terça-feira, 20 de março de 2012

Sabem qual é a maior graça da blogosfera?

São aqueles comentários super engraçados (a sério, têm piada) que dizem "és uma desocupada, não fazes nada"... é que quem o faz, passa a vida a controlar o que eu (quem diz eu, diz qualquer outro blogger) escreve. Dizem que eu sou desocupada porque passo o dia a escrever... eu cá acho que mais vale passar o dia a escrever do que a cuscar o que os outros estão a escrever e a comentar imbecilidades. Estão cá batidos todo o dia, a dizer as mesmas tretas, torna-se hilariante.

35 comentários:

  1. Escrever muito no blogue também se pode chamar organização :)
    Há dias em que o meu blogue anda com piloto automático, como costumo dizer e isso não significa que esteja todo o dia no computador :)

    ResponderEliminar
  2. E como diz o meu pai "Quem fala assim não é gago" =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. É não passar cartucho porque isso só pode vir de gente que não tem vida própria e gosta de cuscar a dos outros, mas como a dos outros não é a sua fica frustrada!

    A palavras loucas, orelhas moucas :)

    ResponderEliminar
  4. pois, só gente desocupada para perder tempo com comentários desses. enfim ...

    Bjokas

    ResponderEliminar
  5. Se a malta olhasse primeiro para si própria e reflectisse um bocadinho, ficava tão caladinha em vez de mandar postas de pescada para os outros, sobre a vida dos outros, etc, etc. Em minha opinião, esse "hobbie" existe para a tal malta esquecer um bocado a sua própria vida, rica ou pobre, cheia ou vazia, triste ou feliz, só ou acompanhada, etc etc...

    Eu...também sou malta, e nem sempre fico caladinha, mas de forma geral, não censuro, não critico de forma meramente destrutiva, não avalio de forma depreciativa, como se isso me fizesse sentir melhor. Simplesmente porque não faz. Aprecio os outros, elogio ou critico com o intuito de "ajudar" ou dou a minha opinião, no sentido construtivo se a outra parte vier a concordar, mas sempre ciente que cada ser é único e que os valores e parâmetros de vida e de felicidade e de certo ou errado, variam tanto quanto o número de pessoas, ou então, se acho que nem vale a pena, não digo nada, lá está, fico caladinha. Se acho que "esta gaja não tem vida própria, é uma pobre de espírito, não tem que fazer, etc, etc" - sim, porque sou humana e posso pensar isso por vezes, mas tenho o bom senso, a coerência e até o repeito, de no caso de achar isso, achar que não vale a pena perder o meu precioso tempo com tal coisa/pessoa.

    ResponderEliminar
  6. E ainda...

    eu acho que mais vale (nas palavras dos comentadores hilariantes) ser desocupada e passar a vida a escrever, do que... ser.... o quê, o quê?, e passar a vida a ler e comentar o que os desocupados passam a vida a escrever... E encontro uma razão: se calhar o que os "desocupados" escrevem tem algum interesse e/ou vai preencher as necessidades dos "qualquer coisa" que passam a vida a ler e comentar...

    ResponderEliminar
  7. (se eu comentar alguma coisa passo por desocupado, também? ... ) ;)

    ResponderEliminar
  8. também já tinha pensado várias vezes nisso x)

    ResponderEliminar
  9. Carolina, totalmente. Costumo dizer que 70% dos meus textos são agendados... e não é exagero. :D Durante o dia apenas vou aceitando comentários.

    ResponderEliminar
  10. ahah tadinhos!!!
    Eu tb sou uma desocupada pelos vistos!! Oh p min!!! B-) So n consigo ser cusca!! Tenho k treinar melhor!!! :-D
    A caravana passa,e os caes ladram!!!
    ;-)

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  14. Não te preocupes, S*, eu defendo-te.
    Vou já lançar aqui uma terrível ameaça, assim a jeito de malefício para cima dessa alma penada que te anda a atazar.
    Cá vai.
    ------------------------------------------------------------

    Uma vez uma bruxinha
    Sem prestar grande atenção
    Cavalgando a vassourinha
    Voava rasando o chão.
    -----------------------------------------------------------
    Não reparou, nem via
    Num malvado pássaro que ria
    Pois já com ela fisgada
    Por cima dela voava.
    ------------------------------------------------------------
    Tomou altitude e direcção
    Mediu ventos e marés
    Não voou mas planou
    Afinou a projecção
    E com tal mestria o fez
    que defecou e não errou.
    ------------------------------------------------------------
    Eu te esfrangalho e esturrico
    Malvado pássaro mafarrico
    Nos kornos te dou com um penico
    Se isto é coisa que se faça
    a uma bruxinha de raça
    que com donaire e com graça
    por aqui assentou praça.
    ------------------------------------------------------------
    Demónio, excomungado Belzebu
    Afinal que queres tu, gabiru
    que ela ande a pavonear o cu
    E que eu coma o pão cru?
    -----------------------------------------------------------
    Xó, Vade-retro, Satanás
    Vai kagar pró rais quetaparta
    te remexo no fogo c'oma tenaz
    Maldita alma penada.
    ------------------------------------------------------------
    Vais ver como ela desopila daqui num ápice, e vai mesmo comer o pão cru. Grande patifa.
    Eheh...

