Avançar para o conteúdo principal

Sou mesmo pirosa



A limpar o pó ao quarto ao som desta música. Descobri-a hoje. ahahah

Comentários

  1. LOL já a tinha conhecido há uns dias... é o fenómeno do momento, ao que parece ;)

    ResponderEliminar
  2. Que engraçado, tenho um colega espanhol no trabalho que está sempre a cantar isso e já me perguntou o significado da letra :p!

    ResponderEliminar
  3. Lol é bastante viciante por acaso já a descobri à algum tempo e no inicio andava sempre a cantar a mesma coisa lol modas... beijinho

    ResponderEliminar
  4. yaaa, é mesmo boa para esse tipo de actividade... :)

    ResponderEliminar
  5. a questão é: só a descobriste hoje? =p é pirosa mas é engraçada.

    ResponderEliminar
  6. Já a conhecia, ouvia-a numa disco a semana passada mas parece que está na moda, acho piada á letra...

    Kiss**

    ResponderEliminar
  7. Também TU!!??

    Credo... esta música persegue-me, já não bastam as paragens cerebrais de quando o patrão fora alguém se lembra de dar som no PC com isto aos berros!

    Tanta coisas boa que tem no Brasil e a mim só me calham as terminações... para quando a "Sorte Grande"!?

    Bjo * :P

    ResponderEliminar
  8. Olha mais uma... é uma praga já há uns meses, lá no trabalho anda tudo atrás disso mas ainda não há cd oficial.

    ResponderEliminar
  9. É o que eu digo, há mais pessoas a saberem a letra desta música que o próprio Hino de Portugal! ahah

    ResponderEliminar
  10. uma das musicas mais badaladas do momento e so a descobres hoje? Oh S* pra que planeta te levaram? :D

    ResponderEliminar
  11. Também já fiz limpeza ao som desta música xD

    @Hanna

    ResponderEliminar
  12. LOL

    É mesmo o fenómeno do momento! Toda a gente a publicava no FB e eu nunca fui ver, vou a uma discotece e pimbas, toma lá que agora não foges! lolol

    ResponderEliminar
  13. Verdadinha S*! É a música que anda aí a bombar nos últimos tempos. Eu acho piada, acho que tem um ritmo fantástico para dançar!

    ResponderEliminar
  14. Ahahahaha essa música é a nova cara das aulas de dança do Holmes Place eheheheheh
    Uma única palavra: viciada... é assim que ando em relação ao "ai se eu te pego" ahahahah

    ResponderEliminar
  15. Quiserem eu mando CDs para vcs. kkkkkkkkkkkkkkkkk

    É uma febre no Brasil, em vários ritmos.

    Dancemos para afastar a tristeza!!!

    Abraços brasileiros.

    ResponderEliminar
  16. ahahah essa musica ja é um clássico das noites de sábado com bebedeira certa :D

    ResponderEliminar
  17. A mim só me faz pensar em ordinarices. Mas eu ando insuportável ultimamente...

    ResponderEliminar
  18. AHHHH ADORO esta musica! Fui apresentada à mesma aqui no Brasil e já é presença assidua no iTunes e no Ipod! E a Fugidinha, já ouviste? Também é girissima :D

    p.s.: não fazia ideia que isto tinha sucesso ai em Portugal!

    ResponderEliminar
  19. Pode ser foleirona, mas mexe cá com a brasileira que temos cá dentro! lol E acho muito bem!
    Eu também já abanei a ouvir!

    ResponderEliminar
  20. Ouvi ontem pela primeira vez num bar... mas pelo que parece fui a unica a não conhecer pois foi o delirio !!

    ResponderEliminar
  21. hehehe! Descobri-a esta semana numa aula de cycling... Havia uma brasleira na aula que sabia tudo de cor e com direito a coreografia em cima da bicicleta e tudo. Estão a imaginar... :) Foi djemaisss
    he! He!

    ResponderEliminar
  22. Esta música é a do momento! Já me anda no ouvido há umas semanas =P

    ResponderEliminar
  23. Ahaha... li os comentários, então é vocês a curtir um sertanejo e a gente a gozar com ele. Não é o tipo de música que agrada a todos, mas na balada entra muitas vezes como gozação para poder esquentar tendo como estopim a coreografia, ¨ai se eu te pego¨... uii... e como esquenta...

    Dai-lhe a mexer os quadris (ancas) ahaha

    É bom saber do Brasil em Portugal, vocês estão aqui por toda parte de diversas maneiras também.

    Beijos do Brasil.

    ResponderEliminar
  24. e a coreografia, já sabes? xD estás muiiito atrasada. ahah

    ResponderEliminar
  25. Também nunca acreditei gostar de tal coisa, mas a música fica no ouvido xD

    ResponderEliminar
  26. Ouvi-a tantas vezes que já começo a enojar :p

    A.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.