ResponderEliminar
  16. A minha avó não é nada assim, sempre foi super para a frente! ;) Ainda bem :D

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  17. Náo será tanto isso, S*. Os meus sogros quando eram vivos, aquilo era uma aflição para mim. À mesa, com o pão a 1 metro, ele pedia e ela passava-lho.
    Acho que esses hábitos vêm do antanho.

    ResponderEliminar
  18. É verdade, concordo com o que esccreveste na resposta ao post da amiga da onça... é tudo verdade. Agora tanto o homem como a mulher trabalham, têm que dividir as tarefas e claro, não faz sentido teres que lhe tirar a pele das batatas :p ahahaha

    ResponderEliminar
  19. Ahahahah!! Acho que mastigar por ele era perfeito! A parte em que tinhas que regurgitar é que não ia ser bonita de ver!! :P

    ResponderEliminar
  20. Pois a minha é exactamente o oposto. Sempre nos disse "ninguém é empregado de ninguém e todos temos mãozinhas" *

    ResponderEliminar
  21. acho que é uma questão de mentalidade, outros tempos, as mulheres ficavam em casa, hoje todas trabalhamos, por isso o mais correcto é ambos dividerem as tarefas, nem que seja a de descascar as batatas depois de cozidas..

    ResponderEliminar
  22. ohh elas foram habituadas a fazer tudo pros maridos. O meu avo nem o prato da mesa levanta, nem vai buscar o pao.
    Ca em casa e igualdade, ambos trabalhamos, ele q faca q tem corpinho pra isso hahahahah

    ResponderEliminar
  23. Gente, acho que ficou bem claro que foi a minha AVÓ que disse para eu tirar a pele das batatas... o namorado nem sequer disse que era para tirar a pele (quer dizer, eu, por exemplo, como com pele). :)

    E respeito a forma de ver dela, apesar de eu não concordar. Vic, isso é que realmente ainda me faz confusão... cá em casa nunca foi assim. Foram as melhores que QUERIAM servir os homens, não eles a exigir ser servidos. Manias. :)

    ResponderEliminar
  24. e não critica o facto de viveres com ele sem estares casada? ;p

    ResponderEliminar
  25. Hermione, nop... mas sei que sente alguma tristeza por ele ser divorciado, o que nos impede de casar pela igreja. :)

    ResponderEliminar
  26. lol é da mentalidade os tempos mudaram mas ela não se apercebe, é normal. bjo

    ResponderEliminar
  27. eu adoro batatas com casaca ( como se diz por aqui) e cozo-as com casca e quem quiser sem que tire. isto aplica-se tb ao marido
    kis .=)

    ResponderEliminar
  28. S* o mau de muitos meninos mimados foram as mãezinhas... Eu quando quiser ser mãe engravido. Fazes tu muito bem em mantê-lo independente.

    ResponderEliminar
  29. Ahahah! Fizeste-me lembrar o meu irmão, ao ser servido num almoço de uma cerimónia, vira-se para o moço e diz: "Fogo! Aqui nem descascam as batatas!!!".
    Foi hilariante! Estavam a servir posta barrosã...imagina!

    ResponderEliminar
  30. Pois eu vou ter que ir contra a ideia de todas, em parte...qual o mal de lhe tirar a pele das batatinhas, se por outro lado ele te pode fazer outra coisa que não gostas. Eu sempre sirvo o marido, chego mesmo a escolher o menu se vamos ao restaurante.
    Há outras coisas que eu também não faço em casa, mesmo tendo 2 maozinhas!!!
    Desculpem, mas não acredito que as vossas caras metades não façam nada por vós!!!!
    Foi um desbafo, espero não ser mal compreendida.
    Bjs e boa semana

    ResponderEliminar
  31. Alda B., a questão não é essa... CLARO que faço muita coisa pelo namorado. Sou eu que lhe passo as camisolas do trabalho. Sou eu que cozinho cá em casa. Não me importo de o servir, enquanto ele vai buscar as bebidas ao frigorífico. A questão é que a minha avó fica verdadeiramente indignada comigo por eu não me prontificar a servi-lo. Quer dizer... ele não me pediu nada! A avó é que começou a barafustar comigo antes mesmo do pobre do namorado começar a comer. :)

    E já agora... aqui em casa, quando estamos os dois no sofá, eu costumo pedir-lhe para me ir buscar isto ou aquilo ao quarto. Ele não reclama. O amor também passa por gostar de apaparicar o outro... mas por vontade própria, não por obrigação. :)

    ResponderEliminar
  32. Concordo com muita coisa que li, as mentalidades antigas às vezes dão-me cabo do juízo, mas a gente respeita e não faz o que nos pedem! ;D Acho muito importante educarmos os nossos filhos homens a serem independentes, assim quando se casarem vai ser porque gostam da mulher, não porque precisam de uma empregada doméstica e aquela dá jeito. :D

    ResponderEliminar