    ResponderEliminar
  15. Pensei que já não permitias comentários de anonimos... isso há-de acontecer sempre S*, há-de haver sempre gente demasiado incomodada com os outros que tem de expressar a sua opiniao. Eu quanto a mim já o disse várias vezes, quando leio algo que não gosto, ou que acho pateta, ou com o qual não me identifico, ou se o blog é cheio de coisas e não me interessa, carrego no x e pronto. Perder o meu tempo a deixar comentarios a dizer mal dos outros é que é, na minha opiniao, coisa de gente desocupada. Ai, enfim!!!

    ResponderEliminar
  16. Voltaste aos anónimos rapariga? O que é que tu queres?

    Assim não param. Beijo

    ResponderEliminar
  17. Isso e coisa de desocupado,vê se pode?,então ele acha pouco você trabalhar fora e ainda cuidar da casa? isso tem nome amiga...INVEJA BRAVA.
    Sinto muito,mas e inveja mesmo...você e muito querida não só em Portugal,mas aqui no Brasil também,estamos cansadas de saber que você lutou para estar aonde esta...feliz...muito feliz obrigada.....
    E pode escrever mais,você escreve pouquissimo e muito bem....que morram de inveja....hã
    Bjs
    Deusa

    ResponderEliminar
  18. Concordo. E tao bom ter inspiracao para escrever, quem nao tem paciencia, nao escrevem pq nao querem. Nao e uma questao de estar ocupado ou nao, mas se houver tempo para um pequeno texto why not? Nao percebo o porque da censura de quem escreve. Ha quem se preocupe com o que nao faz mesmo sentido nenhum!

    ResponderEliminar
  19. Já me tinha ocorrido esse pensamento. Sendo certo que continua a persistir uma grande dúvida na minha cabeça... senão gostam dos blogs porque é que lá voltam? Juro que não percebo... Ou seja não só são desocupados como ainda são masoquistas.. Mas pronto cada sabe de si...

    ResponderEliminar
  20. Não dês "ouvidos" a essa gente.
    Provavelmente quem o escreve é que não tem mais nada que fazer senão andar à procura de sarna para se coçar.
    Beijnhos

    ResponderEliminar
  21. Concordo contigo S. há pessoas que têm prazer em chatear os outros....não lhes ligues e continua....
    olha eu estou no trabalho e não há NADA para fazer é uma pasmaceira total....e ainda por cima estou sozinha...portanto ou ando aqui na blogosfera ou dou em maluca (já não falta muito)!!!
    :)

    ResponderEliminar
  22. O blog já perdia a graça toda com esse tipo de coments. Há gente que perde tempo com cada tipo de coisas... É certo que os posts de um blog não podem agradar a "gregos e a troianos", mas há formas de se dizerem as coisas, certo? Sempre dá para remover os comentários e deixar o blog com energias mais positivas :) Bjs*

    ResponderEliminar
  23. Caro Anónimo, não voltei nada aos anónimos. Hoje já deixam de existir novamente. Infelizmente, por causa do passatempo que estou a fazer, tenho imensa gente do Facebook (que não tem conta nos blogues) a concorrer... daí ter permitido anónimos. Mas o passatempo já acaba logo à noite e voltamos ao lápis azul. :)

    ResponderEliminar
  24. Não ligues...os que eles gostam é disto...

    ResponderEliminar
  25. De facto, imagino mesmo que eles estejam super ocupados... com a vida dos outros.

    ResponderEliminar
  26. sim sim. sabes que mais? como eu dizia em criança «quem o diz é quem o é» ahah :)

    ResponderEliminar
  27. é engraçado como tu sem seres uma personalidade conhecida, nem sequer interessante, és uma das pessoas mais detestadas da blogosfera, que nem pode ter comentários anónimos ligados senão até ameaças recebes. isso diz muito da tua personalidade, não achas?

    ResponderEliminar
  28. Lol, agora até me fizes-te sorrir com este texto, é verdade, verdadíssima, gente sem personalidade nem o mínimo de bom senso só vive bem à custa da vida alheia, o que é uma verdadeira tristeza, mais vale ignorares e não te chateares porque esse tipo de pessoas não valem nada. Beijinho.

    ResponderEliminar
  29. Anónimo, que vais tu fazer a partir de logo à noite, quando fechar o blogue a anónimos? Qual vai ser o prazer da tua vida, quando já não puderes vir para aqui inventar que me odeiam (uh huh) e que sou uma infeliz?

    ResponderEliminar
  30. Pássaro viajeiro, obrigada pela alegria que me deixas na caixa de comentários. Faça-me o favor de registar um perfil!!

    ResponderEliminar
  31. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  32. Não sejas pateta. Continuas aqui enfiada todo o dia... e ainda por cima és só uma, sempre a mesma triste. ;) Sabes que mais, fecho-te os comentários mas é agora mesmo. Triste, pobre de ti, sem vida para além do meu blogue.

    ResponderEliminar
  33. Para muita gente, má lingua é hobbie.

    ResponderEliminar